A maior rede de estudos do Brasil

Direito Constitucional - Aula 16 - Nacionalidade (Parte II)play_circle_filled

Transcrição


a perda da nacionalidade. Dando continuidade do nosso estudo sobre nacionalidade. Só a pergunta é essa, possivelmente perder sua nacionalidade nacional? É possível, sim, perder a nacionalidade. Cuidado. Tanto o brasileiro nato, enquanto o brasileiro naturalizado podem perder sua nacionalidade lógico. Cincinato Se aquele que tem nacionalidade originária, se você é brasileiro nato, pode perder quanto mais uma atualizada isso vamos falar aqui Sobre perda da nacionalidade, que vai estar no parágrafo quarto no artigo doze da Constituição Federal. A primeira possibilidade da perda da nacionalidade, a ação para o cancelamento de naturalização, a ação para o cancelamento de naturalização cuidado, cancelamento da naturalização certa naturalização é o cancelamento da naturalização do brasileiro naturalizado. Obviamente, não é isso. Fez. Aquele estrangeiro se naturalizou brasileiro, virou o brasileiro naturalizado. Ele pode sofrer uma ação para o cancelamento da sua naturalização perante a Justiça Federal. E olha só o que diz o parágrafo quarto será declarada. A perda da nacionalidade do brasileiro que tiver cancelada Sua naturalização por sentença judicial, caiu na sua pauta, falando decisão administrativa, não por sentença judicial. Sentença judicial em virtude de atividade nociva ao interesse nacional pessoal, atividade nociva ao interesse nacional. É um conceito vago, mas na verdade, atividade nociva. O interesse nacional seria, por exemplo, o brasileiro, que está aqui, com aquele sujeito que se naturalizou brasileiro, prejudicando interessas no Estado. É uma atividade nociva. O nosso interesse é o interesse nacional, é aquele sujeito que vem no Brasil. Faz atentados naturais ou brasileiro, mas atenta contra. A República atenta contra os poderes. Na verdade, esse sujeito pode ter cancelado a sua condição de brasileiro naturalizado por sentença judicial, em virtude de atividade no seu interesse nacional. Logicamente, esse caso, você sabe, só vale para brasileiro. Eu vou abreviar, brasileiro naturalizado porque o cancelamento de naturalização é cancelamento de naturalização somente para brasileiro naturalizado. Isso se ele tiver o cancelamento da sua naturalização por sentença judicial, Senhores e cuidado sentença judicial aqui não está falando no parágrafo quarto, inciso um, mas é uma sentença judicial nos termos do artigo quinze transitada, transitada em julgado, ou seja, não cabe mais nenhum recurso sentença judicial transitada em julgado. A beleza não está aqui no parágrafo quarto, inciso um, mas está no artigo quinze da Constituição Federal. Muito bem trabalhei aquisição voluntária de outra nacionalidade. Cuidado, nós falamos aqui aquele que sofrer ação para o cancelamento da naturalização perde bem como aquele que adquirir daí aquele que utilizar da aquisição voluntária de outra nacionalidade. Assessores, Tanto o brasileiro naturalizado quanto nato que adquirirem voluntariamente outra nacionalidade poderão perder sua nacionalidade primária. Beleza poderão perder a sua nacionalidade primária, como foi o caso de uma advogada que desistiu de ser brasileiro. Não quero mais ser brasileira e adquiriu voluntariamente outra nacionalidade. Foi morar nos Estados Unidos, Perdeu a nacionalidade primária, beleza, aquele sujeito que adquire voluntariamente, outra. Eu cansei de ser brasileiro, não quer mais. Quero ser agora alemão. Adquiriu voluntariamente, outra perde a sua nacionalidade originária. Olha só olha o que diz a Constituição Federal, parágrafo quarto, inciso dois Aquele que adquirir outra nacionalidade, salvo nos casos específicos, Não vou falar agora porque será de quinze. Outra nacionalidade, ele perde. Agora nós temos ressalvas e nós temos exceção. Casos de dupla nacionalidade adquire voluntariamente outra internet, salvo as hipóteses de dupla nacionalidade, por exemplo. O primeiro caso reconhecimento de nacionalidade originária pela lei estrangeira. Pessoas é uma ressalva é uma hipótese de dupla nacionalidade, se