A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
01_-_Hidrologia_Geral

Pré-visualização | Página 2 de 2

é mais quente porque absorve calor da estratosfera. 
Termosfera - O topo da termosfera fica a cerca de 450 km acima da Terra. É a camada mais quente, uma 
vez que as raras moléculas de ar absorvem a radiação do Sol. As temperaturas no topo chegam a 2.000ºC. 
Exosfera - A camada superior da atmosfera fica a mais ou menos 900 km acima da Terra. O ar é muito 
rarefeito e as moléculas de gás "escapam" constantemente para o espaço. Por isso é chamada de exosfera 
(parte externa da atmosfera). 
 
 
Ar
Mar
1-9 
De uma forma geral, os desertos e a “Rain Forests” existem, não por causa das diferenças de temperatura, 
e sim pela existência, ou não, de umidade na troposfera (camada da atmosfera mais próxima do solo). 
Na troposfera, o gradiente de pressão é hidrostático (quanto maior a altura, menor a pressão). 
 
A DISTRIBUIÇÃO DA UMIDADE NA TERRA. 
 
CIRCULAÇÃO ATMOSFÉRICA 
 
Rotação da Terra: Aceleração de Coriolis. 
Esta aceleração provoca padrões de circulação de ar na atmosfera. Esses ventos transportam umidade. A 
quantidade de precipitação depende da altitude, localização, vegetação e relevo. (Ex.: Monções da Índia, 
El Niño) 
Durante a época das grandes navegações os portugueses, com o uso da bússola e do astrolábio eram 
capazes de identificar a latitude do ponto onde estavam, mas a dificuldade para estabelecer a longitude era 
enorme. Assim, começaram a reunir informações generalizadas sobre os locais onde navegavam. Essas 
informações incluíam a direção dos ventos e das correntes marítimas, a cor e a salinidade do mar, a 
presença de aves, algas e quaisquer outras coisas que pudessem caracterizar um local. 
Esse volume de informação levou à confecção dos altamente valiosos mapas sinóticos figurativos 
chamados de “portulanos” que davam aos capitães das naus portuguesas uma grande vantagem 
competitiva em relação aos seus adversários ingleses, holandeses, espanhóis e franceses. Os portugueses 
haviam descoberto que existe um padrão de circulação global na atmosfera terrestre. 
 
1-10 
UMIDADE ABSOLUTA 
Definição: Quantidade de vapor d’água existente por unidade de volume na atmosfera. 
 
UMIDADE RELATIVA 
Definição: É a razão entre a umidade existente no ar e a quantidade de vapor d’água necessário para 
saturá-lo. 
 
PONTO DE ORVALHO 
Definição: É a temperatura na qual ocorre a saturação de uma massa de ar quando ela é resfriada sem 
adição ou remoção de vapor d’água. 
 
NÚCLEOS HIGROSCÓPICOS 
Definição: Partículas, também chamadas de núcleos de condensação, de dimensões microscópicas, em 
suspensão na atmosfera que agregam umidade. Pólen, sais, poeira, microorganismos, maresia, nuvens são 
reservatórios de umidade. São fundamentais para formação de nuvens. 
 
 
UMIDADE RELATIVA DO AR MÉDIA NO BRASIL 
 
1-11 
FORMAÇÃO DE NUVENS. 
 
A nuvem é o resultado da condensação do vapor d’água existente na atmosfera. Os núcleos higroscópicos, 
ou de condensação, atraem as moléculas de vapor d’água condensadas e dispersas no ar, agrupando-as à 
sua volta até constituir uma diminuta gota. O mesmo processo, multiplicado milhões de vezes, origina as 
massas de umidade concentrada que chamamos de nuvens. 
 
São núcleos higroscópicos, partículas de argila, pólen, matéria orgânica, sais marinhos, cristais de gelo 
etc. 
 
TIPOS DE NUVENS: 
 
STRATUS CUMULUS-NIMBUS 
 
 
 
CIRRUS