A maior rede de estudos do Brasil

Os estoques são constituídos de bens destinados a venda, ou à produção, vinculados aos objetivos da empresa.

Os estoques são constituídos de bens destinados a venda, ou à produção, vinculados aos objetivos da empresa. Existem diferentes tipos de estoques, caracterizados pela sua condição ao nível de produção e comercialização. Sobre a Administração de Estoques, podemos afirmar que:


4 resposta(s)

User badge image

Joyce

Há mais de um mês

14. Os estoq ues são co nsti t uídos de b ens desti nados a ve nda, o u à prod ução,

vi nc ula dos aos objeti vo s d a empre sa . E xi ste m d i fere nte s tipo s d e e stoq ues,

caracterizados pe la sua co nd i ção ao nível d e p rod ução e co merci a li zação.

So bre a Admi ni stração de Estoques , pod emos afi rmar q ue:

I) No co njunto dos di ve rsos ti pos de es toques , as matérias -pri mas sã o o s de

menor li q ui dez, po i s p recisam ser tra nsfo rmad a em prod utos aca bado s pa ra

serem ve ndi d as e, após, se to r na rem caixa .

II) Compone ntes são parte s do prod uto fi nal q ue a ele são agregadas d u rante o

processo d e p rodução . S ua i mportâ nci a é gra nde para o p rocesso prod uti vo , e

a sua fa lta não ocasi o na p ossi b i li dade s de perd as fi na nce i ras .

III) Os i ns umos sã o be ns e p rod utos utili za dos no processo prod uti vo, porém

nã o fa zem pa rte d o prod uto fi na l, o q ue caracte riza a s ua di fere nte

classi fi cação de estoq ue.

IV ) P rod uto s A cab ados, são os produtos q ue ai nd a não estão pro ntos para a

ve nda, o ri gi nário s do processo prod uti vo da empre sa o u a dqui rid os d e o utros

fo r ne cedores pa ra ve nda. É o me no s l íq ui do dos e sto q ue s , poi s a s u a

tra nsfor mação e m ca i xa dep ende da ve nd a, do pra zo se for ve nda a p ra zo, e

da cobra nça .

A I e II estão i ncorre ta s

B I e III es tão incor retas

C I e IV estão i ncorre tas

D II e IV es tão in cor re tas

E III e IV estão i ncorre tas


R esp osta: Alternat iva co rreta é a D , p o is o s movimentos d e mercad oria s

in cluem os movimentos " e xterno s" (e ntradas d e mercad oria s

prove nientes de su primento externo, s aídas d e mercado rias p or o rdenso clie nte) e os movi mentos " inte rnos " (entradas d e mercadorias prove nientes d e p rod uç ão, ret iradas de mater ial p ara fins internos,

transferências d e esto qu es e t ran sferênc ias).

14. Os estoq ues são co nsti t uídos de b ens desti nados a ve nda, o u à prod ução,

vi nc ula dos aos objeti vo s d a empre sa . E xi ste m d i fere nte s tipo s d e e stoq ues,

caracterizados pe la sua co nd i ção ao nível d e p rod ução e co merci a li zação.

So bre a Admi ni stração de Estoques , pod emos afi rmar q ue:

I) No co njunto dos di ve rsos ti pos de es toques , as matérias -pri mas sã o o s de

menor li q ui dez, po i s p recisam ser tra nsfo rmad a em prod utos aca bado s pa ra

serem ve ndi d as e, após, se to r na rem caixa .

II) Compone ntes são parte s do prod uto fi nal q ue a ele são agregadas d u rante o

processo d e p rodução . S ua i mportâ nci a é gra nde para o p rocesso prod uti vo , e

a sua fa lta não ocasi o na p ossi b i li dade s de perd as fi na nce i ras .

III) Os i ns umos sã o be ns e p rod utos utili za dos no processo prod uti vo, porém

nã o fa zem pa rte d o prod uto fi na l, o q ue caracte riza a s ua di fere nte

classi fi cação de estoq ue.

IV ) P rod uto s A cab ados, são os produtos q ue ai nd a não estão pro ntos para a

ve nda, o ri gi nário s do processo prod uti vo da empre sa o u a dqui rid os d e o utros

fo r ne cedores pa ra ve nda. É o me no s l íq ui do dos e sto q ue s , poi s a s u a

tra nsfor mação e m ca i xa dep ende da ve nd a, do pra zo se for ve nda a p ra zo, e

da cobra nça .

A I e II estão i ncorre ta s

B I e III es tão incor retas

C I e IV estão i ncorre tas

D II e IV es tão in cor re tas

E III e IV estão i ncorre tas


R esp osta: Alternat iva co rreta é a D , p o is o s movimentos d e mercad oria s

in cluem os movimentos " e xterno s" (e ntradas d e mercad oria s

prove nientes de su primento externo, s aídas d e mercado rias p or o rdenso clie nte) e os movi mentos " inte rnos " (entradas d e mercadorias prove nientes d e p rod uç ão, ret iradas de mater ial p ara fins internos,

transferências d e esto qu es e t ran sferênc ias).

User badge image

Gilvan

Há mais de um mês

14. Os estoq ues são co nsti t uídos de b ens desti nados a ve nda, o u à prod ução,

vi nc ula dos aos objeti vo s d a empre sa . E xi ste m d i fere nte s tipo s d e e stoq ues,

caracterizados pe la sua co nd i ção ao nível d e p rod ução e co merci a li zação.

So bre a Admi ni stração de Estoques , pod emos afi rmar q ue:

I) No co njunto dos di ve rsos ti pos de es toques , as matérias -pri mas sã o o s de

menor li q ui dez, po i s p recisam ser tra nsfo rmad a em prod utos aca bado s pa ra

serem ve ndi d as e, após, se to r na rem caixa .

II) Compone ntes são parte s do prod uto fi nal q ue a ele são agregadas d u rante o

processo d e p rodução . S ua i mportâ nci a é gra nde para o p rocesso prod uti vo , e

a sua fa lta não ocasi o na p ossi b i li dade s de perd as fi na nce i ras .

III) Os i ns umos sã o be ns e p rod utos utili za dos no processo prod uti vo, porém

nã o fa zem pa rte d o prod uto fi na l, o q ue caracte riza a s ua di fere nte

classi fi cação de estoq ue.

IV ) P rod uto s A cab ados, são os produtos q ue ai nd a não estão pro ntos para a

ve nda, o ri gi nário s do processo prod uti vo da empre sa o u a dqui rid os d e o utros

fo r ne cedores pa ra ve nda. É o me no s l íq ui do dos e sto q ue s , poi s a s u a

tra nsfor mação e m ca i xa dep ende da ve nd a, do pra zo se for ve nda a p ra zo, e

da cobra nça .

A I e II estão i ncorre ta s

B I e III es tão incor retas

C I e IV estão i ncorre tas

D II e IV es tão in cor re tas

E III e IV estão i ncorre tas


R esp osta: Alternat iva co rreta é a D , p o is o s movimentos d e mercad oria s

in cluem os movimentos " e xterno s" (e ntradas d e mercad oria s

prove nientes de su primento externo, s aídas d e mercado rias p or o rdenso clie nte) e os movi mentos " inte rnos " (entradas d e mercadorias prove nientes d e p rod uç ão, ret iradas de mater ial p ara fins internos,

transferências d e esto qu es e t ran sferênc ias).

User badge image

Gilvan

Há mais de um mês

R esp osta: Alternat iva co rreta é a D , p o is o s movimentos d e mercad oria s

in cluem os movimentos " e xterno s" (e ntradas d e mercad oria s

prove nientes de su primento externo, s aídas d e mercado rias p or o rd ens do clie nte) e os movi mentos " inte rnos " (entradas d e mercadorias

prove nientes d e p rod uç ão, ret iradas de mater ial p ara fins internos,

transferências d e esto qu es e t ran sferênc ias)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes