A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
ESTUDO DIRIGIDO - citoesqueleto e histologia

Pré-visualização | Página 1 de 3

ESTUDO DIRIGIDO 
 
1- CITOESQUELETO 
Defina citoesqueleto. 
>O citoesqueleto é uma rede de fibras proteicas localizada no citoplasma das células. As fibras 
que compõem o citoesqueleto de células eucarióticas são os microtúbulos, filamentos de actina, 
também chamados de microfilamentos, e filamentos intermediários. 
 
2. Cite as funções gerais do citoesqueleto : 
>Sustentação e movimentação(da célula toda, ou partes dela) 
 
 
3. Monte um quadro comparativo entre microtúbulos e filamentos (finos, intermediários 
e 
espessos) contendo: proteína formadora; processo de polimerização; especificidades e 
ocorrência. 
Filamentos Proteína polimerização especificidades ocorrência 
FINOS actina Entre as 2 
fileiras de 
actina. 
Anel contrátil e sustenta 
os microtúbulos 
contração 
ESPESSOS miosina Haste 
polimeriza e 
cabeça faz a 
quebra do atp 
Anel contrátil contração 
INTERMED. Depende 
do tipo de 
célula 
Depende do 
tipo de célula, 
mas existe. 
Desmossomos Sustentação 
(não 
movimenta) 
 
 
4. Diferencie os padrões de disposição dos microtúbulos estáveis 9+2 e 9+0. 
>O 9 significa que há 9 pares de microtúbulos periféricos; o 2 ou 0 significa os 
microtúbulos centrais. 
- 9+2: cílios e flagelos 
-9+0: centríolos e corpúsculo basal(raiz dos flagelos/cílios) 
 
 
 
 
 
 
9+2 
9+0 
 
5. Descreva situações biológicas e situações clínicas onde há a participação dos 
componentes do citoesqueleto. 
>Na formação do fuso mitótico(microtúbulos – cílios e flagelos, centríolos) e na 
contração muscular.(filamentos). 
 
6. Caracterize as proteínas motoras. 
>Proteinas motoras não estão polimerizadas mas precisam do citoesqueleto para se 
movimentar. Ex : vesículas. 
 
 
QUESTÕES DE RACIOCÍNIO (PROVAS ANTERIORES): 
 
Disserte um parágrafo relacionando drogas antimitóticas, fuso de divisão mitótica e 
citoesqueleto. 
 
 Drogas antimitóticas impedem a polimerização dos microtúbulos(proteínas tubulinas) do 
citoesqueleto, logo impede a formação do fuso mitótico podendo ser útil contra o câncer. 
 
2- TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO 
 
. Cite as características gerais do tecido epitelial. 
 Células justapostas 
 Pouca ou nenhuma subst. Intercelular 
 Avascularizado (sem vasos sanguíneos) 
 Inervado (com nervos) 
 Sempre ligado ao tec. Conjuntivo por uma membrana ou lâmina basal 
 
2. Qual a característica que deve ser observada para que o epitélio seja de 
revestimento? 
(Característica específica) 
R: Formar camadas celulares 
 
3. Comente sobre a origem dos epitélios de revestimento. 
R: Ele tem origem nos 3 folhetos embrionários (mesoderme, endoderme e ectoderme). 
 
4. Quais os critérios de classificação dos epitélios de revestimento? 
R: número de camadas, forma do núcleo e especialização. 
 
 
 
5. Esquematize e diferencie os 3 tipos de epitélio de acordo com o número de 
camadas. Como é 
possível diferenciá-los na prática. 
 Simples: uma camada 
 Estratificado : mais de uma camada 
 Pseudoestratificado: uma camada desorganizada. 
 
6. Cite as especializações de membrana (junções) muito frequentes entre as células 
epiteliais. 
R: estereocílios, cílios, microvilosidades, células caliciformes, queratina. 
 
7. Caracterize polaridade celular. 
R: O tec. Epitelial de revestimento tem polos, pois encosta no tec. Conjuntivo e na 
borda livre, ou em camadas de células. Formando cargas diferentes em cada lado 
encostado. 
 
8. Caracterize e diferencie lâmina e membrana basal. 
 Membrana Basal: fixa mais; é formada por uma lâmina basal e uma lâmina 
reticular 
 Lâmina Basal: fixa menos, é formada por colágeno 4, glicoproteínas e 
proteoglicanos. 
 
9. Defina e exemplifique metaplasia. 
 R: Metaplasia é quando o epitélio “transforma-se” em outro por meio de um estímulo 
hormonal ou repetitivo. Pode ser reversível. Por exemplo: Uma pessoa antes de fumar e 
depois de muito tempo fumando. 
 
QUESTÕES QUE ENVOLVEM RACIOCÍNIO (provas anteriores) 
 
1. Esquematize, através de desenho e nomeie (classificação completa possível) os 
epitélios 
descritos abaixo: 
a) Uma única camada de células com núcleos na mesma altura. Núcleos alongados e 
perpendiculares ao tecido conjuntivo. Presença de células produtoras de muco além de 
prolongamentos longos, imóveis e pouco frequentes por célula. 
 tecido epitelial simples prismático com células caliciformes e estereocílios. 
 
 
b) Epitélio muito espesso com núcleos em várias alturas, sendo que a camada 
de células mais 
afastada da membrana basal apresenta núcleos alongados e paralelos ao tecido 
conjuntivo. 
Presença de uma camada de células anucleadas que aumentam a proteção do tecido. 
 Tecido epitelial pseudoestratificado pavimentoso queratinizado. 
 
 
2. O epitélio respiratório reveste internamente a superfície de alguns órgãos do 
sistema 
respiratório, como a traquéia. O atrito que esse epitélio sofre é mínimo, pois 
ele entra em 
contato diretamente com o ar. Sobre esse epitélio encontramos muco que 
nunca atinge os 
pulmões devido a presença de estruturas, nas células deste tecido epitelial de 
revestimento, com 
movimento próprio. 
A) Qual a estrutura encontrada entre esse epitélio, descrito acima, e o conjuntivo 
subjacente que 
tem função fixadora? JUSTIFIQUE. 
 Lâmina basal, pois não há necessidade de tamanha fixação, uma vez que não 
possui tanto atrito 
 
B) Cite a especialização do epitélio que está presente nessas células responsável 
pelo 
deslocamento do muco. 
 Cílios 
 
C) Qual a especialização do epitélio é encontrada nesse tecido de revestimento 
responsável por 
liberar o muco sobre o epitélio. 
 Células caliciformes 
 
3- TECIDO EPITELIAL GLANDULAR 
 
QUESTÕES OBJETIVAS / DESCRITIVAS: 
1. Qual a característica específica para que o epitélio seja glandular? 
R: Não ter camadas regulares 
 
2. Esquematize a origem dos epitélios glandulares. 
R: Proliferação e diferenciação do ep. de revestimento. 
 
 
3. Cite os tipos de glândulas de acordo com o número de células. 
R: uninucleadas ou multinucleadas. 
 
4. Como é possível diferenciar glândulas endócrina e exócrina. 
R: Pela presença de ductos nas exócrinas. 
 
5. Quais são os subcritérios de classificação das glândulas exócrinas? 
R: Elas podem ser serosas/mucosas ou seromucosas; e também acinosas/tubulosas 
ou tubuloacinosas. 
 
6. Esquematize, através de desenho, os seguintes componentes glandulares: 
a. Ducto 
b. Adenômero acinoso seroso 
c. Adenômero tubuloso mucoso 
d. Meia-lua serosa 
 
 
7. Após detectarmos que a glândula é endócrina o que observamos para diferenciá-
las em cordonal e 
vesicular? 
R: Folicular são células organizadas e preenchidas por uma solução. As cordonais 
são desorganizadas e parecem um colar de pérolas enrolado. 
 
8. Explique como é feito o controle da atividade glandular. 
R: Ele é feito pela atividade do sistema nervoso(resposta rápida e de rápida duração) 
e do sistema endócrino (resposta lenta e longa), que juntos fazem o equilíbrio do 
estimulo, podendo ser excitatório ou inibitório. 
 
 
 
9. Caracterize as glândulas anfícrinas. 
DUCTOS 
R: São glândulas tanto exócrinas quanto endócrinas. Por exemplo: pâncreas, ovário e 
testículos. 
 
10. Diferencie as variedades glandulares de acordo com o modo de liberação da 
secreção. 
R: Merócrinas: liberam apenas a secreção 
Apócrinas: liberam a secreção e parte da célula 
Holócrinas: liberam a célula inteira junto com a secreção (são obrigatoriamente 
multinucleadas e com secreção cheia de material genético). 
 
QUESTÕES DE RACIOCÍNIO (PROVAS ANTERIORES): 
 
1. A secreção do tecido epitelial glandular endócrino atinge corrente sanguínea para 
chegar no órgão 
alvo. Como explicar o fato se o tecido é avascularizado.? 
R: a secreção vai para o tec. Conjuntivo

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.