Buscar

ATIVIDADE 1 - CCONT - CONTABILIDADE E ANÁLISE GERENCIAL - 522022

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

21/06/2022 14:59 Unicesumar - Ensino a Distância
1/2
ATIVIDADE 1 - CCONT - CONTABILIDADE E ANÁLISE GERENCIAL - 52/2022
1ª QUESTÃO
CONTABILIDADE PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, UMA QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA
A força do empreendedorismo, no Brasil, é um fato inquestionável. Em termos quantitativos, os pequenos
negócios representam em torno de 99% das empresas brasileiras e, mesmo em condições adversas, como
ocorreu em 2020, com o esfriamento da economia provocado pela pandemia de covid-19, houve uma
queda de apenas 0,5% no número de registros de abertura das Micro e Pequenas Empresas (MPEs). Por
outro lado, segundo a pesquisa Sobrevivência de Empresas (2020) do Sebrae, a taxa de mortalidade das
microempresas, após cinco anos, é de 21,6% e a das entidades de pequeno porte, de 17%. Ainda conforme
esse levantamento, cerca de 34% dos entrevistados disseram acreditar que ter acesso a crédito poderia ter
evitado o fechamento da empresa, sendo que apenas 7% do grupo de empresas que fecharam haviam
solicitado crédito bancário e obtiveram êxito.
Com a finalidade de apoiar as micro e pequenas empresas, para que elas possam contar com o impulso que
a contabilidade pode dar quando se tem demonstrações contábeis e escrituração apropriadas, o Conselho
Federal de Contabilidade (CFC) está reformulando e simplificando as normas atualmente em vigência – a
NBC TG 1000 (R1) – Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas e a ITG 1000 – Modelo Contábil para
Microempresa e Empresa de Pequeno Porte.
A solução para isso veio do trabalho de um grupo (GT) de especialistas na área, constituído pelo CFC e
liderado pelo professor Eliseu Martins: duas novas Normas Brasileiras de Contabilidade (NBCs) serão
editadas para atender, especificamente, às pequenas empresas (NBC TG 1001) e às microempresas (NBC TG
1002). Ambas as minutas estão agora em período de audiência pública.
Em relação às mudanças de procedimentos previstas nas novas normas, um exemplo diz respeito às notas
explicativas, que serão ainda mais simplificadas do que já são para as pequenas empresas. Quanto às micro
entidades, a norma propõe que não haja notas explicativas obrigatórias, bastando que seja feita uma
declaração de conformidade com a norma utilizada.
Sobre Ativos e Passivos Financeiros, tanto para micros quanto para pequenas empresas, as normas não
trazem a obrigação da figura do uso do valor justo para instrumentos financeiros, mas, ressaltamos a
necessidade de seguir os princípios e normas contábeis.
É imprescindível que os contadores conheçam essas normas e estejam preparados para utilizá-las. Em um
país como o Brasil, em que as MPEs representam o motor da economia e são grandes geradoras de
empregos, nós podemos ajudá-las, com o nosso trabalho, a se tornarem mais fortes e sustentáveis ao longo
do tempo. Com isso, estamos contribuindo também com o ambiente de negócios e a estabilidade
econômica, auxiliando ainda a gestão da contabilidade gerencial.
Uma das especificidades da contabilidade gerencial advém da ausência de estruturas padronizadas para a
evidenciação das informações e dos indicadores gerenciais aos usuários internos. Tal característica a
diferencia da contabilidade societária e da contabilidade tributária, as quais são regidas por normas,
legislação, regulação, frameworks, pronunciamentos contábeis, entre outros mecanismos jurídicos. Além
disso, e necessário ressaltar que as informações da contabilidade gerencial devem ser sistemáticas e
produzidas em bases racionais, seguindo os princípios e normas contábeis.  (ANTHONY; GOVINDARAJAN,
2008; ATKINSON et al., 2011; MARTINS, 2018).
21/06/2022 14:59 Unicesumar - Ensino a Distância
2/2
 
As informações gerenciais devem ser elaboradas conforme os princípios e normas contábeis. Principalmente,
no reconhecimento de um item a ser considerado ativo na contabilidade societária ou gerencial. Nesse
contexto, para ser útil uma informação necessita ser relevante e representar fidedignamente, atendendo o
objetivo necessário para tomada de decisão empresarial.
 
As minutas estão disponíveis no site do CFC (https://cfc.org.br/tecnica/audiencia-publica/) e na
plataforma Participa + Brasil (https://www.gov.br/participamaisbrasil/conselho-federal-de-
contabilidade)
Adaptado de: https://cfc.org.br/destaque/artigo-contabilidade-para-micro-e-pequenas-empresas-uma-
questao-de-sobrevivencia/
 
ATIVIDADE PROPOSTA: De acordo com essa breve contextualização, faça uma pesquisa bibliográfica e
descreva (em até 30 linhas) os 04 (quatro) pontos apresentados e obrigatórios no reconhecimento de um
ativo (financeiro) tanto na contabilidade societária como na gerencial. 
ATENÇÃO: para responder a Atividade de Estudo 1, orientamos que digite a sua resposta primeiramente em
um arquivo WORD em seu computador (pois caso digite direto na caixa de texto, no ambiente Studeo, pode
acontecer de expirar o tempo e perder sua resposta), depois disso, copie sua resposta e cole na caixa de
resposta a seguir. 
ALTERNATIVAS

Outros materiais