A maior rede de estudos do Brasil

sistema nervosoplay_circle_filled

Transcrição


Olá pessoal! Tudo bem com vocês. Hoje a gente vai começar a falar sobre o sistema nervoso. Não é de hoje. A gente vai aprender quais são as principais funções do sistema nervoso e como ele se organiza no nosso corpo. De maneira geral, o sistema nervoso possui três funções básicas principais. A primeira delas é a função sem efetiva, o sistema nervoso, responsável por receber por sentir estímulos vindos tanto do meio interno do nosso corpo quanto do meio externo do corpo. A segunda função é uma função integradora, onde o sistema nervoso recebe essas informações sensitivas, armazena uma parte delas e toma decisões sobre comportamentos apropriados a serem tomados, dependendo do tipo de estímulo que ele recebeu. E a terceira função é uma função motora onde o sistema nervoso envia uma resposta a esses estímulos, que geralmente é uma resposta ou de contração muscular ou de secreção glandular. E vamos exemplificar, então, para a gente entender melhor como tudo isso acontece, por exemplo, quando a gente encosta na superfície de um objeto quente, o nosso sistema nervoso é responsável por reconhecer essa sensação de calor. Esse estímulo de calor, então encaminhado até o nosso corte, que cerebral para que ele interprete essa informação e elabore uma resposta adequada de acordo com esse estímulo. No caso do objeto quente, a resposta adequada vai ser a contração dos músculos do braço para que você afaste a sua mão desse objeto. Portanto, o sistema nervoso integra suas funções sensitiva, integradora e motora para que o corpo funcione de maneira adequada e coordenada. Sabendo as suas funções, vamos conhecer agora como é a organização do sistema nervoso no nosso corpo. Anatomicamente, o sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central e sistema nervoso periférico. O sistema nervoso central é o sistema que está localizado centralmente no nosso corpo e ele é composto pelo encéfalo e pela medula espinal. Dentro do sistema nervoso central. Muitos tipos de informação sensitiva são integrados e correlacionados sem pensamentos e emoções são gerados, e a memória é formada e armazenada. O sistema nervoso central então é responsável pelas tarefas mais complexas desse sistema, e a maior parte dos estímulos de contração muscular ou secreção glandular partem do sistema nervoso central. Agora o sistema nervoso central ele está conectado, ligado aos receptores sensitivos, músculos ou glândulas que estão na periferia do nosso corpo e o sistema nervoso central se conecta a essas estruturas periféricas do organismo através do sistema nervoso periférico. O sistema nervoso periférico então é formado por nervos. Esses nervos podem ser ucranianos que emergem do próprio encéfalo ou podem ser nervos esses sinais que emergem a partir da medula espinal. Esses nervos são responsáveis por conduzir impulsos nervosos para dentro ou para fora do sistema nervoso central. E toda a informação que vai da periferia do corpo em direção ao sistema nervoso central, como os estímulos sensitivos são conduzidas por neurônios chamados de neurônios sensitivos ou neurônios a ferventes. Já os impulsos que vão no sentido do sistema nervoso central para a periferia do corpo são conduzidos por neurônios chamados neurônios motores ou neurônios referentes. Portanto, as informações que vão da periferia para o sistema nervoso central são chamados de informações à frente. E aquelas que vão no sentido do sistema nervoso central para a periferia do corpo são chamadas de informações referentes, além de neurônios diferentes e neurônios referentes no sistema nervoso central. Nós também temos neurônios chamados de neurônios de associação ou internet, neurônios. Essas neurônios estão no sistema nervoso central e são responsáveis por comunicar neurônios sensitivos a neurônios motores. Bom já sabemos que anatomicamente o sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central e sistema nervoso periférico. O sistema nervoso periférico, por sua vez, possui a sua própria subdivisão, onde ele pode ser dividido em sistema nervoso, somáticos ou sistema nervoso autônomo. O sistema nervoso somáticos Ele é composto por neurônios sensitivos cutâneos e alguns outros tipos de neurônios sensitivos especiais e neurônios motores que mandam informação para os músculos esqueléticos. Uma vez que os músculos esqueléticos são de controle voluntário, o sistema nervoso somáticos é a porção do sistema nervoso periférico que controla as nossas reações voluntárias, ou seja, que a gente consegue controlar. Já o sistema nervoso autônomo é composto por neurônios motores que mandam informação para os músculos lisos para o músculo cardíaco ou para glândulas, e uma vez que essas funções corporais estão fora do nosso controle, o sistema nervoso autônomo é a parte do sistema nervoso periférico, responsável por controlar as nossas reações involuntárias. Para especificar mais um pouquinho, o próprio sistema nervoso autônomo recebe as suas subdivisões. Ele pode ser dividido então em sistema nervoso simpático e sistema nervoso para simpático. De maneira geral, o sistema nervoso simpático e parassimpático possuem ações opostas, onde o sistema nervoso simpático está mais ativado em situações de tensão e estresse, enquanto o sistema nervoso parassimpático controla as reações corporais que estão mais evidentes em situações de calmaria. Por exemplo, o sistema nervoso simpático é quem é o responsável por aumentar a nossa frequência cardíaca, dilatar os nossos brônquios em situações em que a gente está tenso. Então todas aquelas reações que a gente sente no organismo, em momentos de estresse, tensão, geralmente são comandadas pelo sistema nervoso simpático. Ele é responsável por aumentar a frequência cardíaca, dilatar os brônquios, dilatar nossa pupila, todas as reações que nós chamamos de ações de luta ou fuga, que são em ações que acontecem no nosso organismo, em situações de estresse. Já o sistema nervoso parassimpático está mais ativo em situações tranquilas, calmas, e ele controla, por exemplo, as nossas funções digestivas, diminui a nossa frequência cardíaca, dentre outras funções, realizando então, as principais funções do nosso sistema nervoso são a função sensitiva, a função integradora e a função motora anatomicamente. O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central e sistema nervoso periférico. O sistema nervoso central é responsável pelas funções mais complexas desse sistema e é composto pelo inseto. Falo e pela medula espinal. Já o sistema nervoso periférico é composto de nervos que podem ser ucranianos ou nervos esses sinais. Esses nervos são responsáveis por conduzir os impulsos nervosos para dentro ou para fora do sistema nervoso central. O sistema nervoso periférico é dividido em sistema nervoso somáticos que controla as nossas reações voluntárias e sistema nervoso autônomo que controla as nossas reações involuntárias. O sistema nervoso autônomo é dividido em simpático que está mais ativada em situações de estresse e tensão e sistema nervoso para simpático mais ativo em situações de calma e tranquilidade para que vocês tenham entendido e até a próxima aula.