Buscar

DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 8 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 8 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1. Os avanços da tecnologia provocaram diversas mudanças no modo de vida do trabalhador e
afetaram as relações de trabalho. Uma das principais alterações foi a substituição da mão de
obra humana por maquinários. Isso aumentou a taxa do número de pessoas desempregadas, e
gerou grandes impactos sociais. Afinal, muitas vezes o homem não é mais considerado
qualificado para trabalhar por conta do advento das máquinas, já que essas tendem a ser mais
rápidas e eficientes.
Com relação a esse assunto, analise as assertivas a seguir.
I. As maiores empresas estão cada vez mais investindo em tecnologia e por isso o desemprego
tem aumentado muito nos últimos anos;
II. Os funcionários de nível operacional são os que mais sofrem com a substituição pelas
máquinas. Normalmente esses trabalhadores fazem parte de classes sociais mais vulneráveis, e
por isso os avanços da tecnologia provocam impactos nas questões sociais;
III. A inovação tecnológica provoca grandes alterações nas nações em termos econômicos, mas
não afeta o país em âmbito político.
É correto o que se afirma em
A. I, apenas.
B. III, apenas.
C. I e II, apenas. Resposta correta
D. II e III, apenas.
E. I, II e III.
2. Roberto é um grande latifundiário que possui extensas terras produtoras de castanha. Ele possui
alguns funcionários que trabalham em seus terrenos em troca de moradia e comida. Os seus
empregados trabalham dia e noite para manter o plantio das castanhas. Eles não gostam desse
emprego, mas é o único que resta, já que o país se encontra em crise, e não há terra para todo
mundo, afinal apenas os grandes latifundiários são detentores das mesmas. Essa desigualdade
social e a má distribuição de terras são geradas por diversos motivos, e esses são problemas
decorrentes desde a relação de colonização do Brasil com Portugal.
Considerando a situação descrita, avalie as afirmativas a seguir.
I. Essa situação de exploração social é gerada por conta da má distribuição de terras do país, o
que faz com que diversas pessoas aceitam sub-trabalhos para conseguir sobreviver e sustentar
a sua família, visto que os senhores detentores das terras são as pessoas que determinam o
modo de trabalho oferecido na região.
II. O problema da má distribuição de terras é muito significativo, já que é a expressão máxima de
desigualdade e a terra é um dos componentes mais fortes para o crescimento de um país, pois
através dela é possível obter recursos naturais e desenvolvimento econômico e social.
III. Essa problemática é somente de cunho econômico já que a má distribuição de terra faz com
que pessoas ricas enriqueçam cada vez mais e as pessoas pobres sejam dominadas por elas,
economicamente.
É correto apenas o que se afirma em
A. I, apenas.
B. III, apenas.
C. I e II, apenas. Resposta correta
D. II e III, apenas.
E. I, II e III.
3. Uma tribo indígena X possui terras férteis, ricas em minérios e que ficam localizadas perto de
lagos e rios. Por conta disso, diversas empresas já tentaram comprá-las, mas os índios que
fazem parte dessa tribo nunca pensaram em vendê-la. Devido à riqueza das terras, a empresa Y
decidiu invadir o terreno e implementar nesse lugar o seu ponto de produção. Em meio à essa
disputa de terras, os indígenas se sentem sem abrigo e estão perdendo as suas raízes e a sua
cultura.
Situações como essas são comuns, e com base nela, analise as assertivas a seguir.
I. As tribos indígenas desde muito tempo sofrem com a invasão das suas terras, pois, quando o
Brasil virou colônia de exploração, os povos dominantes adentraram em suas terras de modo a
extinguir a sua cultura.
II. A ocupação das terras indígenas muitas vezes eram fraudulentas, mas não chegaram a
provocar lutas sangrentas.
III. Após o crescimento da agropecuária e o desenvolvimento de diversos latifúndios, mais uma
vez as terras indígenas foram invadidas, desrespeitando os direitos dos índios de manter os
seus terrenos.
IV. Além do período de colonização e do crescimento da agropecuária, os índios também
sofreram com invasões em suas terras na época da industrialização, em que diversas empresas
procuraram obter recursos naturais nas terras indígenas.
É correto o que se afirma em
a. I e IV, apenas.
b. II e III, apenas.
c. I, III e IV, apenas. Resposta correta
d. I, II, III e IV.
e. II, apenas.
4. Quando se observam os dados regionais há significativas diferenças. A Região Sul, por
exemplo, apresenta a menor desigualdade na distribuição das terras entre os diferentes extratos
de área, especialmente nos municípios colonizados por italianos e alemães situados no noroeste
do Rio Grande do Sul, na região vinícola da Serra Gaúcha, e aqueles que se localizam na região
da agroindústria de aves e suínos, no oeste catarinense e sudoeste paranaense. De acordo com
o levantamento, isso se explica pela "estrutura fundiária consolidada pela presença da produção
colonial do migrante europeu".
Na outra ponta, fica a Região Nordeste, com elevados níveis de concentração de terras na
porção leste do Maranhão e em grande parte do Piauí. O processo de ocupação do território
desde o período colonial, marcado pela economia escravista e grandes propriedades pastoris do
sertão, ajuda a explicar o panorama, segundo o estudo.
Além disso, a Região Centro-Oeste também vem apresentando desigualdade na distribuição de
terras motivada, de acordo com os técnicos do IBGE, pela expansão da soja, que também
ocorre nas regiões de Cerrado do oeste baiano. O cultivo desse produto exige emprego de
tecnologia e articulação com o comércio mundial de commodities agrícolas, o que impõe uma
escala de grande produção para garantir a inserção no mercado.
Disponível em: <
https://oglobo.globo.com/economia/desigualdade-na-distribuicao-de-terras-a-mesma-de-20-anos-
atras-mostra-ibge-3119686>. Acesso em: 24 de junho de 2019.
Com base nas informações apresentadas, avalie as informações a seguir.
I. As informações descritas demonstram que mesmo nos dias atuais, a maioria das regiões do
Brasil apresentam uma forte desigualdade na distribuição de terras.
II. Na região Nordeste houve um intenso regime escravista, e ocorreu também relações de
dominação. Consequentemente, essa é uma das partes do país em que existe uma maior
concentração de terras.
III. A região Centro-Oeste ainda apresenta um alto índice de pobreza e possui uma enorme
desigualdade na divisão de terras, o que demonstra que existem dois parâmetros na região: os
grandes latifundiários continuam enriquecendo, e a população pobre continua na miséria,
mesmo que a região esteja se desenvolvendo economicamente.
IV. As informações demonstram a disparidade entre a região Sul e Nordeste, demonstrando que
https://oglobo.globo.com/economia/desigualdade-na-distribuicao-de-terras-a-mesma-de-20-anos-atras-mostra-ibge-3119686
https://oglobo.globo.com/economia/desigualdade-na-distribuicao-de-terras-a-mesma-de-20-anos-atras-mostra-ibge-3119686
essa última tem bem menos problemas em termos de desigualdade social.
Está correto apenas o que se afirma em
a. I, II e III, apenas. Resposta correta
b. I e II, apenas.
c. II, III e IV, apenas.
d. III e IV, apenas.
e. I, II e IV, apenas.
5. Uma das principais teorias que embasam o capitalismo é o liberalismo econômico, já que essa
organização política facilita o crescimento das grandes empresas e indústrias, e gera ainda mais
riqueza para os países. Essa teoria parte do princípio de que o Estado não deve interferir nas
questões econômicas, e que o mercado tenha livre atuação.
Com relação a essa teoria, analise as assertivas a seguir.
