A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Química- Termoquímica

Pré-visualização | Página 1 de 1

Entalía 
 Entalpia é o conteúdo energético envolvido em uma 
transformação, ou seja, o calor trocado entre o sistema e a 
vizinhança (a energia mais comum é a térmica) 
 
 Como não se conhece nenhuma maneira de determina-
la, calcula-se, na prática, a variação de entalpia (ΔH), quando 
há pressão constante (geralmente sistema aberto) 
 
 
Reação exotérmica 
 Reação onde há a liberação de calor, logo, os reagentes 
são mais energéticos que os produtos, aumentando a 
temperatura do meio 
 
 
 
 
 
 
Reação endotérmica 
 Reação onde há a absorção de calor, logo os produtos 
são mais energéticos que os reagentes, diminuindo a 
temperatura do meio 
 
 
 
 
 
Equação termoquímica 
 Na representação da reação termoquímica deve constar: 
quantidades de matéria, estados físico e alotrópico, 
temperatura, pressão e ΔH 
 Quando não forem indicadas a temperatura e pressão, 
considera-se que está em condições-padrão (1 atm e 25oC) 
 
 Os calores liberados ou absorvidos são representados 
em (J) e seus submúltiplos pelo S.I, sendo comumente 
representados em calorias e seus submúltiplos 
 
 1 caloria é a quantidade de calor necessária para elevar 
em 1oC 1 g de água / 1 J é o trabalho exercido por uma 
força 1 N ao longo de 1 m 
 
No calorímetro, utilizado para determinar a entalpia na 
prática, calcula-se 
 
 
Fatores que influenciam a ΔH 
 A ΔH é diretamente proporcional aos coeficientes 
estequiométricos 
 
São liberados 184, 62 para cada mol de H2 (92,31 por ½ 
mol) 
São liberados 184, 62 para cada mol de Cl2 (92,31 por ½ 
mol) 
São liberados 92,31 para cada mol de HCl 
(92,31 - 92,31 + 92,31 = - 92,31) 
 Os processos físicos de mudança de estado consomem ou liberam energia, logo, afetam o ΔH 
 
 
 
 A forma alotrópica dos reagentes e produtos também 
interferem em ΔH 
 
 
 Entalpia padrão 
 Estado padrão de uma substância – forma padrão sob 1 
atm e 25oC (298K) 
 Entalpia padrão de uma reação (ΔHo) – variação de 
entalpia quando todos os reagentes e produtos estão nos 
seus estados-padrão 
 Entalpia dos elementos no estado-padrão – é atribuído 
valor zero para as substâncias simples em seu estado físico 
mais comum ou sua variedade alotrópica mais estável 
(menos energética) 
 Entalpia-padrão de formação ou calor de formação (ΔHof) 
- entalpia para 1 mol de substância produzida 
 Entalpia-padrão de combustão (ΔHoc) – energia liberada 
na queima completa de 1 mol de substância pelo gás 
oxigênio, todos no estado padrão (exotérmica) 
 Entalpia-padrão de neutralização (ΔHon) – energia liberada 
na formação de 1 mol de água, a partir da neutralização de 
1 mol de íonS H+ por 1 mol de íonS OH- pelo gás oxigênio, 
em soluções aquosas diluídas 
 
Entalpia de formação (método teórico) 
 Utiliza-se dados previamente fornecidos em tabelas, que 
indicam H de cada substância (entalpia-padrão de formação 
ou calor de formação) 
 
 
 
 
 Energia de ligação (método) 
 Toda reação química envolve quebra e formação de 
ligações. Para quebrar uma ligação, absorve-se energia, ao 
passo que quando se forma uma ligação, haverá liberação 
de energia 
 A energia necessária para o rompimento (mesmo para a 
formação, mas com sinal negativo) é denominada energia 
de ligação do elemento 
 
 Os valores obtidos e utilizados são apenas valores 
aproximados 
 
 
 
Lei de Hess (método) 
 A Lei de Hess utiliza as reações consecutivas para a 
formação da substância e suas ΔH 
 
 
 Ao multiplicar o coeficiente estequiométrico, multiplica-se 
também a variação / Ao inverter a equação, inverte-se o 
sinal da variação 
 
AO CALCULAR A ENTALPIA PELAS LIGAÇÕES 
ATENTAR QUE PRODUTO É ENERGIA LIBERADA E 
REAGENTE ENERGIA ABSORVIDA (não fazer cálculo P – 
R) 
As vezes é necessário 
multiplicar ou dividir toda 
a reação por determinado 
número para que alguma 
substância seja “cancelada”

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.