Buscar

Mapa Mental - Direito Empresarial Fintechs

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 5 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

não precisa de sócio para
ser aberta;
não exige Capital Social
mínimo, reduzindo, assim,
os custos com
investimento inicial;
separa o patrimônio
pessoal do empreendedor
do patrimônio da
empresa.
Quais são as vantagens d
a
Sociedade Limitada
Unipessoal, SLU? 
 
Ainda que tenh
a a palavra
“sociedade” na 
sua
composição, a S
LU é
formada por ap
enas uma
pessoa, o própr
io
empreendedor
.
Quem pode abrir uma Sociedade LimitadaUnipessoal?
Pode abrir uma Sociedade Limitada Unipessoal
pessoas maiores de 18 anos ou emancipadas
que querem empreender sem a obrigatoriedadede ter um sócio.Além disso, esse tipo de empresa permite alegalização de atividades econômicas eprofissões não contempladas em outrasnaturezas, tais como advogados, médicos, entrevários outros.
Popularmente
conhecida como
Sociedade Unipesso
al,
este é um tipo de
empresa no qual nã
o
há necessidade de
sócio para abertura
.
Além disso, o patrim
ônio pessoal
fica separado do pa
trimônio da
empresa. Assim, cas
o haja algum
problema financeiro
 relevante, ou
mesmo falência, os 
bens do
empreendedor não 
podem ser
utilizados para quita
ção das
dívidas.
Sociedade Limitada
Unipessoal (SLU)
https://www.contabilizei.com.br/contabilidade-online/investimento-inicial-de-uma-empresa/
https://www.contabilizei.com.br/contabilidade-online/medico-pode-ser-mei/
https://www.contabilizei.com.br/contabilidade-online/entenda-quais-sao-os-tipos-de-empresa-para-abrir-no-brasil/
Conceito: Empresa Simples de
Crédito ou ESC é um novo tipo de
negócio que vai realizar operações de
empréstimos e financiamentos
exclusivamente para
Microempreendedores Individuais
(MEI), microempresas e empresas de
pequeno porte, utilizando-se
exclusivamente de capital próprio.
A ESC terá como objeto social, arealização de operações deempréstimo, de financiamento ede desconto de títulos de crédito,exclusivamente com recursospróprios, tendo como contrapartesmicroempreendedores individuais,microempresas e empresas depequeno porte, nos termos da LeiComplementar nº 123, de 14 dedezembro de 2006 (Lei do SimplesNacional) e tem como pontos eregras principais:
Empresa Societária
 De Crédito (ESC)
Oferecer financiamento, empréstimos e descontos de títulos de crédito
exclusivamente para microempreendedores individuais (MEI), microempresas
e empresas de pequeno porte.
A ESC não é banco e não poderá utilizar qualquer nome que faça alusão a
instituições financeiras. 
A ESC poderá ter três tipos de modelo empresarial: empresa individual de
responsabilidade limitada (EIRELI), empresário individual ou sociedade
limitada.
O volume de operações da ESC está limitado ao seu capital s
A fonte de receita é, exclusivamente, oriunda dos juros recebidos das
operações realizadas.
A ESC não poderá contrair empréstimos para poder emprestar mais.
Cada pessoa física pode participar de apenas uma ESC e não são permitidas
filiais.
A receita bruta anual da ESC não pode ser superior a R$ 4,8 milhões, vedada a
cobrança de encargos e tarifas.
O regime de tributação será pelo Lucro Real ou Presumido, não podendo,
portanto, enquadrar-se no Simples Nacional. 
A atuação da empresa é restrita ao município e a sua vizinhança.
 Regras e pontos principais: 
ocial, ou seja, ela só pode emprestar recursos próprios.
Como Funciona?
O Contrato deverá ser entregue a contraparte, preferencialmente
por meio impresso e pessoalmente. Porém, considera-se também a
possibilidade de utilização da entrega por meio eletrônico, face a
nova realidade do mundo digital. 
As partes farão um contrato, ficando uma cópia com cada parte
interessada (a ESC e a empresa tomadora do crédito). A
movimentação do crédito deve ser feita apenas por débito ou crédito
em contas de depósito, em nome da ESC e da pessoa jurídica
contratante. O pagamento pelo devedor pode ser realizado
preferencialmente por meio de contas de depósito, porém, entende-
se que não há impeditivo para utilização de boleto bancário emitido
pela ESC. 
O que é fintech? Ela é usad
a
para se referir a startups o
u
empresas que desenvolvem
produtos financeiros
totalmente digitais, nas qu
ais o
uso da tecnologia é o princ
ipal
diferencial em relação às
empresas tradicionais do s
etor.
A maioria delas permite queos clientes controlem osprodutos inteiramenteatravés de smartphones,sem nunca precisar pisar emuma agência ou corretora.Conhecer e entender o que éuma fintech é, portanto, umpasso importante paraencontrar alternativasmelhores para os serviçostradicionais dos bancos.
Quais as vanta
gens das fintec
hs?
No geral, as fint
echs são conhe
cidas
por oferecer so
luções financeir
as
inéditas, menos
 burocráticas, m
ais
intuitivas de ser
em usadas – af
inal,
elas normalme
nte estão dispo
níveis
no smartphone
 do cliente – e c
om
custos baixíssim
os, às vezes
inexistentes, pa
ra os usuários.
Um exemplo sã
o os cartões de
crédito sem anu
idade ou as con
tas
digitais gratuita
s.
Qual é a diferença entre fintech e startup?Uma fintech também pode ser, no início, umastartup.As fintechs são empresas de serviços financeiros
que se diferenciam pelo uso da tecnologia einovação.As startups, por sua vez, são empresas inovadoras
que ainda estão em estágio inicial — acabaram de
chegar ao mercado, geralmente não apresentam
lucro de início, mas têm grande potencial de rápidocrescimento.A grande diferença entre elas é que a startup não
necessariamente faz parte do setor financeiro. Ela
pode atuar no mercado de entretenimento, seguros,
alimentação, tecnologia, vestuário, ou qualqueroutro do mercado.
FINTECH
https://blog.nubank.com.br/o-que-e-startup/
https://blog.nubank.com.br/cartao-de-credito-sem-anuidade/
https://blog.nubank.com.br/tudo-sobre-a-conta-nubank/
Sociedade de Crédito
Direto (SCD)
A Sociedade de Crédito Dir
eto
(SCD) é um modelo de Fint
ech que
tem como principal foco a
realização de operações de
financiamento, empréstim
os,
entre outras, exclusivamen
te por
meio de plataforma eletrô
nica.
Além disso, todas as opera
ções
financeiras realizadas por 
uma
Sociedade de Crédito Diret
o
devem ser feitas com recu
rsos
próprios.
Ou seja, as SCDs não pode
m
captar recursos de terceiro
s para
fomentar as suas atividade
s.
Quais as diferenças entre SCD e SEP?Além do SCD, existe outro tipo de Fintechque foi regularizada pela Resolução nº4.656/2018 do Banco Central: As SEPs.SEP é a abreviação para Sociedade deEmpréstimos entre Pessoas, que é ainstituição financeira com principal objetivode realizar operações de financiamento eempréstimos entre pessoas, apenas pormeio de plataforma eletrônica.
Verificar origem dos recursosutilizados para realizar asoperações;Verificar se há compatibilidadeentre a capacidade econômico-financeira com o porte do negócio.
Como conseguir a autorização de umaSCD?Para atuar como uma Sociedade deCrédito Direto, ou até mesmo comoSEP, é necessário ter a autorização doBanco Central do Brasil.Para isso, o banco central demandaalgumas informações sobre osproprietários do negócio, como:
Atualmente, no Brasil, todas as Fintechsdevem estar regulamentadas peloConselho Monetário Nacional (CMN),além do Bacen, segundo as Resoluções4.656 e 4.657.
Como funciona uma
 SCD?
Através apenas de a
mbientes
eletrônicos, a SCD e
xecuta diversos
tipos de serviços fina
nceiros para seus
clientes.
As SCDs têm grand
e preocupação com
a seleção dos seus c
lientes. Por isso,
sempre é realizada 
uma avaliação do
risco de crédito, ana
lisando a situação
econômico-financei
ra, grau de
endividamento, cap
acidade de geração
de caixa, entre outro
s pontos.
https://www.suno.com.br/artigos/fintechs/
sociedade de empréstimo
entre pessoas (SEP)
O que é sociedade de emp
réstimo entre pessoas
(SEP)?
A sociedade de empréstim
o entre pessoas é um
sistema onde uma fintech 
intermedia as relações
entre o cliente que busca c
rédito e o investidor
que quer disponibilizar o se
u capital para
empréstimo.
Esse tipo de sociedade é co
nhecido no mercado
como peer-to-peer lending
, sendo que a fintech
realizauma clássica interm
ediação financeira
podendo cobrar tarifa por 
esse serviço prestado.
Quais são as principais características da SEP?Uma das principais características da Sociedade deEmpréstimo entre Pessoas (SEP) é que os recursos sãotodos de terceiros, sendo que a SEP apenas fornece ainfraestrutura para fazer a ligação entre o tomador e ocredor.Além disso, a exposição de um credor por SEP sociedadede empréstimo entre pessoas, deve ser de no máximo R$15 mil, sendo que a fintech pode também fazer aemissão de moeda eletrônica.Um outro ponto de destaque é que os tomadores deempréstimo precisam ser selecionados com base emcritérios como situação financeira, grau deendividamento, histórico de bom pagador, dentre outros.
Como funciona a Sociedade deEmpréstimo entre Pessoas SEP? ASEP empréstimo, funciona comouma empresa intermediária quefaz a ponte entre quem quer tomarum empréstimo e quem estádisposto a emprestar o seu capital.Ou seja, ela intermedia oempréstimo entre pessoas. Essetipo de sociedade é regulamentadopelo Banco Central, e toda aoperação é feita de forma online. Afintech também pode seresponsabilizar pela análise ecobrança de crédito para clientes eterceiros.
Quais as vantagens
 desses sistemas?
Tanto a SEP quanto
 a SCD possuem div
ersas
vantagens atualme
nte, sendo que a prin
cipal
é que tudo pode ser
 feito por um smartp
hone.
Sendo assim, o clien
te que tiver interess
e em
uma determinada li
nha de crédito, pode
 se
sujeitar a análise en
trando com o pedid
o de
empréstimo, sem a 
necessidade de ir
presencialmente até
 uma agência.
Além disso, toda a d
ocumentação tamb
ém
pode ser enviada de
 forma digitalizada p
elo
cliente, o que agiliza
 e desburocratiza o
processo.
Como resultado, as 
fintechs têm um pap
el de
democratização do 
crédito no país,
abrangendo as clas
ses C e D, que encon
tram
mais dificuldades em
 conseguir emprésti
mo
no setor tradicional
https://www.suno.com.br/artigos/endividamento/

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes