Buscar

SIMULADO8 - Bloco 8 - Nível Intermediário - Direito Administrativo para Concurso Nacional Unificado - 2024

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 149 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 149 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 149 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

1601) 
Direito Administrativo para Concurso Nacional Unificado - 2024
https://www.tecconcursos.com.br/s/Q3JGrq
Ordenação: Por Matéria e Assunto (data)
www.tecconcursos.com.br/questoes/1746412
CSC IFPA - Asst (IF PA)/IF PA/Administração/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
João, servidor público federal, está respondendo à ação de improbidade administrativa, sob o
argumento de liberar recursos de parcerias firmadas pela administração pública com entidades privadas
sem a estrita observância das normas pertinentes. Já Maria, também servidora pública federal, está
respondendo à ação de improbidade administrativa, sob o argumento de descumprir as normas relativas
à celebração, fiscalização e aprovação de contas de parcerias firmadas pela administração pública com
entidades privadas. Os atos de improbidade descritos estão previstos, respectivamente, na Lei nº.
8.429/1992 como atos que:
a) importam enriquecimento ilícito e causam prejuízo ao erário.
b) atentam contra os princípios da Administração Pública e importam enriquecimento ilícito.
c) causam prejuízo ao erário e atentam contra os princípios da Administração Pública.
d) importam enriquecimento ilícito e atentam contra os princípios da Administração Pública.
e) os dois casos configuram prejuízo ao erário.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1896023
https://www.tecconcursos.com.br/s/Q3JGrq
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1746412
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1896023
1602) 
1603) 
Com. Org. (IFSP) - Tec (IF SP)/IF SP/Laboratório/Ciências da Natureza/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Carlos, servidor do Instituto Federal de São Paulo/IFSP, no intuito de auxiliar o ingresso dos
alunos em programas de estágio, celebrou parcerias da Administração Pública com entidades privadas
sem a observância das formalidades legais ou regulamentares aplicáveis à espécie.
 
Considerando a Lei n. 8.429/1992, o fato acima descrito configura Ato de Improbidade Administrativa, e:
a) causa lesão ao erário.
b) importa Enriquecimento Ilícito.
c) conduta típica no Código Penal.
d) atenta contra os princípios constitucionais da administração pública.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1021869
PRÓ-MUNICÍPIO - TAE (CRP 11)/CRP 11 (CE)/Técnico Contábil/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Quando o agente público comete ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da administração
pública, ele comete ato de improbidade administrativa. Acerca do tema, marque a opção correta:
a) Constitui ato de improbidade qualquer ato de ação do agente público que enseje perda
patrimonial, no caso de omissão não constitui ato de improbidade, pois ato se refere a fazer algo e
não a deixar de fazer algo;
b) Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário, qualquer ação ou omissão
que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições;
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1021869
1604) 
c) Constitui ato de improbidade administrativa importando enriquecimento ilícito, auferir qualquer
tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de cargo, mandato, função, emprego;
d) Constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração
pública, celebrar contrato de rateio de consórcio público sem suficiente e prévia dotação
orçamentária, ou sem observar as formalidades previstas na lei.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1855460
DIRPS UFU - Bib Doc (UFU)/UFU/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
A Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos
nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, de cargo, de emprego ou de função na
administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências.
 
De acordo com os princípios doutrinários presentes no texto legal, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Constitui ato de improbidade administrativa, que importa enriquecimento ilícito, receber vantagem
econômica de qualquer natureza, direta ou indiretamente, para omitir ato de ofício, de providência ou
de declaração a que esteja obrigado.
b) Constitui ato de improbidade administrativa, que causa lesão ao erário, permitir, facilitar ou
concorrer para que terceiro se enriqueça ilicitamente.
c) Constitui ato de improbidade administrativa, que causa prejuízo ao erário, doar à pessoa física ou
jurídica, bem como ao ente despersonalizado, bens, rendas, verbas ou valores do patrimônio de
qualquer entidade vinculada à administração pública, exceto àquelas de fins educativos ou
assistenciais.
d) Constitui ato de improbidade administrativa, que atenta contra os princípios da administração
pública, revelar ou permitir que chegue ao conhecimento de terceiro, antes da respectiva divulgação
oficial, teor de medida política ou econômica capaz de afetar o preço de mercadoria, bem ou serviço.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1855460
1605) 
1606) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/958491
Instituto AOCP - Ass (UFRB)/UFRB/Administração/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
As sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de
mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional estão
reguladas na Lei 8.429/1992. De acordo com a lei mencionada, é correto afirmar que
a) constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário revelar fato ou circunstância
de que se tem ciência em razão das atribuições e que deva permanecer em segredo.
b) constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração
pública permitir ou facilitar a aquisição, permuta ou locação de bem ou serviço por preço superior ao
de mercado.
c) constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário conceder benefício
administrativo ou fiscal sem a observância das formalidades legais ou regulamentares aplicáveis à
espécie.
d) constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração
pública celebrar contrato de rateio de consórcio público sem suficiente e prévia dotação orçamentária,
ou sem observar as formalidades previstas na lei.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1809413
CCS UFGD - Ass Adm (UFGD)/UFGD/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
O servidor público civil da União que aceitar emprego, comissão ou exercer atividade de
consultoria ou assessoramento para pessoa física ou jurídica que tenha interesse suscetível de ser
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/958491
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1809413
1607) 
atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente de suas atribuições, durante a atividade, pratica
a) ato de improbidade administrativa que importa enriquecimento ilícito.
b) ato de improbidade administrativa que causa prejuízo ao erário.
c) ato de improbidade administrativa que atenta contra princípios da Administração Pública.
d) apenas crime previsto no Código Penal.
e) apenas infração disciplinar passível de punição na forma do Estatuto dos Servidores Públicos Civis
da União (Lei nº 8.112/1990), com processo administrativo disciplinar pelo rito do artigo 133 dessa
mesma lei.
www.tecconcursos.com.br/questoes/863445
Instituto AOCP - Adm Edi (UFPB)/UFPB/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
No que se refere ao ato de improbidade administrativa que importa em enriquecimento ilícito,
assinale a alternativa INCORRETA.
a) Perceber vantagem econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de
qualquer natureza.
b) Perceber vantagem econômica, direta ou indireta, para facilitar a alienação, permuta ou locação
de bem públicoou o fornecimento de serviço por ente estatal por preço inferior ao valor de mercado.
c) Utilizar, em obra ou serviço público, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer
natureza, de propriedade ou à disposição da administração indireta, dentre outras, bem como o
trabalho de servidores públicos, empregados ou terceiros contratados por essas entidades.
d) Adquirir, para si ou para outrem, no exercício de mandato, cargo, emprego ou função pública,
bens de qualquer natureza cujo valor seja desproporcional à evolução do patrimônio ou à renda do
agente público.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/863445
1608) 
e) Aceitar emprego, comissão ou exercer atividade de consultoria ou assessoramento para pessoa
física ou jurídica que tenha interesse suscetível de ser atingido ou amparado por ação ou omissão
decorrente das atribuições do agente público, durante a atividade.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1855697
DIRPS UFU - Eng (UFU)/UFU/Eletricista ou Eletrônico ou de Telecomunicações/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Os atos de improbidade praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a
administração direta, indireta ou fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito
Federal, dos Municípios, de Território, de empresa incorporada ao patrimônio público ou de entidade para
cuja criação ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com mais de cinquenta por cento do
patrimônio ou da receita anual são disciplinados pela Lei nº 8.429 de 2 de junho de 1992.
De acordo com essa norma, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Constituem-se atos de improbidade administrativa que causam lesão ao erário: realizar operação
financeira sem observância das normas legais e regulamentares ou aceitar garantia insuficiente ou
inidônea, bem como permitir, facilitar ou concorrer para que terceiro se enriqueça ilicitamente.
b) Constituem-se atos de improbidade administrativa, importando enriquecimento ilícito: receber,
para si ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou imóvel, ou qualquer outra vantagem econômica,
direta ou indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou presente de quem tenha
interesse, direto ou indiretamente, que possa ser atingido ou amparado por ação ou omissão
decorrente das atribuições do agente público, bem como adquirir, para si ou para outrem, no exercício
de mandato, cargo, emprego ou função pública, bens de qualquer natureza cujo valor seja
desproporcional à evolução do patrimônio ou à renda do agente público.
c) Constituem-se atos de improbidade administrativa, importando enriquecimento ilícito: aceitar
emprego, comissão ou exercer atividade de consultoria ou assessoramento para pessoa física ou
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1855697
1609) 
jurídica que tenha interesse suscetível de ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente
das atribuições do agente público durante a atividade, bem como negar publicidade aos atos oficiais.
d) Constituem-se atos de improbidade administrativa que causam lesão ao erário: celebrar parcerias
da administração pública com entidades privadas sem a observância das formalidades legais ou
regulamentares aplicáveis à espécie, bem como celebrar contrato de rateio de consórcio público sem
suficiente e prévia dotação orçamentária, ou sem observar as formalidades previstas na lei.
 
www.tecconcursos.com.br/questoes/1335772
FAFIPA - Ag Adm (CREA PR)/CREA PR/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Entende-se por Improbidade Administrativa o ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da
administração pública. A Lei N.º 8.429/92, também conhecida como “Lei da Improbidade Administrativa”,
dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício
de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá
outras providências. Em se tratando do que prevê a referida legislação, assinale a alternativa CORRETA:
a) Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário receber vantagem
econômica de qualquer natureza, direta ou indireta, para fazer declaração falsa sobre medição ou
avaliação em obras públicas ou qualquer outro serviço, ou sobre quantidade, peso, medida, qualidade
ou característica de mercadorias ou bens fornecidos à administração pública.
b) Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário permitir que se utilize, em
obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer natureza, de
propriedade ou à disposição de qualquer ente da administração pública, bem como o trabalho de
servidor público, empregados ou terceiros por ela contratados. 
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1335772
1610) 
c) Constitui ato de improbidade administrativa importando enriquecimento ilícito doar à pessoa física
ou jurídica, bem como ao ente despersonalizado, ainda que de fins educativos ou assistências, bens,
rendas, verbas ou valores do patrimônio da administração pública, sem observância das formalidades
legais e regulamentares aplicáveis à espécie.
d) Constitui ato de improbidade administrativa importando enriquecimento ilícito celebrar parcerias
da administração pública com entidades privadas sem a observância das formalidades legais ou
regulamentares aplicáveis à espécie.
e) Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário adquirir, para si ou para
outrem, no exercício de mandato, cargo, emprego ou função pública, bens de qualquer natureza cujo
valor seja desproporcional à evolução do patrimônio ou à renda do agente público.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2079155
PRGP UNIFEI - Ass Adm (UNIFEI)/UNIFEI/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Rogério é servidor público de uma autarquia federal. Em virtude de suas atribuições, Rogério tem
conhecimento do teor de diversas medidas que podem afetar o preço de mercadorias, bens e serviços.
Roberto é irmão de Rogério e proprietário de um posto de combustíveis no município onde reside. Após
tomar ciência de uma nova política econômica que faria o preço do combustível cair, Rogério, na intenção
de ajudar seu irmão a não ter prejuízos, passou-lhe informações sobre essa nova política; informações
estas que fizeram com que Roberto rapidamente conseguisse tomar medidas para não ter prejuízos.
Diante dessas informações, é possível afirmar que:
a) Rogério praticou ato de improbidade administrativa que causou prejuízo ao erário e
independentemente das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação específica,
Rogério também estará sujeito ao ressarcimento integral do dano, se houver, perda da função
pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até cem
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2079155
vezes o valor da remuneração percebida por ele e proibição de contratar com o Poder Público ou
receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por
intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.
b) Rogério praticou ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da
Administração Pública e independentemente das sanções penais, civis e administrativas previstas na
legislação específica, Rogério também estará sujeito ao ressarcimento integral do dano, se houver,
perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa
civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida por ele e proibição de contratar com o Poder
Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que
por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.
c) Rogério praticou ato de improbidade administrativa decorrente de concessão ou permissão
indevidade benefício financeiro e independentemente das sanções penais, civis e administrativas
previstas na legislação específica, Rogério também está sujeito à perda da função pública, suspensão
dos direitos políticos de cinco a oito anos e multa civil de até cem vezes o valor da remuneração
percebida por ele e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos
fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual
seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.
d) Rogério praticou ato de improbidade administrativa que importou enriquecimento ilícito de
Roberto, e independentemente das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação
específica, Rogério também está sujeito ao ressarcimento integral do dano, quando houver, perda da
função pública, suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos, pagamento de multa civil de até
três vezes o valor do acréscimo patrimonial e proibição de contratar com o Poder Público ou receber
benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de
pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de dez anos
www.tecconcursos.com.br/questoes/943637
FCC - TJ TRF4/TRF 4/Administrativa/"Sem Especialidade"/2019
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/943637
1611) 
1612) 
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Ademar, ocupante de cargo em comissão em empresa pública, recebia pagamentos para não
certificar o inadimplemento de entidades conveniadas que não apresentavam prestação de contas na
forma convencionada, o que seria obrigação do servidor. Com isso, as entidades em questão não eram
intimadas a devolver os recursos recebidos. Independentemente do vínculo jurídico firmado entre a
empresa pública e as entidades mencionadas,
a) o servidor público pode ser responsabilizado por ato administrativo que gera prejuízo ao erário,
desde que se confirme e comprove que agiu com dolo e má-fé.
b) o empregado em questão não poderá ser responsabilizado por ato de improbidade, porque não
possui vínculo estatutário com a empresa pública.
c) a empresa pública não se enquadra na condição de sujeito passivo de improbidade, porque possui
geração de receitas próprias e fins lucrativos, podendo a conduta, no entanto, tipificar ilícito penal.
d) diante do comprovado enriquecimento ilícito do servidor, que intencionalmente deixou de emitir
certidão declarando a inadimplência das entidades, resta tipificado ato de improbidade.
e) o servidor não poderá ser processado por ato de improbidade que gera prejuízo ao erário, eis que
descaracterizado o enriquecimento ilícito pelo fato de os recursos não advirem do Tesouro.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1184653
IADES - Ass Adm (CRF TO)/CRF TO/2019
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
De acordo com o previsto na Lei no 8.429/1992, assinale a alternativa correspondente ao ato de
receber, para si ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou imóvel, ou qualquer outra vantagem econômica,
direta ou indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou presente de quem tenha interesse,
direto ou indireto, que possa ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das atribuições
do agente público.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1184653
1613) 
a) Atos de improbidade administrativa que causam prejuízo ao erário.
b) Atos de improbidade administrativa que atentam contra os princípios da administração pública.
c) Atos de improbidade administrativa que importam enriquecimento ilícito.
d) Ato lícito.
e) Crime contra a pessoa.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2051175
Com. Org. (IFTO) - Ass (IFTO)/IFTO/Administração/2018
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
De acordo com a Lei n.º 8.429/92, constitui ato de improbidade administrativa que causam
prejuízo ao erário, exceto:
a) Permitir, facilitar ou concorrer para que terceiro se enriqueça ilicitamente.
b) Frustrar a licitude de processo licitatório ou de processo seletivo para celebração de parcerias com
entidades sem fins lucrativos, ou dispensá-los indevidamente.
c) Celebrar parcerias da administração pública com entidades privadas, observadas as formalidades
legais.
d) Ordenar ou permitir a realização de despesas não autorizadas em lei ou regulamento.
e) Agir negligentemente na arrecadação de tributo ou renda, bem como no que diz respeito à
conservação do patrimônio público.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2051173
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2051175
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2051173
1614) 
Com. Org. (IFTO) - Ass (IFTO)/IFTO/Administração/2018
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
Segundo a Lei n.º 8.429, de 02 de junho de 1992, que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos
agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício do cargo, julgue os itens a seguir:
 
I. Reputa-se agente público, para os efeitos da Lei de Improbidade, aquele que exerce, ainda que
transitoriamente, cargo na administração indireta.
 
II. O sucessor daquele que causar lesão ao patrimônio público ou se enriquecer ilicitamente está
sujeito às cominações desta lei até o limite do valor da herança.
 
III. A declaração de bens será anualmente atualizada e na data em que o agente público deixar o
exercício do mandato, cargo, emprego ou função.
 
