Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Jusnaturalismo e juspositivismo

Pré-visualização | Página 1 de 1

VERTENTES DO
JUSNATURALISMO 
Jusnaturalismo teológico 
Justiça advinda da ideia de divindade (Deus),
como ser onipotente, onisciente e onipresente.
Acredita-se que todos têm condições de evitar o
mal e fazer o bem, pois as leis foram gravadas
no coração de cada indivíduo, por Deus. 
Jusnaturalismo racionalista
Tem como fundamento a razão humana
universal, afastando assim o vínculo teológico.
Afirma que todos os indivíduos são racionais e
têm total condição de respeitar as leis. Neste
caso, a desobediência seria como negar a
humanidade. 
Jusnaturalismo cosmológico 
Justiça natural emanada da ordem cósmica,
que instiga os indivíduos a fazer o bem e evitar
fazer o mal. Essa vertente afirma que a força da
natureza se impõe sobre todos nós e que nos
adaptamos a ela. 
Jusnaturalismo x JuspositivismoJusnaturalismo x Juspositivismo 
 
A corrente jusnaturalista defende que o Direito é
independente da vontade humana, ele existe
antes mesmo do homem e está acima das leis
humanas. 
O direito natural é universal, imutável e
inviolável, são leis impostas pela natureza
impostas a todos aqueles que se encontram em
estado de natureza. 
➜
 Autores que defendem que existe uma
conexão entre a justiça e o direito. Para eles, o
direito tem como pressupostos os valores do
ser humano e busca-se sempre um ideal de
justiça. 
 
JUSNATURALISTAS
➜
 A corrente juspositivista acredita que só
pode existir o direito e a justiça através de
normas positivadas, ou seja, emanadas pelo
Estado com o poder coercitivo, todas as normas
escritas pelos homens por intermédio do estado.
O direito positivo é aquele que o estado impõe à
coletividade, e que deve estar adaptado, de
certa forma aos princípios fundamentais do
direito natural.