A maior rede de estudos do Brasil

respostas DIREITO E LEGISLAÇÃO SERVIÇO SOCIAL 7 /2020. CORRETAS. OK??? AV1 1E 2A 3B 4A 54 ADG 3 1C 2D 3C 4D ADG2 1B 2A 3D 4D ADG2 1D 2A 3C 4A


3 resposta(s)

User badge image

Joelma M

Há mais de um mês

TODAS CORRETAS E VERIFICADAS NO AVA

TODAS CORRETAS E VERIFICADAS NO AVA

User badge image

Joelma M

Há mais de um mês

Alguém respondeu às Aap 1, 2, 3 e 4 ????
User badge image

Patrícia Borges SOS do Cancer

Há mais de um mês

1)

O Direito como fenômeno social e como ciência abrange todas as atividades humanas. São infindáveis os seus braços na sociedade. Por essa razão, didática e tradicionalmente, os estudiosos da matéria propuseram divisões para facilitar e sistematizar a compreensão. O desdobramento do conteúdo jurídico em Direito Público e Direito Privado assume, nesse quesito, especial destaque.

 

Nesse contexto, analise as afirmativas a seguir:

 

I - O Direito do Trabalho e o Direito Tributário são ramos do Direito Privado.

II - O Direito Constitucional e o Direito Tributário são ramos do Direito Público.

III - O Direito administrativo se configura como Direito Público fundamental por referir-se diretamente à organização e funcionamento do Estado.

É correto apenas o que se afirma em:

Alternativas:

  • a)
  • II.
  • Alternativa assinalada
  • b)
  • I e III.
  • c)
  • I e II.
  • d)
  • I.
  • e)
  • II e III.

2)

Como um dado cultural, produzido pelo homem, o direito visa a garantir a harmonia social, preservando a paz e a boa-fé, mediante o estabelecimento de regras de conduta, com sanção institucionalizada. Para o jurista Limongi França, conceitua-se o direito como "conjunto das regras sociais que disciplinam as obrigações e poderes referentes à questão do meu e do seu, sancionadas pela força do Estado e dos grupos intermediários".

A partir da visão do jurista Limongi França, encontram-se quatro aspectos fundamentais do direito:

Alternativas:

  • a)
  • A norma agendi,  a facultas agendi, as relações jurídicas, o direito positivo.
  • b)
  • A norma agendi,  a facultas agendi, o fato jurídico, a norma jurídica.
  • c)
  • A norma agendi,  a facultas agendi, o direito objetivo, o direito subjetivo.
  • d)
  • A norma agendi,  a facultas agendi, o direito como o justo, o direito como moral.
  • e)
  • A norma agendi, a facultas agendi, o direito como o justo, a sanção de direito.
  • Alternativa assinalada

3)

No Direito Romano, a palavra utilizada para expressar o que entendemos, hodiernamente, como Direito era jus ou juris, da raiz sânscrita ju. Tal expressão simbolizava a ideia de jugo, na qual se pode compreender, de fato, o vínculo jurídico criado entre as pessoas. A origem, porém, da palavra direito se encontra no latim directum, literalmente direto, trazendo à mente a concepção de que o direito deve ser uma linha direta, isto é, conforme exatamente uma regra. Conceituar direito, por incrível que pareça, não é tarefa das mais fáceis, dada a enorme quantidade de visões ideológicas que envolve a doutrina jusfilosófica na espécie, coexistindo uma infinidade de escolas de pensamento, cada qual com sua própria teoria sobre a gênese do direito e seu papel social.

Considerando a temática da introdução ao estudo do direito, analise as afirmativas a seguir e assinale V para verdadeiro e F para falso:

(  ) O direito positivo é um produto da interação em sociedade, cuja existência depende ontologicamente do ser humano, uma vez que objetiva a solução dos eventuais conflitos de convivência social.

(  ) Para uma melhor didática, o estudo do direito como ciência é dividido em puramente privado e puramente público. 

(  ) Possibilidade de as partes estabelecerem livremente as suas relações, não politicidade dos assuntos, presença obrigatória do Estado como regulador dos negócios concluídos, são características do direito privado.  

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:

 

Alternativas:

  • a)
  • V - V - F.
  • b)
  • V - F - V.
  • c)
  • V - F - F.
  • Alternativa assinalada
  • d)
  • F - F - V.
  • e)
  • F - V - V.

4)

As fontes formais estatais tem origem no Estado e subdividem-se em legislativas (leis, decretos, regulamentos etc), jurisprudenciais (sentenças, precedentes judiciais, súmulas etc.) e convencionais (tratados e convenções internacionais). Já as fontes formais não estatais abrangem, por sua vez, o direito consuetudinário (costumes jurídicos), os princípios gerais do direito, o direito acadêmico-científico (a doutrina) e as convenções particulares em geral (negócios jurídicos).

 

Considerando a temática das fontes do direito, analise as afirmativas a seguir e assinale V para verdadeiro e F para falso:

 

(  ) A Constituição Federal como principal fonte formal do direito estatal, resumidamente se define como, o conjunto de normas que organiza os elementos constitutivos do Estado. 

(  ) Nos países em que prevalece o direito escrito e a Constituição é flexível, a lei representa a fonte formal de maior importância, como é o caso do Brasil.

(  ) O Brasil é uma República Federativa e sua organização político-administrativa compreende a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios. 

Assinale a alternativa que contêm a sequência correta:

Alternativas:

  • a)
  • F - F - V.
  • b)
  • F - V - F.
  • c)
  • V - V - F.
  • d)
  • V - F - V.
  • Alternativa assinalada
  • e)
  • F - V - V.


Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes