A maior rede de estudos do Brasil

relação às características relacionadas à absorção de fármaco com pKa 11,5 e à sua forma de ionização no trato gastrintestinal.

Farmacologia I

FACMAIS


1 resposta(s)

User badge image

Luana de Andrade

Há mais de um mês

Quanto maior o PKA, mais fraca é a acidez do composto. O trato gastrointestinal pode ser dividido pelo estômago (onde tem um PH baixíssimo, extremamente acido) e pelo intestino delgado (PH básico). Uma droga com baixa acidez passando pelo estômago será melhor absorvida, pois o meio estomacal já é ácido e não precisará retirar íons hidrogênio do composto para realizar a neutralização do meio. Desse modo, o farmáco tende a se ionizar em menor quantidade no estômago. Quando o medicamento chega no intestino delgado, com um PH mais básico, o fármaco tende a se ionizar com uma maior facilidade e retirar íons hidrogênio do composto para realizar a neutralização local.
Quanto maior o PKA, mais fraca é a acidez do composto. O trato gastrointestinal pode ser dividido pelo estômago (onde tem um PH baixíssimo, extremamente acido) e pelo intestino delgado (PH básico). Uma droga com baixa acidez passando pelo estômago será melhor absorvida, pois o meio estomacal já é ácido e não precisará retirar íons hidrogênio do composto para realizar a neutralização do meio. Desse modo, o farmáco tende a se ionizar em menor quantidade no estômago. Quando o medicamento chega no intestino delgado, com um PH mais básico, o fármaco tende a se ionizar com uma maior facilidade e retirar íons hidrogênio do composto para realizar a neutralização local.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes