Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
SIMULADO DE LEGISLAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

Pré-visualização|Página 1 de 1

SIMULADO DE LEGISLAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

01  Sobre as competências do Sistema Único de Saúde - SUS dispostas na Constituição Federal de 1988, analise as afirmativas a seguir.

I. O SUS não deve participar da política e da execução das ações de saneamento básico.

II. O SUS deve colaborar na proteção do meio ambiente, nele compreendido o ambiente do trabalho.

III. O SUS deve incrementar o desenvolvimento científico e tecnológico dentro de sua área de atuação. Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.              

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.               

(D) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

 Resposta: D

 02 A atuação do Conselho Nacional de Saúde está diretamente ligada ao seguinte princípio do SUS:

(A) Universalidade.                              

(B) Participação Social.                        

(C) Integralidade.

(D) Descentralização.                            

(E) Regionalização.

 Resposta: B

 03 Conforme estabelecido na Lei Complementar nº 141/2012, a metodologia de alocação dos recursos estaduais e a previsão anual de recursos aos municípios, pactuados pelos gestores estaduais e municipais, deverão ser explicitadas

(A) nos planos estaduais de saúde.                               

(B) nas programações anuais de saúde.

(C) nos planos diretores de regionalização.                   

(D) nas programações pactuadas e integradas.

(E) nos relatórios de gestão.

 Resposta: A

 04 O Estado transfere recursos destinados a financiar ações e serviços públicos de saúde para os Municípios.

Essa transferência é realizada diretamente para

(A) os Conselhos Municipais de Saúde.                         

(B) as Comissões de Controle Financeiro.

(C) as Controladorias Municipais.                                 

(D) os Comitês de Auditoria Financeira.

(E) os Fundos Municipais de Saúde.

 Resposta: E

 05 Assinale a opção que apresenta uma das competências da direção nacional do Sistema Único de Saúde.

(A) Formar consórcios administrativos intermunicipais.

(B) Gerir laboratórios públicos de saúde e hemocentros.

(C) Fiscalizar os procedimentos dos serviços privados de saúde.

(D) Formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição.

(E) Acompanhar, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do SUS.

 Resposta: D

 06 A respeito das Conferência de Saúde, considerando o que dispõe a Lei nº 8.142/90, analise as afirmativas a seguir.

I. As Conferências de Saúde reunir-se-ão a cada dois anos com a representação de vários segmentos sociais.

II. Nas Conferências de Saúde, a representação dos usuários deve ser paritária em relação ao conjunto dos demais segmentos.

III. Um dos requisitos para que Municípios, Estados e o Distrito Federal recebam os recursos destinados às ações de saúde é que estes realizem Conferências de Saúde.

Assinale.

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.              

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.               

(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

Resposta: B

 07 Sobre as Comissões Intergestores, de acordo com o Decreto nº 7.508/11, assinale a afirmativa correta.

(A)   São instâncias de pactuação consensual entre os entes federativos para definição das regras da gestão compartilhada do SUS.

(B) São grupos com a finalidade de articular políticas e programas de interesse para a saúde, cuja execução envolva áreas não compreendidas no âmbito do SUS.

(C) São órgãos colegiados compostos por representantes do governo, profissionais de saúde e usuários do SUS.

(D)   São estruturas responsáveis por organizar as ações e serviços de saúde com a finalidade de garantir a integralidade da assistência.

(E) São espaços de discussão e negociação nos quais serão decididos onde e como os recursos destinados à saúde serão aplicados.

 Resposta: A

08 A respeito da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais - RENAME, assinale a afirmativa incorreta.

(A)    O Ministério da Saúde poderá estabelecer regras diferenciadas de acesso a medicamentos de caráter especializado.

(B)   Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios pactuarão, nas respectivas Comissões Intergestores, suas responsabilidades em relação à RENAME.

(C) Os Estados e os Municípios não podem adotar relações específicas e complementares de medicamentos fora do estabelecido na RENAME.

(D) A Relação Nacional de Medicamentos Essenciais deve ser atualizada pelos Estados a cada quatro anos.

(E) Os entes federativos poderão ampliar o acesso do usuário à assistência farmacêutica, desde que questões de saúde pública o justifiquem.

 Resposta: E

09 Considerando o que dispõe a Constituição Federal/88 acerca da Saúde, analise as afirmativas a seguir.

I.   As ações de saúde são de relevância pública, cabendo ao Poder Público dispor sobre sua regulamentação, fiscalização e controle.