ele for reconhecido como nacional originário. Pessoa pergunta Nacionalidade originária o sujeito que é reconhecido como originário, ele é reconhecido como quer, como nato o pessoal, se houver um reconhecimento de nacionalidade originária pela lei estrangeira, vigora dupla nacionalidade, como acontece constantemente com filhos e netos de italianos, porque na Itália nós sabemos que filhos e netos de italianos, mesmo no brasileiro, mas ser filho de italiano, ele pode requerer o que o seu reconhecimento como nacional da Itália em nato. Ele será tanto o brasileiro nato como italiano nato, porque o critério da Itália é um critério de emigração. Filhos, netos, bisnetos de italiano, italiano serão beleza. Houve um reconhecimento de uma nacionalidade originária pela lei estrangeira. Se a Itália reconheceu em dizer o como nato, ele não perde a sua nacionalidade porque é uma hipótese de dupla nacionalidade. É um reconhecimento de nacionalidade originária. O sujeito foi reconhecido como nato, então ele será brasileiro nato e também italiano nato. É o critério positivo. Na verdade, ao conflito positivo de nacionalidade são os conhecidos como pole Patrícia. Lembramos o apátrida a partir daquele indivíduo que não tem nenhuma nacionalidade. O pole apátrida, aquele sujeito que tem mais de uma nacionalidade. Isso acontece constantemente netos, bisnetos, europeus como um todo na Europa como um todo, eles tem um critério de imigração. Podem ser brasileiros e também italianos, tranquilo. O exemplo da Itália, que nós utilizamos aqui agora é o primeiro critério, hipótese de dupla nacionalidade. O segundo critério é a imposição de naturalização, pela norma estrangeira, ao brasileiro residente em estado estrangeiro como condição para permanência em seu território ou para o exercício de direitos civis. Mas a questão é essa segunda situação de dupla nacionalidade, prevista na própria Constituição, porque nós sabemos que aquele que adquire outra perde, salvo nesses casos, que a imposição de naturalização, pela norma estrangeira ao brasileiro residente no estado estrangeiro, como acontece muito com o jogador de futebol e aconteceu com Roberto Carlos. A isso Roberto Carlos e Ronaldo estavam jogando no Real Madrid e acabou a Coca dos brasileiros. Os estrangeiros no Real Madrid. E o presidente do clube falou Olha infelizmente, também tanto o governo, vocês quiserem continuar jogando bola aqui, vocês têm que se naturalizar, tem que se naturalizar. A questão é essa, em tese, sem. Foi uma imposição. Claro que foi uma imposição de naturalização para norma estrangeira, ao brasileiro residente em estado estrangeiro para permanecer como condição de permanência em seu território ou para exercer direitos civis. Nós sabemos que o trabalho é um direito civil. A questão é essa dupla nacionalidade, tranquilo. Então, você tem duas hipóteses de dupla nacionalidade o reconhecimento de nacionalidade originária e a imposição de naturalização pela norma estrangeira. O brasileiro residente estado estrangeiro, como uma condição para permanecer em seu território ou para o exercício de direitos civis são ressalvas da dupla nacionalidade, reconhecimento como nato pela norma estrangeira. Nacionalidade originária ou imposição ou condição para permanecer em território estrangeiro ou para exercer direitos civis. Você só pode ficar aqui se você se naturalizar se à imposição. Se é uma condição dupla, nacionalidade é reconhecimento de nacionalidade originária, Dupla na funcionalidade tranquilo, próximo assunto muito importante são as diferenças entre brasileiros. Na verdade, nós temos quatro principais diferenças entre brasileiros e cuidado para todas as diferenças entre brasileiros devem estar na Constituição Federal. Olha o que diz o artigo doze, parágrafo segundo, da CBF Cuidado com isso, a lei não poderá estabelecer distinção entre brasileiros natos. Naturalizados a lei, jamais. Todas as diferenças entre brasileiros devem estar onde, na Constituição Federal, a lei, locar, além nunca somente a Constituição Federal pode estabelecer diferenças entre brasileiros. Lógico, estou falando diferença e