A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
LEUCOSE ENZOÓTICA BOVINA

Pré-visualização | Página 1 de 1

Betina Pinno 
 
 SAÚDE ÚNICA G 
Leucose Enzóotica 
Bovina 
Características 
- + comum de gado leiteiro. 
- Infecciosa e neoplásica (linfossarcoma e 
linfocitose persistente). 
- tx de mortalidade 100%. 
- Maioria com infecção inaparente e 
persistente. 
Etiologia 
- Virus RNA tumoral (Retroviridae Subfamilia: 
Oncovirinae). 
- Aumento dos linfonodos, tumorações. 
- Duram por toda vida – interação com o DNA 
viral. 
Epidemiologia 
- Todos os estados. 
- Acomete animais adultos 4-8 anos. 
Transmisssão 
- Via horizontal – fluido corporal. 
- Intra-uterina menos freq. 
- VLB eliminado no colostro e leite. 
Patogenia 
Infecção inaparente + acontece 
- Sem sinal clinico ou hematológico – resposta 
sorológica positiva. 
- Pode adquirir pelo útero. 
- 3 a 4 semanas resposta imunológica. 
 
 
Linfocitose persistente 
- Aumento de linfócitos – hematologia. 
- Raro antes dos 2 anos – vai até a morte. 
- Imunodepressão. 
- Pode desaparecer antes da formação de 
tumores. 
Linfossarcoma 
- Linfocitose persistente + resposta sorológica 
positiva. 
- Tumor: evolução rápida até a morte. 
Sinais Clínicos 
Linfocitose persistente: 30% - identificação 
dos anticorpos contra BLV. 
Linfossarcoma 
- Anorexia e anemia. 
- Caquexia e decúbito. 
- Incoordenação, paresia progressiva dos MP. 
- Exoftalmia (projeção do globo ocular para 
fora) 
- Lesões de útero, cardíacas e digestivas. 
Forma Tímica 
- Aumento do timo, de 6 a 8 meses. 
Forma cutânea 
- Na hora da esfola nota-se em adultos jovens 
hemolinfas. 
 
 
 
Betina Pinno 
 
 SAÚDE ÚNICA G 
Patologia 
- Massas tumorais firmes de coloração 
branca. 
- Parte cortical e medular do linf. não se 
identifica mais. 
- Linf. aumentados de tamanho – superfície 
de corte branco amarelado. 
Diagnóstico 
- Clínico: Forma tumoral, avaliação dos 
linfonodos palpáveis, idade e biópsias. 
- Necropsia: formações tumorais e 
histopatológico. 
- Sorológico: imunodifusão em gel de ágar 
(IGDA). 
- ELISA. 
- Diferencial: Emagrecimento progressivo. 
Adenopatia (tubérculos e actinobacilose). 
Abcessos e traumas. Raiva. Insuficiência 
cardíaca. Ateleia glazioviana. 
Profilaxia e controle 
- Sem vacinas ou tratamento efetivo. 
- Erradicação de animais com sinais clínicos. 
- Separar animais soropositivos e manejo 
desses animais.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.