IV. Na fixação das penas previstas na Lei de Improbidade, o juiz levará em conta a extensão do
dano causado, assim como o proveito patrimonial obtido pelo agente.
a) Somente os itens I, II e III são verdadeiros.
b) Somente os itens I, III e IV são verdadeiros.
c) Somente o item III e IV são verdadeiros.
d) Somente os itens II e III são verdadeiros.
e) Todos os itens são verdadeiros.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2322293
CESGRANRIO - Adm (CEFET RJ)/CEFET RJ/2014
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2322293
1615) 
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
A Lei no 8.429/1992 dispõe sobre os atos relacionados à improbidade administrativa na
Administração Pública. Assim, nos termos da Lei no 8.429/1992, são considerados atos de improbidade
administrativa que causam prejuízo ao erário:
a) receber, para si ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou imóvel, ou qualquer outra vantagem
econômica, direta ou indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou presente de quem
tenha interesse, direto ou indireto, que possa ser atingido ou amparado por ação ou omissão
decorrente das atribuições do agente público.
b) perceber vantagem econômica, direta ou indireta, para facilitar a aquisição, permuta ou locação
de bem móvel ou imóvel, ou a contratação de serviços pelas entidades da administração direta da
União por preço superior ao valor de mercado.
c) perceber vantagem econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de
qualquer natureza.
d) permitir ou concorrer para que pessoa física ou jurídica privada utilize bens, rendas, verbas ou
valores integrantes do acervo patrimonial de entidades da administração direta da União sem a
observância das formalidades legais ou regulamentares aplicáveis à espécie.
e) utilizar, em obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer
natureza, de propriedade ou à disposição de qualquer das entidades da administração direta da
União, bem como o trabalho de servidores públicos, empregados ou terceiros contratados por essas
entidades.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2679791
CESGRANRIO - ERPDACGN (ANP)/ANP/2008
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2679791
1616) 
1617) 
O artigo 9 da Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, está na Seção I do Capítulo II, que prevê os
atos de improbidade administrativa. Qual das afirmações a seguirestá em DESACORDO com esta
legislação?
a) Apresenta-se como sendo a norma central, o verdadeiro coração da Lei da Improbidade, o caput
deste dispositivo, em epígrafe, porque os atos que importam enriquecimento ilícito afiguram-se como
dos mais graves tipos que a Lei encerra em seu conteúdo.
b) Considera-se ato ilícito a incorporação, por qualquer forma, ao patrimônio do agente público, de
bens, rendas, verbas ou valores integrantes do acervo patrimonial das entidades indicadas na norma.
c) Consiste em ato ilícito, referido no caput, aceitar emprego, comissão ou exercer atividade de
consultoria ou assessoramento para pessoa física ou jurídica que tenha interesse suscetível de ser
atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das atribuições do agente público, mesmo fora
da atividade.
d) Constitui ato de improbidade administrativa auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial
indevida em razão do exercício de cargo, mandato, função, emprego ou atividade mencionados no
artigo 1º da legislação em epígrafe.
e) Implica enriquecimento ilícito a vantagem auferida mediante ato de improbidade.
www.tecconcursos.com.br/questoes/155596
CESGRANRIO - AgCE (TEC-RO)/TCE RO/2007
Direito Administrativo - Dos Atos de Improbidade (arts. 9º a 11 da Lei nº 8.429/1992)
A Lei nº 8.429/92, que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de
enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública
direta, indireta ou fundacional, estabelece que é ato de improbidade administrativa:
a) adquirir bens acima do teto estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal.
b) ser convidado a participar de processo de compra sem licitação.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/155596
1618) 
c) perceber vantagem econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública.
d) receber mais do que um vencimento de aposentadoria.
e) celebrar contrato ou outro instrumento que tenha por objeto a prestação de serviços públicos por
meio da gestão associada.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2501200
FUNDATEC - Ass Adm (IFC)/IFC/2023
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
João Silvia, ex-prefeito da cidade de Cachoeirinha, foi condenado em processo judicial por ato de
improbidade administrativa, previsto no art. 9º, I, da Lei nº 8.429/1992, por ter recebido R$
1.000.000,00 (um milhão de reais) da empresa J. Nos termos da lei de improbidade administrativa, são
possíveis penas aplicáveis a João Silvia por ato de improbidade que constitui enriquecimento ilícito,
EXCETO:
a) Pagamento de multa civil equivalente ao valor do acréscimo patrimonial.
b) Suspensão dos direitos políticos.
c) Banimento do município.
d) Perda da função pública.
e) Perda dos bens e valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2473678
Instituto Consulplan - Ass Adm (CORE GO)/CORE GO/2023
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2501200
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2473678
1619) 
1620) 
Considerando que a Lei nº 8.429/1992 teve sua redação alterada pela Lei nº 14.230/2021,
assinale a afirmativa que está correta à luz da Lei de Improbidade Administrativa, no contexto da
Administração Pública.
a) Se uma autoridade deixar de prestar contas, quando esteja obrigada a fazê-la, com vistas a
ocultar irregularidades, estará sujeita à suspensão de direitos políticos.
b) Se um assistente administrativo revelar fato sigiloso que teve ciência em razão das atribuições,
propiciando beneficiamento por informação privilegiada, estará sujeito à suspensão dos direitos
políticos.
c) Se um Fiscal receber vantagem econômica de qualquer natureza, direta ou indiretamente, para
tolerar a exploração ou a prática de jogos de azar, estará sujeito, dentre outros, à suspensão de
direitos políticos.
d) Se um dirigente de órgão ou entidade frustrar, em ofensa à imparcialidade, o caráter concorrencial
de concurso público, com vistas à obtenção de benefício próprio, estará sujeito à suspensão de
direitos políticos.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2561540
Instituto AOCP - Ass Adm (IF MA)/IF MA/2023
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
A Lei Federal nº 8.429/1992, alterada pela Lei Federal nº 14.230/2021, prevê, como uma das
sanções aplicáveis àquele que pratica ato de improbidade administrativa que importa em enriquecimento
ilícito,
a) a prisão simples.
b) a reclusão.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2561540
1621) 
c) a detenção.
d) a prestação de serviços à comunidade.
e) a perda da função pública.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2199251
Com. Org. (IFSP) - Adm (IF SP)/IF SP/2022
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
A lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, em um de seus artigos diz o seguinte sobre os atos de
improbidade administrativa:
 
“receber, para si ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou imóvel, ou qualquer outra
vantagem econômica, direta ou indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou
presente de quem tenha interesse, direto ou indireto, que possa ser atingido ou amparado
por ação ou omissão decorrente das atribuições do agente público.”
 
O agente público que se enquadre na situação descrita acima, independentemente do ressarcimento
integral do dano patrimonial, se efetivo, e das sanções penais comuns e de responsabilidade, civis e
administrativas previstas na legislação específica, estará sujeito à seguinte cominação, que pode ser
aplicada isolada ou cumulativamente, de acordo com a gravidade do fato:
a) perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública,
suspensão dos direitos políticos até 12 (doze) anos, pagamento de multa civil equivalente ao valor do
acréscimo patrimonial e proibição de contratar com o poder público ou de receber benefícios ou
incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica
da qual seja sócio majoritário, pelo prazo não superior a 12 (doze) anos.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2199251
1622) 
b) perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública,
suspensão dos direitos políticos até 12 (doze) anos, pagamento de multa civil equivalente ao valor do
acréscimo patrimonial e proibição de contratar com o poder público ou de receber benefícios ou
incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica
da qual seja sócio majoritário, pelo prazo não superior a 14 (catorze) anos.
c) perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública,
suspensão dos direitos políticos até 14 (catorze) anos, pagamento de multa civil equivalente ao valor
do acréscimo patrimonial e proibição de contratar com o poder público ou de receber benefícios ou
incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica
da qual seja sócio majoritário, pelo prazo não superior a 12 (doze) anos.
d) perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, perda da função pública,
suspensão dos direitos políticos até 14 (catorze) anos, pagamento de multa civil equivalente ao valor
do acréscimo patrimonial e proibição de contratar com o poder público ou de receber benefícios ou
incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica
da qual seja sócio majoritário, pelo prazo não superior a 14 (catorze) anos.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2097150
Instituto AOCP - Tec Lab (IFNMG)/IFNMG/Biologia/2022
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
De acordo com o que dispõe a Lei nº 8.429/1992, que dispõe sobre as sanções aplicáveis em
virtude da prática de atos de improbidade administrativa, de que trata o § 4º do art. 37 da Constituição
Federal, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Se houver indícios de ato de improbidade, a autoridadeque conhecer dos fatos representará ao
Ministério Público competente, para as providências necessárias.
b) Constitui ato de improbidade administrativa, importando em enriquecimento ilícito, perceber
vantagem econômica, direta ou indireta, para facilitar a alienação, permuta ou locação de bem
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2097150
1623) 
público ou o fornecimento de serviço por ente estatal por preço inferior ao valor de mercado.
c) No caso de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública,
está o responsável pelo ato de improbidade sujeito ao pagamento de multa civil de até 24 (vinte e
quatro) vezes o valor da remuneração percebida pelo agente.
d) Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário perceber vantagem
econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de qualquer natureza.
e) Constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração
pública deixar de prestar contas quando esteja obrigado a fazê-lo, desde que disponha das condições
para isso, com vistas a ocultar irregularidades.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2170990
FAPEC - Ass Adm (UFMS)/UFMS/2022
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Nos termos da Lei nº 8.429, de 1992, são penalidades aplicáveis aos agentes públicos nos casos
de enriquecimento ilícito:
a) suspensão dos direitos políticos por no máximo 12 (doze) anos.
b) pagamento de multa civil de no máximo 2 salários- mínimos.
c) proibição de contratar com o poder público por até 21 anos.
d) advertência.
e) perda da função pública.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1651186
DIRENS Aeronáutica - EAGS (EEAR)/EEAR/Administração/2021
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2170990
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1651186
1624) 
1625) 
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Indique a alternativa que apresenta uma das sanções aplicáveis nos casos de Improbidade
Administrativa, na esfera administrativa.
a) Reclusão
b) Detenção
c) Suspensão dos direitos políticos
d) Prestação de serviço à comunidade
www.tecconcursos.com.br/questoes/601353
PR4 (UFRJ) - Ass (UFRJ)/UFRJ/Alunos/2018
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Ana Beatriz, servidora pública federal, investida no cargo de Contadora da UFRJ há 4 (quatro)
anos, auferiu vantagem patrimonial indevida em razão do exercício do cargo, cometendo, portanto, ato
de improbidade administrativa. De acordo com a Constituição Federal de 1988, o ato de improbidade
administrativa cometido pela servidora poderá imputar:
a) na suspensão dos direitos políticos, na perda da função pública, na indisponibilidade dos bens e no
ressarcimento ao erário, na forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação penal cabível.
b) apenas na suspensão dos direitos políticos e na indisponibilidade dos bens.
c) apenas no ressarcimento ao erário público.
d) no afastamento da função pública por 30 (trinta) dias, com remuneração.
e) no afastamento da função pública por 60 (sessenta) dias, sem remuneração.
www.tecconcursos.com.br/questoes/702916
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/601353
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/702916
1626) 
1627) 
QUADRIX - Fisc (CRMV MA)/CRMV MA/2018
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
A improbidade administrativa não enseja
a) multa civil.
b) perda de bens ou valores.
c) privação da liberdade.
d) ressarcimento integral do dano.
e) proibição de contratar com o Poder Público.
www.tecconcursos.com.br/questoes/689722
FUNDEP - Tec (INB)/INB/Logística/2018
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
O dever da probidade está constitucionalmente integrado à conduta do administrador público
como elemento necessário à legitimidade de seus atos. O velho e esquecido conceito romano do probus
e do improbus está presente em nossa legislação administrativa, como também na Constituição da
República Federativa do Brasil.
No que se refere aos atos de improbidade administrativa, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Implicarão em suspensão dos direitos políticos.
b) Darão causa à perda da função pública.
c) Implicarão na indisponibilidade dos bens e no ressarcimento ao erário.
d) Serão motivos de responsabilização exclusivamente no âmbito administrativo.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/689722
1628) 
1629) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/720821
Pró-Reitoria GP CP2 - Tec (CP II)/CP II/Biologia/2017
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
De acordo com o texto expresso da Constituição Federal de 1988, os atos de improbidade
administrativa importarão a ____(1)_____ dos direitos políticos, a _____(2)______ da função pública, a
___(3)______ dos bens e o ____(4)_______ ao erário, na forma e gradação previstas em lei, sem
prejuízo da ação penal cabível.
A sequência que preenche as lacunas corretamente é
 
 
a) 
b) 
c) 
d) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/1231585
DIRENS Aeronáutica - EAGS (EEAR)/EEAR/Administração/2016
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Pratica improbidade administrativa o servidor público que enriquece ilicitamente no exercício do
cargo ou função. À luz da Constituição Federal vigente, serão impostas ao agente praticante de
improbidade administrativa as seguintes sanções:
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/720821
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1231585
1630) 
 
I - suspensão dos direitos políticos
 
II - indisponibilidade de bens
 
III - perda da função pública
 
IV - ressarcimento ao erário
 
Considerando as afirmativas acima, estão corretas
a) I, II e III apenas.
b) I, III e IV apenas.
c) II, III e IV apenas.
d) I, II, III e IV.
www.tecconcursos.com.br/questoes/457584
FUNDEP - Aux Adm (CRO MG)/CRO MG/2016
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Pela prática de ato de improbidade administrativa e consideradas as sanções previstas na lei que
especificamente trata da matéria, um agente público se sujeita às seguintes cominações legais,
EXCETO:
a) Perda da função pública.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/457584
1631) 
b) Perda dos direitos políticos.
c) Pagamento de multa civil.
d) Ressarcimento ao erário.
www.tecconcursos.com.br/questoes/944160
CSEP IFPI - Ass Adm (IF PI)/IF PI/2016
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Com base nos conhecimentos sobre o dever de probidade do servidor público, conforme dispõe a
Lei nº 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa) e tendo como referência a situação hipotética
apresentada a seguir, responda à questão.
 
Situação Hipotética: Um servidor público estadual utilizou uma máquina perfuratriz de propriedade da
Secretaria Estadual de Infraestrutura na construção de um poço artesiano que fazia em seu sítio, uma
propriedade particular, localizada na zona rural de um município do interior do Piauí.
 
Nos termos da Lei Federal nº 8.429/92, a conduta do servidor público estará sujeita, entre outras, às
seguintes penalidades:
 
I - Suspensão do cargo por 60 dias e pagamento de multa civil de até 5.000 SMs (saláriosmínimos).
 
II - Perda da função pública e proibição de contratar com o poder público pelo prazo de 15 anos.
 
III - Suspensão administrativa do cargo por 30 dias e reparação integral da lesão ao Erário.
 
IV - Perda da função pública e suspensão dos direitos políticos pelo prazo de doze anos.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/944160
1632) 
 
V - Advertência administrativa e pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do acréscimo
patrimonial.
 
A partir da análise dos itens acima, assinale a alternativa CORRETA:
a) Apenas os itens I e IV são verdadeiros.
b) Apenas os itens II e IV são verdadeiros.
c) Apenas os itens II, III e V são verdadeiros.
d) Todos os itens são verdadeiros.
e) Todos os itens são falsos.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1925514
IF ES - Assist(IF ES)/IF ES/Administração/2015
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Constitui sanção prevista pela Lei n. 8429/1992, EXCETO:
a) ressarcimento integral do dano.
b) perda da função pública.
c) perda dos direitos públicos.
d) proibição de contratar com o Poder Público.
e) proibição de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1925514
1633) 
1634) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/274733
IDECAN - Tec Cont (AGU)/AGU/2014
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Assinale a alternativa que caracteriza corretamente um aspecto da Lei nº 8.429/1992, conhecida
como Lei de Improbidade Administrativa (LIA), a qual
a) prevê a imprescritibilidade dos crimes de improbidade para os detentores de mandato, cargo em
comissão ou função de confiança.
b) define a improbidade administrativa como um crime que lesa o erário público e faz mau uso da
função pública com vistas à obtenção de uma vantagem particular.
c) é aplicável a todo órgão de administração direta da União, Estados, Distrito Federal e Territórios,
desde que não esteja associado a empresa privada ou de economia mista.
d) indica como agente passivo dos atos de improbidade administrativa toda pessoa jurídica ou física
que for comprovadamente vítima de atentado à moralidade administrativa.
e) estabelece penas para os condenados de improbidade administrativa, entre as quais a reversão de
bens e valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio individual e a perda da função pública.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1242048
DIRENS Aeronáutica - EAGS (EEAR)/EEAR/Administração/2013
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
São penalidades impostas àqueles que cometem atos de improbidade administrativa previstos na
Lei 8.429, de 2 de junho de 1992, dentre outras:
a) perda de bens e valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio; ressarcimento integral do dano e
perda de função pública.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/274733
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1242048
1635) 
b) receber benefícios ou incentivos fiscais; perda de bens ou valores acrescidos ilicitamente ao
patrimônio e ressarcimento parcial do dano.
c) ressarcimento parcial do dano, podendo ser parcelado, perda de bens acrescidos ilicitamente ao
patrimônio e perda dos direitos políticos.
d) suspensão dos direitos políticos e eleitorais de oito a dez anos; proibição de contratar com o Poder
Público e pagamento de multa civil e administrativa até duas vezes o valor do acrescido patrimonial.
www.tecconcursos.com.br/questoes/104662
FCC - TJ TRT6/TRT 6/Administrativa/Agente da Policia Judicial/2012
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Determinado servidor público foi condenado criminalmente pela prática de crime contra a
Administração Pública. A sanção criminal, nos termos da Lei no 8.429/92,
a) impede a aplicação das penalidades previstas na Lei de Improbidade, sempre menos graves que a
condenação criminal.
b) impede que sejam acumuladas sanções civis, administrativas e por ato de improbidade, ainda que
sejam identificadas infrações residuais.
c) permite a aplicação das penalidades previstas na Lei de Improbidade, desde que por conduta
culposa, tendo em vista que as infrações dolosas são absorvidas pelo ilícito penal.
d) permite a aplicação das cominações previstas na Lei de Improbidade, isolada ou cumulativamente.
e) permite a aplicação das penalidades previstas na Lei de Improbidade, desde que por conduta
dolosa, porque são tão graves quando o ilícito penal.
www.tecconcursos.com.br/questoes/142490
FUNDATEC - Ag Adm (CREA PR)/CREA PR/2012
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/104662
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/142490
1636) 
1637) 
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
Os atos de improbidade administrativa são configurados como crimes de responsabilidade,
portanto, estão estabelecidas na Constituição Federal, dentre outras, as seguintes punições para os
infratores, EXCETO
a) suspensão dos direitos políticos.
b) expatriação voluntária.
c) a perda da função pública.
d) a indisponibilidade dos bens.
e) ressarcimento ao erário.
www.tecconcursos.com.br/questoes/225714
FCC - TJ TRE PR/TRE PR/Administrativa/"Sem Especialidade"/2012
Direito Administrativo - Das Penas (art. 12 da Lei nº 8.429/1992)
O servidor que praticar ato de improbidade estará sujeito às
a) cominações estabelecidas na Lei de Improbidade (Lei nº 8.429/92), que, por mais graves, afastam
a aplicação de outras sanções penais ou civis.
b) cominações estabelecidas na Lei de Improbidade (Lei nº 8.429/92) e às sanções penais cabíveis,
excluindo-se a incidência de outras sanções de natureza civil ou administrativa.
c) sanções administrativas, no que concerne às infrações disciplinares, e às cominações previstas na
Lei de Improbidade, afastando-se apenas a aplicação de sanções penais e civis, para evitar
duplicidade de penalização pelo mesmo fato.
d) sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação e às cominações previstas na Lei de
Improbidade, isolada ou cumulativamente.
e) sanções penais, civis, administrativas ou às cominações previstas na Lei de Improbidade,
isoladamente e nessa ordem de preferência, como critério de gravidade.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/225714
1638) 
1639) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/2632826
VUNESP - Esc (Pref Mirassol)/Pref Mirassol/2023
Direito Administrativo - Da Declaração de Bens (art. 13 da Lei nº 8.429/1992)
Um dos instrumentos legais existentes no Brasil para coibir o enriquecimento ilícito durante o
exercício de car go público consiste
a) no interrogatório civil, realizado no âmbito de sindicân cia preliminar aberta para a apuração de
denúncia.
b) na obrigatoriedade de entrega, pelo agente públi co, de cópia da declaração anual de bens
realizada à Receita Federal do Brasil, ao serviço de pessoal competente.
c) na tomada de contas especial, realizada pelos órgãos de controle interno, no âmbito dos Poderes
Executi vo, Legislativo e Judiciário.
d) na avaliação de integridade, entendida esta como o teste realizado com o objetivo de avaliar a
tendência do agente público à prática de atos de corrupção, a partir de situações provocadas pelo
avaliador sem o conhecimento do agente.
e) na pena de perdimento de bens, cuja origem lícita não possa ser cabalmente comprovada pelo
agen te público quando lhe for solicitado
www.tecconcursos.com.br/questoes/2622653
VUNESP - OJ (TJ SP)/TJ SP/2023
Direito Administrativo - Da Declaração de Bens (art. 13 da Lei nº 8.429/1992)
A respeito da Declaração de Bens, de que trata a Lei nº 8.429/92, é correto afirmar que:
a) a sua apresentação é condição para a posse e exercício de função pública.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2632826
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2622653
1640) 
b) a atualização anual será realizada caso assim determinado pela chefia imediata do servidor
público.
c) a recusa à apresentação sujeita o agente público a pena de suspensão.
d) corresponderá à declaração de imposto de renda e provento de qualquer natureza ou formulário
aprovado pela autoridade máxima do órgão a que esteja vinculado o servidor.
e) caso fornecida anualmente, o servidor público estará isento de apresentá-la novamente quando
deixar de exercer o cargo.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2657020
IBFC - TAO (IAPEN AC)/IAPEN AC/2023
Direito Administrativo - Da Declaração de Bens (art. 13 da Lei nº 8.429/1992)
Segundo a Lei nº 8.429/92, analise as afirmativas abaixo sobre a declaração de bens.
 
I. A posse e o exercício de agente público ficam condicionados à apresentação de declaração dos
bens e valores que compõem o seu patrimônio privado, a fim de ser arquivada no serviço de pessoal
competente.
 
II. Será punido com a pena de demissão, a bem do serviço público, sem prejuízo de outras sanções
cabíveis, o agente público que se recusar a prestar declaração dos bens, dentro do prazodeterminado, ou que a prestar falsa.
 
Assinale a alternativa correta.
a) As afirmativas I e II são corretas
b) As afirmativas I e II são incorretas
c) Apenas a afirmativa I está correta
d) Apenas a afirmativa II está correta
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2657020
1641) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/1953384
DIRPS UFU - Ass (UFU)/UFU/Administração/2022
Direito Administrativo - Do Procedimento Administrativo e do Processo Judicial (arts. 14 a
18-A da Lei nº 8.429/1992)
Na ação por improbidade administrativa, poderá ser formulado, em caráter antecedente ou
incidente, pedido de indisponibilidade de bens dos réus, a fim de garantir a integral recomposição do
erário ou do acréscimo patrimonial resultante de enriquecimento ilícito, nos termos do Art. 16 da Lei nº
8.429/1992. Nestes aspectos legais, identifique a alternativa INCORRETA.
a) A indisponibilidade de bens não poderá ser decretada sem a oitiva prévia do réu, ainda que o
contraditório prévio puder, comprovadamente, frustrar a efetividade da medida ou houver outras
circunstâncias que recomendem a proteção liminar, não podendo a urgência ser presumida.
b) É vedada a decretação de indisponibilidade da quantia de até 40 (quarenta) salários mínimos
depositados em caderneta de poupança, em outras aplicações financeiras ou em conta-corrente.
c) A indisponibilidade de bens de terceiro dependerá da demonstração da sua efetiva concorrência
para os atos ilícitos apurados ou, quando se tratar de pessoa jurídica, da instauração de incidente de
desconsideração da personalidade jurídica, a ser processado na forma da lei processual.
d) É vedada a decretação de indisponibilidade do bem de família do réu, salvo se comprovado que o
imóvel seja fruto de vantagem patrimonial indevida.
www.tecconcursos.com.br/questoes/958475
Instituto AOCP - Ass (UFRB)/UFRB/Administração/2019
Direito Administrativo - Do Procedimento Administrativo e do Processo Judicial (arts. 14 a
18-A da Lei nº 8.429/1992)
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1953384
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/958475
1642) 
1643) 
No que tange à Lei 8.429/1992, denominada Lei da Improbidade Administrava, assinale a
alternativa correta.
a) Qualquer pessoa poderá representar à autoridade administrativa competente para que seja
instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade.
b) A comissão processante dará conhecimento ao Ministério Público e este dará conhecimento ao
Tribunal ou Conselho de Contas, da existência de procedimento administrativo para apurar a prática
de ato de improbidade.
c) Na fixação das penas previstas na Lei da Improbidade Administrativa, o juiz não levará em conta a
extensão do dano causado ou o proveito patrimonial obtido pelo agente.
d) A aplicação das penalidades previstas na Lei da Improbidade Administrativa afasta a possibilidade
de aplicação das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação específica.
www.tecconcursos.com.br/questoes/805727
INAZ do Pará - Fisc (CORE SP)/CORE SP/2019
Direito Administrativo - Do Procedimento Administrativo e do Processo Judicial (arts. 14 a
18-A da Lei nº 8.429/1992)
A Lei n° 8.429/92 é a lei que dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos no caso de
enriquecimento ilícito durante o exercício de suas funções, mais conhecida como a Lei de Improbidade
Administrativa. De acordo com a legislação retromencionada, pode-se afirmar que:
a) Qualquer pessoa poderá representar à autoridade administrativa competente para que seja
instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade.
b) O Ministério Público, se não intervir no processo como parte, tem sua atuação dispensada.
c) Reconhecida a inadequação da ação de improbidade, o juiz extinguirá o processo sem julgamento
do mérito, caso o processo esteja na fase inicial.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/805727
1644) 
d) A perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos podem ser efetivadas antes do
trânsito em julgado da sentença condenatória.
e) A ação, no caso de término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de
confiança, pode ser proposta em até 3 (três) anos para levar a efeito as sanções cabíveis.
www.tecconcursos.com.br/questoes/605093
PR4 (UFRJ) - Tec (UFRJ)/UFRJ/Contabilidade/Geral/2018
Direito Administrativo - Do Procedimento Administrativo e do Processo Judicial (arts. 14 a
18-A da Lei nº 8.429/1992)
Com base no disposto no art. 14 da Lei nº 8.429/1992, que trata da representação para que seja
instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade, assinale a alternativa
INCORRETA.
a) Qualquer pessoa poderá representar a autoridade administrativa competente.
b) A autoridade administrativa rejeitará a representação, em despacho fundamentado, se esta não
contiver as formalidades necessárias.
c) A representação conterá a indicação das provas de que tenha conhecimento.
d) A representação conterá as informações sobre o fato e sua autoria.
e) A representação poderá ser verbal e anônima para salvaguardar o denunciante.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1237478
DIRENS Aeronáutica - EAGS (EEAR)/EEAR/Administração/2015
Direito Administrativo - Do Procedimento Administrativo e do Processo Judicial (arts. 14 a
18-A da Lei nº 8.429/1992)
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/605093
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1237478
1645) 
1646) 
No que se refere ao procedimento administrativo e ao processo judicial, nos casos de
enriquecimento ilícito, é correto afirmar que
a) qualquer pessoa poderá representar à autoridade administrativa competente para que seja
instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade.
b) somente um agente público poderá representar à autoridade administrativa competente para que
seja instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade.
c) a ação principal, que terá rito ordinário, se necessária, será proposta por qualquer pessoa, física
ou jurídica, que se sinta prejudicada pelo ato do agente público.
d) as ações destinadas a levar a efeito as sanções aplicáveis aos agentes públicos, em qualquer caso
de improbidade administrativa, são imprescritíveis.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1475175
DIRPS UFU - Tec (UFU)/UFU/Agrimensura/2020
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
Sobre as penas da Lei de Improbidade (Lei 8.429/92), é correto afirmar que a perda da função
pública e a suspensão dos direitos políticos
a) são efeitos automáticos da sentença condenatória.
b) somente poderão ser aplicadas quando ocorrer dano efetivo ao patrimônio público.
c) só se efetivam com o trânsito em julgado da sentença condenatória.
d) somente poderão ser aplicadas quando se tratar de atos que atentam contra os princípios da
Administração Pública.
www.tecconcursos.com.br/questoes/596741
IDECAN - Aux TP (CRO AL)/CRO AL/2017
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1475175
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/596741
1647) 
1648) 
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
Quanto aos conceitos de responsabilidade do agente público e quanto à improbidade
administrativa, assinale a afirmativa correta.
a) O dever de o servidor ressarcir os cofres públicos prescreve em três anos.
b) A improbidade administrativa importa a perda dos direitos políticos do servidor.
c) O crime de improbidade administrativa encontra previsão no código penal brasileiro.
d) A responsabilidade administrativa do servidor decorre da prática de infrações ao regime disciplinar.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2252255
FUNRIO - Asst (IF PA)/IF PA/Alunos/2016
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
A representação por ato de improbidade administrativa contra agente público ou terceiro
beneficiário, quando o autor da denúncia o sabe inocente
a) está sujeita a advertência.
b) promove mérito para o denunciante.
c) não provocaqualquer tipo de sanção.
d) constitui crime.
e) eleva o cargo do denunciado.
www.tecconcursos.com.br/questoes/853826
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2252255
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/853826
1649) 
1650) 
COMPEC IFPB - Ass Adm (IF PB)/IF PB/2015
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
Consoante às Disposições Penais previstas nos artigos 19 a 21 da Lei de Improbidade
Administrativa, Lei nº 8429/1992, é CORRETO afirmar:
a) O afastamento do agente público do exercício do cargo e a suspensão dos direitos políticos só se
efetivam com o trânsito em julgado da sentença condenatória.
b) Inexistem sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa dependentes da efetiva
ocorrência de dano ao patrimônio público.
c) A aprovação das contas pelo órgão de controle interno ou pelo Tribunal ou Conselho de Contas
afastarão a possibilidade de aplicação das sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa.
d) A autoridade administrativa competente poderá determinar a suspensão do agente público, com
prejuízo da remuneração, quando a medida se fizer necessária à instrução processual.
e) O Ministério Público, de ofício, poderá requisitar a instauração de inquérito policial ou
procedimento administrativo, para apurar qualquer ilícito previsto na Lei de Improbidade
Administrativa.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1856310
DIRPS UFU - Tec (UFU)/UFU/Laboratório/Cadastro Técnico Multifinalitário/2014
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
A Lei 8429/92 prevê que constitui crime a representação por ato de improbidade contra agente
público ou terceiro beneficiário, quando o autor da denúncia o sabe inocente. Quanto à pena para esse
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1856310
1651) 
crime, assinale a alternativa correta.
a) detenção de seis a dez meses e multa.
b) detenção de seis meses.
c) detenção de 12 meses e multa.
d) Além da sanção penal o denunciante terá que prestar serviços comunitários.
www.tecconcursos.com.br/questoes/200705
FCC - TJ TRT16/TRT 16/Administrativa/2014
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
Tíbério, Governador de determinado Estado brasileiro, foi condenado às seguintes sanções pelo
cometimento de ato ímprobo: ressarcimento de dano e perda de valores acrescidos ilicitamente ao seu
patrimônio. Após a condenação tornar-se definitiva, o Ministério Público requereu a execução do julgado,
a fim de serem aplicadas as sanções. No entanto, o juiz responsável pelo processo indeferiu o
requerimento, sob o fundamento de que a aplicação das sanções dependeria da aprovação ou rejeição
das contas pelo órgão de controle interno ou pelo Tribunal de Contas, o que ainda não havia ocorrido. A
postura do magistrado está
a) incorreta, haja vista tratar-se de Governador de Estado.
b) correta, haja vista tratar-se de Governador de Estado.
c) correta, pois, em razão da natureza das sanções impostas a Tibério, é necessária a aprovação ou
rejeição das contas pelo órgão de controle interno ou pelo Tribunal de Contas, antes de serem
aplicadas.
d) incorreta, pois a aplicação de quaisquer das sanções previstas na Lei de Improbidade
Administrativa independe da aprovação ou rejeição das contas pelo órgão de controle interno ou pelo
Tribunal de Contas.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/200705
1652) 
1653) 
e) incorreta, pois tal requisito só se faz necessário para a aplicação da sanção de perda da função
pública.
www.tecconcursos.com.br/questoes/120496
FCC - TJ TRF2/TRF 2/Administrativa/"Sem Especialidade"/2012
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
É certo que, no processo judicial por atos de improbidade administrativa, o afastamento do
agente público do exercício do cargo, emprego ou função, sem prejuízo da remuneração, quando a
medida se fizer necessária à instrução processual, poderá ser determinado apenas por parte
a) da autoridade judicial ou administrativa competente.
b) da autoridade judicial competente.
c) do Ministério Público, quando autor da ação.
d) da autoridade administrativa competente.
e) do Poder Judiciário ou do Ministério Público.
www.tecconcursos.com.br/questoes/96878
FCC - TJ TRE AP/TRE AP/Administrativa/2006
Direito Administrativo - Das Disposições Penais (arts. 19 a 22 da Lei nº 8.429/1992)
A suspensão dos direitos políticos, para os fins da Lei de Improbidade Administrativa, Lei no
8.429/92, só se efetiva
a) no momento da representação de terceiros junto ao Judiciário.
b) quando a medida for necessária à instrução processual.
c) na data em que foi proposta a ação judicial.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/120496
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/96878
1654) 
d) com a instauração do inquérito civil pelo Ministério Público.
e) com o trânsito em julgado da sentença condenatória.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2239634
FCC - TJ TRT14/TRT 14/Administrativa/2022
Direito Administrativo - Da Prescrição (arts. 23 a 23-C da Lei nº 8.429/1992)
Considere os seguintes itens.
 
I. Pelo ajuizamento da ação de improbidade administrativa.
 
II. Pela publicação da sentença condenatória.
 
III. Pela publicação de decisão ou acórdão de Tribunal de Justiça ou Tribunal Regional Federal que
confirma sentença condenatória ou que reforma sentença de improcedência.
 
IV. Pela publicação de decisão ou acórdão do Superior Tribunal de Justiça que confirma acórdão
condenatório ou que reforma acórdão de improcedência.
 
V. Pela publicação de decisão ou acórdão do Supremo Tribunal Federal que confirma acórdão
condenatório ou que reforma acórdão de improcedência.
 
A ação para a aplicação das sanções previstas na Lei nº 14.230/2021, que dispõe sobre improbidade
administrativa, prescreve em oito anos. Esse prazo da prescrição interrompe-se na ocorrência do contido
em
a) I, II e III, apenas.
b) IV e V, apenas.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2239634
1655) 
c) I, II, III, IV e V.
d) I, IV e V, apenas.
e) II e III, apenas.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2365741
IBFC - Ass (UFPB)/UFPB/Alunos/2023
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Assinale a alternativa incorreta. Nos termos da Lei nº 8.429/1992 (Improbidade
Administrativa):
a) a posse e o exercício de agente público não ficam condicionados à apresentação de declaração de
imposto de renda e proventos de qualquer natureza, que tenha sido apresentada à Secretaria
Especial da Receita Federal do Brasil
b) o sistema de responsabilização por atos de improbidade administrativa tutelará a probidade na
organização do Estado e no exercício de suas funções, como forma de assegurar a integridade do
patrimônio público e social, nos termos da Lei
c) na apuração dos ilícitos previstos na Lei, será garantido ao investigado a oportunidade de
manifestação por escrito e de juntada de documentos que comprovem suas alegações e auxiliem na
elucidação dos fatos
d) na responsabilização da pessoa jurídica, deverão ser considerados os efeitos econômicos e sociais
das sanções, de modo a viabilizar a manutenção de suas atividades
e) é dever do poder público oferecer contínua capacitação aos agentes públicos e políticos que
atuem com prevenção ou repressão de atos de improbidade administrativa
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2365741
1656) 
1657) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/2473764
Instituto Consulplan - Fisc (CORE GO)/CORE GO/2023
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Considerando que a Lei de Improbidade Administrativa foi alterada pela Lei nº 14.230/2021,
assinale a afirmativa que apresenta uma dessas alterações.
a) A prática de ato de publicidade que caracteriza, de forma inequívoca, enaltecimento do agente
público e personalização de atos, programas e obras, passa a configurar enriquecimento ilícito.
b) A mera nomeação de parente ou indicação política porparte dos detentores de mandatos eletivos
configura prejuízo ao erário e, se comprovado dolo com finalidade ilícita, configura enriquecimento
ilícito.
c) Foi incluído o ato de improbidade decorrente de concessão ou aplicação indevida de benefício
financeiro ou tributário, com sanção caracterizada como prejuízo ao erário, porém com aumento da
multa civil.
d) A responsabilidade do agente público, por ato de improbidade, depende não só do exercício da
função ou desempenho de competências públicas, mas também da comprovação de ato doloso com
fim ilícito.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2340546
FCC - TJ TRT18/TRT 18/Administrativa/"Sem Especialidade"/2023
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Suponha que determinado servidor público esteja sendo acusado da prática de ato de
improbidade por conduta que causou prejuízo à Administração, perpetrada já sob o regime da Lei nº
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2473764
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2340546
1658) 
14.230/2021, que alterou a Lei nº 8.429/1992. A conduta em questão
a) será considerada ato de improbidade, desde que presentes os elementos de tipificação como
crime contra a Administração Pública, dada a comunicabilidade de instâncias.
b) caracterizará ato de improbidade, se for de natureza comissiva, dolosa ou culposa, não mais
sendo admitida a capitulação de condutas omissivas como ato de improbidade.
c) não será suficiente para configurar ato de improbidade, ainda que dolosa, sendo necessária a
comprovação de enriquecimento ilícito do agente.
d) depende da prévia condenação do agente público em processo administrativo disciplinar para, a
partir da delimitação de sua culpabilidade, ser enquadrada como ato de improbidade.
e) somente poderá ser capitulada como ato de improbidade se presente o elemento subjetivo dolo,
não sendo assim capituladas condutas meramente culposas.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2473952
Instituto Consulplan - Ass Adm (CRF MG)/CRF MG/2023
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Consideram-se Atos de Improbidade Administrativa as condutas dolosas tipificadas na Lei nº
8.429/1992 (Lei da Improbidade Administrativa), ressalvados outros tipos que sejam previstos em outras
leis especiais. Assinale a afirmativa correta, no que se refere à Improbidade Administrativa.
a) As sanções previstas na Lei nº 8.249/1992 podem ser executadas antes do trânsito em julgado da
sentença condenatória, segundo texto expresso da Lei.
b) É Ato de Improbidade Administrativa perceber vantagem econômica, direta ou indireta, para
facilitar a alienação, permuta ou locação de bem público, ou o fornecimento de serviço por ente
estatal por preço inferior ao valor de mercado.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2473952
1659) 
c) Na ação por Improbidade Administrativa poderá ocorrer a decretação de indisponibilidade de bens
dos réus. Neste caso, a indisponibilidade será decretada de todos os bens dos réus,
independentemente do montante estimado do dano causado.
d) Os sócios, os cotistas, os diretores e os colaboradores de pessoa jurídica de direito privado
respondem pelo ato de improbidade que venha a ser imputado à pessoa jurídica, independentemente
de participação ou percepção de benefícios diretos.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2188013
COC UFAC - Ass Adm (UFAC)/UFAC/2022
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
A Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, dispõe sobre as sanções aplicáveis em virtude da prática
de atos de improbidade administrativa, de que trata o § 4º do art. 37 da Constituição Federal e dá outras
providências. Considerando-se esse ato normativo, é correto afirmar que:
a) Constitui ato de improbidade administrativa importando em lesão ao erário perceber vantagem
econômica para intermediar a liberação ou aplicação de verba pública de qualquer natureza.
b) Constitui ato de improbidade administrativa importando em enriquecimento ilícito receber, para si
ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou imóvel, ou qualquer outra vantagem econômica, direta ou
indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou presente de quem tenha interesse, direto
ou indireto, que possa ser atingido ou amparado por ação ou omissão decorrente das atribuições do
agente público.
c) Constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração
pública a ação ou omissão culposa que viole os deveres de honestidade, de imparcialidade e de
legalidade.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2188013
1660) 
d) Os atos de improbidade violam a probidade na organização do Estado e no exercício de suas
funções e a integridade do patrimônio público e social dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário,
bem como da administração direta, no âmbito da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito
Federal, excluindo-se, contudo, a administração indireta.
e) É atribuição privativa do superior hierárquico representar à autoridade administrativa competente
para que seja instaurada investigação destinada a apurar a prática de ato de improbidade.
www.tecconcursos.com.br/questoes/918842
FUNDATEC - Ass Adm (CRP 7)/CRP 7 (RS)/2019
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Tendo em vista as disposições contidas na Lei nº 8.429/1992, que dispõe sobre improbidade
administrativa, assinale a alternativa correta.
a) Constitui ato de contravenção penal a representação por ato de improbidade contra agente
público ou terceiro beneficiário, quando o autor da denúncia o sabe inocente, podendo a pena ser de
reclusão, variando de três a seis meses, e multa.
b) Ocorrendo lesão ao patrimônio público por ação ou omissão, dolosa ou culposa, do agente ou de
terceiros, dar-se-á o parcial ressarcimento do dano, de acordo com as disponibilidades financeiras do
infrator.
c) Permitir ou facilitar a aquisição, permuta ou locação de bem ou serviço por preço superior ao de
mercado é um ato de improbidade administrativa que importa enriquecimento ilícito.
d) A perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos só se efetivam com o trânsito em
julgado da sentença condenatória.
e) Os agentes públicos de qualquer nível ou hierarquia são obrigados a velar pela estrita observância
dos princípios da pessoalidade, legalidade, efetividade e transparência no trato dos assuntos que lhe
são afetos.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/918842
1661) 
www.tecconcursos.com.br/questoes/1071899
FCC - TJ TRF3/TRF 3/Administrativa/"Sem Especialidade"/2019
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
A Lei nº 8.429/1992 estabelece um regime de responsabilidade em razão de condutas
qualificadas como “improbidade”. Tal regime de responsabilidade
a) se sobrepõe ao regime disciplinar, de modo que, iniciada a responsabilização por improbidade,
deve ser suspenso o processo administrativo disciplinar.
b) é aplicável, ainda que não haja efetiva ocorrência de dano ao patrimônio público.
c) é de natureza civil, embora implique na aplicação de sanções privativas de liberdade.
d) impõe a responsabilização objetiva para os agentes públicos que, por sua conduta, causarem
prejuízo ao erário.
e) não se aplica no tocante à proteção patrimonial das entidades de natureza empresarial mantidas
ou controladas pelo Estado.
www.tecconcursos.com.br/questoes/2199597
FACTO - Ass Soc (IFB)/IFB/2016
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1071899
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2199597
1662) Acerca da Administração Pública Federal, marque (V) para as VERDADEIRAS e (F) para as
FALSAS.
 