II.  O Sistema Único de Saúde será financiado com recursos do orçamento da Seguridade Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, além de outras fontes.

III.  A diretriz mais importante do SUS é o atendimento integral, com prioridade para as atividades preventivas, sem prejuízo dos serviços assistenciais.

Assinale.

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.              

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.               

(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

 Resposta: D

10 Assinale a opção que apresenta uma competência da direção municipal do Sistema Único de Saúde.

(A) Promover a descentralização dos serviços e das ações de saúde para os Municípios.

(B) Controlar e fiscalizar os procedimentos dos serviços privados de saúde.

(C) Coordenar e participar da execução das ações de vigilância epidemiológica.

(D) Participar da formulação e da implementação das políticas de saneamento básico.

(E) Definir e coordenar os sistemas de rede de laboratórios de saúde pública.

Resposta: B

11  A Constituição Federal de 1988 foi um marco na redefinição das prioridades da política do Estado na área da Saúde Pública com a criação do SUS.

A esse respeito assinale V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

(  ) O texto constitucional demonstra claramente que a concepção do SUS estava baseada num modelo de saúde voltado para as necessidades da população, procurando resgatar o compromisso do Estado para o bem-estar social.

( ) O texto constitucional permite que as instituições privadas participem de forma complementar do Sistema Único de Saúde, tendo preferência absoluta as entidades filantrópicas.

( ) O texto constitucional estabelece que a saúde é um direito de todos os cidadãos, sendo dever do Estado garantir sua promoção, proteção e recuperação.

As afirmativas são, respectivamente,

(A) F, V e F.                 

(B) V, V e F.                 

(C) V, F e V.                 

(D) F, V e V.                 

(E) F, F e V.

Resposta: C

12 A transferência de recursos pelo Fundo Nacional de Saúde para os Municípios, os Estados e o Distrito Federal, de forma regular e automática, corresponde à execução do princípio da

(A) universalidade.       

(B) descentralização.    

(C) hierarquização.       

(D) integralidade.         

(E) regionalização.

Resposta: B

13 A respeito das competência e atribuições da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dispostas na Lei nº 8.080/90, analise as afirmativas a seguir.

I. São atribuições específicas da União e dos Estados definir as instâncias e os mecanismos de controle, de avaliação e de fiscalização das ações e dos serviços de saúde.

II.   Os Municípios são responsáveis por celebrar contratos e convênios com entidades prestadoras de serviços privados de saúde, bem como controlar e avaliar sua execução.

III. Compete à direção estadual do SUS acompanhar, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do Sistema Único de Saúde.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.              

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.               

(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

Resposta: E

14 Segundo os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 141/2012, não é considerada uma despesa com ação e serviços de saúde aquela referente

(A) à capacitação do pessoal da saúde do Sistema Único de Saúde.

(B) à ação de vigilância em saúde, incluindo a epidemiológica e a sanitária.

(C) ao manejo ambiental vinculado diretamente ao controle de vetores de doença.

(D) à assistência à saúde que não atenda ao princípio de acesso universal.

(E) ao saneamento básico dos distritos sanitários especiais indígenas.

Resposta: D

15 Considerando o disposto na Lei nº 8.142/90 a respeito dos Conselhos e Conferências de Saúde, assinale V para a afirmativa verdadeira e F para a falsa.

( ) O Conselho de Saúde se reúne a cada 4 anos para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes.

( ) A representação dos usuários nos Conselhos e Conferências de Saúde deve ser paritária em relação ao conjunto dos demais segmentos.

( ) A Conferência de Saúde atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política na instância correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros.

As afirmativas são, respectivamente,

(A) V, F e V.     

(B) F, F e V.      

(C) F, V e F.      

(D) V, V e F.     

(E) F, V e V.

Resposta: D

16 O Contrato Organizativo de Ação Pública de Saúde - COAP deve conter as disposições essenciais relacionadas a seguir, à exceção de uma. Assinale-a.

(A) Identificação das necessidade de saúde locais e regionais.

(B) Estratégias para melhorias das ações e serviços de saúde.

(C) Orientação e ordenação dos fluxos das ações e dos serviços de saúde.

(D) Investimentos na rede de serviços e nas respectivas responsabilidades.

(E) Critérios de avaliação dos resultados e forma de monitoramento permanente.

