Buscar

2-MPC-5 ano-Prof final_

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 28 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 28 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 28 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

MATERIAL PEDAGÓGICO 
COMPLEMENTAR - 2016 
5º ANO – ENSINO FUNDAMENTAL 
1ª ETAPA - CICLO I 
1ª AVALIAÇÃO DIRIGIDA AMOSTRAL – ADA-2016 
MATERIAL DO PROFESSOR 
 
 
 
 
Pág. 1 
LÍNGUA PORTUGUESA 
5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 
MATERIAL PEDAGÓGICO COMPLEMENTAR 
 
Atividades que podem colaborar para o 
desenvolvimento das habilidades avaliadas 
nos itens 
ITEM 01 
D15-Reconhecer diferentes formas de 
tratar uma informação na comparação de 
textos que tratam do mesmo tema, em 
função das condições em que eles foram 
produzidos e daquelas em que serão 
recebidos. 
Indicador (habilidades): 
 Identificar o assunto comum tratado em 
dois textos diferentes. 
Conteúdos: 
 Notícia, reportagem, artigo de opinião, 
crônica, conto, cartaz, poema, charge, 
dentre outros. 
Conhecimentos Prévios: 
 Reconhecer a unidade temática em textos 
de diferentes gêneros. 
 Comparar a abordagem feita de um 
mesmo tema em textos de diferentes 
gêneros. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Comparar textos, quanto à forma e ao 
conteúdo. 
 
Leia os textos abaixo e, a seguir, responda às 
questões propostas. 
 
Texto I 
Planeta Azul 
Chitãozinho & Xororó 
 
A vida e a natureza sempre à mercê da poluição 
Se invertem as estações do ano 
Faz calor no inverno e frio no verão 
Os peixes morrendo nos rios 
Estão se extinguindo espécies animais 
E tudo que se planta, colhe 
O tempo retribui o mal que a gente faz 
Onde a chuva caía quase todo dia 
Já não chove nada 
O sol abrasador rachando o leito dos rios secos 
Sem um pingo d'água 
Quanto ao futuro inseguro 
Será assim de Norte a Sul 
A Terra nua semelhante à Lua 
O que será desse planeta azul? 
O que será desse planeta azul? 
O rio que desse as encostas já quase sem vida 
Parece que chora um triste lamento das águas 
Ao ver devastada, a fauna e a flora 
É tempo de pensar no verde 
Regar a semente que ainda não nasceu 
Deixar em paz a Amazônia, preservar a vida 
Estar de bem com Deus 
Onde a chuva caía quase todo dia 
Já não chove nada 
O sol abrasador rachando o leito dos rios secos 
Sem um pingo d'água. 
Quanto ao futuro inseguro 
Será assim de Norte a Sul 
A Terra nua semelhante à Lua 
O que será desse planeta azul? 
O que será desse planeta azul? 
O que será desse planeta azul? 
Disponível em: <https://letras.mus.br/chitaozinho-e-xororo/45235/>. 
Acesso em: 04 jan. 2016. 
 
Texto II 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Disponível em: 
<http://bibocaambiental.blogspot.com.br/2012/10/amazonia-ate-
quando.html>. Acesso em: 04 jan. 2016. 
 
1. Os dois textos falam sobre o quê? E de que 
forma o assunto é tratado em cada um dos 
textos? 
Os dois textos falam sobre a destruição do meio 
ambiente, o desmatamento. O primeiro trata 
do assunto através da música, e o segundo, 
através da linguagem visual, da imagem. 
 
2 . Há informações no texto II sobre o 
desmatamento da natureza que 
complementam o que foi abordado no texto I? 
Quais? 
Sim, há informações que complementam o que 
foi abordado no primeiro texto. No texto I, 
temos na estrofe: “Ao ver devastada, a fauna e 
a flora/É tempo de pensar no verde/Regar a 
https://letras.mus.br/chitaozinho-e-xororo/
http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwjR-5HjhZPKAhULhJAKHc9kAcUQjRwIBw&url=http://bibocaambiental.blogspot.com/2012/10/amazonia-ate-quando.html&psig=AFQjCNEs8tkSS9tmPpDuL7npGD1H25XFVQ&ust=1452096046696476
 
 
 
 
Pág. 2 
semente que ainda não nasceu/Deixar em paz a 
Amazônia, preservar a vida”. No texto II, a 
charge nos apresenta um homem esperando o 
crescimento da última árvore para poder cortá-
la, caracterizando o desmatamento da 
natureza. 
 
3 . Os dois textos tratam 
(A) do planeta azul. 
(B) do corte das árvores. 
(C) da destruição da natureza. 
(D) das belezas naturais do Brasil. 
Gabarito: C 
Os textos pertencem a gêneros diferentes, o 
texto I trata-se de uma música e o II, uma 
charge. Contudo, ambos tratam do mesmo 
assunto, que é a destruição da natureza de 
forma geral, cada um com sua percepção e 
características próprias de cada gênero. Sendo 
assim, os estudantes deverão perceber que a 
alternativa C é a correta. 
ITEM 02 
D12-Estabelecer relações lógico-discursivas 
presentes no texto, marcadas por 
conjunções, advérbios, etc. 
Indicador (habilidades:) 
 Identificar a relação estabelecida pelo uso 
dos advérbios “amanhã”, “lá” em um 
verso de um poema. 
 Identificar a relação estabelecida pelo uso 
da locução adverbial “no quintal”. 
Conteúdos: 
 Gêneros textuais: contos, poemas, 
notícias, canção etc. 
Conhecimentos Prévios: 
 Reconhecer a relação de ideias provocada 
pelo uso de diferentes advérbios, 
locuções adverbiais e conjunção. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Identificar os elementos coesivos no texto 
através de advérbios e locuções 
adverbiais que marcam temporalidade e 
espaço. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
questões propostas. 
 
O velho Crocodilo 
 
Amanhã vai casar-se o velho crocodilo. 
Pensa e pensa sentado na margem do Nilo: 
Pra noiva crocodila, o que dar de presente? 
Talvez uma escova, uma fita ou um pente. 
Pras pestanas? Pulseiras? Ou talvez um anel? 
Finalmente decide: será um chapéu. 
 
E sentado assim, lá na margem do Nilo, 
Pensa em quem convidar o senhor crocodilo. 
Pensa: doce ou salgado será o banquete? 
E quanto à sobremesa: quem sabe sorvete? 
Ou quem sabe salame? Ou arenque do mar? 
Pensa o velho crocó: como é duro casar! 
Di-Versos Hebraicos. Tradução de Tatiana Belinky e Mira Perlow. 
São Paulo: Scipione, 1991. 
 
1. No verso “Amanhã vai casar-se o velho 
crocodilo.”, a palavra “amanhã” estabelece 
uma ideia de quê? 
A palavra “amanhã” estabelece uma ideia de 
tempo. 
 
2. Em sua opinião, onde será o “lá” que 
aparece no texto? 
O “lá” que aparece no texto é o local onde o 
crocodilo está sentado, na margem do rio Nilo. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda à 
questão proposta. 
 
Encurtando o caminho 
 
Tia Maria, quando era criança, um dia se 
atrasou na saída da escola, e na hora em que 
foi voltar para casa já começava a escurecer. 
Viu uma outra menina passando pelo cemitério 
e resolveu cortar caminho, fazendo o mesmo 
trajeto que ela. 
Tratou de apressar o passo até alcançá-la 
e se explicou: 
 — Andar sozinha no cemitério me dá um 
frio na barriga! Será que você se importa se 
formos juntas? 
 — Claro que não. Eu entendo você – 
respondeu a outra. – Quando eu estava viva, 
sentia exatamente a mesma coisa. 
LAGO, Angela. Sete histórias para sacudir o esqueleto. 2. ed. 
Companhia das Letrinhas, 2008. p. 15-16. 
 
3. Na frase: “Tia Maria, quando era criança, 
um dia se atrasou na saída da escola...”, a 
palavra “quando” dá ideia de 
(A) causa. 
(B) tempo. 
(C) explicação. 
(D) comparação. 
Gabarito: B 
Neste item, o aluno precisa perceber que a 
habilidade avaliada trata-se da relação de 
coesão, ou seja, da ligação entre partes do 
texto que, neste caso, é feita pela expressão 
 
 
 
 
Pág. 3 
“quando”, a qual estabelece a ideia de tempo. 
Assim, não basta o aluno reconhecer o advérbio 
de tempo, mas também a relação de sentido 
que esta palavra estabelece. Portanto, o 
gabarito é a letra B. 
Fonte: Caderno Educacional. 5º ano. Seduc. 
 
ITEM 3 
D9-Identificar a finalidade de textos de 
diferentes gêneros. 
Indicador (habilidades): 
 Identificar a finalidade de textos 
informativos, publicitários, receita 
culinária, regras de jogos, resumos etc. 
Conteúdos: 
 Gêneros textuais: cartaz, resumo, receita 
culinária, sinopse, regras de jogos. 
Conhecimentos Prévios: 
 Reconhecer a situação de produção de 
diferentes gêneros textuais (quem 
escreve, para quem, com qual finalidade, 
para publicar onde). 
Expectativa de aprendizagem: 
 Reconhecer a finalidade de diferentes 
gêneros textuais, e suas funções sociais. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
questões propostas. 
 
Pega varetas 
 
1) Podem jogar 2 ou mais jogadores. 
2) Tirar na sorte para decidir quem inicia ojogo. O segundo jogador será o sentado à 
sua esquerda e assim sucessivamente. 
3) Segurar verticalmente as varetas, soltando-
as sobre a mesa ou chão e dar início ao 
jogo. 
4) O jogador deverá levantar vareta por 
vareta sem mover nenhuma das outras, 
pois se movê-las, perderá o direito de 
continuar a jogar. Se isso acontecer, cederá 
as varetas a outro jogador que procederá 
da mesma maneira. A única vareta auxiliar, 
que pode ser utilizada para ajudar a mexer 
nas outras é a de cor preta. 
5) Terminado o jogo, cada um deve contar as 
suas varetas e verificar quantos pontos fez. 
6) Pontuação: verde – 5, azul – 10, amarelo – 
15, vermelho – 20, preto – 50. 
 
1. Qual a finalidade deste texto? 
Ensinar as regras do jogo “Pega varetas”. 
 
2. Qual a principal diferença entre este texto e 
o texto da atividade anterior “Encurtando o 
caminho”? 
Esta regra de jogo faz parte da tipologia 
injuntiva, que tem por finalidade ensinar o 
leitor a jogar “Pega varetas”. Já o texto 
“Encurtando o caminho” é um texto literário 
que proporciona prazer e entretenimento ao 
leitor. 
 
3. Você conseguiu compreender como se joga 
“Pega varetas”? O texto alcançou seu 
objetivo? 
Resposta pessoal. Espera-se que o aluno diga 
que o texto está explicando claramente as 
regras do jogo, portanto ao conseguir jogá-lo, o 
texto alcançou seu objetivo. 
Fonte: Caderno Educacional. 5º ano. Seduc. 
 
ITEM 4 
D3-Inferir o sentido de uma palavra ou 
expressão. 
 Indicador (habilidades): 
 Inferir o significado de uma palavra em 
um texto. 
 Conteúdos: 
 Gêneros textuais: poemas, contos, 
tirinhas, piadas, matérias diversas de 
jornais e revistas etc. 
 Conhecimentos Prévios: 
 Entender o significado de palavras e 
expressões conforme o contexto em que 
estão inseridas. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Ler textos utilizando diferentes 
estratégias de leitura como mecanismo 
de interpretação de textos: 
 Formulação de hipóteses (antecipação e 
inferência); 
 Verificação de hipóteses (seleção e 
checagem). 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
atividades propostas. 
 
Escola de Balé investe em artistas masculinos 
e oferece bolsa de estudos 
 
Talentos são desperdiçados por conta 
do preconceito. Cercados de estereótipos, 
homens que dançam balé enfrentam 
obstáculos para se manter na atividade. Às 
vezes, é preciso desafiar a família, amigos e 
toda a sociedade para seguir dançando. 
Enquanto meninas matriculam-se aos montes 
 
 
 
 
Pág. 4 
todos os dias, as academias encontram 
dificuldades para conseguir bailarinos. Em 
busca do equilíbrio entre os gêneros, a Escola 
de Balé Lúcia Toller, na 308 Sul, oferece bolsas 
de estudo a rapazes com potencial. O principal 
pré-requisito para ganhar o incentivo é a força 
de vontade. 
Atualmente, 15 homens fazem parte 
do corpo de dança dessa academia. A maioria 
vive fora do Plano Piloto e não teria condições 
de pagar pelo aprendizado. A força e a 
virilidade masculina fazem toda a diferença nos 
espetáculos com o La fille malgardée, 
apresentado no último fim de semana, no 
Teatro Nacional, com sessões lotadas. Eram 
apenas 15 rapazes, entre as 500 pessoas no 
palco. “Há uma discriminação muito grande. O 
balé masculino precisa de alguém que invista, 
senão, fazemos só com moças e a apresentação 
fica capenga. É necessária a força do homem”, 
explica Lúcia Toller. 
Disponível em: 
<http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidade
s/2011/12/16/interna_cidadesdf,283042/escola-de-bale-
investe-em-artistas-masculinos-e-oferece-bolsas-de-
estudos.shtml>. Acesso em: 05 jan. 2015. 
 
1. O que significa a palavra “estereótipos”, 
mencionada nesta notícia? 
Estereótipos são generalizações que as pessoas 
fazem sobre comportamentos ou características 
de outros. É geralmente um conceito infundado 
sobre algo, e de natureza depreciativa. O 
estereótipo também faz parte do racismo, 
xenofobia e intolerância religiosa. 
 
2. Dê um sinônimo para as palavras 
“obstáculos”, “virilidade”, “discriminação”, 
que aparecem na notícia acima. Em seguida, 
consulte um dicionário para confirmar o 
significado destas palavras. 
Obstáculos: impedimento, dificuldade, barreira. 
Virilidade: hombridade, energia, vigor. 
Discriminação: diferença, distinção, separação. 
 
3. Na frase “Atualmente, 15 homens fazem 
parte do corpo de dança dessa academia.”, 
qual o significado da expressão sublinhada? 
A expressão significa o conjunto de pessoas que 
fazem parte de um grupo de dança. 
Fonte: Caderno Educacional. 5º ano. Seduc. 
 
 
 
 
 
 
ITEM 5 
D10-Identificar as marcas linguísticas que 
evidenciam o locutor e o interlocutor de 
um texto. 
Indicador (habilidades): 
 Identificar a qual tipo de linguagem faz 
parte a expressão: fala sério. 
Conteúdos: 
 Gêneros textuais: artigos de opinião, 
poemas, reportagens etc. 
Conhecimentos Prévios: 
 Reconhecer os diferentes usos da 
linguagem nas interações 
comunicativas. 
 Identificar as variações linguísticas 
presentes na sociedade. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Reconhecer semelhanças e diferenças 
entre linguagem oral e escrita. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
questões propostas. 
 
Autobiografia 
 
Mas porém como a leitura 
É a maió diciprina 
E veve na treva iscura 
Quem seu nome não assina, 
Mesmo na lida pesada, 
Para uma escola atrasada 
Tinha uma parte do dia, 
Onde estudei argum mês 
Com um veio camponês 
Que quase nada sabia. 
 
Meu professô era fogo 
Na base do português, 
Catálogo, era catalôgo, 
Mas grande favô me fez. 
O mesmo nunca esqueci, 
Foi com ele que aprendi 
Minhas premêra lição, 
Muito a ele tô devendo, 
Saí escrevendo e lendo 
Mesmo sem pontuação. 
 
Depois só fiz meus estudo, 
Mas não nos livro escola 
Eu gostava de lê tudo, 
Revista, livro e jorná. 
Com mais uns tempo pra frente, 
Mesmo vagarosamente, ; - 
Não errava nenhum nome. 
 
 
 
 
Pág. 5 
Lia no claro da luz 
As pregação de Jesus 
E as injustiça dos home. 
Patativa do Assaré. Seleção de Cláudio Portella. Patativa do 
Assaré. Coleção Melhores Poemas. São Paulo: Global 
Editora, 2006.CANTO 
1. Responda às atividades propostas. 
 
a) O poeta procura reproduzir na escrita a 
maneira como fala. Copie aqui cinco palavras 
do poema que chamaram a sua atenção pela 
forma como foram escritas no texto. 
As palavras podem ser: maió, professô, véio, 
iscura, home. 
 
b) Podemos dizer que a linguagem do poema 
“Autobiografia” representa uma variedade 
não padrão da língua? Por quê? 
Sim, pois como percebemos nas palavras 
retiradas no exercício anterior são típicas de um 
contexto não padrão da língua. 
 
2. Reescreva em seu caderno os versos a 
seguir, substituindo as palavras destacadas 
pela forma como elas podem ser encontradas 
no dicionário. Faça as adaptações necessárias. 
a) É a maió diciprina. 
É a maior disciplina. 
b) E veve na treva iscura. 
E vive na treva escura. 
c) Minhas premêra lição. 
Minhas primeiras lições. 
d) Muito a ele tô devendo. 
Muito a ele estou devendo. 
 
3. Responda às atividades propostas. 
 
a) Para você, o poema “Autobiografia” 
apresenta variação regional? Como é possível 
perceber essa variação? 
Sim, podemos perceber essa variação por meio 
do léxico, da estrutura das frases, da fonética e 
da morfologia. 
 
b) Em sua opinião, pode existir preconceito 
com alguém que fale uma variante não 
padrão? 
Resposta pessoal. Espera-se que os alunos 
respondam que sim. Conduza a discussão de 
forma a mostrar que esse tipo de preconceito, 
assim como muitos outros, não tem razão de 
existir e deve ser eliminado. 
Fonte: Língua Portuguesa, Coleção Brasiliana. 5º ano. Ana 
Paula Dias Torres, IBEP, 2014, p. 16-19, adaptado. 
 
 
 ITEM 6 
D7-Identificar o conflito gerador do enredo 
e os elementos que constroem a narrativa. 
Indicador (habilidades): 
Identificar o desfecho no gênero Fábula. 
Conteúdos: 
 Gêneros da tipologia narrativa, como: 
crônica, conto, lendas, fábulas, causos 
dentre outros. 
 Identificar o desfecho.Conhecimentos Prévios: 
 Conhecer os elementos constitutivos da 
narrativa. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Ler, comparar e associar o gênero em 
estudo, observando forma, conteúdo, 
estilo e função social. 
 
Leia o texto abaixo, e responda às atividades 
propostas. 
A bolsa ou o elefante 
Começou a história com a senhora 
prometendo ao filhinho que levava para ver o 
elefante. Prometido é devido, a senhora foi 
para o Jardim Zoológico da Quinta da Boa Vista 
e parou diante do elefante. O garotinho achou 
o máximo e não reta dúvida que, pelo menos 
dessa vez, o explorado adjetivo estava bem 
empregado. Mas sabem como é criança, nem 
com o máximo se conforma: 
- Mãe, eu quero ver o elefante de cima. 
Taí um troço difícil: ver um elefante de 
cima. Mas se criança é criança, mãe é mãe. A 
senhora levantou o filho nos braços, na 
esperança de que ele se contentasse. Foi 
quando se deu o fato principal da história. A 
bolsa da senhora caiu perto da grade e o 
elefante [...] botou a tromba para fora da jaula, 
apanhou a bolsa e comeu. 
E agora? Tava tudo dentro da bolsa: chave 
do carro, dinheiro, carteira de identidade, 
maquilagem, enfim, essas coisas que as 
senhoras levam na bolsa. A senhora ficou muito 
chateada, principalmente porque não podia 
ficar ali assim... como direi?... ficar esperando 
que o elefante devolvesse por outras vias a 
bolsa que engolira. 
Era uma senhora ponderada, do contrário, 
na sua raiva teria gritado: 
 — Prendam este elefante! 
Pedido, de resto, inútil, porque o elefante 
já estava preso. Mas isso tudo ocorreu numa 
segunda- feira. Dias depois ela telefonou para o 
diretor do Jardim Zoológico, na esperança de 
 
 
 
 
Pág. 6 
que o elefante já tivesse completado o 
chamado ciclo alimentar. 
Não tinha. Pelo menos em relação à bolsa, 
não tinha. O diretor é que estava com a bronca 
armada: 
 — O que é que a senhora tinha na bolsa? 
O elefante está passando mal – disse o diretor. 
E a senhora começou a imaginar uma dor 
de barriga de elefante. É fogo... lá deviam estar 
diversos faxineiros de plantão. 
 — Se o elefante morrer, teremos grande 
prejuízo – garantia o diretor – não só com a 
morte do animal como também com o féretro. 
A Senhora já imaginou quanto está custando 
enterro de elefante? 
A senhora imaginou, porque tinha 
contribuído para o enterramento de uma tia 
velha, dias antes. E a tia até que era 
mirradinha. 
Deu-se então o inverso. Já não era ela que 
reclamava da bolsa, era o diretor que 
reclamava pela temeridade da refeição 
improvisada. Para que ele ficasse mais calmo, a 
dona da bolsa falou: 
 — Olha, na bolsa tinha um tubo de 
“Librium”, que é um tranquilizante. 
Até agora o diretor não sabe (pois ela 
desligou) se a senhora falou no tranquilizante 
para explicar que não era preciso temer pela 
saúde do elefante, ou se para ele tomar 
quando a bolsa reaparecesse. 
Stanislaw Ponte Preta. “A bolsa ou o elefante”. In: Febeapá 
1,2 e 3. Rio de Janeiro: Agir, 2006. P. 120-121. 
 
1. Responda às atividades propostas. 
a) Qual é o fato principal da história? 
O fato de o elefante ter engolido a bolsa da 
mãe do garoto. 
b) Em que lugar o fato acontece? 
No Jardim Zoológico da Quinta da Boa Vista. 
c) Em que dia o fato acontece? 
Em uma segunda-feira. 
 
2. Quais são as personagens envolvidas no 
enredo? 
O garoto, a mãe do garoto, o elefante e o 
diretor do zoológico. 
 
3. Nessa história há um narrador observador 
ou um narrador personagem? Justifique. 
O narrador é observador, pois apenas conta a 
história, sem participar dela. 
Fonte: Projeto Coopera. Língua Portuguesa, 5º ano. Luzia 
Fonseca Marinho. Ed. Saraiva, 2104, o. 26-28, adaptado. 
 
ITEM 7 
D2-Estabelecer relações entre partes de 
um texto, identificando repetições ou 
substituições que contribuem para a 
continuidade de um texto. 
Indicador (habilidades): 
 Identificar a palavra substituída pelo 
pronome “lhe” no texto. 
Conteúdos: 
 Notícia, conto, fábula, crônica, 
reportagem, dentre outros. 
 Pronomes 
Conhecimentos Prévios: 
 Conhecer os mecanismos existentes 
para estabelecimento da coesão, como 
a substituição, retomada e outros. 
 Perceber como os referentes foram 
introduzidos e retomados no texto. 
 Reconhecer os recursos linguísticos 
variados e os recursos coesivos 
referenciais. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Refletir sobre o valor dos pronomes, 
como elementos que substituem o 
nome, empregados nos gêneros em 
estudo. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda à 
atividade proposta. 
 
Escola de Balé investe em artistas masculinos 
e oferece bolsa de estudos 
 
Talentos são desperdiçados por conta 
do preconceito. Cercados de estereótipos, 
homens que dançam balé enfrentam 
obstáculos para se manter na atividade. Às 
vezes, é preciso desafiar a família, amigos e 
toda a sociedade para seguir dançando. 
Enquanto meninas matriculam-se aos montes 
todos os dias, as academias encontram 
dificuldades para conseguir bailarinos. Em 
busca do equilíbrio entre os gêneros, a Escola 
de Balé Lúcia Toller, na 308 Sul, oferece bolsas 
de estudo a rapazes com potencial. O principal 
pré-requisito para ganhar o incentivo é a força 
de vontade. 
Atualmente, 15 homens fazem parte 
do corpo de dança dessa academia. A maioria 
vive fora do Plano Piloto e não teria condições 
de pagar pelo aprendizado. A força e a 
virilidade masculina fazem toda a diferença nos 
espetáculos com o La fille mal gardée, 
apresentado no último fim de semana, no 
Teatro Nacional, com sessões lotadas. Eram 
 
 
 
 
Pág. 7 
apenas 15 rapazes, entre as 500 pessoas no 
palco. “Há uma discriminação muito grande. O 
balé masculino precisa de alguém que invista, 
senão, fazemos só com moças e a apresentação 
fica capenga. É necessária a força do homem”, 
explica Lúcia Toller. 
Disponível em: 
<http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidade
s/2011/12/16/interna_cidadesdf,283042/escola-de-bale-
investe-em-artistas-masculinos-e-oferece-bolsas-de-
estudos.shtml>. Acesso em: 05 jan. 2015. 
 
1. Na frase “Enquanto meninas matriculam-
se aos montes todos os dias, as academias 
encontram dificuldades para conseguir 
bailarinos.”, o pronome “se” se refere a que 
palavra do texto? 
Refere-se a “meninas”. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
atividades propostas. 
 
Lei Seca 
A Lei Seca foi promulgada em 2008 
com objetivo de reduzir os acidentes 
provocados por motoristas embriagados no 
Brasil, endurecendo as punições contra quem 
bebe antes de pegar o volante. Uma mistura de 
equívocos e inconsistências legais, porém, 
acabou fazendo com que a legislação surtisse o 
efeito contrário. A principal mudança foi a 
definição legal do que é embriaguez ao volante 
– e, para comprová-la, passou a ser necessário 
submeter o suspeito a um exame de sangue ou 
de bafômetro. No Brasil, porém, não se pode 
obrigar um suspeito a produzir provas contra si. 
Agora, o futuro da Lei Seca está nas mãos do 
Supremo Tribunal Federal. Uma ação direta de 
inconstitucionalidade questiona o artigo que 
fixa o limite de álcool no sangue e a 
possibilidade de recusa do teste do 
bafômetro.[...] 
Disponível em: 
<http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respo
stas/lei_seca>. Acesso em: 05 nov. 2014. 
 
2. No texto, a frase “A principal mudança foi a 
definição legal do que é embriaguez ao 
volante – e, para comprová-la, passou a ser 
necessário submeter o suspeito a um exame 
de sangue ou de bafômetro.”, a expressão 
destacada refere-se à 
(A) Lei Seca. 
(B) definição legal. 
(C) principal mudança. 
(D) embriaguez ao volante. 
Gabarito: D 
A expressão lá, na frase marca a relação entre 
duas ideias próximas e sinaliza a progressão do 
conteúdo. Para continuar referindo-se à 
embriaguez ao volante– termo mencionado no 
início desta frase - evitando sua repetição e, ao 
mesmo tempo, estabelecendo uma relação 
lógico-discursiva, o autor utiliza o pronome 
oblíquo, que tem, também, a função de 
substituirnomes. Dessa forma, consegue 
estabelecer uma relação de coerência entre as 
partes do texto, além de contribuir para a 
unidade de sentido do mesmo. Sendo a 
alternativa correta, a letra D. 
 
3. Reescreva a frase “No Brasil, porém, não se 
pode obrigar um suspeito a produzir provas 
contra si.”, substituindo o pronome “si” por 
outro pronome equivalente. 
No Brasil, porém, não se pode obrigar um 
suspeito a produzir provas contra ele próprio. 
 
ITEM 8 
D1-Localizar informações explícitas em um 
texto. 
Indicador (habilidades): 
 Localizar informações e dados que estão 
explícitos na superfície de fábulas. 
Conteúdos: 
 Gêneros textuais: fábulas, contos, 
reportagens etc. 
Conhecimentos prévios: 
 Reconhecer informações que estejam na 
superfície do texto. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Ler textos utilizando diferentes estratégias 
de leitura como mecanismo de 
interpretação de textos: 
 Formulação de hipóteses (antecipação 
e inferência); 
 Verificação de hipóteses (seleção e 
checagem). 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
atividades propostas. 
 
Jardim marinho 
Você sabia que existem flores no fundo dos 
oceanos? 
 
Tem gente que acha que no mar não 
existe flor. De fato, em nenhum fundo de 
oceano já se viram rosas ou margaridas como 
as que vemos nos jardins, mas isso não quer 
dizer que algumas plantas marinhas não 
floresçam também! 
As flores do mar pertencem a plantas 
chamadas gramas marinhas – que são 
 
 
 
 
Pág. 8 
conhecidas pelos cientistas como (cuidado para 
não enrolar a língua!) fanerógamas marinhas. 
Seu habitat natural são os ambientes costeiros 
– ou seja, com profundidade de até 40 metros – 
com fundos de areia ou lodo. 
As gramas marinhas recebem este 
nome porque são bem parecidas com a grama 
que vemos em jardins, praças e quintais. Elas 
ficam com as raízes na areia, debaixo d’água, e, 
muitas vezes, nem percebemos que elas 
existem, pois somos distraídos pelas algas 
vermelhas, verdes e marrons que ficam nas 
pedras e chamam muito mais a atenção. As 
gramas marinhas produzem uma flor tão 
pequena que quase não enxergamos! 
Existem, no mundo, 58 espécies de 
gramas marinhas. Muitas delas estão presentes 
no Caribe e no Oceano Pacífico e acredita-se 
que pelo menos cinco espécies possam ser 
encontradas no Brasil. Porém, os especialistas 
acreditam que ainda existem muitos bancos de 
gramas marinhas – também chamados de 
pradarias marinhas – para serem descobertos 
em recifes de corais costeiros ou em águas 
profundas mais afastadas. [...] 
Disponível em:<http://chc.cienciahoje.uol.com.br/jardim-marinho>. 
Acesso em: 04 nov. 2014. 
1. Por que as gramas marinhas recebem esse 
nome? 
Porque elas são bem parecidas com as gramas 
que vemos nos jardins, praças e quintais. 
 
2. Onde é o habitat natural das gramas 
marinhas? 
O habitat natural das gramas marinhas são os 
ambientes costeiros – ou seja, com 
profundidade de até 40 metros – com fundos de 
areia ou lodo. 
 
3. Quantas espécies de grama marinha há no 
mundo e onde elas estão presentes? 
Existem, no mundo, 58 espécies de gramas 
marinhas. Muitas delas estão presentes no 
Caribe e no Oceano Pacífico e acredita-se que 
pelo menos cinco espécies possam ser 
encontradas no Brasil. 
 
 
ITEM 9 
D13-Identificar efeitos de ironia ou humor 
em textos variados. 
Indicador (habilidades): 
 Identificar os efeitos de sentido e humor 
decorrentes do uso dos sentidos literal e 
conotativos das palavras e notações 
gráficas. 
Conteúdos: 
 Gêneros textuais: piadas, charges, cartuns, 
crônicas, histórias em quadrinhos. 
Conhecimentos Prévios: 
 Entender o significado de palavras e 
expressões conforme o contexto em que 
estão inseridas. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Dialogar sobre os efeitos de humor 
presente nas piadas. 
 Ler com diferentes objetivos, 
entretenimento, consulta, busca de 
informação e outros. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda à 
atividade proposta. 
 
Disponível em: <www.jconlineblogs.ne10.uol.com.br>. 
Acesso em: 05 nov. 2014. 
1. O efeito de humor no texto está no fato de o 
(A) passageiro estar embriagado. 
(B) motorista passar no teste do bafômetro. 
(C) motorista conseguir enganar o policial. 
(D) passageiro querer beber com o motorista 
para comemorar. 
Gabarito: D 
Para responder a esse item o aluno deverá 
observar os elementos verbais e não verbais do 
texto. Ao relacionar o texto verbal: “Vamos beber 
pra comemorar!” ao texto não verbal: o motorista 
não embriagado, que acabou de passar em uma 
blitz e fazer o teste do bafômetro, ser convidado 
para beber, o aluno chegará à conclusão de que o 
gabarito é a letra D. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
http://www.jconlineblogs.ne10.uol.com.br/
 
 
 
 
Pág. 9 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
atividades propostas. 
 
O socorro 
 
Ele foi cavando, cavando, cavando, 
pois sua profissão – coveiro – era cavar. Mas, 
de repente, na distração do ofício que amava, 
percebeu que cavara demais. Tentou sair da 
cova e não conseguiu. Levantou o olhar para 
cima e viu que, sozinho, não conseguiria sair. 
Gritou. Ninguém atendeu. Gritou mais forte. 
Ninguém veio. Enrouqueceu de gritar, cansou 
de esbravejar, desistiu com a noite. Sentou-se 
no fundo da cova, desesperado. A noite 
chegou, subiu, fez-se o silêncio das horas 
tardias. Bateu o frio da madrugada e, na noite 
escura, não se ouvia um som humano, embora 
o cemitério estivesse cheio de pipilos e 
coaxares naturais dos matos. Só pouco depois 
da meia-noite é que lá vieram uns passos. 
Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. Os 
passos se aproximaram. Uma cabeça ébria 
apareceu lá em cima, perguntou o que havia: 
“O que é que há?”. 
O coveiro então gritou desesperado: 
“Tire-me daqui, por favor. Estou com um frio 
terrível!”. “Mas, coitado!” condoeu-se o 
bêbado – “Tem toda razão de estar com frio. 
Alguém tirou a terra de cima de você, meu 
pobre mortinho!” E pegando a pá, encheu-a de 
terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente. 
Moral: Nos momentos graves é preciso verificar 
muito bem a quem se apela. 
FERNANDES, Millôr. 
Disponível em: 
<http://citador.weblog.com.pt/arquivo/109176.html>. 
Acesso em: 11 jan. 2016. 
 
2. Você achou esse texto engraçado? Por 
quê? 
Resposta pessoal. Espera-se que o aluno 
perceba o humor ao final do texto, e na moral 
da história. 
 
3. O que faz esse texto ficar engraçado? 
O fato de o bêbado ter imaginado que o coveiro 
era um morto e jogar terra para cobri-lo. 
 
ITEM 10 
D14-Identificar o efeito de sentido 
decorrente do uso da pontuação e de 
outras notações. 
Indicador (habilidades): 
 Identificar o efeito de sentido decorrente 
do uso da exclamação em uma piada. 
Conteúdos: 
 Gêneros textuais: conto, crônicas, 
poemas, piada etc. 
Conhecimentos Prévios: 
 Reconhecer o uso gramatical dos sinais de 
pontuação e o efeito de sentido que 
podem provocar dependendo do 
contexto em que estão inseridos. 
Expectativa de aprendizagem: 
 Reconhecer o uso gramatical dos sinais de 
pontuação e o efeito de sentido que 
podem provocar dependendo do contexto 
em que estão inseridos. 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda às 
atividades propostas. 
 
Ziraldo. Curta o Menino Maluquinho... em histórias 
rapidinhas! São Paulo: Globo, 2006, p. 35. 
 
1) Ao ler a tirinha, podemos observar o uso 
das reticências em vários quadrinhos, o que 
isso pode indicar? 
O uso das reticências no início e no final das 
frases indica a continuação das ações dos 
personagens. 
 
2) No penúltimo quadrinho, a frase “Tá 
achando tudo muito normal, né?” utiliza o 
ponto de interrogação não para fazer uma 
pergunta, então qual seria a intenção de usar 
a interrogação? 
Nessa frase, o ponto de interrogação não está 
sendo usado para perguntar algo, mas, sim, 
como um efeito de sentido provocado pela 
ironia em mostrar ao interlocutor que tantas 
atividades em um só dia não é nada normal. 
 
 
 
 
Pág. 10 
 
Leia o texto abaixo e, a seguir, responda à 
atividade proposta.Elefantinho colorido 
 
Participantes: No mínimo 3 crianças. 
 
Local adequado: Ambiente amplo, como 
quadra ou pátio. 
Regras do jogo: Uma criança é escolhida para 
comandar. Ela fica à frente das demais e diz: 
“Elefantinho colorido!”. Todos os jogadores 
respondem: “Que cor?”. O comandante escolhe 
uma cor bem diferente, que não esteja num 
local de fácil acesso. Em seguida, todos os 
jogadores saem correndo para tocar em algo 
que tenha aquela cor. Vale se a cor pedida 
estiver na roupa de um dos participantes. Se o 
participante, que é o comandante, encostar em 
outro participante antes que ele chegue à cor, 
esse jogador é capturado. O primeiro 
capturado vira o próximo comandante. Vence a 
brincadeira quem ficar por último. 
Disponível em: 
<http://www.qdivertido.com.br/verbrincadeira.php?codigo=53>. 
Acesso em: 20 mar. 2014. (Adaptado). 
 
3. No trecho “Uma criança é escolhida para 
comandar. Ela fica à frente das demais e diz: 
“Elefantinho colorido!”, para que serve o 
ponto de exclamação nesta frase? 
O ponto de exclamação aqui serve para 
estabelecer um tom de entusiasmo à fala do 
comandante do jogo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pág. 11 
CIÊNCIAS DA NATUREZA 
5º ANO – ENSINO FUNDAMENTAL 
MATERIAL PEDAGÓGICO COMPLEMENTAR 
 
Atividades que podem colaborar para o 
desenvolvimento das habilidades 
avaliadas nos itens 
 
ITEM 0 1 
D17-Identificar os astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): 
 Este descritor avalia se os estudantes 
diferenciam os astros do sistema solar 
(satélites, estrelas, planetas) 
Conteúdos: 
 Sistema Solar: Estrela, planetas e 
satélites. 
Conhecimentos Prévios: 
 Sistema Solar e os corpos celestes. 
 Estrela, planetas e satélites. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Reconhecer os movimentos da Terra: 
alternância do dia e da noite e o ano 
terrestre. 
 
ITEM 01 
Em 31 de dezembro, comemoramos o final de 
mais um ano. Este é o tempo que a Terra 
demora em completar uma volta em torno do 
Sol, como mostra a figura a seguir. 
 
Disponível em: 
<http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/movime
nto-translacao.htm>. Acesso em: 05 dez. 2015. 
 
O movimento que a Terra realiza ao redor do 
Sol chama-se 
(A) rotação. 
(B) ciclo do Sol. 
(C) eclipse. 
(D) translação. 
Gabarito: D 
Comentário: Translação é um dos movimentos 
que a Terra realiza. Ocorre quando o nosso 
planeta executa um deslocamento em torno do 
Sol de forma elíptica. De acordo com os cálculos 
elaborados por pesquisadores da área de 
astronomia, o tempo para concluir o 
movimento de translação é de 365 dias e 6 
horas, que equivale há um ano. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. A Terra pertence ao conjunto de planetas 
chamado 
(A) Universo 
(B) Sistema solar 
(C) Via Láctea 
(D) Planetário 
Gabarito: B 
Comentário: O sistema solar é o conjunto de 
planetas ao qual a Terra pertence. 
 
2. Como chama o movimento que a Terra faz 
em torno de seu próprio eixo? 
(A) Giro 
(B) Sazonal 
(C) Rotação 
(D) Translação 
Gabarito: C 
Comentário: No movimento de rotação a Terra 
faz uma volta completa em torno de seu 
próprio eixo. 
 
3. Como se chama o movimento que a Terra 
faz em torno do sol? 
(A) Giro 
(B) Rotação 
(C) Translação 
(D) Precessão. 
Gabarito: C 
Comentário: Translação é o movimento que a 
Terra faz em torno do Sol que dá origem ao 
ano. 
 
ITEM 02 
D17-Identificar os astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se os estudantes diferenciam os 
astros do sistema solar (satélites, estrelas, 
planetas) 
Conteúdos: 
 Sistema Solar: Estrela, planetas e 
satélites. 
Conhecimentos Prévios: 
 Sistema Solar e os corpos celestes. 
 Estrela, planetas e satélites. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 
 
 
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/movimento-translacao.htm
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/movimento-translacao.htm
 
 
 
 
Pág. 12 
Observe a imagem. 
 
Disponível em: 
<http://undhorizontenews2.blogspot.com.br/2015/03/siste
ma-solar-e-suas-reservas-aquiferas.html >. Acesso em: 30 
nov. 2015. 
 
O sistema solar é formado pelo conjunto de 
diversos astros como 
(A) estrelas que não possuem luz própria e 
são iluminadas pelo Sol. 
(B) planetas que têm luz própria e o Sol que 
gira em torno deles. 
(C) planetas que não possuem luz própria e 
giram ao redor do Sol. 
(D) satélites que possuem luz própria e giram 
ao redor do Sol. 
Gabarito: C 
Comentário: O sistema solar é formado pelo 
conjunto de diversos astros, como os planetas 
(não possuem luz própria) e giram ao redor do 
Sol que é uma estrela (possui luz própria). 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. Relacione as colunas. 
(A) Lua 
(B) Órbita 
(C) Sol 
(D) Telescópio 
( ) estrela do sistema solar. 
( )caminho que um planeta percorre em torno 
do Sol. 
( ) satélite natural da Terra. 
( )instrumento utilizado para observar os 
astros. 
Gabarito: C, B, A e D 
Comentário: O homem sempre ficou encantado 
com os corpos celestes que formam o sistema 
solar. Estudar sobre o sistema solar foi possível 
graças à invenção do telescópio, desta forma 
foi possível identificar o Sol, que é uma estrela e 
a Lua que é um satélite natural da Terra, 
também as orbitas, ou seja, o caminho dos 
planetas em torno do Sol. 
 
 
 
2. Analise as afirmações abaixo e coloque (V) 
para as verdadeiras ou (F) para as falsas: 
(A) ( ) Astros são corpos celestes que podem 
ter luz própria ou não. 
(B) ( ) Os planetas são astros que não possuem 
luz própria e giram ao redor de uma 
estrela. 
(C) ( ) O sistema solar não apresenta uma 
 estrela. 
(D) ( ) As estrelas são astros que giram ao redor 
dos planetas. 
(E) ( ) A Terra é um astro do sistema solar. 
Gabarito: V, V, F, F e V 
Comentário: O sistema solar é formado por 
uma estrela, astro com luz própria, o Sol, e por 
planetas que giram ao redor do Sol e não 
apresentam luz própria. 
 
3. A Lua é o segundo corpo celeste mais 
brilhante no céu. Entretanto, não possui luz 
própria. Seu brilho vem dos raios emitidos 
(A) pela Terra. 
(B) pelo Sol. 
(C) por Marte. 
(D) por Saturno. 
Gabarito: B 
Comentário: o primeiro corpo celeste mais 
luminoso do sistema solar é o Sol, por possuir 
luz própria é uma estrela e emite raios solares 
iluminando e aquecendo os planetas e a Lua 
reflete sua luminosidade para a Terra. Desta 
forma é possível perceber as fases da Lua 
(minguante, nova, crescente e cheia). 
 
ITEM 03 
D5-Reconhecer relações de dependência 
dos seres vivos entre si e com o ambiente. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se os estudantes reconhecem a 
relação de dependência dos seres vivos 
com o ambiente, neste caso da atmosfera. 
Conteúdos: 
 Atmosfera. 
 Camada de ozônio. 
Conhecimentos Prévios: 
 Composição da atmosfera. 
 Importância da atmosfera para a vida 
no planeta. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Reconhecer a importância da camada 
de ozônio para o ambiente 
 
 
 
 
http://undhorizontenews2.blogspot.com.br/2015/03/sistema-solar-e-suas-reservas-aquiferas.html
http://undhorizontenews2.blogspot.com.br/2015/03/sistema-solar-e-suas-reservas-aquiferas.html
 
 
 
 
Pág. 13 
Observe a imagem. 
 
Disponível em: 
<http://s1.static.brasilescola.uol.com.br/galeria/imagens/d
22fc070c6fae7720bcO95860d90a1d9.jpg >. Acesso em: 01 
dez. 2015. 
 
Os seres vivos dependem da atmosfera 
terrestre para a sua sobrevivência. Essa 
camada de ar que envolve o planeta Terra é 
composta por uma mistura de alguns gases 
como nitrogênio, oxigênio, gás carbônico, 
vapores, microrganismos e outras partículas. 
A camada de ozônio é importante porque 
(A) fornece energia aos animais por meio da 
luz e calor do Sol. 
(B) garante a alimentação das plantas que 
absorvem energia do Sol. 
(C) impede que os raios solaresiluminem a 
superfície terrestre. 
(D) protege os seres vivos dos raios 
ultravioleta emitidos pelo Sol. 
Gabarito: D 
Comentário: A camada de ozônio é uma área 
da estratosfera que possui uma elevada 
concentração do gás ozônio (O3). Essa camada 
funciona como uma espécie de "escudo 
protetor" para o planeta Terra, pois protege 
dos raios ultravioletas do Sol que causam 
prejuízos aos seres vivos. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. O planeta Terra é envolvido pela atmosfera 
que é 
(A) a parte sólida da superfície da Terra. 
(B) a camada gasosa que envolve a Terra. 
(C) o total de água da superfície terrestre. 
(D) a camada sólida que envolve a Terra. 
Gabarito: B 
Comentário: A atmosfera é a camada formada 
pelos gases que envolvem o planeta Terra. 
 
2. Na atmosfera encontram-se diversos gases 
importantes para a vida no planeta. Ela 
também contribui para manter o calor 
terrestre e protege contra o excesso dos raios 
solares. 
Responda sobre os gases: 
a) Qual gás componente da atmosfera é 
indispensável para os seres vivos? 
Gás oxigênio. 
 
b) Qual é o gás que está em maior quantidade 
na atmosfera? 
Gás nitrogênio. 
 
 3. Escreva como é formada a camada de 
ozônio na atmosfera? 
A camada que é formada pela concentração do 
gás ozônio. Esse gás presente na atmosfera, 
pode nos proteger parcialmente dos raios 
ultravioleta emitidos pelo Sol que provocam 
queimaduras na pele, alteração da cor da pele e 
pode causar futuramente um câncer de pele. 
 
ITEM 04 
D8-Reconhecer as transformações físicas 
da água. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante consegue reconhecer 
que a água da hidrosfera pode ser 
encontrada em diferentes estados físicos e 
as transformações de estado. 
Conteúdos: 
 Camadas da Terra: hidrosfera. 
 Estados físicos e transformações de 
estado da água da hidrosfera. 
Conhecimentos Prévios: 
 Planeta Terra. 
 Estado físico da água. 
 Transformações de estados físicos da 
água. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Identificar a estrutura da Terra e suas 
camadas básicas (hidrosfera, 
atmosfera, litosfera). 
 
A hidrosfera é a camada composta pelas águas 
de nosso planeta. A água de rios, lagos, 
represas evapora e vai para a atmosfera 
quando passa por uma transformação física. 
Nesse caso, ela muda do estado líquido para o 
estado 
(A) gasoso. 
(B) líquido. 
(C) sólido. 
(D) plasma. 
Gabarito: A 
Comentário: A hidrosfera é a camada formada 
pela água do planeta Terra. Ela é encontrada 
sempre em um dos estados físicos: líquido, 
sólido ou gasoso. A água que está no estado 
líquido (rios, lagos, represas) sofre 
 
 
 
 
Pág. 14 
transformações físicas e passa para o estado 
gasoso. Assim, vai para a atmosfera. 
 
Atividades relacionadas ao item 
 
1. Toda água encontrada em rios, lagos, 
oceanos, mares forma a camada da 
(A) atmosfera. 
(B) hidrosfera. 
(C) litosfera. 
(D) biosfera. 
Gabarito: B 
Comentário: A hidrosfera é a camada formada 
pelo conjunto de águas que recobre maior parte 
da crosta terrestre. 
 
2. A água pode ser encontrada em diferentes 
estados físicos. 
Escreva onde podemos encontrar água na 
natureza, nos estados: 
a) Líquido: 
Lagos, rios, mares, córregos. 
b) Sólido: 
Neve, geleiras, icebergs. 
c) Gasoso: 
Na atmosfera depois que a água evapora. 
 
3. Quando a água do rio é recolhida para ser 
utilizada em nossas casas ela está no estado 
líquido. Ao colocamos a água para ferver, se 
deixamos por muito tempo ela diminui sua 
quantidade. Sobre esse fato, responda: 
a) O que aconteceu com a água colocada na 
panela? 
Sugestão de resposta: A água colocada na 
panela, ao ferver diminuiu de quantidade, pois, 
ela passa do estado líquido para o estado 
gasoso. 
 
b) Qual a mudança de estado físico que 
aconteceu? 
Sugestão de resposta: Ao passar do estado 
líquido para o estado gasoso acontece a 
evaporação. 
 
ITEM 05 
D17 - Identificar os astros do sistema 
solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante identifica os 
diferentes astros do sistema solar. 
Conteúdos: 
 Sistema solar. 
 Importância do Sol para a vida. 
Conhecimentos Prévios: 
 Formação do sistema solar. 
 Diferentes astros do sistema solar. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 Identificar a caracterização do sistema 
solar e seus planetas. 
 Reconhecer a imensa quantidade de 
corpos celestes, percebendo que a 
paisagem celeste não é fixa. 
 
O Sol é importante para a manutenção da 
vida, pois produz luz e calor. Esse astro do 
sistema solar é 
(A) um cometa. 
(B) uma estrela. 
(C) um planeta. 
(D) um satélite. 
Gabarito B 
Comentário: O Sol é uma estrela. Ele fornece a 
luz e o calor necessário para garantir a vida no 
planeta Terra. Todos os outros astros do 
sistema solar orbitam ao redor dele. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. O imenso conjunto de astros forma o 
(A) universo. 
(B) satélite. 
(C) planeta 
(D) bioma. 
Gabarito: A 
Comentário: O universo é formado pelo imenso 
conjunto de astros (planetas, estrelas, satélites, 
cometas). 
 
2. Qual a diferença entre planetas e estrelas? 
Sugestão de resposta: Estrela é um astro que 
possui luz e calor, composto basicamente por 
gases e planetas, por sua vez, não possuem luz 
e calor, por isso, dependem da luz e do calor 
das estrelas. 
 
3. Observe a imagem do sistema solar. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pág. 15 
 
Qual é o planeta caracterizado a seguir. 
A) Planeta também chamado de planeta 
vermelho. 
B) Maior planeta do sistema solar. 
C) Planeta mais próximo do Sol. 
D) Último planeta em ordem de afastamento 
do Sol. 
E) Planeta que tem condições para manter a 
vida, comprovadamente. 
 Sugestão de Resposta: 
A) Marte. 
B) Júpiter. 
C) Mercúrio. 
D) Netuno. 
E) Terra. 
 
ITEM 06 
D17- Identificar os astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante identifica os 
diferentes astros do sistema solar. 
Conteúdos: 
 Sistema solar. 
 Importância do Sol para a vida. 
Conhecimentos Prévios: 
 Formação do sistema solar. 
 Diferentes astros do sistema solar. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 Identificar a caracterização do sistema 
solar e seus planetas. 
 Reconhecer a imensa quantidade de 
corpos celestes, percebendo que a 
paisagem celeste não é fixa. 
 
O conjunto de planetas, asteroides, cometas e 
outros corpos celestes que giram em torno do 
Sol formam o 
(A) sistema universal. 
(B) sistema solar. 
(C) universo. 
(D) planetário. 
Gabarito: B 
Comentário: O sistema solar é formado pelo 
conjunto de planetas, asteroides, cometas e 
outros corpos celestes que giram em torno do 
Sol. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. Quais são os nomes dos planetas do nosso 
sistema solar? 
(A) Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, 
Saturno, Urano e Sol. 
(B) Terra, Lua, Urano, Netuno, Plutão, Marte, 
Júpiter e Saturno. 
(C) Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, 
Saturno, Urano e Netuno. 
(D) Sol, Terra, Lua, Marte, Júpiter, Saturno, 
Vênus e Plutão. 
Gabarito: C 
Sugestão de resposta: Os nomes dos planetas 
do sistema solar são: Mercúrio, Vênus, Terra, 
Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. 
 
2. O que significa um planeta realizar uma 
órbita? 
(A) Desenvolver o movimento em torno de 
seu eixo. 
(B) É o caminho que o planeta faz em torno 
do sol. 
(C) É o tempo gasto para dar uma volta em 
torno do sol. 
(D) É o tempo gasto para dar uma volta em 
torno de si mesmo. 
Gabarito: B 
Sugestão de resposta: Órbita é o caminho ou a 
trajetória que um planeta faz, descreve em 
torno do Sol. 
 
3. Os planetas do sistema solar orbitam em 
torno 
(A) da Lua. 
(B) da Terra. 
(C) da Estrela d’alva. 
(D) do Sol. 
Gabarito: D 
Comentário: Os planetas do sistema solar 
realizam um trajeto, uma volta completa em 
torno do Sol. Essa trajetória se chama órbita e 
dura um período de 365 dias e 6 horas. 
 
 
 
ITEM 07 
D17-Identificaros astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante identifica os 
diferentes astros do sistema solar. 
Conteúdos: 
 Sistema solar. 
 Importância do Sol para a vida. 
Conhecimentos Prévios: 
 Formação do sistema solar. 
 Diferentes astros do sistema solar. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 
 
 
 
Pág. 16 
 Identificar a caracterização do sistema 
solar e seus planetas. 
 Reconhecer a imensa quantidade de 
corpos celestes, percebendo que a 
paisagem celeste não é fixa. 
 
Veja a imagem. 
 
 
Superlua vista de Belo Horizonte, em Minas Gerais 
Disponível em: 
<http://noticias.terra.com.br/ciencia/espaco/vc-reporter-
superlua-clareia-o-ceu-do-brasil-veja-
fotos,e6dc1b41e9037410 
VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html>. Acesso em: 15 dez. 
2015. 
A Superlua ocorre quando a lua atinge seu 
ponto mais próximo da Terra, parecendo 
especialmente grande e brilhante. A superlua, 
ao refletir a luz do Sol, clareou o céu no 
domingo, dia 24 de setembro de 2015. A Lua 
não tem luz própria, pois ela é um 
(A) asteroide. 
(B) cometa. 
(C) planeta. 
(D) satélite. 
Gabarito: D 
Comentário: A Lua é um astro do sistema solar. 
Ela é o satélite natural da Terra. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. Alguns astros do sistema solar possuem luz 
própria e outros não. Identifique: 
a) Astros que possuem luz própria: 
Sugestão de resposta: 
Estrelas possuem luz própria e iluminam os 
planetas, satélites, entre outros astros do 
Sistema Solar. 
b) Astros que não possuem própria: 
Sugestão de resposta: 
Os Planetas, os satélites não têm luz própria e 
giram ao redor do Sol do qual recebem luz e 
calor. 
 
2. Complete as frases: 
a) Planeta popularmente conhecido como 
estrela d’alva. 
________________________ 
b) Planeta mais próximo do Sol. __________ 
c) Planeta que tem condições favoráveis para a 
existência de vida.____________________ 
d) Maior planeta do sistema solar. ________ 
e) Conhecido por planeta vermelho devido sua 
cor. ______________________________ 
F) Planeta famoso por seus incríveis anéis. 
______________________________ 
A) Vênus 
B) Mercúrio 
C) Terra 
D) Júpiter 
E) Marte 
F) Saturno 
 
3. Astro que possui luz e calor próprios e 
apresentam um deslocamento quase 
imperceptível quando observados da Terra. 
Esta afirmação refere-se a 
(A) planeta. 
(B) satélite. 
(C) cometa. 
(D) estrela. 
Gabarito: D 
Comentário: Os únicos astros com luz e calor 
próprios e cujo deslocamento é quase 
imperceptível se observados da Terra são as 
estrelas. 
 
ITEM 08 
D17-Identificar os astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante identifica os 
diferentes astros do sistema solar. 
Conteúdos: 
 Sistema solar. 
 Importância do Sol para a vida. 
Conhecimentos Prévios: 
 Formação do sistema solar. 
Diferentes astros do sistema solar. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 Identificar a caracterização do 
sistema solar e seus planetas. 
 Reconhecer a imensa quantidade 
de corpos celestes, percebendo que a 
paisagem celeste não é fixa. 
 
A composição dos planetas do sistema solar 
pode variar entre rochosos e gasosos. São 
exemplos de planetas rochosos: 
(A) Terra, Vênus, Urano e Netuno. 
(B) Marte, Terra, Saturno e Mercúrio. 
(C) Vênus, Marte, Plutão e Urano. 
(D) Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. 
 
 
 
 
Pág. 17 
Gabarito: D 
Comentário: Os planetas rochosos, também 
chamados de planetas telúricos, são aqueles 
formados essencialmente por rochas, 
apresentando, portanto, formas de relevo 
muito bem definidas. Não por acaso, eles são os 
quatro planetas mais próximos do Sol, o que 
lhes garante uma temperatura suficiente para 
manter a maior parte dos gases e compostos 
químicos na forma gasosa. Os quatro planetas 
rochosos do sistema solar são: Mercúrio, Vênus, 
Terra e Marte. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. Observe a imagem. 
 
A alternância entre os dias e as noites ocorre 
devido ao movimento que a Terra fez em 
torno de seu próprio eixo. Qual o nome desse 
movimento? 
Rotação é o movimento que a Terra faz em 
torno de seu próprio eixo. 
 
2. Observe a imagem. 
 
Disponível em: 
<http://geografandonocentral.blogspot.com.br/>. Acesso 
em: 18 jan. 2016. 
 
Hemisfério é cada uma das duas metades em 
que a Terra é imaginariamente dividida pela 
linha do Equador. Explique por que a 
incidência de luz solar é diferente nos 
hemisférios norte e sul. 
Comentário: A incidência de luz solar é 
diferente nos hemisférios norte e sul devido à 
inclinação do eixo de rotação da Terra e ao 
movimento de translação. 
 
 
 
 
3. Observe, leia e responda. 
 
 
A Lua é o satélite natural da Terra. Porém, 
existem satélites artificiais, ou seja, 
instrumentos que funcionam como 
observatórios astronômicos. 
Eles são criados para ajudar a humanidade em 
ações como: previsão do tempo, comunicações 
telefônicas, enviar imagens televisionadas, 
auxiliar à navegação aérea e marítima. Após 
serem lançados ao espaço, onde os satélites 
são encontrados? 
Sugestão de resposta: Os satélites naturais, tal 
como a Lua, giram muito acima da atmosfera 
terrestre. Após o lançamento dos satélites ao 
espaço eles também vão girar na atmosfera. 
Para colocar um satélite em órbita é necessário 
vencer dois grandes obstáculos: a gravidade 
terrestre, que nunca deixa de exercer sua 
influência e a resistência oposta pela 
atmosfera, através da qual o satélite deve 
passar para alcançar sua órbita. 
 
ITEM 09 
D17-Identificar os astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante identifica os 
diferentes astros do sistema solar. 
Conteúdos: 
 Sistema solar. 
 Importância do Sol para a vida. 
Conhecimentos Prévios: 
 Formação do sistema solar. 
 Diferentes astros do sistema solar. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 Identificar a caracterização do sistema 
solar e seus planetas. 
 Reconhecer a imensa quantidade de 
corpos celestes, percebendo que a 
paisagem celeste não é fixa. 
 
 
 
 
 
 
 
Pág. 18 
 
Leia o texto a seguir. 
 
“É o astro, num sistema, de maior dimensão, é 
rochoso, muito denso e de forma esférica. 
Tem na sua constituição grande quantidade de 
Hélio e Hidrogênio, sendo estes elementos 
químicos os responsáveis pela luminosidade”. 
Com relação ao astro do sistema solar 
descrito, se refere a 
(A) planeta. 
(B) estrela. 
(C) cometa. 
(D) asteroide. 
Gabarito: B 
Comentário: Uma estrela como o Sol é uma 
enorme esfera de gás incandescente composta 
essencialmente de hidrogênio e hélio, com um 
diâmetro de 1,4 milhões de quilômetros. Para 
igualar seu diâmetro, seria necessário colocar 
109 planetas, como a Terra, um ao lado do 
outro. No centro da estrela, encontra-se o 
núcleo, cuja temperatura alcança 15 milhões de 
graus centígrados. 
 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. Em uma tarefa da escola, Rafael precisa 
escrever um exemplo de satélite do sistema 
solar. 
Para fazer sua tarefa de forma correta, ele 
deve escrever o nome do seguinte satélite: 
(A) Sol. 
(B) Lua. 
(C) Terra. 
(D) Estrela Dalva. 
Gabarito: B 
Sugestão de resposta: A Lua é o único satélite 
natural que orbita a Terra. 
 
2. O Sol é a estrela mais próxima da Terra. 
Qual a importância desse astro para o 
planeta? 
Sugestão de resposta: O Sol é importante para 
manter a vida no planeta Terra, pois fornece a 
luz e o calor necessários para garantir as 
condições de vida. 
 
3. Assinale um ( X ) para as alternativas 
corretas: 
A ( ) Rotação é o movimento que a Terra 
faz em torno do Sol; 
B ( ) O planeta Terra leva 24 horas para 
girar em torno do seu próprio eixo; 
 C ( ) Para girar em torno do Sol a Terra 
leva 365 dias e 6 horas. 
 D ( ) O movimento que a Terra faz em 
torno do Sol chama-se Translação. 
Sugestão de resposta: 
A ( ) Rotação é o movimentoque a Terra 
faz em torno do Sol; 
B (X) O planeta Terra leva 24 horas para 
girar em torno do seu próprio eixo; 
C (X) Para girar em torno do Sol a Terra 
leva 365 dias e 6 horas. 
D (X) O movimento que a Terra faz em 
torno do Sol chama-se Translação. 
 
ITEM 10 
D17-Identificar os astros do sistema solar. 
Indicador (habilidades): Este descritor 
avalia se o estudante identifica os 
diferentes astros do sistema solar. 
Conteúdos: 
 Sistema solar. 
 Importância do Sol para a vida. 
Conhecimentos Prévios: 
 Formação do sistema solar. 
 Diferentes astros do sistema solar. 
Expectativas de aprendizagem: 
 Diferenciar estrelas, planetas e 
satélites. 
 Identificar a caracterização do sistema 
solar e seus planetas. 
 Reconhecer a imensa quantidade de 
corpos celestes, percebendo que a 
paisagem celeste não é fixa. 
 
Cientistas comprovaram que quando 
avistamos a Estrela Dalva estamos, na 
realidade, vendo Vênus, o segundo astro mais 
brilhante do céu noturno. Portanto, esse astro 
é 
(A) um planeta. 
(B) uma estrela. 
(C) um asteroide. 
(D) um satélite natural. 
Gabarito: A 
Comentário: O intenso brilho do planeta Vênus 
se deve à reflexão da luz solar pelas nuvens de 
sua densa atmosfera. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pág. 19 
Atividades relacionadas ao item. 
 
1. Observe. 
 
Disponível em: 
<http://brasilescola.uol.com.br/geografia/sistema-
solar.htm>. Acesso em: 06 jan. 2016. 
 
Nesta figura do sistema solar estão 
representados 
(A) cometas e estrelas. 
(B) planetas e estrelas. 
(C) planetas e satélites. 
(D) planetas e cometas. 
Gabarito: B 
Sugestão de resposta: Na figura estão 
representados os oito planetas do sistema 
solar, o sol e outras diversas estrelas. 
 
2. Considerando as afirmativas sobre o Sistema 
Solar, assinale (V) para as verdadeiras e (F) para 
as falsas. 
A ( ) Todos os planetas do sistema solar 
realizam o movimento de translação. 
B ( ) Plutão, em 2006, foi rebaixado para a 
categoria de “Planeta Anão” por ser 
muito pequeno. 
C ( ) A lua terrestre é o único satélite natural 
do sistema solar. 
D ( ) O maior planeta do sistema solar é 
Júpiter. 
E ( ) O sistema solar é composto por oito 
planetas, quatro deles rochosos e 
quatro gasosos. 
Gabarito: V, V, F, V, V. 
Comentário: A Lua que comumente vemos no 
céu, é o satélite natural da Terra. Ela não é o 
único satélite do sistema solar, pois outros 
planetas também tem lua. 
Um satélite natural, também chamado de lua 
ou planeta secundário é um astro que gira em 
torno de um planeta principal. Ele não orbita 
em torno de uma estrela. Até hoje são 
conhecidas: uma lua na Terra, duas em Marte, 
63 em Júpiter, 49 em Saturno, 27 em Urano e 
13 em Netuno. 
 
3. A Terra e a Lua estão sempre em movimento 
no espaço. 
Qual o tempo de duração dos seguintes 
movimentos? 
(A) Tempo médio que a Lua leva para dar uma 
volta completa ao redor da Terra: 
_________ 
(B) Tempo que a Terra leva para dar uma volta 
em torno de si mesma: ____________ 
(C) Tempo que a Terra leva para dar uma volta 
completa ao redor do Sol: __________ 
(D) Tempo entre uma fase e outra da Lua: 
________ 
Resposta: 
A) 28 dias 
B) 24 horas 
C) 365 dias + 6horas 
D) 7 dias 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
http://brasilescola.uol.com.br/geografia/sistema-solar.htm
http://brasilescola.uol.com.br/geografia/sistema-solar.htm
 
 
 
 
Pág. 20 
MATEMÁTICA 
5º ANO – ENSINO FUNDAMENTAL 
MATERIAL PEDAGÓGICO COMPLEMENTAR 
 
Atividades que podem colaborar para o 
desenvolvimento das habilidades 
avaliadas nos itens 
 
ITEM 01 
A figura, a seguir, é um recorte do mapa do 
Brasil. 
 
