A maior rede de estudos do Brasil

Quest.: 8 8. De acordo com o GEU (2016), as cidades competem umas com as outras em três dimensões: Rodovias, comércio e hospitais

 
Quest.: 8
 
8.

De acordo com o GEU (2016), as cidades competem umas com as outras em três dimensões:


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Primeiramente, temos que a GEU é caracterizada por analisar, de forma profunda, as localizações, em que se determinam os territórios geográficos de influência. Além disso, pode-se dimensionar o potencial de compras da população que vive e frequenta a região, em que, para cada categoria de produtos ou serviços, existirá um potencial de consumo específico, sendo que Isso tudo é cuidadosamente calculado.

Dessa forma, as três dimensões fazem referência a investibilidade, que trata da capacidade da cidade de atrair investimento, manter um ambiente propício e favorável aos negócios em geral e sustentar vantagens competitivas em um ou mais complexos produtivos; da habitabilidade, que seria a capacidade da cidade de manter altos indicadores de qualidade de vida; e, por fim, da visitabilidade, que se caracteriza a partir da capacidade da cidade de aproveitar e desenvolver atrativos turísticos de acordo com suas características e formular e implantar um plano de desenvolvimento turístico de forma articulada entre o setor público e as empresas do trade.

Primeiramente, temos que a GEU é caracterizada por analisar, de forma profunda, as localizações, em que se determinam os territórios geográficos de influência. Além disso, pode-se dimensionar o potencial de compras da população que vive e frequenta a região, em que, para cada categoria de produtos ou serviços, existirá um potencial de consumo específico, sendo que Isso tudo é cuidadosamente calculado.

Dessa forma, as três dimensões fazem referência a investibilidade, que trata da capacidade da cidade de atrair investimento, manter um ambiente propício e favorável aos negócios em geral e sustentar vantagens competitivas em um ou mais complexos produtivos; da habitabilidade, que seria a capacidade da cidade de manter altos indicadores de qualidade de vida; e, por fim, da visitabilidade, que se caracteriza a partir da capacidade da cidade de aproveitar e desenvolver atrativos turísticos de acordo com suas características e formular e implantar um plano de desenvolvimento turístico de forma articulada entre o setor público e as empresas do trade.

User badge image

Grace Ribeiro

Há mais de um mês

Investimentos, habitação e turismo.
User badge image

Thais Araújo

Há mais de um mês

Investimentos, habitação e turismo

User badge image

Daniela Pereira

Há mais de um mês

Para que exista a devida mobilidade urbana, bem como o acesso igualitário à cidade, o Estado tem o dever de consolidar o referido acesso à cidade, a fim de assegurar a preservação do interesse da coletividade. É inegável que somente a atuação do Estado não é suficiente, afinal o empoderamento das pessoas na cidade é reflexo de um lugar onde os cidadãos discutem o que querem para si e para o local onde vivem. Dessa maneira, a atuação eficaz do Estado somada à participação popular é a fórmula para obtermos a cidade que queremos.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas