A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Metais Alcalinos e Metais Alcalinos Terrosos

Pré-visualização | Página 1 de 4

Química Inorgânica II
São Cristóvão/SE
2017
Eliana Midori Sussuchi 
Danilo Oliveira Santos 
Projeto Gráfi co e Capa
Neverton Correia da Silva
Nycolas Menezes Melo
Diagramação
Nycolas Menezes Melo
G491q Gimenez, Iara de Fátima
 Quimiometria / Iara de Fátima Gimenez; Nivan Bezerra Costa 
 Jr.. - São Cristóvão : Universidade Federal de Sergipe, 
 CESAD, 2007.
 1. Quimiometria. 2. Química - Dados. 3. Metodos Matemáticos. I. 
 Costa Jr, Nivan Bezerra da. II. Titulo.
 
 CDU 54.08::51-7
Copyright © 2007, Universidade Federal de Sergipe / CESAD.
Nenhuma parte deste material poderá ser reproduzida, transmitida e gravada 
por qualquer meio eletrônico, mecânico, por fotocópia e outros, sem a prévia 
autorização por escrito da UFS.
FICHA CATALOGRÁFICA PRODUZIDA PELA BIBLIOTECA CENTRAL
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
Elaboração de Conteúdo
Eliana Midori Sussuchi 
Danilo Oliveira Santos 
Química Inorgânica II
Presidente da República
Michel Temer
Ministro da Educação
José Mendonça Bezerra Filho
Diretor de Educação a Distância
João Carlos Teatini Souza Clímaco
Reitor
Angelo Roberto Antoniolli
Vice-Reitor
Iara Maria Campelo Lima
Chefe de Gabinete
Marcionilo de Melo Lopes Neto
Coordenador Geral da UAB/UFS
Diretor do CESAD
Antônio Ponciano Bezerra
Coordenador-adjunto da UAB/UFS
Vice-diretor do CESAD
Fábio Alves dos Santos
Diretoria Pedagógica
Clotildes Farias de Sousa
Diretoria Administrativa e Financeira 
Pedro Henrique Dantas Dias
Coordenação de Pós-Graduação
Fábio Alves dos Santos
Coordenação de Formação Continuada
Rosemeire Marcedo Costa
Coordenação de Avaliação
Hérica dos Santos Matos 
Coordenação de Tecnologia da Informação
Hermeson Menezes
Assessoria de Comunicação
Guilherme Borba Gouy
Coordenadores de Curso
Denis Menezes (Letras Português)
Eduardo Farias (Administração)
Elaine Cristina N. L. de Lima (Química)
Evilson da Silva Vieira (Matemática)
Hélio Mario Araújo (Geografi a)
Lourival Santana (História)
Marcia Regina Pereira Attie (Física)
Yana Teixeira Dos Reis (Ciências Biológicas)
Maria Augusta Rocha Porto (Letras Inglês)
Valéria Jane S. Loureiro (Letras Espanhol)
Everaldo Vanderlei de Oliveira (Filosofi a)
Coordenadores de Tutoria
Mônica Maria Soares Rosado (Letras Português) 
Ayslan Jorge Santos da Araujo (Administração) 
Viviane Costa Felicíssimo (Química)
Danielle de Carvalho Soares (Matemática)
Givaldo dos Santos Bezerra (Geografi a)
Carolina Nunes Goes (História)
Frederico Guilherme de Carvalho Cunha (Física)
Luzia Cristina de M. S. Galvão (Ciências Biológicas)
Gisela Reis de Gois (Letras Inglês)
Antonielle Menezes Souza (Letras Espanhol)
Arthur Eduardo Grupillo Chagas (Filosofi a)
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
Cidade Universitária Prof. “José Aloísio de Campos”
Av. Marechal Rondon, s/n - Jardim Rosa Elze
CEP 49100-000 - São Cristóvão - SE
Fone(79) 3194-6600 - Fax(79) 3194-6474 
NÚCLEO DE MATERIAL DIDÁTICO
Hermeson Menezes (Coordenador)
Marcio Roberto de Oliveira Mendonça
Neverton Correia da Silva
Nycolas Menezes Melo
AULA 1
Metais Alcalinos (grupo 1/I) e Metais Alcalinos Terrosos (grupo 2/II)...07
AULA 2
Metais Alcalinos (grupo 1/I): Reatividade e Identifi cação.......................21
AULA 3
Metais Alcalinos Terrosos (grupo 2/II): Reatividade e Identifi cação.....29
AULA 4
Grupo do Boro (grupo 13/III) e Grupo do Carbono (grupo 14/IV)............35
AULA 5
Compostos Inorgânicos de Carbono e Polímeros Inorgânicos................47
AULA 6
Grupo do Nitrogênio (grupo 15/V) e Grupo do Oxigênio (grupo 16/VI)...53
AULA 7
Grupos 15/V e 16/VI: Reatividade e Identifi cação..............................65
AULA 8
Grupo dos Halogênios (grupo 17/VII)..................................................71
AULA 9
Obtenção dos Halogênios e suas Propriedades................................81
AULA 10
Gases Nobres (grupo 18/VIII)..............................................................87
Sumário
Aula 1
Eliana Midori Sussuchi
Danilo Oliveira Santos 
METAIS ALCALINOS (GRUPO 1/I) E 
METAIS ALCALINOS TERROSOS 
(GRUPO 2/II)
META
Avaliar as propriedades dos metais alcalinos e alcalinos terrosos e seus compostos.
OBJETIVOS
Ao fi nal desta aula, o aluno deverá:
Observar as propriedades dos elementos dos Grupos 1 e 2.
 Verifi car a ocorrência e obtenção dos elementos dos Grupos 1 e 2 e seus compostos.
Conhecer a utilização dos elementos dos Grupos 1 e 2.
PRÉ-REQUISITOS
Conhecimentos de estrutura atômica e propriedades atômicas.
8
Química Inorgânica II
INTRODUÇÃO
Iniciaremos nessa aula o estudo dos elementos dos Grupos 1 (Metais 
Alcalinos) e 2 (Metais Alcalinos Terrosos). Os elementos do Grupo 1, 
apresentam o efeito do tamanho dos átomos ou íons sobre as propriedades 
físicas e químicas de maneira mais clara que qualquer outro grupo de elementos. 
Esse grupo é bastante homogêneo e provavelmente tenham a química mais 
simples que qualquer outro grupo da Tabela Periódica. As propriedades 
físicas e químicas desses elementos estão intimamente relacionadas com sua 
estrutura eletrônica e seu tamanho. Todos os elementos desse grupo são 
metais, formam compostos univalentes, iônicos e incolores. Os hidróxidos 
e óxidos são bases muito fortes e os oxo-sais são muito estáveis.
Os elementos do Grupo 2 apresentam iguais tendências nas 
propriedades observadas no Grupo 1. No entanto, o Berílio é uma exceção, 
com diferenças em relação aos demais elementos do grupo. Os elementos 
do Grupo 2 apresentam metais altamente reativos, porém com reatividade 
menor que os do Grupo 1. 
METAIS ALCALINOS 
Os elementos do Grupo 1 são chamados de metais alcalinos. Uma das 
características marcantes do grupo é a semelhança das propriedades químicas 
de seus elementos. Não obstante, existem diferenças, e a sutileza de algumas 
dessas diferenças é a base da propriedade mais sutil da matéria: a consciência. 
Nosso pensamento, que se baseia na transmissão de sinais pelos neurônios, 
é produzido pela ação combinada de íons sódio e potássio e sua migração 
cuidadosamente regulada através das membranas. Dessa forma, até para 
aprender sobre o sódio e o potássio precisamos usá-los em nosso cérebro. 
A confi guração dos elétrons de valência dos metais alcalinos é ns1, em 
que n é o número quântico principal e indica o período que o elemento se 
encontra. Suas propriedades físicas e químicas são dominadas pela facilidade 
com que o elétron de valência pode ser removido. Dentre os metais, os 
metais alcalinos são os mais violentamente reativos. Eles são oxidados muito 
facilmente; logo, não são encontrados no estado livre na natureza e não 
podem ser extraídos de seus compostos por agentes redutores comuns. Os 
metais puros são obtidos pela eletrólise dos sais fundidos, ou, no caso do 
potássio, pela exposição de cloreto de potássio fundido ao vapor de sódio.
Em termos de suas aplicações farmacêuticas, metais alcalinos não são 
diretamente utilizáveis principalmente por causa de seu comportamento 
reativo em meio aquoso. No entanto, os haletos de metais alcalinos, alguns 
óxidos, carbonatos, citratos e outros sais são de interesse medicinal. Soluções 
de NaCl e KCl são importantes como os sais de reidratação, e KCl também 
pode ser utilizado para tratar a perda de potássio.
DELL
Realce
9
Metais Alcalinos (grupo 1/I) e Metais Alcalinos Terrosos (grupo 2/II) Aula 1
Em geral, os haletos de metais alcalinos podem ser preparados pela 
combinação direta dos elementos, isto é, a reação de um metal alcalino com 
halogêneos. Haletos de metais alcalinos são muito solúveis em água, o que 
é importante para uma aplicação farmacêutica potencial, e parcialmente 
solúvel em solventes orgânicos.
O lítio é obtido principalmente a partir de minerais do grupo silicatos, 
como o espodumênio LiAl(SiO3)2 e a lepidolita Li2Al2(SiO3)3(FOH)2. O 
LiAl(SiO3)2 é primeiramente convertido em LiCl e então eletrolisado para 
produzir o lítio metálico.
O sódio e o potássio ocorrem em grandes quantidades na água do 
mar na forma de NaCl