I. Na teoria liberal econômica o Estado interfere somente nas questões sociais, oferecendo
educação, saúde e moradia para a população e dando assistência à classe menos favorecida;
II. A teoria liberal estimula o desenvolvimento de grandes indústrias através da não-intervenção
do Estado na economia;
III. Na teoria liberal, o Estado desenvolve diversas políticas públicas para atender a população
menos privilegiada.
É corretoo que se afirma em
A. I e III, apenas.
B. II, apenas. Resposta correta
C. I, II e III.
D. I, apenas.
E. II e III, apenas.
6. São diversas as lutas dos trabalhadores do campo e da cidade em busca dos seus direitos
trabalhistas, afinal eles precisam de reconhecimento e dignidade para realizar as suas atividades
com qualidade de vida. Os trabalhadores urbanos normalmente buscam direitos simples como
melhores salários e condições de trabalho, o que contraria a ideia capitalista que se baseia na
diminuição dos custos e no aumento do lucro. Já os trabalhadores rurais objetivam receber
terras para iniciar a sua produção agrícola.
Com base nesse assunto, analise as assertivas a seguir.
I. Uma das maiores lutas dos trabalhadores rurais é em relação à posse de terras, pois obter
terrenos é uma forma de sobressair do sistema de exploração e manter o seu próprio cultivo de
forma digna e com boas condições de trabalho.
II. Assim como os trabalhadores rurais, os urbanos também buscam os seus direitos para não
serem percebidos como máquinas, por isso eles clamam pelos mesmos objetivos, afinal
possuem condições de trabalho parecidas.
III. As lutas dos trabalhadores urbanos e rurais são basicamente as mesmas, já que os dois
realizam as suas atividades diárias e não possuem condições favoráveis para realizar o seu
trabalho.
IV. Existem diversas leis que protegem o trabalhador brasileiro, mas isso não é o suficiente para
proporcioná-los um trabalho digno e decente.
É correto apenas o que se afirma em
A. I, II e III, apenas.
B. I e II, apenas.
C. II e IV, apenas.
D. I, III e IV, apenas. Resposta correta
E. III e IV, apenas.
7. Diversas indústrias alegam que as terras improdutivas das tribos indígenas e das comunidades
quilombolas poderiam ser usadas para ajudar no avanço da economia. Afinal, muitas vezes
esses terrenos são ricos em recursos naturais, o que ajudaria diversas empresas a produzir o
seus bens. Isso apresenta uma visão de superioridade por parte das indústrias em relação às
tribos e aos quilombos, já que se esses fossem invadidos para ocorrer a produção de bens, toda
a cultura de um povo seria desrespeitada, o que poderia levar à sua exterminação.
Considerando as ideias do texto, analise as assertivas a seguir.
I. A alegação de diversas indústrias de que as terras das tribos indígenas e das comunidades
quilombolas deveriam ser usadas para produção agrícola ressalta uma superioridade por parte
das grandes empresas e a marginalização de um povo que há muito tempo vem sendo
menosprezado pela sociedade.
II. A disputa pela posse da terra retrata a importância dada à produção de riqueza e a falta de
reconhecimento em relação à cultura e a história dos povos indígenas e quilombolas.
III. A maioria das terras das tribos indígenas e das comunidades quilombolas possuem
documento de posse de terra. Portanto, muitas vezes não é preciso se preocupar com a disputa
de terrenos.
É correto apenas o que se afirma em
A. I e II, apenas. Resposta correta
B. I, apenas.
C. III, apenas.
D. II e III, apenas.
E. I, II e III.
8. O processo produtivo capitalista proporcionou diversos benefícios e malefícios para a sociedade.
Mas a principal mudança provocada por esse modo de produção foram as econômicas e as
políticas. Esse processo gerou uma ampla desigualdade social, em que diversas pessoas se
encontraram em uma situação de vulnerabilidade. Por conta disso, foram criadas diversas
políticas públicas e diretrizes que objetivaram equilibrar as questões sociais e econômicas.
