A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
LEGALIDADE E PRINCIPIOS DIR. ADMINISTRATIVO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Legalidade – lei ART. 37
- Medida provisória
- Decreto Autônomo – Art. 84 – CF
· ... PRÍNCIPIOS DA ADM PÚBLICA
 4- IMPESSOALIDADE: A administração pública deve ser desprovida de qualquer subjetividade.
Não existe a pessoalidade na administração pública. Deve ser impessoal, objetiva.
- A vedação constitucional do uso do aparato administrativa para favorecer ou prejudicar pessoas ou grupo de pessoas.
- Titularidade dos atos administrativos.
TRÊS MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
MODELO PATRIMONIALISTA - caracterizado pela não distinção entre o que é patrimônio público e o que é patrimônio privado. Em outros termos, a res publica (coisa do povo) se confundia com a res principis (coisa do príncipe).
MODELO BURÓCRATICO – adotadas uma série de medidas cujo objetivo é a defesa da coisa pública, em contraposição ao período patrimonialista antecedente, cuja característica principal é a confusão entre patrimônio público, Estado, e o patrimônio particular do detentor do poder.
MODELO GERENCIAL – revê as características principais do modelo burocrático, ou seja, as estruturas rígidas, a hierarquia, a subordinação, o controle de procedimentos, passando a direcionar a atuação para o controle de resultados pretendidos.
 5- MORALIDADE: A administração pública deve ter sua conduta pautada pela honestidade, lealdade, eticidade e boa-fé.
- Lei nº 8429/93 (LIA = LEI DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA)
 6 – PUBLICIDADE: Os atos da administração pública devem ser do conhecimento de todos.
- Controle dos atos administrativos; 
- Vigência do ato administrativo (aptidão para a produção de efeitos jurídicos)
- Prazos; (enquanto o ato não for público não produz efeito)
 INTERESSE PÚBLICO;
 INTIMIDADE E PRIVACIDADE
 
 7 – EFICIÊNCIA: EC 19/1998 
 Decreto-lei nº200/67
 Lei 8078/90 – CDC (código de defesa do consumidor)
 Lei 8987/95 
- Qualidade e economicidade
 8 – CONTINUIDADE: Art. 6º da Lei 8987/95 
Os serviços públicos não podem sofrer interrupções, salvo nas hipóteses legais.
- Urgência
- Manutenção do sistema, desde que haja aviso prévio
- Inadimplente desde que haja aviso prévio – remunerados por tarifa.
 ~ Impostos – saúde pública
 ~ Taxa – coleta e tratamento de lixo
 ~ Tarifa – energia elétrica 
 9 – MOTIVAÇÃO: esse princípio impõe ao gestor público a obrigação de apresentar os motivos (pressupostos fáticos e jurídicos) que levaram a realização do ato administrativo. 
 TEORIA DOS MOTIVOS DETERMINANTES – liga a veracidade dos fatos alegados com a validade do ato.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.