Resposta: C

17 O Conselho Nacional de Saúde é responsável por estabelecer

(A) as regras de monitoramento e de acesso às ações e aos serviços de saúde.

(B) as diretrizes a serem observadas dos planos de saúde.

(C) os critérios para escolha dos indicadores e das metas para a saúde.

(D) os critérios para o diagnóstico da doença ou do agravo à saúde.

(E) as normas para instituição das redes e regiões de saúde.

Resposta: B

18 A respeito da atuação das Comissões Intergestores, analise as afirmativas a seguir.

I.  As Comissões Intergestores Bitartite e Tripartite são reconhecidas como foros de negociação e pactuação entre gestores quanto aos aspectos operacionais do Sistema Único de Saúde.

II. As Comissões Intergestores Tripartite devem pactuar as diretrizes gerais sobre Regiões de Saúde, a integração de limites geográficos e suas referências e contrarreferências.

III. A Comissão Intergestores Regional - CIR é vinculada à Secretaria Estadual de Saúde para efeitos administrativos e operacionais.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.              

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa IIII estiver correta.              

(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

(E) se todas as afirmativas estiverem corretas.

Resposta: A

19   De acordo com o Decreto nº 7.508/11, o "espaço geográfico contínuo constituído por agrupamentos de Municípios limítrofes, delimitado a partir de identidades culturais, econômicas e sociais, e de redes de comunicação e infraestrutura de transportes compartilhados, com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde" corresponde à definição de

(A) Rede de Atenção à Saúde.              

(B) Distrito Sanitário.                          

(C) Região Adstrita.

(D) Mapa da Saúde.                             

(E) Região de Saúde.

Resposta: E

20 Considerando as normas para a aplicação e repasse de recursos destinados às ações e aos serviços de saúde pelos entes públicos, analise as afirmativas a seguir.

I.  Os recursos da União serão repassados ao Fundo Nacional de Saúde e às demais unidades orçamentárias que compõem o órgão Ministério da Saúde para aplicação em ações e serviços de saúde.

II.  Os Estados e o Distrito Federal aplicarão, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, no mínimo, 12% (doze por cento) da arrecadação dos impostos sobre propriedade predial e territorial urbana.

III.  O Distrito Federal aplicará, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, no mínimo, 15% (quinze por cento) do produto da arrecadação direta dos impostos que não possam ser segregados em base estadual e em base municipal.

Assinale:

(A) se somente a afirmativa I estiver correta.              

(B) se somente a afirmativa II estiver correta.

(C) se somente a afirmativa III estiver correta.               

(D) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

(E) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.

Resposta: D

21 A primeira barreira jurídica a ser eliminada universalizou o direito à saúde e foi decretada

(A) na Comissão de Diretos Humanos.                          

(B) na Constituição Federal.

(C) na Lei Municipal Paulista em 1986.                          

(D) na Lei Estadual Paulista em 1988.

(E) nos Comitês Populares de Atenção à Saúde.

Resposta: B

22 Por universalidade da saúde no Brasil, é correto afirmar que é um princípio que visa à

(A) saúde como parte da integralidade da vida dos cidadãos brasileiros.

(B) saúde como um bem não prioritário na vida do cidadão.

(C) saúde como um modelo integrador e assegurado por políticas públicas.

(D) saúde como um direito fundamental de todos os cidadãos.

(E) prática assistencialista.

Resposta: D

23  O princípio da gestão do sistema que implica a transferência de poder de decisão sobre a política de saúde federal (Ministério da Saúde) para os estados (Secretaria de Estado da Saúde) e municípios (Secretaria Municipal de Saúde) é definido como

(A) universalização direta.                                

(B) integralidade.                                             

(C) regionalização.

(D) popularização.                                           

(E) descentralização.

Resposta: E

24  Aos excluídos do mercado formal, antes da criação do SUS, assim como os não contribuintes da previdência social, cabia recorrer aos serviços de saúde prestados por

I. instituições filantrópicas.

II. serviços de saúde de centros educacionais (Universidades e afins).

III. hospitais governamentais.

É correto o que se afirma em

(A) I e II, apenas.                    

(B) I, II e III.                             

(C) II e III, apenas.                   

(D) I, apenas.                          

(E) III, apenas.

Resposta: A

25 As ações implicadas à saúde do trabalhador está descrita entre os objetivos e atribuições na Lei 8.080/90, a qual se afirma que faz parte da

(A) participação política.                                   

(B) execução de políticas.                                 

(C) execução de ações.

(D) prestação de serviços.                                

(E) ação de controle de serviços.

Resposta: C

26   Em situações de urgências e emergências e em casos de calamidades públicas, é correto afirmar que o atendimento

(A) será feito nos serviços de atenção primária de forma consecutiva.

(B) será feito de forma incondicional em qualquer unidade do sistema.

(C) será feito apenas nos serviços de atenção secundária.

(D) será feito apenas nos serviços de atenção terciária.

(E) deverá ser feito nos atendimentos móveis colocados à disposição do cidadão obrigatoriamente como primeiro acesso.

Resposta: B

27 A Lei nº 8.080/90 dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. A este respeito assinale a alternativa correta.

(A) O dever do Estado de garantir a saúde exclui, quando necessário, o de outras pessoas e da família.

(B)   A saúde tem como fatores determinantes e condicionantes, entre outros, a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais; os níveis de saúde da população expressam a organização social e econômica do País.

(C) O conjunto de ações e serviços de saúde, prestados exclusivamente por órgãos e instituições públicas federais, da Administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo Poder Público Federal, constitui o Sistema Único de Saúde (SUS).

(D) A iniciativa privada não poderá participar do Sistema Único de Saúde (SUS).

(E) Não estão incluídas no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS) a execução de ações de saúde do trabalhador.

Resposta: B

28 Sobre o que dispõe a Lei nº 8.080/90, analise as assertivas abaixo.

I.  São objetivos do SUS, entre outros, a assistência às pessoas por intermédio de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde, com a realização integrada das ações assistenciais e das atividades preventivas.

II. Estão incluídas no campo de atuação do SUS a vigilância nutricional e a orientação alimentar.

III. Entende-se por vigilância sanitária um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde, abrangendo o controle da prestação de serviços que se relacionam direta ou indiretamente com a saúde.

IV. A direção do SUS é plúrima, de acordo com a Constituição Federal, sendo exercida na esfera do governo federal, exclusivamente.

É correto o que se afirma em

(A) I e II, apenas.         

(B) III e IV, apenas.

(C) I, II e III, apenas.

(D) II, III e IV, apenas.

(E) I, III e IV, apenas.

Resposta: C

29 Considerando os termos da Lei nº 8.080/90, assinale a alternativa incorreta.

(A) As ações e serviços públicos de saúde e os serviços privados contratados ou conveniados que integram o SUS são desenvolvidos de acordo com as diretrizes previstas na Constituição Federal, obedecendo ao princípio da universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência.

(B) As ações e serviços de saúde, executados pelo SUS, seja diretamente ou mediante participação complementar da iniciativa privada, serão organizados de forma regionalizada e hierarquizada em níveis de complexidade crescente.

(C) Aos Municípios é vedado constituir consórcios para desenvolver em conjunto as ações e os serviços de saúde que lhe correspondam.

(D)  No nível municipal, o SUS poderá organizar-se em distritos de forma a integrar e articular recursos, técnicas e práticas voltadas para a cobertura total das ações de saúde.

(E) A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios exercerão, em seu âmbito administrativo, a atribuição de participação de formulação da política e da execução das ações de saneamento básico e colaboração na proteção e recuperação do meio ambiente.

Resposta: C

30 Segundo a Lei nº 8.080/90, assinale a alternativa correta.

(A)  À direção municipal do Sistema de Saúde (SUS) compete, entre outros, gerir laboratórios públicos de saúde e hemocentros.

(B) À direção municipal do Sistema de Saúde (SUS) compete, entre outros, acompanhar, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do Sistema Único de Saúde (SUS).

(C) À direção estadual do Sistema Único de Saúde (SUS) compete, entre outras, formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição.

(D)  À direção estadual do Sistema Único de Saúde (SUS) compete, entre outros, estabelecer normas e executar a vigilância sanitária de portos, aeroportos e fronteiras, podendo a execução ser complementada pelos demais entes da federação.

(E)  À direção nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) compete, entre outros, identificar estabelecimentos hospitalares de referência e gerir sistemas públicos de alta complexidade, de referência estadual e regional.

Resposta: A

31 De acordo com o Art. 4º da Lei 8080 de 19/09/1990, o Sistema Único de Saúde – SUS – é constituído por

(A)  um conjunto de ações e serviços de saúde, prestados por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais da Administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo Poder Público.

(B)   uma rede de entidades associadas que tem por objetivo a prestação de serviços médicos, priorizando o atendimento hospitalar em todos os âmbitos, seja Municipal, Estadual ou Federal.

(C)  ações de saúde oriundas do Poder Público que, além de focar o atendimento médico, presta-se a avaliar, e posteriormente melhorar, a qualidade de ensino nos cursos de graduação em Medicina e Enfermagem, em todo o território nacional.

(D)  serviços de saúde que devem atender a população, preferencialmente pessoas de baixa renda e pessoas mais idosas.

(E) um conjunto de ações e serviços de saúde prestados por órgãos e instituições públicas que devem associar-se também à rede privada para que a população tenha acesso a todo e qualquer tipo de atendimento médico, seja ambulatorial ou em caráter de internação hospitalar.

Resposta: A

32 Considerando-se as características da instância colegiada “Conferência de Saúde”, apregoadas no Art. I, parágrafo primeiro da Lei 8.142/90, assinale a alternativa correta.

(A) Trata-se de um evento anual e de caráter nacional, organizado pelos médicos que atuam no SUS cujo objetivo é discutir as formas de atendimentos prestados à população, visando a melhoria da qualidade e a ampliação no número de pacientes beneficiados.

(B) Refere-se a uma reunião cuja periodicidade é a cada quatro anos e que conta com a participação obrigatória de médicos e paramédicos vinculados ao SUS e facultativa a estudantes que se interessem em conhecer melhor a realidade das instituições de saúde pública. É convocada pelo Poder Executivo.

(C)  A Conferência Nacional de Saúde deve ser realizada a cada quatro anos com a representação dos vários segmentos sociais para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes. Convocada pelo Poder Executivo ou, extraordinariamente, por esta ou pelo Conselho de Saúde.

(D)   A Conferência Nacional de Saúde é um evento bienal cujos participantes são oriundos de vários segmentos sociais. Também permite a participação de representantes internacionais com o intuito de promover intercâmbios científicos. Objetiva avaliar a saúde e propor diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis municipais e estaduais, uma vez que entende ser o nível federal relacionado exclusivamente à questão de distribuição de verbas. É convocada pelo Poder Legislativo.

(E)  A Conferência Nacional de Saúde deve ser realizada no mínimo a cada dois anos e sempre que houver a necessidade de fazer ajustes na aplicação das verbas destinadas à saúde. Deve contar com a representação dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes. Convocada pelo Poder Executivo ou, extraordinariamente, pelo Conselho de Saúde.

Resposta: C

33  De acordo com o Art. X da Lei 8080, o Sistema Único de Saúde poderá se organizar em distritos de forma a integrar e articular recursos, técnicas e práticas voltadas para a cobertura total das ações de saúde

(A)  no nível Estadual.                           

(B) no nível Municipal.                        

(C) nos níveis Estadual e Municipal.

(D) no nível Federal.                           

(E) nos níveis Estadual e Federal.

Resposta: B

 34 A participação da comunidade (de usuários) na gestão do Sistema Único de Saúde

(A) foi vetada pela Lei 8.142/90.

(B) não será permitida nas Conferências de Saúde.

(C) será permitida no Conselho de Saúde.

(D) será permitida caso o usuário tenha formação acadêmica na área da saúde.

(E) deve prezar pelo princípio da centralização político-administrativa.

Resposta: C

35 O Art.199, da Constituição Federal, Seção Saúde – Titulo VII – cap.11, seção II – saúde, afirma que a assistência à saúde é livre à iniciativa privada. Assinale qual alternativa é pertinente a estas afirmações:

I. As instituições privadas poderão participar de forma complementar do Sistema Único de Saúde, segundo diretrizes deste, mediante contrato de direito público ou convenio, tendo preferência as entidades filantrópicas e as sem fins lucrativos.

II.   É vedada a destinação de recursos públicos para auxílios ou subvenções ás instituições privadas com fins lucrativos.

III.  É vedada a participação direta ou indireta de empresas ou capitais estrangeiros na assistência à saúde no País, salvo nos casos previstos em lei.

(A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

(B) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.

(C) Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.

(D) Somente a afirmativa II está correta.