Nesse período foi desenvolvida a teoria do liberalismo econômico por Adam Smith. Essa ideia se
fundamenta no princípio de que o Estado não pode interferir nos aspectos econômicos de um
país, já que a economia deve ser regulada pelos interesses da população. Em relação a essa
ideologia, analise as assertivas a seguir.
I. A teoria do liberalismo é uma ideologia que visa gerar desenvolvimento econômico e riqueza
em determinada região;
II. A livre atuação do sistema capitalista faz com que grandes empresários, comerciantes e
produtores controlem a economia de uma nação de acordo com os seus interesses.
III. As nações que obedecem os preceitos do liberalismo econômico têm a sua economia
influenciada pelos grandes empresários, e nesse caso o Estado busca diminuir as desigualdades
tratando de diversas questões sociais.
É correto o que se afirma em
A. I, II e III.
B. III, apenas.
C. I, apenas.
D. I e II, apenas. Resposta correta
E. II e III, apenas.
9. Desde o seu início, a divisão das propriedades agrárias no Brasil não foi realizada de forma
igualitária. O objetivo maior era proporcionar riquezas para Portugal, portanto os poderosos
senhores detinham as terras mais ricas do país. Inicialmente, a divisão territorial do país
consistiu na distribuição de 15 terras para os mandatários portugueses, esses terrenos eram
chamados de capitanias hereditárias. Essa má distribuição de terras provocou a dominação de
uma pequena parcela da população sobre diversas pessoas menos favorecidas e gerou uma
grande exploração social.
Com base no texto acima, avalie as alternativas a seguir.
I. Devido à má distribuição de terras, os terrenos agrícolas ficaram nas mãos de grandes
latifundiários, que pelo fato de serem detentores do poder, ofereciam sub-empregos para a
população que precisava sustentar a sua família e não tinha oportunidades.
II. Até os dias atuais existe uma grande desigualdade na distribuição de terras, o que gera
diversos problemas sociais. Portanto, muitas terras nas mãos de poucas pessoas ainda é uma
realidade do país.
III. A problemática da má distribuição de terras foi gerada ainda no início da história do Brasil,
quando o país era colônia de Portugal. Esse problema ainda não foi resolvido e é um dos
principais impasses da nação em termos econômicos e políticos.
IV. Por mais que essa problemática seja recorrente e promova problemas sérios para o país, não
existe nenhum grande movimento que busque a realização da reforma agrária ou qualquer outro
programa que promova a distribuição de terras na região.
É correto o que se afirma em
A. II e IV, apenas.
B. III e IV, apenas.
C. I, II, III e IV.
D. I , apenas.
E. I, II e III, apenas. Resposta correta
10. Ao mesmo tempo em que a tecnologia tem facilitado o modo de produção e gerado bastante
riqueza para diversas indústrias, essa tem aumentado a desigualdade social, por conta do uso
de maquinários e da exploração do trabalho humano. Esse paradoxo provoca vários malefícios
para a parte da população que não é privilegiada. Isso gera diversas questões sociais, afinal a
tecnologia tem influenciado, e muito, a gestão do processo produtivo, e consequentemente a
situação socioeconômica dos grandes centros urbanos.
Com relação a esse contexto, analise as assertivas a seguir.
I. Esse paradoxo faz com que bairros muito ricos contrastem com lugares de pobreza extrema.
Esse é um grande reflexo dos efeitos do uso da tecnologia nos modos de produção, afinal
algumas pessoas enriquecem com a sua utilização, e outras perdem oportunidades de emprego;
II. Esses problemas sociais tem gerado malefícios apenas nos grandes polos industriais e
centros urbanos, afinal nem todos os lugares fazem uso da tecnologia no processo produtivo;
III. A substituição de homens por máquinas aumentou ainda mais a taxa de desemprego, e
consequentemente a desigualdade social.
É correto apenas o que se afirma em .
A. I, II e III.
B. II e III, apenas.
C. I e III, apenas. Resposta correta
D. II, apenas.
E. I, apenas.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes