Buscar

AV PRINCÍPIOS DE RADIOPROTEÇÃO E BLINDAGEM

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

AV PRINCÍPIOS DE RADIOPROTEÇÃO E BLINDAGEM 
 1. Ref.: 6041913 Pontos: 1,00 / 1,00 
 
Há apenas um comitê permanente da ICRU, que trata das grandezas e unidades fundamentais para radiação 
ionizante, e o trabalho desse comitê é evidenciado por uma série de relatórios. Marque a alternativa que 
representa os relatórios desenvolvidos pela ICRU que tratam especificamente das grandezas e unidades 
fundamentais para radiação ionizante. 
 
 10a e 85a. 
 10a e 10b. 
 46 e 90. 
 10b e 80. 
 64 e 10a. 
 
 
 2. Ref.: 6042203 Pontos: 0,00 / 1,00 
 
De acordo com a ICRP 103, os limites anuais para exposição pública para os cristalinos e a pele, considerando a 
grandeza dose equivalente, são, respectivamente: 
 
 15mSv e 50mSv 
 500mSv e 50mSv 
 50mSv e 15mSv 
 60mSv e 15mSv 
 5mSv e 1 mSv 
 
 
 
 
02982 - FUNDAMENTOS DE DOSIMETRIA 
 
 
 3. Ref.: 6069945 Pontos: 1,00 / 1,00 
 
"A grandeza dosimétrica A depende da energia média absorvida na região de interação (local) e a grandeza 
dosimétrica B depende da energia total transferida ao material". Na citação anterior, as grandezas dosimétricas A 
e B representam, respectivamente: 
 
 Fluência e Dose no ar. 
 Dose efetiva e Dose equivalente. 
 Taxa de dose e Taxa Dose ambiente. 
 Dose absorvida e KERMA. 
 Dose comprometida e Exposição. 
 
 
 4. Ref.: 6069944 Pontos: 0,00 / 1,00 
 
Apesar das grandezas de limitação de dose serem calculáveis, essas grandezas não são mensuráveis. 
Entretanto, estas podem ser estimadas a partir de grandezas básicas de dosimetria, entre elas, a fluência. Em 
relação à fluência, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. 
( ) É simbolizada por ΦΦ. 
( ) Para uma fonte de partículas α, esta grandeza é medida de modo absoluto utilizando‐se um sistema 
conhecido como banho de sulfato de manganês. 
Francisco Tavares
Realce
Francisco Tavares
Realce
Francisco Tavares
Realce
( ) O número de partículas N pode corresponder a partículas emitidas, transferidas ou recebidas. 
A sequência está correta em 
 
 V, F, F. 
 F, V, V. 
 V, F, V. 
 V, V, V. 
 F, V, F. 
 
 
 5. Ref.: 6070666 Pontos: 1,00 / 1,00 
 
A medição de uma fonte radioativa apresenta uma taxa de exposição de 2,58x10-4 C/kg.h. Qual o valor da taxa de 
dose no SI? 
 
 0,876 rad/h 
 8,76 rad/h 
 8,76 Gy/h 
 0,00876 Gy/h 
 0,00876 rad/h 
 
 
 
 
03086 - NORMAS 
 
 
 6. Ref.: 6063890 Pontos: 1,00 / 1,00 
 
(Adaptada de: FUNDEP - Prefeitura de Itabira - Engenheiro de Segurança - 2017) 
De acordo com as ''Diretrizes Básicas de Proteção Radiológica'' da norma CNEN NN 3.01, todo serviço deve 
possuir um plano de proteção radiológica, contendo alguns equipamentos necessários como: 
I. monitoração coletiva dos trabalhadores; 
II. monitoração da área; 
III. proteção individual; 
IV. medições ambientais específicas para práticas de trabalho. 
Para esse serviço, está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): 
 
 I e III apenas 
 I, apenas. 
 I, II e IV, apenas. 
 II, III e IV, apenas. 
 I, II e III, apenas 
 
 
 7. Ref.: 6063994 Pontos: 0,00 / 1,00 
 
(Adaptada de: CESGRANRIO - Petrobras - Profissional Júnior - Engenharia de Segurança do Trabalho - 2015) 
O requisito fundamental para proteção radiológica, de acordo com a norma da CNEN NN 3.01, é sustentado pelos 
Francisco Tavares
Realce
Francisco Tavares
Realce
Francisco Tavares
Realce
três pilares: justificação, otimização e limitação de dose individual. Para limitação de dose individual a norma 
determina que a exposição normal das pessoas deve ser restringida de tal modo que nem a dose efetiva nem a 
dose equivalente nos órgãos ou tecidos de interesse, causadas pela possível combinação de exposições 
originadas por práticas autorizadas, excedam o limite de dose especificado. Esse limite de dose é: 
 
 20mSv/ano de dose equivalente para indivíduo ocupacionalmente exposto, considerando-se a pele. 
 1mSv/ano de dose efetiva para IOE, considerando-se o corpo inteiro. 
 20mSv/ano de dose efetiva para IOE, considerando-se o corpo inteiro. 
 200mSv/ano de dose efetiva para IOE, considerando-se a pele. 
 20mSv/ano de dose efetiva para indivíduo do público, considerando-se o corpo inteiro. 
 
 
 
 
03121 - BLINDAGEM 
 
 
 8. Ref.: 6065054 Pontos: 1,00 / 1,00 
 
Atualmente, existem no mercado placas de drywall para blindar salas de radiodiagnóstico. Esse tipo de placa 
mede cerca de 60x60cm260�60��2 e custa R$ 310,00. A compra é feita por placa inteira, não existindo a 
possibilidade de se comprar meia placa. 
Imagine que você precisa blindar uma parede com 3,0 m de largura e 2,8 m de altura. Você sabe que, pela 
legislação vigente, a altura da blindagem é de 2,10 m, então a área blindada seria de 3,0 m de largura por 2,10 m 
de altura. 
Com base nessas informações, o custo total para blindar essa parede é de: 
 
 R$ 5.850,00. 
 R$ 1.550,00. 
 R$ 5.580,00. 
 R$ 7.380,00. 
 R$ 5.425,00. 
 
 
 9. Ref.: 6065059 Pontos: 0,00 / 1,00 
 
Você recebeu a tarefa de calcular a espessura de uma barreira secundária - em mm de chumbo (mm Pb) -, 
utilizando a metodologia do NCRP-147 e sem considerar uma pré-barreira. 
Para isso, você deve adotar os seguintes valores: 
 100kV100��, α=2,5α=2,5; 
 β=15,28β=15,28 e γ=0,7557γ=0,7557, U=1�=1; 
 T=1�=1, área controlada; 
 K1sec=0,049mSv/pac����1=0,049���/���; 
 N=45pacientes�=45pacientes, dsec=1,8m����=1,8� 
Além disso, é preciso utilizar a seguinte fórmula: 
xbarreira=1αγln[(NUTK1secPd2sec)γ+βα1+βα]�barreira=1αγ��[(�������1�����2)γ+βα1+βα] 
Com base nessas informações, a espessura da barreira secundária é igual a: 
 
 1,2 mmPb. 
 1,1 mmPb. 
 1,0 mmPb. 
 0,20 mmPb. 
Francisco Tavares
Realce
Francisco Tavares
Realce
Francisco Tavares
Realce
 0,55 mmPb. 
 
 
 10. Ref.: 6064595 Pontos: 1,00 / 1,00 
 
A determinação da carga de trabalho máxima semanal (W) de um serviço de radiodiagnóstico, expressa 
em mAmin/sem, pode ser obtida por meio de entrevistas com a equipe técnica, a partir do número aproximado de 
pacientes por dia (ou semana) e dos parâmetros operacionais mais utilizados. 
Se um serviço possui um equipamento de raios X que opera com 2 mA durante 4 horas por dia, 5 dias por 
semana, a carga de trabalho desse serviço é: 
 
 275 mAmin/sem. 
 2400 mAmin/sem. 
 24000 mAmin/sem. 
 24 mAmin/sem. 
 240 mAmin/sem. 
 
Francisco Tavares
Realce