A localização de Goiânia é: 
(A) 1A 
(B) 1B 
(C) 1C 
(D) 2B 
Gabarito: D, 
Comentário: Observando a figura, verifica-se 
que Goiânia está no centro representado por 
2B. 
Descritor 1 – Identificar a localização 
/movimentação de objeto em mapas, croquis 
e outras representações gráficas. 
Os itens relativos a este descritor avaliam a 
habilidade de o estudante localizar e identificar 
em representações planas do espaço, o que 
requer a capacidade de interpretar e 
representar a posição ou movimentação de 
uma pessoa ou objeto no espaço, sob diferentes 
referenciais. 
 
1. Observe o diagrama a seguir com a 
representação de alguns animais. 
 
Assinale a alternativa que mostra a localização 
do elefante. 
(A) 2B 
(B) 4C 
(C) 3E. 
(D) 6E. 
Gabarito: D 
 Solução: 
 
 
2. Observe o parque de diversões representado 
abaixo. 
 
 Disponível em: <http://www.professoracarol.org>. 
Acesso em: 04 jan. 2016. (Adaptado) 
 
O carrossel de balões está localizado em: 
(A) 4M 
(B) 4N 
(C) 2P 
(D) 2R 
Gabarito: B 
 Solução: 
 
 
 
 
http://www.professoracarol.org/
 
 
 
 
Pág. 21 
3. Observe o desenho a seguir: 
 
 
Observando o desenho, a quadra que esta 
localizada à direita do parque e abaixo da 
quadra que está no canto superior direito é a 
quadra 
(A) 1. 
(B) 2. 
(C) 3. 
(D) 4. 
Gabarito: D 
Comentário: Olhando o desenho de frente 
nota-se que a quadra que está localizada à 
direita do parque e abaixo da quadra que está 
no canto superior direito é a quadra 4. 
 
ITEM 02 
Observe a planificação a seguir: 
 
Esta planificação se refere a um (a) 
(A) cilindro. 
(B) cubo. 
(C) quadrado. 
(D) pirâmide. 
Gabarito: B 
Solução: A figura espacial que é formada por 
exatamente 6 faces quadradas é o cubo. 
Descritor 2 – Identificar propriedades comuns 
e diferenças entre poliedros e corpos 
redondos, relacionando figuras 
tridimensionais com suas planificações. 
Os itens relativos a este descritor dizem respeito 
à capacidade de o estudante distinguir, por 
meio de suas características, um sólido 
composto de faces, arestas e vértices 
(poliedros) de corpos redondos (cilindro, cone e 
esfera). É através da visualização dos objetos 
que os representam que essa distinção é feita, 
baseando-se no reconhecimento de cada 
componente (faces, arestas, vértices e ângulos), 
tanto do poliedro quanto dos corpos redondos, 
considerando-se, também, a forma planificada 
dos respectivos sólidos. 
 
1. Desenhe uma planificação para o cilindro a 
seguir: 
 
Solução: 
 
 
2. Desenhe uma planificação para o prisma a 
seguir: 
 
Solução: 
 
3. Desenhe uma planificação para a pirâmide a 
seguir: 
 
 
 
 
 
 
Pág. 22 
Solução: 
 
 
 
ITEM 03 
Observe as figuras a seguir: 
 
 
Sobre a figura 1 efetuou-se um giro de 45°, 
obtendo a figura 2. 
Em relação aos ângulos e lados, pode-se dizer 
que 
(A) dois ângulos da figura 2 ficaram maiores. 
(B) a figura 2 ficou maior que a figura 1. 
(C) não houve mudança nas figuras. 
(D) os lados da figura 2 ficaram maiores. 
Gabarito: C 
Comentário A transformação sofrida pela figura 1 
foi uma rotação efetuada sobre seu eixo central 
não alterando suas medidas. 
Descritor 3 – Identificar propriedades comuns e 
diferenças entre figuras bidimensionais pelo 
número de lados, pelos tipos de ângulos. 
Os itens relativos a este descritor buscam aferir se 
o estudante é capaz de reconhecer um polígono 
(figura fechada formada pela união de segmentos 
de reta), classificá-lo pela quantidade de lados, 
que é igual à quantidade de ângulos, e também 
observar que os polígonos podem ser regulares 
(têm os lados e os ângulos congruentes), ou não 
regulares (não têm lados ou ângulos 
congruentes). Quanto aos triângulos, devem ser 
classificados conforme aos lados e ângulos. 
 
1. Observe as figuras a seguir: 
 
 
 
Em relação aos lados, a figura que não possui 
características comuns com as outras é a 
(A) figura 1. 
(B) figura 2. 
(C) figura 3. 
(D) figura 4. 
Gabarito D 
Comentário: A figura 4 possui apenas três 
lados, enquanto as demais possuem 4 lados. 
 
2. Observe as figuras a seguir: 
 
 
 
De acordo com seus ângulos, pode-se dizer 
que 
(A) todas as figuras possuem ângulos retos. 
(B) todas as figuras possuem ângulos menores 
que 90°. 
(C) duas figuras possuem ângulos maiores que 
90°. 
(D) apenas duas figuras possuem ângulosretos. 
Gabarito B 
Solução: 
Em todas as figuras há pelo menos um ângulo 
menor que 90°. 
 
 
3. Observe as figuras a seguir: 
 
 
 
A figura que não possui ângulo é a 
(A) figura 1. 
(B) figura 2. 
(C) figura 3. 
(D) figura 4. 
Gabarito D 
Comentário: Por ser o 5º ano, a ideia de que o 
círculo não possui ângulo é aceita, pois é 
apresentado apenas como noção, uma vez que 
o círculo é uma figura geométrica que possui 
infinitas retas, logo, o ângulo está presente, 
mas este conceito será aprofundado no ensino 
médio. 
 
 
 
 
 
 
Pág. 23 
ITEM 04 
Observe o peso de algumas crianças: Rosa 
45,2kg; Marta 44,25kg; Ary 45kg e Pedro 
44,5kg. 
Sabendo que todos têm a mesma altura, a 
criança mais magrinha é 
(A) Rosa. 
(B) Marta. 
(C) Ary. 
(D) Pedro. 
Gabarito: B 
Solução: 
 . 
Comparando o peso de cada um é possível 
observar que: 
Rosa pesa 45,200kg; Marta 44,250kg; Ary 
45,000 kg e Pedro 44,500kg. 
Comparando a parte inteira do número 
decimal, percebe se que 45 é maior que 44. E 
comparando a parte decimal entre os pesos de 
Marta e Pedro, percebe se que 250 é menor que 
500, logo quem é mais magrinha é Marta com 
44,250kg. 
Descritor 6 – Estimar a medida de grandezas 
utilizando unidades de medida convencionais 
ou não. 
Os itens relativos a este descritor avaliam a 
habilidade de o estudante utilizar medidas 
convencionais como o metro, o grama, o litro, 
etc. Além disso, podem ser usados itens que 
avaliam a habilidade de o aluno trabalhar com 
medidas não convencionais, utilizando objetos 
não padronizados para realizar tais medidas. 
Nesse caso, ele usa, por exemplo, as partes do 
próprio corpo, como o pé e a mão, para medir 
comprimento, ou o piso da sala de aula, como 
unidade de medida de área. 
 
1. Anote no quadro a seguir a estimativa e o 
número real de vezes que você executa cada 
uma das ações. Considere um tempo de 10 
segundos para cada ação. 
Ações Estimativa 
Número real 
de vezes 
Piscar os olhos 
Bater palmas o 
mais rápido 
possível 
 
Levantar e sentar 
da cadeira 
 
Batidas do 
coração 
 
Resposta pessoal: 
 
2. Estime quantas vezes uma régua de 30 cm 
cabe 
a) na largura da porta de sua sala de aula. 
_________________ 
b) no comprimento da mesa do professor. 
__________________ 
c) na altura de sua mesa. 
______________________________ 
Agora utilizando uma régua de 30 cm confirme 
sua estimativa. 
a) Na largura da porta cabem _________ 
réguas. 
b) No comprimento da mesa do 
professor______ réguas. 
c) Na altura de sua mesa_________ réguas. 
Resposta pessoal 
 
3. A figura, a seguir, apresenta a altura de 
Sandra e Artur. 
 
De acordo com as informações da figura, Artur 
mede, aproximadamente, 
(A) 51 cm. 
(B) 90 cm. 
(C) 136 cm. 
(D) 156 cm. 
Gabarito: C 
Solução: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ITEM 05 
Carlos gastou em uma viagem duas horas e 
vinte e três minutos. 
Quantos minutos no total, Carlos gastou? 
(A) 83 
(B) 120 
(C) 123 
(D) 143 
Gabarito: D 
 
 
 
 
Pág. 24 
Solução: 2 h 23 min = 2 x 60 + 23 = 120 + 23 = 
143 minutos. 
Descritor 8 – Estabelecer relações entre 
unidades de medida de tempo. 
A compreensão, a relação e a utilização das 
medidas de tempo e a realização de 
transformações simples (horas para minutos e 
minutos para segundos) são as habilidades 
aferidas pelos itens relativos a este descritor. 
 
1. Complete as frases a seguir: 
a) Um dia tem _____ horas. 
b) Uma hora tem _____ minutos. 
c) Um minuto tem _____ segundos. 
Solução: 
a) Um dia tem 24 horas. 
b) Uma hora tem 60 minutos. 
c) Um minuto tem 60 segundos. 
 
2. Faltam 90 minutos para começar o desenho 
animado preferido de Matheus. 
Para assistir seu desenho preferido, Matheus 
deve esperar 
(A) 1 hora e 40 minutos. 
(B) 1 hora e 30 minutos. 
(C) 1 hora e 20 minutos. 
(D) 1 hora e 10 minutos. 
Gabarito: B 
Solução: 90 minutos = 60 minutos + 30 minutos 
= 1 hora e 30 minutos. 
 
3. Para terminar um trabalho de faculdade, 
Regina gastou três horas e quarenta e cinco 
minutos. 
Quantos minutos Regina gastou? 
(A) 105 
(B) 135 
(C) 165 
(D) 225 
Gabarito: D 
Solução: 3 h 45 min = 3 x 60 + 45 = 180 + 45 = 
225 minutos. 
 
ITEM 06 
Observe a reta numérica a seguir: 
 
Na reta, o número 35 é representado pela 
letra 
(A) M. 
(B) N. 
(C) P. 
(D) Q. 
Gabarito: C 
Solução: 
O estudante deve perceber que os pontos da 
reta numérica são marcados de 7 em 7, a partir 
do 0. 
 
 
Assim, o ponto P representa o valor 35. 
Descritor 14 – Identificar a localização de 
números naturais na reta numérica. 
Os itens referentes a este descritor avaliam se o 
estudante é capaz de representar 
geometricamente os números naturais numa 
reta numerada e também representá-los como 
um conjunto de elementos ordenados, 
organizados em ordem crescente, que possui o 
primeiro elemento, mas não tem o último 
elemento. 
 
1. Observe a reta numérica a seguir: 
 
Considerando que ela está dividida em 
intervalos iguais, o número 48 está localizado 
entre 
(A) M e 37. 
(B) 37 e N. 
(C) N e P. 
(D) P e 61. 
Gabarito: C 
Solução: 
O estudante deve perceber que a reta está 
marcada de 8 em 8. Assim, 
 
Desta forma, o número 48 está localizado entre 
N e P. 
 
2. Observe a reta numérica a seguir: 
 
O ponto X corresponde ao número 
(A) 41. 
(B) 47. 
(C) 53. 
(D) 59. 
Gabarito: D 
Solução: 
O estudante deve perceber que a reta está 
marcada de 6 em 6. Assim, 
 
 
Desta forma, o X corresponde ao número 59. 
 
 
 
 
Pág. 25 
 
3. Observe a reta numérica a seguir: 
 
 
O número 89 está localizado entre 
(A) 74 e P. 
(B) P e S. 
(C) S e M. 
(D) M e N. 
Gabarito: C 
Solução: 
O estudante deve perceber que a reta está 
marcada de 7 em 7. Assim, 
 
 
Desta forma, o número 89 está localizado entre S 
e M. 
 
ITEM 07 
Observe o número a seguir: 
 
A decomposição desse número é 
(A) . 
(B) . 
(C) . 
(D) . 
Gabarito: B 
Solução: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Descritor 16 – Reconhecer a composição e a 
decomposição de números naturais em sua 
forma polinomial. 
Os itens referentes a este descritor avaliam a 
habilidade de o estudante decompor um número 
em um produto de fatores e reconhecê-los. Neste 
descritor, a decomposição das ordens é por meio 
do produto. 
 
1. A professora pediu a uma aluna para 
decompor um número e ela fez da seguinte 
forma: 
 
2 x 10 000 + 3 x 1 000 + 5 x 100 + 7. 
 
Considerando que a aluna decompôs 
corretamente, o número pedido pela 
professora foi 
(A) 20 357. 
(B) 23 057. 
(C) 23 507. 
(D) 23 570. 
Gabarito: C 
Solução: 
 
 
2. Uma escola recebeu a doação de 3 caixas 
com 1 000 livros em cada, 8 caixas com 100 
livros em cada, 5 pacotes com 10 livros em 
cada e mais 9 livros avulsos. 
Esta escola recebeu um total de 
(A) 3 589 livros. 
(B) 3 859 livros. 
(C) 30 859 livros. 
(D) 38 590 livros. 
Gabarito: B 
Solução: 
 
3. João Henrique anotou em seu caderno o 
número a seguir: 
123 043 
Outra forma de escrever esse número é 
(A) 100 +200 + 30 + 40 + 3 
(B) 1 000 +2 000 + 300 + 40 + 3 
(C) 100 000 +200 + 300 + 40 + 3 
(D) 100 000 + 20 000 +3 000 + 40 + 3 
Gabarito: D 
Solução: 
 
 
 
 
 
 
ITEM 08 
Numa concessionária havia 341 motos. Em 
2014, o gerente da loja apurou que foram 
vendidas 136 motos e comprou mais 85. 
A quantidade de motos existentes agora na 
concessionária é de 
(A) 116. 
(B) 290. 
(C) 307. 
(D) 392. 
Gabarito: B 
Solução: 
A situação apresentada sugere a ideia de operar 
com mais de uma transformação, ou seja, 
 
 
 
 
Pág. 26 
situações que supõem a compreensão de mais de 
uma transformação (positiva ou negativa). Logo 
temos: (341 – 136) + 85 = 205 + 85 = 290 
Descritor 19 – Resolver problema com números 
naturais, envolvendo diferentes significados da 
adição ou subtração: juntar, alteração de um 
estado inicial (positiva ou negativa), comparação 
e mais de uma transformação (positiva ou 
negativa). 
Por meiodos itens referentes a este descritor, é 
possível avaliar se o estudante possui habilidades 
referentes à resolução de diferentes situações que 
apresentam ações de: juntar (situações associadas 
à ideia de combinar dois estados para obter um 
terceiro); alterar um estado inicial (situações 
ligadas à ideia de transformação que pode ser 
positiva ou negativa); comparar (situações ligadas 
à ideia de comparação); operar com mais de uma 
transformação (situações que supõem a 
compreensão de mais de uma transformação, 
positiva ou negativa). 
 
1. Em uma classe com 32 alunos, 17 são 
meninas. 
Quantos são os meninos? 
(A) 13 
(B) 14 
(C) 15 
(D) 16 
Gabarito: C 
Solução: Basta subtrair 32 de 17 obtendo como 
resposta 15 meninos. 
 
2. Carlos possuía 17 pipas. Ele vendeu 5 para 
seus amigos. 
Quantas pipas ele tem agora? 
(A) 11 
(B) 12 
(C) 13 
(D) 14 
Gabarito: B 
Comentário: A situação sugere uma situação 
subtrativa, logo deve-se subtrair a quantidade 
de pipas que Carlos possuía, 17, pelo número de 
pipas vendidas 5. Obtendo 12. 
 
3. Arnaldo tem 36 figurinhas. Marcelo tem 7 
figurinhas a menos que Arnaldo. 
Quantas figurinhas tem Marcelo? 
(A) 28 
(B) 29 
(C) 30 
(D) 31 
Gabarito: B 
Solução: Como Marcelo tem 7 figurinhas a 
menos que Arnaldo basta subtrair 36 por 7, 
obtendo 29 figurinhas que representa a 
quantidade de figurinhas que Marcelo tem. 
 
ITEM 09 
Numa gincana, uma equipe recolheu 6 sacos 
com 100 latinhas cada e outra equipe recolheu 
5 sacos com 50 latinhas cada. 
A quantidade de latinhas que foram recolhidas 
ao todo é de 
(A) 850. 
(B) 600. 
(C) 500. 
(D) 250. 
Gabarito: A 
Solução: 
O estudante deverá multiplicar 6 por 100 que é 
igual a 600 e somar com 250 que é o resultado de 
5 vezes 50 que é igual a 250. 
 
 
Descritor 
20 – Resolver problema com números naturais, 
envolvendo diferentes significados da 
multiplicação ou divisão: multiplicação 
comparativa, ideia de proporcionalidade, 
configuração retangular e combinatória. 
A habilidade avaliada por meio dos itens relativos 
a este descritor diz respeito à resolução de 
problemas envolvendo multiplicação e divisão, 
relacionadas às situações associadas: à 
multiplicação comparativa; à comparação entre 
razões (envolvendo a ideia de proporcionalidade); 
à configuração retangular e à ideia de análise 
combinatória. 
 
1. Uma creche abriga 240 crianças. A cada dia 
são servidos 2 copos de leite para cada 
criança. 
A quantidade de copos de leite consumidos 
nessa creche em 7 dias é de 
(A) 480. 
(B) 1 680. 
(C) 3 360. 
(D) 3 500. 
Gabarito: C. 
Solução: O estudante deverá multiplicar 240 
por 2 que é igual a 480 e multiplicar o resultado 
por 7 que é 3 360. 
 
2. Pierre tem 15 bolinhas de gude e Evandro 
tem o triplo dele. Quantas bolinhas de gude 
Evandro têm no total? 
Solução: 
Pierre = 15 bolinhas 
Evandro tem o triplo = 15 x 3 = 45 
 
 
 
 
 
Pág. 27 
3. Márcia tem 18 canetinhas e Viviane tem 4 
vezes a mais do que ela. 
A quantidade total de canetinhas que Viviane 
possui é de 
(A) 4. 
(B) 18. 
(C) 22. 
(D) 72. 
Gabarito: D 
Solução: o estudante deverá multiplicar 18 por 
4 que é igual a 72. 
 
ITEM 10 
Patrícia pretende assistir a uma peça de 
teatro. O valor dos ingressos está apresentado 
na tabela a seguir: 
Categoria 
Ingressos 
antecipados 
Ingressos no dia 
Adulto R$ 60,00 R$ 70,00 
Criança R$ 40,00 R$ 50,00 
Sabe-se que Patrícia tem 12 anos e comprará 
os ingressos no dia da peça. 
Assinale a alternativa que apresenta o valor 
pago por ela. 
(A) R$ 40,00 
(B) R$ 50,00 
(C) R$ 60,00 
(D) R$ 70,00 
Gabarito: B 
Solução: 
Se Patrícia tem 8 anos, ela é uma criança, logo 
pagará R$ 50,00 pelo ingresso no dia do teatro. 
Descritor 27 – Ler informações e dados 
apresentados em tabelas. 
Avalia-se, por meio de itens referentes a este 
descritor, a capacidade de o estudante ler, 
interpretar e analisar informações e dados 
apresentados em tabelas. 
 
1. A tabela, a seguir, mostra algumas cadeias 
de montanhas e seus pontos culminantes de 
altitudes. 
CADEIAS DE 
MONTANHAS 
PONTO 
CULMINANTE 
ALTITU
DE 
Alpes Mont-Blanc 4 807 m 
Himalaia Everest 8 848 m 
Andes Aconcágua 6 960 m 
Serra Imeri – Brasil Pico da Neblina 2 993 m 
 Fonte: Dante, Luiz Roberto. Projeto Ápis, 
Matemática 5° ano 2011. (adaptado) 
 
De acordo com a tabela, a cadeia de 
montanhas que apresenta o ponto culminante 
com maior altitude é 
(A) o Alpes. 
(B) o Himalaia. 
(C) o Andes. 
(D) a Serra Imeri – Brasil. 
Gabarito: B 
Solução: 
O ponto culminante é o Himalaia com 8 848 m 
de altitude 
 
2. Observe na tabela a seguir o número 
aproximado de bairros de algumas capitais 
brasileira em 2015. 
Capitais Número de bairros 
Goiânia 123 
Belo Horizonte 148 
Porto Alegre 81 
São Paulo 2 000 
Fortaleza 117 
Aracaju 39 
Salvador 160 
Rio de janeiro 160 
A quantidade de capitais que possui menos 
bairros que Goiânia é: 
(A) 6. 
(B) 5. 
(C) 4. 
(D) 3. 
Gabarito: D 
 Solução: 
Goiania possui aproximadamente 123 bairros, as 
capitais que possuem menos bairros que Goiania 
são: Porto Alegre com 81 bairros, Fortaleza com 
117 bairros e Aracaju com 39 bairros. 
 
3. Sabe-se que a média ideal de consumo de 
água por pessoa é de 50 litros por dia. A tabela 
a seguir mostra a quantidade de água 
consumida diariamente por uma única pessoa, 
em alguns lugares do mundo. 
Países Consumo de água por pessoa 
Brasil 187 litros 
África Até 20 litros 
Canadá 600 litros 
Japão 350 litros 
 Disponível em: 
<http://portaldoprofessor.mec.gov.br>. Acesso em: 04 jan. 
2016. (Adaptada) 
O lugar que mais se distancia da média ideal 
de consumo de água diário por pessoa é: 
(A) Brasil. 
(B) África. 
(C) Canada. 
(D) Japão. 
Gabarito: C 
Solução: Sabendo que a média é de 50 litros por 
dia e de acordo com os dados da tabela, o Canadá 
é o país que mais de distancia da média de 
consumo por pessoa com média de 600 litros por 
dia. 
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/

Outros materiais