( ) É permitida a acumulação remunerada de cargos públicos, sendo compatíveis os horários e
regimes, quando se tratar de um cargo de professor e um cargo de enfermeiro no InstitutoFederal
de Educação.
 
( ) É importante que o dirigente máximo da autarquia manifeste seu posicionamento pessoal acerca
dos programas desenvolvidos pela instituição, com caráter educativo, informativo e de orientação
social, uma vez que os atos da administração precisam ser motivados.
 
( ) Os requisitos de idade e de tempo de contribuição serão reduzidos em cinco anos para o
professor que comprovar tempo de efetivo exercício das funções de magistério exclusivamente na
educação infantil.
 
( ) Sem prejuízo da ação penal cabível, os atos de improbidade administrativa acarretarão na
suspensão dos direitos políticos, na perda da função pública, na indisponibilidade dos bens e no
ressarcimento ao erário.
a) V, F, F, V
b) F, F, F, V
c) V, V, F, F
d) V, F, V, F
e) F, F, V, V
www.tecconcursos.com.br/questoes/2225992
FCM - CEFETMINAS - Aux (IFSULDEMINAS)/IFSULDEMINAS/Enfermagem/2015
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/2225992
1663) 
1664) 
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
À luz da Lei n.º 8.429/92, sobre improbidade administrativa, pode- se determinar que:
a) Para incorrer em improbidade administrativa, a pessoa precisa ser um servidor público.
b) É possível que o sucessor daquele que se enriqueceu ilicitamente seja alcançado para
ressarcimento ao erário público.
c) Considerando a gravidade dos atos de improbidade administrativa, são imprescritíveis as ações
destinadas a levar a efeitos as sanções previstas na Lei n.º 8.429/92.
d) O Ministério Público, se não intervir no processo como parte, atuará facultativamente nos casos
em que houver lesão ao patrimônio público por ação dolosa ou culposa do agente.
e) O ressarcimento integral do dano, a perda da função pública, a suspensão da nacionalidade e dos
direitos políticos, o pagamento de multa civil e a proibição de contratar com o Poder Público, por
prazo indeterminado, são penalidades previstas na Lei n.º 8.429/92.
www.tecconcursos.com.br/questoes/1998997
PROGEP FURG - Ass (FURG)/FURG/Administração/2014
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Com relação a lei 8.429/19921 assinale a resposta INCORRETA.
a) Reputa-se agente público, para os efeitos da lei 8.429/1992, todo aquele . que exerce, ainda que
transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação, designação, contratação ou qualquer
outra forma ele investidura ou vínculo, mandato, cargo, emprego ou função na administração direta,
indireta ou fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos listados, do Distrito Federal, dos
Municípios, de Território, de empresa incorporada ao patrimônio público ou de entidade para cuja
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/1998997
1665) 
criação · ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com mais de cinquenta por cento do
patrimônio ou da receita anual.
b) Quando o ato de improbidade causar lesão ao patrimônio público ou ensejar enriquecimento
ilícito, caberá a autoridade administrativa responsável pelo inquérito representar ao _Ministério
Público, para a indisponibilidade dos bens do indiciado.
c) O sucessor daquele que causar lesão. ao patrimônio público ou se enriquecer ilicitamente não está
sujeito às cominações da lei, tendo em vista que,. nos termos do Ar!. 5º, XLV, nenhuma pena pode
passar da pessoa do condenado.
d) Constitui ato de improbidade administrativa retardar ' ou deixar de praticar, indevidamente, ato de
ofício
e) A posse e o exercício de agente público ficam · .condicionados à apresentação de declaração dos
bens e valores que ~compõem o .seu . patrimônio privado, a fim de ser arquivada no serviço de
pessoal competente.
www.tecconcursos.com.br/questoes/216532
FCC - TJ TRT13/TRT 13/Apoio Especializado/Tecnologia da Informação/2014
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Acerca das disposições contidas na legislação que disciplina as penas aplicáveis aos atos de
improbidade administrativa, considere:
I. Somente atinge agentes públicos e particulares a estes equiparados em função do exercício de
múnus público.
II. Alcança atos praticados em prejuízo do patrimônio de entidades privadas que contem com a
participação pública ainda que a título de subvenção.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/216532
1666) 
III. Absorve as sanções civis e administrativas previstas para o mesmo ato, porém não exclui a
responsabilidade penal do agente.
Está correto o que consta APENAS em
a) III.
b) I e II.
c) II e III.
d) II.
e) I.
www.tecconcursos.com.br/questoes/917338
COPEVE (UFAL) - Aux (UFAL)/UFAL/Enfermagem/2012
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
Com relação à Lei de Improbidade Administrativa, Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992, assinale a
opção incorreta.
a) Constitui hipótese de ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da
administração pública a frustração da licitude de processo licitatório ou a sua dispensa indevida por
parte de agente público.
b) As disposições da Lei de Improbidade Administrativa são aplicáveis, no que couber, àquele que,
mesmo não sendo agente público, induza ou concorra para a prática do ato de improbidade ou dele
se beneficie sob qualquer forma direta ou indireta.
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/917338
1667) 
c) Quando o ato de improbidade causar lesão ao patrimônio público ou ensejar enriquecimento
ilícito, caberá à autoridade administrativa responsável pelo inquérito representar ao Ministério Público,
para a indisponibilidade dos bens do indiciado. A indisponibilidade recairá sobre os bens que
assegurem o integral ressarcimento do dano, ou sobre o acréscimo patrimonial resultante do
enriquecimento ilícito.
d) Constitui hipótese de ato de improbidade administrativa que importa em enriquecimento ilícito a
percepção por agente público de vantagem econômica, direta ou indireta, para facilitar a alienação,
permuta ou locação de bem público ou o fornecimento de serviço por ente estatal por preço inferior
ao valor de mercado.
e) A posse e o exercício de agente público ficam condicionados à apresentação de declaração dos
bens e valores que compõem o seu patrimônio privado, a fim de ser arquivada no serviço de pessoal
competente. Mencionada declaração compreenderá imóveis, móveis, semoventes, dinheiro, títulos,
ações e qualquer outra espécie de bens e valores patrimoniais, localizados no País ou no exterior, e,
quando for o caso, abrangerá os bens e valores patrimoniais do cônjuge ou companheiro, dos filhos e
de outras pessoas que vivam sob a dependência econômica do declarante, excluídos apenas os
objetos e utensílios de uso doméstico.
www.tecconcursos.com.br/questoes/27906
CEBRASPE (CESPE) - PRF/PRF/2008
Direito Administrativo - Tópicos Mesclados de Improbidade Administrativa (Lei nº
8.429/1992)
 
 Durante abordagem a um carro, um PRF, ao revistar o portamalas do automóvel, verificou que
mercadorias de comercialização proibida no território nacional haviam sido importadas pelo condutor e
estavam sendo transportadas. O condutor informou que era desempregado e fizera viagem a país vizinho
https://www.tecconcursos.com.br/questoes/27906
porque pretendia vender as mercadorias no DF e, ato contínuo, ofereceu ao PRF R$ 1.000,00 para que
este possibilitasse a continuidade da viagem, livre de qualquer repressão.
Diante dessa situação hipotética e levando em consideração os ditames da Lei de Improbidade
Administrativa, assinale a opção correta.
a) Caso o PRF aceitasse a oferta do condutor, estaria configurada a prática de improbidade
administrativa na modalidade dos atos que importam enriquecimento ilícito.
b) Caso o PRF aceitasse a vantagem econômica oferecida, o condutor poderia responder
criminalmente, mas não responderia por improbidade administrativa, já que é particular, ou seja, não
ocupa função pública.
c) Caso o PRF aceitasse a vantagem econômica oferecida, estaria sujeito às cominações previstas

Outros materiais