Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
slides seh EPCs

Pré-visualização | Página 1 de 1

1
Prof. Ms. Evandro Espanhol
Normas de Segurança em 
Laboratório
Aula 2
Conversa Inicial
Evandro Espanhol
Licenciado em química
Pós-graduado no ensino de ciências
Mestre em formação científica, educacional 
e tecnológica
Pedagogo
Sobre a disciplina
Apresentação
Importância dos equipamentos de proteção 
individual
Exposição de vapores no laboratório
Importância da capela
Condições de trabalho no laboratório
Instalações (iluminação e ventilação)
Conforto e qualidade dos EPIs
Normas de segurança
Conceito e definição
dos tipos de EPCs
EPC: equipamento de proteção coletiva
Prevenção no âmbito coletivo
Equipamentos imprescindíveis
Lava-olhos
Manta corta-fogo
Sinalização de segurança
Chuveiros de emergência
Capela
Conceito e definição dos tipos de EPCs
2
Lava-olhos
ARPON PONGKASETKAM/Shutterstock
Manta corta-fogo
GIGRA/Shutterstock
Chuveiros de emergência
AKEMONTREE/Shutterstock
Capela
EMIN KULIYEV/Shutterstock
Risco químico para a prevenção 
dos acidentes em laboratórios Possibilidade ou probabilidade de ocorrer um 
acidente ou uma doença no âmbito 
profissional
O trabalho do químico
3
Os fatores que aumentam as probabilidades 
de acidentes são:
Desconhecimento do risco
Falta de atenção
Imprudência
Pressa/estresse
Falta de limpeza
Não cumprimento das normas
Como diminuir a probabilidade de acidentes?
Ter conhecimento dos riscos
Muita atenção no manuseio 
Atenção no preparo de soluções
Destreza e respeito às regras de segurança
Controle na exposição aos 
agentes químicos Agentes químicos: os trabalhadores ficam 
expostos durante sua vida laboratorial sem 
sofrer efeitos adversos à sua saúde
Controle na exposição aos agentes químicos
Limites adotados no Brasil
48 horas semanais
Monitoração periódica
Quando houver alteração no layout das 
instalações, deverá haver monitoração
Avaliar periodicamente as instalações
Avaliar se as concentrações estão sob 
controle
Verificar se existe necessidade de medidas 
preventivas ou emergenciais
Formas de controle de incêndios
4
O que é um incêndio?
Processo que gera 
uma reação de 
combustão
Formas de controle de incêndios
ARPON PONGKASETKAM/Shutterstock
Qual é o comburente para o incêndio?
Oxigênio
Quais são os combustíveis?
Tecidos, plástico, madeira etc.
Produtos químicos inflamáveis
Gases
Derivados de petróleo
Solventes
Reagentes químicos
Como controlar o incêndio em laboratório?
Extintores para produtos químicos (pó, 
CO2 ou água)
Como proceder em caso de incêndio?
Aproxime-se a uma distância segura para 
ver o que está queimando
Acione o alarme para alertar os 
responsáveis
Se não souber controlar, saia do local, 
feche as portas e as janelas, sem trancá-las
Não salve objetos
Desligue as instalações elétricas
Classes de incêndio:
Classe A: materiais que queimam em superfície 
e em profundidade. Exemplos: madeira, papel, 
tecido 
Classe B: líquidos inflamáveis (queimam na 
superfície). Exemplos: álcool, gasolina, 
querosene 
Classe C: equipamentos elétricos e eletrônicos 
energizados. Exemplos: computadores, 
televisores, motores 
Classe D: materiais que requerem agentes 
extintores específicos. Exemplos: pó de zinco, 
sódio, magnésio
Atenção:
Procure controlar as chamas com o extintor 
de incêndio adequado
5
O projeto elétrico e hidráulico
É determinado após se definir o layout do 
laboratório
Em função do tipo de atividade desenvolvida
Definir as necessidades em termos de 
instalações elétricas e hidráulicas
O projeto elétrico e hidráulico
O projeto hidráulico:
Prever o sistema de esgoto
O consumo de água, vapor e GLP
As linhas de gases e ar comprimido
Dimensionar os locais de 
armazenamento dos cilindros e registros 
de gases
As capelas:
Obedecer a critérios de construção
Levar em conta o tipo de trabalho
Quantidade de operadores que irão utilizar
Sistemas para lavagem de gases tóxicos
Estrutura robusta
Revestimento interno resistente ao ataque 
de produtos químicos
Sistema de exaustão potente
Nível de ruído aceitável
A capela ainda deve ter:
Dimensões adequadas
Utilidades necessárias (gases, energia, 
água, esgoto etc.)
Equipamentos elétricos e interruptores à 
prova de explosão, para trabalho com 
produtos inflamáveis ou explosivos
O projeto elétrico:
Leva em conta o consumo de energia
Equipamentos de análise, aquecimento, 
ar condicionado etc.
Prevê o desligamento parcial
Prevê a instalação de dispositivos e 
alarmes de emergência
6
Na Prática Finalizando