A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
217 pág.
APLICAÇÕES AMBIENTAIS BRASILEIRAS DE GEOPROCESSAMENTO E SENSORIAMENTO REMOTO

Pré-visualização | Página 1 de 50

ORGANIZADOR: 
Bernardo Barbosa da Silva 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APLICAÇÕES AMBIENTAIS BRASILEIRAS 
COM GEOPROCESSAMENTO E 
SENSORIAMENTO REMOTO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CAMPINA GRANDE – PB 
Novembro de 2013 
2 
 
 
 
 
 
 
 
APRESENTAÇÃO 
 
Apraz-me, sobremodo, apresentar o livro APLICAÇÕES AMBIENTAIS 
BRASILEIRAS COM GEOPROCESSAMENTO E SENSORIAMENTO REMOTO. Faço 
este prefácio na qualidade de aprendiz, pouco comum a prefaciador. Quem 
prefacia geralmente tem a suposta capacidade e competência para julgar a obra 
que está prefaciando e avalizá-la para o público alvo. Pode não ser o caso aqui. 
Por se tratar de um livro de ciência e considerando que em ciência não há 
autoridade, recorro a minha especialidade para tratar do tema. 
A coleta de informações espaço-temporal dos recursos naturais é de 
suma importância em diversas atividades de sociedades organizadas. Até 
recentemente, essas informações eram feitas apenas em documentos e mapas 
em papel, dificultando, portanto, uma análise que combinasse mapas e dados. 
Com o desenvolvimento da tecnologia de informática, após a II Guerra Mundial, 
tornou-se possível o armazenamento e representação dessas informações em 
ambiente computacional, ensejando o aparecimento do Geoprocessamento. 
O Geoprocessamento utiliza técnicas matemáticas e procedimentos 
computacionais para tratar as informações espacial e temporal. Essa ferramenta 
vem influenciando vertiginosamente as áreas de Recursos Naturais, Cartografia, 
Energia, Comunicação, Transportes e Planejamentos Urbano e Regional. Devido 
às dimensões continentais do Brasil, associada à carência de informações 
ambientais adequadas para a tomada de decisões, o uso de Geoprocessamento 
para o diagnóstico ambiental é quase impositivo. 
 Esta obra é uma coletânea de artigos de pesquisadores experientes e 
renomados do Brasil que trata da Produtividade primária bruta, Diagnóstico da 
vegetação e degradação da caatinga, Estimativa da evapotranspiração real por 
imageamento de satélite, Coeficiente de cultivo, Absorção de carbono pela 
vegetação da caatinga, Indicadores hídricos, Sistema de monitoramento por 
satélite, Avaliação do uso consultivo de água doce, Secas e Estimativa da perda 
de solo. 
O organizador desta obra coletiva e andragógica é o prof. Dr. Bernardo 
Barbosa da Silva, nosso colega na Unidade de Ciências Atmosféricas (UACA) do 
Centro de Tecnologia e Recursos Naturais (CTRN) da Universidade Federal de 
3 
 
Campina Grande (UFCG). O prof. Bernardo, pioneiro no uso do modelo SEBAL no 
Brasil, tal qual a fênix arregimenta forças para transportar em voo mais uma 
carga pesada. Publicar livro no nosso país não é uma tarefa fácil. 
 Por fim, o Geoprocessamento é uma ferramenta computacional que 
apresenta um enorme potencial, principalmente se for baseado em tecnologias 
de baixo custo. O organizador e os autores oferecem aos estudiosos do tema e 
ao público em geral a oportunidade de conhecerem essa técnica aplicada aos 
problemas ambientais. Divirtam-se. 
 
 
 Campina Grande, 1 de novembro de 2013. 
 
Prof. Dr. Francisco de Assis Salviano de Sousa 
UACA/CTRN/UFCG 
 
 
 
 
 
 
4 
 
 
 
 
 
 
AGRADECIMENTOS 
 
O organizador vem externar seus sinceros agradecimentos a todos os 
autores (professores, pesquisadores e estudantes) pelo trabalho zeloso, dedicado 
e árduo despendidos na elaboração de cada um dos capítulos da obra, em 
tempo muito restrito que lhes foi concedido. Vem, em especial, agradecer ao 
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tencnológico – CNPq pelo 
suporte financeiro concedido junto ao Proc. 562512/2010-2 do Edital INSA/CT-
HIDRO – Ação Transversal Nº 35/20109, sem o que não teria sido possível a 
publicação deste livro. 
 
5 
 
 
 
 
 
 
SOBRE OS AUTORES 
 
ORGANIZADOR: 
Bernardo Barbosa da Silva: pesquisador do CNPq e professor da UFCG, nasceu 
em Campina Grande, PB, onde cursou os ensinos fundamental e médio no 
Colégio Alfredo Dantas. Obteve o Bacharelado e Mestrado em Meteorologia, e o 
doutorado em Engenharia Civil, todos na UFPB. Fez pós-doutorado na 
Universidade do Arizona, Estados Unidos e desenvolve pesquisas em 
meteorologia, climatologia física, agrometeorologia e sensoriamento remoto 
aplicado. E-mail: bbdasilva.ufpe@gmail.com 
 
DEMAIS AUTORES: 
Alexandra Chaves Braga: Matemática e Licenciada Plena em Matemática pela 
UFPB, Mestrado em Meteorologia pela UFCG e doutoranda em Meteorologia 
pela UFCG. Atua nas áreas de Agrometeorologia e sensoriamento remoto 
aplicado. E-mail: abraga@dca.ufcg.edu.br 
Célia Campos Braga: possui bacharelado e mestrado em Meteorologia pela 
UFPB, e doutorado em Recursos Naturais pela UFCG. Atualmente e pesquisadora 
e professora da Unidade Acadêmica de Ciências Atmosféricas da UFCG, atuando 
em climatologia e sensoriamento remoto aplicado. E-mail: celia@dca.ufcg.edu.br 
Celso Augusto Guimarães Santos: Engenheiro Civil, Doutor em Engenharia Civil, 
Professor Associado DECA/CT/UFPB, Pesquisador do CNPq, pesquisa na área de 
Recursos Hídricos e modelagem hidrossedimentológica. E-mail: celso@ct.ufpb.br 
Cláudia Fernanda Costa Estevam Marinho: Geógrafa, mestranda em 
Desenvolvimento Regional, UEPB. E-mail: nandaestevam10@ yahoo.com.br 
Eduardo Rodrigues Viana de Lima: Geógrafo, Doutor em Geografia, Professor 
Associado DGEOC/CCEN/UFPB, Pesquisador do CNPq, pesquisa geotecnologias 
no planejamento e na gestão ambiental. Email: eduvianalima@gmail.com 
Elias Fernandes de Sousa: Engenheiro Agrícola, Doutor, Professor Titular 
LEAG/CCTA/UENF, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro E-
mail: efs@uenf.br 
6 
 
Evaldo de Paiva Lima: Meteorologista, Doutor em Meteorologia Agrícola, 
pesquisador do Centro Nacional de Pesquisa de Solos, Embrapa, Rio de Janeiro, 
RJ. E-mail: evaldo.lima@embrapa.br 
Hermes Alves de Almeida: Meteorologista, doutor, professor de Climatologia 
Geográfica, Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Campina Grande, E-mail: 
hermes_almeida@uol.com.br 
Humberto Alves Barbosa: Meteorologista, doutor em Sensoriamento Remoto, 
professor do Instituto de Ciências Atmosféricas, Universidade Federal de Alagoas, 
Brasil. E-mail: barbosa33@gmail.com 
Iêde de Brito Chaves: Eng. Agrônomo, doutor em agronomia, ex-professor 
CCA/UFPB, pesquisa em planejamento e conservação de bacias hidrográficas. E-
mail: iedebchaves@hotmail.com 
João Hugo Baracuy da Cunha Campos: Meteorologista, doutor em Recursos 
Naturais, professor Visitante da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), 
Araruna. E-mail: jhugocampos@yahoo.com.br 
José Carlos Mendonça: Eng. Agrônomo, doutor em Produção Vegetal. Professor 
Associado de Agrometeorologia e Sensoriamento Remoto - LEAG/CCTA/UENF. E-
mail: mendonca@uenf.br 
José Ivaldo Barbosa de Brito: meteorologista, doutor em Recursos Naturais, 
professor Associado da UFCG. E-mail: ivaldo@dca.ufcg.edu.br 
Kettrin Farias Bem Maracajá: BSc em Turismo, doutoranda em Recursos 
Naturais da UFCG, professora da UFRN. E-mail: kettrin@ufrn.gov.br 
Lincoln Eloi de Araújo: Meteorologista, Doutor em Recursos Naturais, professor 
Adjunto II da Universidade Federal da Paraíba. E-mail: lincoln@ufpb.br 
Lúcia Helena Garófalo Chaves: Eng. Agrônoma, doutora em agronomia, 
professora titular DEAg/ CTRN/ UFCG, pesquisa química e fertilidade de solos. E-
mail: lhgarofalo@hotmail.com 
Monik Fernades de Alburquerque: Meteorologista. 
Nelson de Jesus Ferreira: Licenciatura em Física, doutor em meteorologia, 
pesquisador