Resposta: C

 36 A partir de dezembro de 1990, a Lei nº 8080, de 19 de setembro do mesmo ano, passa a contar com a Lei 8142, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde – S.U.S e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências, através do inciso 1º do Art.1, prerroga:

(A) A Conferência de Saúde reunir-se-á a cada 4 anos com a representação dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes, convocada pelo Poder Executivo ou, extraordinariamente, por este ou pelo Conselho de Saúde.

(B) O Conselho Nacional de Secretarias de Saúde CONASS e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde CONASEMS, não terão representação no Conselho Nacional de Saúde.

(C) A representação dos usuários nos Conselhos e Conferências não poderá ser paritária em relação ao conjunto dos demais segmentos.

(D)  As Conferências de Saúde e os Conselhos de Saúde terão sua organização e normas de funcionamento definidas em regimento próprio, aprovadas pelo Presidente da República.

(E) A comunidade não poderá exercer nenhum cargo onde possa, deliberadamente, alterar, prorrogar, definir e/ou suspender toda e qualquer lei já existente.

Resposta: A

37  O Capítulo II da Lei 8.080 refere-se à Gestão Financeira do SUS. Assinale a alternativa correta quanto ao que instrui o Art. 33 acerca do envio dos recursos financeiros.

(A)  Estes recursos serão depositados em conta corrente das respectivas secretarias de saúde (âmbitos estadual e municipal), e movimentados sob fiscalização do Ministério da Saúde.

(B) Estes recursos serão depositados em conta corrente das respectivas secretarias de finanças (âmbitos estadual e municipal) e movimentados sob fiscalização da Vigilância Sanitária.

(C)  Estes recursos serão depositados em conta especial, em cada esfera de sua atuação, e movimentados sob fiscalização dos respectivos Conselhos de Saúde.

(D) Estes recursos serão depositados em conta especial durante a ocorrência das Conferências Nacionais de Saúde e posteriormente distribuídos às respectivas secretarias de saúde (âmbitos estadual e municipal), e movimentados sob fiscalização do Ministério Público.

(E) Estes recursos serão depositados em conta corrente das respectivas secretarias de finanças (âmbitos estadual e municipal) e somente poderão ser movimentados por um Gestor designado pelo Ministério da Saúde, passando periodicamente por auditorias a cargo do Ministério Público.

Resposta: C

38 Segundo o Art. 28 da Lei 8.080, os cargos e funções de chefia, direção e assessoramento, no âmbito do Sistema Único de Saúde, só poderão ser exercidas em regime de

(A) tempo parcial – 06 horas diárias.

(B) tempo integral.

(C) tempo parcial – 04 horas diárias.

(D) escalas de trabalho – 12 X 36.

(E) escalas de trabalho – a serem determinadas de acordo com as necessidades de cada unidade de trabalho.

Resposta: B

39 A VIII Conferência Nacional de Saúde ocorrida em 1986, colocou como meta a criação

(A) do Sistema Único de Saúde – SUS.

(B) das Normas Operacionais Básicas - NOBs.

(C) de comissões fiscalizadoras do exercício profissional de médicos e paramédicos.

(D) dos congressos brasileiros de saúde pública.

(E) da criação das listas de doenças de notificação compulsória.

 Resposta: A

40 Inclui-se no campo de atuação do Sistema Único de Saúde a execução de ações de

I. fiscalização de registros profissionais de médicos e paramédicos. Il. vigilância sanitária.

III. vigilância epidemiológica.

IV. saúde do trabalhador.

V. assistência terapêutica integral, inclusive a farmacêutica.

 (A) apenas as proposições I e II.

(B) apenas as proposições III e IV.

(C) apenas a proposição I.

(D) todas as proposições.

(E) apenas as proposições II eV.

Resposta: C

41 Considere a Lei 8.142/1990 para responder à questão.

(A)  Tem por disposição principal, zelar pela qualificação de todos os profissionais da área de saúde sejam em nível superior ou técnico.

(B)   Deve fiscalizar os estabelecimentos que prestam quaisquer serviços de saúde sejam hospitais, clínicas, consultórios e ambulatórios.

(C) É responsável por orientar a distribuição de verbas para a saúde oriundas de parcerias com a iniciativa privada.

(D)  Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde.

(E)  Introduziu no Ministério da Educação e Cultura novas propostas de grades curriculares para a formação de profissionais Médicos e Dentistas.

Resposta: D

HTML image 0

Quer ver o material completo? Crie agora seu perfil grátis e acesse sem restrições!