A2 Análise Positiva & Análise Normativa

@fundamentos-da-economia ESTÁCIO

Pré-visualização

Fundamentos da Economia – A2 Análise Positiva & Análise Normativa

Análise Positiva

Argumentos Positivos, não envolvem juízo de valor, e referem-se a proposições objetivas, tipo se A, então B.
Exemplo: A inflação diminuiu o poder de compras do salário mínimo.

Análise Normativa

Argumentos Normativos, são relativos a uma análise que contém, explicita ou implicitamente, um juízo de valor sobre alguma medida econômica.

Exemplos: O governo deve aumentar o salário mínimo para melhorar o poder de compras dos trabalhadores.

Autonomia e Inter-relação
Dificuldade de separar os fatores econômicos dos extras econômicos. Dificuldade de separar os fatores essencialmente econômicos dos extras econômicos.

A Autonomia de cada um dos ramos das Ciências Sociais não deve ser confundida comum total isolamento, mas sim observada sob diferentes óticas e investigada em termos não unilaterais.

As manifestações das modernas sociedades encontram-se interligadas.

Autonomia e Inter-relação: Economia, Física e Biologia
O início do estudo sistemático da economia coincidiu com os grandes avanços da técnica e das ciências e biológicas nos séculos XVIII e XIX.

A construção do núcleo científico inicial da Economia começou a partir das chamadas concepções organicistas (biológicas) e mecanicistas (físicas).

Grupo Organicista – Utilizava termos como órgãos, funções, circulação e fluxos na teoria econômica.

Grupo Mecanicista – A economia se comportava como determinada leis da física, daí advêm termos como equilíbrio, estática, dinâmica, aceleração, velocidade, forças e outros.

Com o passar do tempo, predominou uma concepção humanística, que coloca em plano superior os móveis psicológicos da atividade humana. Afinal, a Economia repousa sobre os atos humanos, e é por excelência uma ciência social.

Autonomia e Inter-relação: Economia, Matemática e Estatística
A Economia faz uso da lógica matemática e das probabilidades estatísticas. Muitas relações do comportamento econômico podem ser expressas através de funções matemáticas.

Estatística: a estratégia de se estimar as relações econômicas, matematicamente formuladas, a partir da minimização dos desvios aleatórios.


Autonomia e Inter-relação: Economia e Política
Política é a arte de governar. O exercício do poder. É natural que este poder tente exercer o domínio sobre a coisa econômica.

Uso da política do Estado para concessão de vantagens econômicas pelos grandes grupos econômicos. 

Exemplo: Agricultores na época da política do café com leite. Crédito subsidiado e tarifas protecionistas para grandes indústrias.

Autonomia e Inter-relação: Economia e História
Os próprios sistemas econômicos estão condicionados à evolução histórica da civilização. As idéias que constroem as teorias são formuladas num contexto histórico onde se desenvolvem as atividades e as instituições econômicas.

Autonomia e Inter-relação: Economia e Geografia
Os acidentes geográficos interferem no desempenho das atividades econômicas e, inúmeras vezes, as divisões regionais são utilizadas para se estudar as questões ligadas aos diferenciais de distribuição de renda, de recursos produtivos, de localização de empresas, dos efeitos da poluição, das aglomerações urbanas, etc.

Autonomia e Inter-relação: Economia, Moral, Justiça e Filosofia
Antes da revolução industrial, no século XVIII, a atividade econômica era vista como parte integrante da Filosofia, Moral e Ética. A economia era orientada por princípios morais e de justiça. Não existia ainda um estudo sistemático das leis econômicas, e predominavam princípios como a lei da usura, o conceito de preço justo (discutidos, dentre outros filósofos, por Santo Tomás de Aquino).

Ainda hoje, as encíclicas papais refletem a aplicação da filosofia moral de cristã às relações econômicas entre homens e nações.

Divisão de estudo econômico
Microeconomia ou teoria de formação de preços: Examina formação de preços em mercados específicos, ou seja, como consumidores e empresas interagem no mercado e como decidem os preços e a quantidade para satisfazer a ambos simultaneamente.

Estuda a formação dos preços nos diversos mercados, por meio da ação conjunta da ação da demanda e da oferta.

Microeconomia: é o ramo da Teoria Econômica que estuda o funcionamento do mercado de um determinado produto ou grupo de produtos, ou seja, o comportamento dos compradores (consumidores) e vendedores (produtores) de tais bens.

Estuda as condições de equilíbrio estável entre a renda e a despesa nacionais.

Economia Internacional: Analisa as relações econômicas entre residentes e não residentes do país. (importações e exportações).

Desenvolvimento econômico: Preocupa-se com a melhoria do padrão de vida da coletividade ao longo do tempo. Estuda o processo de acumulação dos recursos escassos e da geração de tecnologia capazes de aumentar a produção de bens e serviços para a sociedade.

Ainda não temos comentários aqui
Seja o primeiro!