A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
N3 - D Administrativo docx

Pré-visualização | Página 3 de 3

(art. 31, §3º, BRASIL, 2021)
A antiga lei de licitações, apresentava que o leilão ocorreria de forma presencial, com
data, hora e local disposto no edital, para a formulação da proposta verbal, posto que umas das
características dessa modalidade é a inexistência do sigilo das propostas. Já com a Lei nº
14.133/2021, o leilão ocorrerá em sítio eletrônico e em casos excepcionais na modalidade
presencial. (art. 31,§ 2º, IV, BRASIL, 2021)
Por se tratar de um procedimento simples, o leilão nas duas legislações dispensam a
fase de habilitação, e na Nova Lei de Licitações também dispensa o cadastramento prévio.
Ademais a contratação do leiloeiro se fará por meio de licitação ou credenciamento, uma vez
que se trata de contratação de serviços, o artigo 31, §1º da Lei nº 14.133/2021 dispõe de como
o procedimento ocorrerá:
Se optar pela realização de leilão por intermédio de leiloeiro oficial, a Administração
deverá selecioná-lo mediante credenciamento ou licitação na modalidade pregão e
adotar o critério de julgamento de maior desconto para as comissões a serem
cobradas, utilizados como parâmetro máximo os percentuais definidos na lei que
regula a referida profissão e observados os valores dos bens a serem leiloados.
5.3 PROCEDIMENTO E OBSERVAÇÕES CRUCIAIS
O evento ocorrerá 15 dias após a publicação do edital, e a alienação dos bens devem
seguir as seguintes estabelecidas no artigo 19 da Lei nº 8.666/1993: “I - avaliação dos bens
alienáveis; II - comprovação da necessidade ou utilidade da alienação; III - adoção do
procedimento licitatório, sob a modalidade de concorrência ou leilão.”
O interessado que der o maior lance sobre o item ofertado, poderá dar um sinal para
garantir a arrematação do bem, o artigo 53, § 2º da lei supracitada, apresenta que o percentual
de 5% (cinco por cento) a ser repassados à Administração Pública, e após a entrega do bem o
arrematado deverá fazer o pagamento do restante de acordo com o prazo estabelecido no
edital. O pagamento também será à vista e em casos de leilões internacionais o pagamento
deverá ser feito em até 24 horas conforme estipulado no parágrafo terceiro da lei mencionada
acima. Vale ressaltar que o leilão é aberto a qualquer interessado.
6. MODALIDADE DE LICITAÇÃO - CONSULTA
FACULDADE DE EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE - FAEMA
GRADUAÇÃO EM DIREITO
A modalidade de licitação consulta é totalmente diferente das demais modalidades de
licitação, trata-se de uma modalidade de licitação que busca a aquisição de bens e prestação
de serviço entre as agências reguladoras, feita por um júri que atribuiu nota, levando em
consideração o custo e benefício do serviço, sendo o escolhido aquela empresa que apresenta
serviço de boa qualidade e menor custo.
Essa modalidade tem como objetivo a contratação de empresas que oferecem serviços não
corriqueiros e não são classificados como comuns, também destina suas contratações para
obras e serviços de engenharia civil, a mesma não está disposta na lei nº 8.666/1993, mas está
prevista e descrita na lei geral de telecomunicações lei 9.472/1997.
Regulamentada sobre a lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, que em seu Art. 54, diz
que a licitação para contratação de obras e serviços de engenharia civil está sujeita ao
procedimento das licitações previsto em lei geral para a Administração Pública. Para os casos
não previstos na lei, a agência poderá utilizar procedimentos próprios de contratação, nas
modalidades de consulta.
7. MODALIDADE DE LICITAÇÃO - PREGÃO
7.1 DEFINIÇÃO
Outra modalidade da licitação é o pregão, tendo como principal função a contratação
de bens e serviços comuns para os entes federativos, ou seja, a compra de produtos que
possam ser facilmente descritos em edital sem especificações técnicas. Diferentemente das
outras modalidades que estão arroladas na Lei nº 8.666/1993, o pregão conta com lei própria a
10.520/2002 e tem como característica a contratação com base na qualidade e desempenho do
objeto devidamente qualificado no edital.
7.2 NOVA LEI DE LICITAÇÃO
Com a implementação da nova Lei de Licitações e Contratos a Lei nº 10.520/2002
deixa de existir, uma vez que esta modalidade entra no rol da nova legislação. O critério
continua sendo de menor preço, acrescendo o maior desconto, com o intuito de obter o menor
FACULDADE DE EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE - FAEMA
GRADUAÇÃO EM DIREITO
valor para a contratação. Na antiga legislação o edital era aberto a quaisquer interessados,
agora podem concorrer apenas às empresas que já se encaixam nas definições expressas.
Ademais, assim como no leilão que há a possibilidade de se contratar um leiloeiro, no
pregão, há-se a contratação do pregoeiro, agente responsável por receber as propostas,
habilitar as empresas concorrentes e declarar os vencedores. Outra diferença relevante é que
enquanto a Lei nº 8666/93 colocava como primeira fase a habilitação e depois o recebimento
das propostas, com a Lei nº 14.133/2021 há a inversão de fases, na qual apenas a empresa que
fizer a proposta vencedora será habilitada para a concessão do contrato.