Buscar

PRINCÍPIO DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
PROJETO: PRINCÍPIO DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA – FÍSICA I
NOME: Joana Corrêa
MATRICULA: 23308268
PRINCÍPIO DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA – AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS
1. Anote na Tabela 1 os valores obtidos no experimento. Houve diferença entre as 
velocidades dos corpos de prova ensaiados? Se sim, intuitivamente, qual seria o 
motivo?
Sim, porque o cilindro maciço tem a massa maior do que a do cilindro oco e o efeito arrasto na descida pode influenciar nos resultados finais.
	Velocidade linear (m/s)
	Cilindro oco
	Cilindro maciço
	Descida 1
	0,909090909
	0,980392157
	Descida 2
	0,892857143
	0,943396226
	Descida 3
	0,877192982
	0,961538462
	Média 
	0,893047011
	0,961775615
 tabela 1 – Valores de velocidade linear obtidos no experimento
2. Utilizando as informações da Tabela 2 e as equações apresentadas no sumário teórico, e sabendo que o corpo de prova foi solto na posição 60 mm da régua, calcule e preencha a Tabela 3 com os valores obtidos para as grandezas.
	Especificações
	Cilindro oco
	Cilindro maciço
	Massa – m (g)
	110
	300
	Diâmetro interno – di (mm)
	40
	-
	Diâmetro externo – de (mm)
	50
	50
	Densidade do aço (g/cm3)
	7,86
	7,56
Tabela 2 – Especificações dos corpos de prova
	Grandezas
	Cilindro oco
	Cilindro maciço
	Momento de inércia 
	5.638 x 10 -4
	9.375 x 10 -4
	Velocidade linear média
	0,926
	0,987
	Velocidade angular 
	0,037
	0,039
	Energia cinética de translação 
	47,14
	145,145
	Energia cinética de rotação 
	38,589
	72,767
	Energia cinética total
	85,729
	219,017
	Energia potencial gravitacional
	21,582
	58,860
	Erro relativo percentual em relação a energia inicial do cilindro
	1,19%
	1,28%
Tabela 3 – Grandezas relacionadas à conservação da energia
3. É certo afirmar que a energia potencial gravitacional é igual a soma das energias cinéticas de translação e rotação? Por quê?
 Não, a energia potencial gravitacional está associada a uma altura em relação a um referencial e a energia cinética está presente quando algo está em movimento. Quando o cilindro estava no início do plano inclinado possuía energia potencial gravitacional, quando foi solto a energia potencial gravitacional foi transformada em energia cinética.
4. Calcule o erro relativo entre a energia envolvida quando o corpo de prova está no topo do plano e a energia quando ele passa pelo sensor. Caso o erro seja maior que zero, qual seria o motivo para isto?
	Grandezas
	Cilindro oco
	Cilindro maciço 
	Erro relativo percentual em relação à energia
inicial do cilindro - ER% (%)
	1,19%
	1,28%
O motivo do valor encontrado ser maior que zero explica-se pelo atrito que atua sobre a energia cinética.
5. Como você definiria a conservação da energia em termos das energias envolvidas neste experimento? 
No experimento, a energia potencial gravitacional do corpo de prova é convertida em energia cinética de translação e rotação, enquanto ele desce pelo plano, mantendo a energia total constante. Isso significa que a energia não é criada nem destruída, apenas transformada de uma forma para outra. Esse princípio é essencial para entender o comportamento energético de sistemas físicos.

Outros materiais

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes