Buscar

Aula II Informática em Saúde- Banco de Dados e Sistemas de Informação - UnB-FGAGama

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 29 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 29 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 29 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Profa. Dra. Lourdes Brasil
Profa. MSc. Camila Hamdan
Banco de Dados
Sistemas de Informação 
Informática em Saúde 
id117457718 pdfMachine by Broadgun Software - a great PDF writer! - a great PDF creator! - http://www.pdfmachine.com http://www.broadgun.com 
Temas
Banco de Dados
Sistemas de Informação
Prontuário Eletrônico do Paciente
Telemedicina
Informática em Saúde
Natureza e 
Modelagem da 
Informação em Saúde
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Toda comunicação em um computador 
para processar uma informação é 
constituída:
� um remetente
� um canal de transmissão
� um destinatário
Proc. Humano x Proc. Máquina
� O processamento da informação no ser 
humano é equivalente:
� mensagens são geradas
� mensagens são transportadas através do 
sistema nervoso ou sistema hormonal
� mensagens são enviadas aos órgãos dos 
sentidos
Proc. Humano x Proc. Máquina
� O processamento da informação no ser 
humano é equivalente:
� o organismo se comunica com o meio 
externo, através dos transportes físicos ou 
químicos (voz, gestos e cheiro), tendo como 
destinatários os cinco sentidos
Proc. Humano x Proc. Máquina
� A visão e a audição são os sentidos mais 
importantes para a realização da 
aquisição de informações do meio 
externo.
� O olho humano é capaz de receber 3 
milhões de bits (menor unidade de 
informação), através da retina.
Proc. Humano x Proc. Máquina
� A habilidade humana para adquirir 
imagens é impressionante, já que a 
maioria das câmeras de televisão 
possuem uma resolução bem mais baixa.
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Diferenças entre o processamento 
humano e da máquina:
� O cérebro humano inicia o processo através 
da retina que possibilita o processamento 
paralelo da informação, já que possui mais de 
1 milhão de nervos ligado ao córtex.
� A maioria dos computadores só possuem um 
processador.
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Diferenças entre o processamento 
humano e da máquina:
� Um neurônio pode ser comparado a menor 
unidade de armazenamento de informação 
em um computador (só armazena 1 bit).
� A capacidade de armazenamento de um 
cérebro em termos de bits é estimada na 
ordem de 1 milhão de bits por cm3.
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Diferenças entre o processamento 
humano e da máquina:
� Capacidade total de armazenamento do 
cérebro: 1012 bits ( 1 milhão de megabits). 
Número de neurônios envolvidos: 1.5 x 1010.
� O compact disk possui uma capacidade de 
armazenamento de: 5 x 109 bits.
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Diferenças entre o processamento 
humano e da máquina:
� Os sentidos humanos não são capazes de 
coletar muitas das informações importantes 
para identificar um diagnóstico.
� Ultrasom de vários MHz que ultrapassa a escala 
perceptível ao nosso ouvido
� ondas eletromagnéticas como raio X ou luz 
infravermelho que estão fora do espectrum de luz 
visível.
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Diferenças entre o processamento 
humano e da máquina:
� Os sentidos humanos não são capazes de 
coletar muitas das informações importantes 
para identificar um diagnóstico. Nesses casos 
utilizamos um transdutor (transforma uma 
grandeza analógica em uma tenção elétrica 
correspondente. Exs.: microfone para 
detecção de sons cardíacos). 
Proc. Humano x Proc. Máquina
� Diferenças entre o processamento 
humano e da máquina:
� Nem todos os dados adquiridos através dos 
nossos sentidos contém informação.
Ciência da Informação
� É a ciência que faz uso de símbolos e 
suas combinações, ou em geral, de uma 
linguagem.
� A linguagem natural é a maneira mais 
direta de nos expressarmos. 
� Utilizando a linguagem do computador nós 
nos expressamos de uma forma mais 
estruturada.
Ciência da Informação
� A informação possui três diferentes 
aspectos que estão, diretamente, 
relacionados aos três estágios da 
atividade humana e, particularmente, aos 
três estágios do ciclo diagnóstico-
terapêutico (observação, diagnóstico e 
terapia): sintático, semântico e 
pragmático. 
Aspecto Sintático
� Constitui a gramática ou sintaxe para a 
descrição, armazenamento ou 
transmissão de mensagens.
� A sintaxe descreve as regras de condução 
para os transportadores da informação. 
Exs.: conjunto de códigos ou símbolos, as 
letras do alfabeto, a maneira que as 
palavras devem ser soletradas.
Aspecto Sintático
� É fortemente relacionado ao transportador 
da informação:
� a linguagem 
� o tipo da imagem 
� um biosinal.
� Aspecto Sintático Puro: Dado.
� Os dados não precisam ser interpretados 
pelo destinatário.
Aspecto Sintático
� Muitas observações no campo da saúde 
são apenas dados. Somente depois da 
interpretação humana é que os dados 
adquirem um significado.
Aspecto Semântico
� Relativo ao significado da mensagem.
� Está interessado apenas no significado 
da informação para interpretação e 
tomada de decisão.
� O significado só pode ser derivado se é 
sabido o contexto da mensagem.
Aspecto Semântico
� Os profissonais de saúde lidam com o 
aspecto semântico quando estão 
definindo um diagnóstico.
� Mesmo que a mensagem tenha sido 
transmitida sem qualquer distúrbio e está 
sintaticamente correta, a interpretação 
não é, necessariamente, não-ambígua.
Aspecto Semântico
� A linguagem natural permite a dedução de 
vários significados, especialmente, 
quando não conhecemos o contexto.
Aspecto Pragmático
� Toda interpretação de uma informação 
tem uma intenção ou um objetivo a ser 
alcançado.
� Muitos exemplos do uso de dados 
ilustrando todos os três aspectos podem 
ser encontrados nos registros de 
pacientes.
Aspecto Pragmático
� Ex.: Em um registro do paciente não 
apresenta um valor 8.2 sem estar ligado a 
algum contexto. Como, por exemplo, 
Hemoglobina: 8.2.
� As regras sintáticas (aspecto sintático) 
definem que um valor seja precedido por uma 
unidade.
Aspecto Pragmático
� O significado deste valor para o 
acompanhamento do paciente (aspecto 
semântico) depende se o valor é anormal, 
dado um contexto (por exemplo, a idade do 
paciente ou a história do paciente).
� O aspecto pragmático trata das ações que 
necessitam serem realizadas (por exemplo, 
transfusão de sangue, prescrição de dieta, 
prescrição de medicamentos).
Informação
� A definição de informação segundo três 
pioneiros da ciência da informação:
� Claude E. Shannon (1916): Informação é o 
valor negativo do logaritmo da probabilidade 
de ocorrência.
� Louis-Marcel Brillouim (1854-1948): 
Informação é uma função da relação entre 
possíveis erros ocorridos antes e depois da 
recepção.
Informação
� A definição de informação segundo três 
pioneiros da ciência da informação:
� Nobert Wierner (1894-1964): Informação é o 
nome para o conteúdo do que é trocado com 
o mundo externo
Bibliografia
� Bemmel, J.H.V; Musen, M. A. � Handbook 
of Medical Informatics. In capítulo 2. 
http://www.mieur.nl/mihandbook/r_3_3/ha
ndbook/home.htm
http://www.mieur.nl/mihandbook/r_3_3/ha
OBRIGADA!

Outros materiais