Buscar

relatorio q medicinal pratica nota 10

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

VERSÃO:01 
 
RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS 
FUNDAMENTOS DE QUÍMICA MEDICINAL 
 
DADOS DO(A) ALUNO(A): 
 
	NOME: ALESSANDRO VINCI LUCENA GOMES
	MATRÍCULA: 01431297
	CURSO: FARMÁCIA 
	POLO: CAMPINA GRANDE 
	PROFESSOR(A) ORIENTADOR(A): ADRIANOALMEIDA 
 
	ORIENTAÇÕES GERAIS: 
· O relatório deve ser elaborado individualmente e deve ser escrito de forma clara e • concisa; 
· O relatório deve conter apenas 01 (uma) lauda por tema; 
· Fonte: Arial ou Times New Roman (Normal e Justificado); 
· Tamanho: 12; 
Margens: Superior 3 cm; Inferior: 2 cm; Esquerda: 3 cm; Direita: 2 cm; 
· Espaçamento entre linhas: simples; 
· Título: Arial ou Times New Roman (Negrito e Centralizado). 
 
	 
 
	RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS - EaD 
	 
AULA 01
	
	
	DATA: 
 
24/10/2022
 
TEMA DE AULA: DOSEAMENTO DO ÁCIDO ACETILSALICÍLICO COMPRIMIDO 
 
 
RELATÓRIO: 
 
1. Disserte sobre a importância de se realizar o doseamento do ácido acetilsalicílico em comprimidos. 
De acordo com Sousa et al. (2018) O ácido acetilsalicílico (AAS) (Figura 1) é um princípio ativo do grupo dos anti-inflamatórios não esteroides que tem como função o alívio de cefaleia, febre, inflamações, sendo usado para a profilaxia de infarto do miocárdio e diabetes.
Figura 1. Estrutura química do ácido acetilsalicílico
É de extrema importância teste de doseamento, pois é nele que consegui verificar se a dosagem do medicamento está de acordo com o indicado com que fabricante diz, pois, erros nas dosagens corretas do fármaco podem levar a falhas terapêuticas para o paciente ou até mesmo a efeitos tóxicos e resultados indesejados, é teste que consiste o analise que se obtém o teor de substancia ativas no fármaco. Pode se obter o resultado em dois métodos, (baseados em reações químicas) e instrumentais (baseados no uso de instrumento).
2. Crie um fluxograma demonstrando as etapas do processo experimental. 
O,5 g pó 
+ 30ml de hidroxido de sodio
 0,5M
10 comprimidos 
 Aquecimento 10min
Pulverizar todos
Peso medio
 
 Ensaio em branco
Correção necessaria 
 cada ml de hidroxido 
equivale á
45,04mg de acetilsalicilico
Titular o excesso
 com acido cloridrico 0,5 M
 utilizando o indicador de fenol
 	 TEMA DE AULA: DOSEAMENTO DO ÁCIDO ACETILSALICÍLICO 
 
RELATÓRIO: 
 
1. Explique o processo de titulação do ácido acetilsalicílico. 
A titulação de retorno foi o procedimento feito na aula pratica, recomendada pela Farmacopeia Brasileira, foi uma comparação ao método proposto utilizando-se a espectrofotometria. Teve início pulverizou-se e homogeneizou-se vinte comprimidos da amostra e se obtém a média de 0,6189. Transferiu-se de AAS para Erlenmeyer de 125 mL e acresentou 30 mL da solução de NaOH 0,5M (previamente padronizada com HK(C8H4O4)). A solução contendo AAS e NaOH foi fervida por 10 minutos e titulou-se o excesso de NaOH com a solução de HCl 0,5M (previamente padronizada com Na2CO3), utilizando-se como indicador vermelho de fenol. Realizou-se ensaio em branco e efetuou-se as correções necessárias. Cada 1mL de NaOH 0,5M equivale a 45,04 mg de AAS. 
 
TEMA DE AULA: DOSEAMENTO DO ÁCIDO ASCÓRBICO 
 
 
RELATÓRIO: 
 
1. Em termos químicos, explique o princípio da titulação do ácido ascórbico a partir do uso de iodo. 
A vitamina C. como é mais conhecida popularmente o ácido ascórbico, podendo ela ser encontrada em diversos frutos e em grande quantidade (laranja, acerola, limão, entre outros) ou em vegetais folhosos (brócolis, couve, folhas de mandioca) e legumes (pimentões vermelhos e amarelos (SILVA et al, 1995).
A adição de iodo a uma solução de amido produz uma forte cor azul ou roxa no meio porque o iodo forma um complexo com o amido. Devido às propriedades antioxidantes da vitamina C, esta substância promove a redução do iodo a iodeto, que é incolor e isento de metais pesados ​​em meio aquoso. Com isso quanto mais vitamina C. tiver, maior a quantidade de iodo para o aparecimento da cor azul/roxa.
 
 	 TEMA DE AULA: EQUIPAMENTOS E OPERAÇÕES BÁSICAS DE LABORATÓRIO 
 
RELATÓRIO: 
 
1. Cite os materiais de uso corrente em um laboratório de química. 
Nas aulas práticas em laboratórios fazem uso de diversos tipos de vidrarias, materiais e equipamentos para que os alunos possam fazer as análises com a maior precisão e segurança possível, tudo com orientação do professor são utilizados também descartáveis e consumíveis de uso único, além dos equipamentos de proteção individual e coletiva, que fazem parte das rotinas nos laboratórios, na tabela 01 segui o que foi usado na aula pratica do dia 24-09-2022 no polo de Campina Grande pelo o professor Adriano Almeida.
 
Tabela 01 matérias usado na aula.
	Descrição das vidrarias
	Equipamento coletivo
	Matéria prima
	Reagente e soluções
	Erlemeyer
	Balança analítica
	Papel de filtro
	Etanol
	Kitasato
	Estufa
	Ácido acetilsalicílico
	Ácido Sulfúrico 10%(p-v)
	Béquer
	Fusiometro
	
	Hidróxido de Sódio 2M
	Funil de buchner
	Placa de aquecimento
	
	Cloreto Férrico
	Balão de fundo redondo
	Pinça
	
	Agua Destilada
	Funil de separação
	Bico de Bunsen
	
	Tartarato cúprico alcalino
	Tubo de nesller
	Dessecador
	
	
	Condensador
	Termômetro
	
	
	Gral
	Espátula
	
	
	Capilar
	
	
	
	Bureta
	
	
	
	Tampa esmerilhada
	
	
	
	Pipeta graduada
	
	
	
	Pipeta de Pasteur
	
	
	
	Proveta 
	
	
	
	Vidro de relógio 
	
	
	
.
2. Disserte sobre as medidas de segurança usadas em um laboratório de química. 
No laboratório de Química seja qual for nível profissional ou de aprendizado (aluno), exige procedimentos de segurança sejam rigorosamente feitos e a sim podendo evitar acidentes e prejuízos no laboratório (BELLIN 2009). Com isso Alguma medida deve ser tomada.
· Siga rigorosamente as instruções do professor.
· Matérias pessoais devem ser guardados em armários de preferência na área externa.
· Brincadeiras são absolutamente proibidas durante a aula. 
· Não faça nada que não estejam descritos no roteiro da aula.
· Localize os extintores de incêndio e familiarize-se com o seu uso
· Certifique-se da localização de uso coletivos: chuveiros de emergência e lava olhos.
· Use um avental (jaleco) apropriado, de algodão de mangas compridas, na altura dos joelhos e fechados.
· Use calçado fechado
· Não use relógios, pulseiras, anéis no laboratório.
· Não leve a mão à boca ou aos olhos quando estiver manuseando produtos químicos.
· Nunca deixe frascos inflamáveis próximos à chama.
· Aventais de laboratório, luvas, óculos de proteção ou outras vestimentas não devem ser usados fora do laboratório (assim evitar contaminação).
Existe diversas regras de segurança em laboratório que não foi citado isso vai depender da aula ou experimento no momento da aula e do professor.
Segundo Bellin (2009) A segurança é a questão mais importante e atenção especial deve ser dada às medidas de segurança individual e coletiva em laboratórios químicos.
 
TEMA DE AULA: IDENTIFICAÇÃO E PUREZA DO ÁCIDO ACETILSALICÍLICO 
 
	 
 
	RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS - EaD 
	 
AULA ____ 
	
	
	DATA: 
 
_____/_____/_____ 
1. Explique a importância dos testes de identificação e pureza realizados na aula prática para o ácido acetilsalicílico. 
Para que um medicamento possa ser usado de maneira segura pela população faz-se necessária a verificação de normas especificações na farmacopeia para a comprovação da eficácia e qualidade, permitindo o efeito terapêutico desejado e diminuindo os efeitos adversos.
No teste de qualidade realizado da aula foi obtido um valor de 135,7% do teor do ASS, onde 
A Farmacopeia Brasileira7 estabelece um parâmetro do teor de comprimido de AAS 100mg deve estar entre 90 a 110%, com esse resultado mostrou um desvio na qualidade no teste, isso interferir diretamente no sucesso dos tratamentos farmacológicos e ou expor o paciente a exacerbação de eventos adversos ou indesejáveis. 
Conclusão: pode ter sido por conta do mau armazenamento, exposiçãosolar, umidade, prazo de validade ou até mesmo falsificação.
TEMA DE AULA: IDENTIFICAÇÃO DO ÁCIDO ASCÓRBICO 
 
RELATÓRIO: 
1. Explique o princípio químico do uso de tartarato cúprico alcalino (Solução de Fehling) para identificação de ácido ascórbico. 
Conforme Tavares (2010) em solução tartárica alcalina (solução de Fehling), no método de Lane-Eynon baseia-se no fato de que os sais cúpricos podem ser diminuídos a quente por aldoses ou cetoses transformando-se em sais cuprosos avermelhados, que se precipitam, perdendo assim sua cor azul primitiva, O tartarato, ao se juntar ao cobre, formando um complexo solúvel, impede a formação de hidróxido cúprico insolúvel que teria lugar se há vesse cobre livre na solução alcalina. Tem que se observar dois fatores importantes a neste método para maior precisão dos resultados. Primeiro deve ficar em ebulição constantemente durante a titulação, porque o Cu2O formado pode ser novamente oxidado pelo O2 do ar, mudando a cor novamente para azul; A titulação na pode passar de 3 min, pois pode haver decomposição dos açúcares com o aquecimento após os 3 minutos.
 
TEMA DE AULA: IDENTIFICAÇÃO DE DIPIRONA COMPRIMIDO 
 
RELATÓRIO: 
1. Crie um fluxograma demonstrando as etapas do processo experimental. 
Pesar 20 comprimidos 
O,5g de dipirona 
monoidratada
 Gotas 
Peroxido de hidrogênio 
Concentrado 
+
 
pulveriza
 
 
 Passando para cor 
Vermelho intenso
O,5g de dipirona 
Desenvolve-se uma
 Cor azul e desaparecerá 
 Após 
=
+
 Goatas de 
perulfsto 
de potássio
10%(p/v)
Reação 
Fortemente exotérmica 
2. Descreva a importância para uma indústria farmacêutica realizar o ensaio de identificação de dipirona comprimido. 
 
A fabricação de medicamentos vem cada vez mais se preocupando com suas fabricações, e para isso o ensaio de identificação veio para garantir procedimentos legais a controle de qualidade e segurança isso é garantido pelas as determinações impostas pela Anvisa (ROCHA et al, 2014).
Conforme Rocha et al,(2014) É de extrema importância a qualidade, eficácia, segurança e credibilidade do produto e estejam dentro dos padrões exigidos, sejam asseguradas junto à população que irá consumir estes medicamentos.
Referencia 
SOUSA, A. G. et al. Determinação condutométrica e potenciométrica de ácido acetilsalicílico em aspirina®: uma sugestão de prática para a análise instrumental. Rev. Virtual Quim, v. 10, n. 3, p. 502-517, 2018.
BELLIN, Iramaia Corrêa. Química Experimental. São Cristóvão: Universidade, 2009.
QUEVEDO, Renata Tomaz. Materiais e equipamentos de laboratório - Química. InfoEscola. Disponível em: <https://www.infoescola.com/quimica/material-de-laboratorio/>. Acesso em: 8 out. 2022
SILVA, Sidnei Luís A. da; FERREIRA, Geraldo Alberto; SILVA, Roberto Ribeiro da. À procura da vitamina C.Química Nova na Escola, nº 2, p. 31-32, 1995.
TAVARES, José Torquato de Queiroz; CARDOSO, Ricardo Luis; COSTA, João Albany; et al. Interferência do ácido ascórbico na determinação de açúcares redutores pelo método de Lane e Eynon. Química Nova, v. 33, p. 805–809, 2010.
ROCHA, TIAGO GALDINO; GALENDE, SHARIZE BETONI. A importância do controle de qualidade na indústria farmacêutica. Uningá Review, v. 20, n. 2, 2014.

Continue navegando

Outros materiais