A maior rede de estudos do Brasil

LÍNGUA PORTUGUESA

Leia os textos.

Texto 1

A comunicação verbal, oral ou escrita, sempre se realiza por meio de textos. De modo geral, as pessoas acham que só podem chamar de texto aquilo que está impresso em livros. Não é bem assim. Quando você deixa um bilhete para alguém, você escreveu um texto. Quando você faz um trabalho para o professor de economia, você fez um texto (com dez páginas, mas é um texto). Se você escrever uma tese de doutorado, com cinco capítulos e trezentas páginas, você fez um texto. Um e.mail com duas palavras ou com duas páginas, é um texto. Conclusão: toda unidade de comunicação escrita, elaborada por alguém, enviada para outro, e que transmita uma mensagem para esse outro, é um texto. Na verdade, também quando estamos nos comunicando pela fala, nós o fazemos por meio de textos, só que orais. E, é claro que você não se esqueceu de que comunicação significa literalmente <pôr em comum>. Dividir alguma coisa com alguém.

(SAUTCHUK, Inez. Perca o medo de escrever. São Paulo: Saraiva, 2011, p. 3.)


Texto 2

... para construir os enunciados com que nos comunicamos, precisamos percorrer dois eixos da língua: o da seleção e o da combinação. Isso significa que precisamos selecionar palavras capazes de comunicar aquilo que queremos e, ainda, combiná-las em uma ordem que faça sentido e produza os efeitos desejados.

O repertório dentro do qual selecionamos as palavras é o léxico ou vocabulário da língua. Ele corresponde, grosso modo, à lista de palavras registradas no dicionário. Já o conjunto de regras que determinam como os enunciados podem ser construídos em cada língua é chamado de gramática. São regras relativas à pronúncia, à grafia (caso a língua tenha expressão escrita), à formação de palavras e à combinação dessas palavras em frases.

(GUIMARÃES, Thelma de Carvalho. Comunicação e Linguagem. São Paulo: Pearson, 2012, p. 58,)


Questão:

Assinale a única alternativa que apresenta corretamente o ponto de vista das autoras.(1 Ponto)

Se no primeiro eixo podemos considerar o repertório, o vocabulário de quem fala ou escreve um texto, para o segundo eixo podemos considerar a gramática normativa da língua portuguesa. Os dois eixos funcionam feito uma engrenagem para a correta construção textual, em que seus interlocutores entendam exatamente o que se está comunicando.

Todo texto é verbal e no texto verbal escrito, por exemplo, a concordância verbal e nominal está relacionada ao eixo combinação, dentro da gramática normativa da língua portuguesa, mas não contribui para que a comunicação se efetive entre seus interlocutores.

Todo texto é verbal, seja oral ou escrito. Ao comunicar, no entanto, o texto oral não considera os elementos da comunicação, quais sejam, emissor, receptor, mensagem, canal, contexto e código.

O texto pode ser verbal, oral ou escrito, e deve transmitir uma mensagem, comunicar. Essa comunicação é possível quando o emissor realiza o processo nos eixos de seleção e combinação. São possíveis engrenagens que não se relacionam.

Para comunicar, o texto verbal oral, diferentemente do texto verbal escrito, considera somente o eixo seleção. Posto que o eixo combinação se faz desnecessário para esse tipo de comunicação.

4.

Justifique sua resposta, apontando os elementos que corroboram com o ponto de vista das autoras.


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?