Buscar

DIREITO APLICADO À GESTÃO AVA2

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA
Graduação em Ciências Contábeis EAD
 
 
Aluna: Mirian Ferreira de Assis de Vasconcellos
Matrícula: 1240103362
Disciplina: Direito Aplicado à Gestão
Tutor: Fátima C Santoro
Fato Gerador
SÃO GONÇALO/RJ
 2024
Enunciado da avaliação 
Situação Problema:
Lançamento é ato privativo da Fazenda Pública, e, segundo o art. 142 do CTN, é o procedimento administrativo vinculado que verifica a ocorrência do fato gerador, identifica o surgimento passivo da obrigação tributária, determina a matéria tributável, aponta o montante do crédito e aplica, se for o caso, a penalidade cabível. Desse modo, em quais modalidades de lançamento ocorre primeiramente a participação do sujeito passivo, explique como ela se dá.
Introdução
O lançamento tributário é uma atividade privativa da autoridade administrativa, mas o Código Tributário Nacional (CTN) permite a participação do sujeito passivo (contribuinte) em diferentes modalidades de lançamento. Vamos explorar essas modalidades e como ocorre a participação do sujeito passivo:
Lançamento de Ofício ou Direto (Art. 149 do CTN) 
· Nesse tipo de lançamento, a iniciativa parte exclusivamente da autoridade administrativa (Fazenda Pública).
· O procedimento é conduzido pela administração tributária sem a necessidade de declaração prévia do contribuinte.
· A autoridade verifica o fato gerador, determina a matéria tributável, calcula o montante do tributo devido e identifica o sujeito passivo.
· Caso necessário, também pode aplicar penalidades.
· O sujeito passivo não tem participação ativa nesse processo; ele apenas recebe a notificação do crédito tributário.
· Esse tipo de lançamento é comum em situações como fiscalizações, auditorias e correções de erros.
Lançamento por Declaração ou Misto (Art. 147 do CTN)
· Aqui, o contribuinte tem um papel ativo.
· Ele apresenta uma declaração informando os dados relevantes para o cálculo do tributo.
· A autoridade administrativa verifica a declaração, confere os dados e realiza o lançamento com base nas informações fornecidas.
· Exemplos comuns incluem declarações de imposto de renda, onde os contribuintes informam seus rendimentos, despesas e deduções.
Lançamento por Homologação ou Autolançamento (Art. 150 do CTN)
· Nesse caso, o sujeito passivo realiza o pagamento do tributo antes mesmo da atuação da administração tributária.
· O contribuinte apura o valor devido, preenche a declaração e efetua o pagamento.
· A autoridade fiscal, posteriormente, homologa (aprova) o lançamento, conferindo sua regularidade.
· Se houver divergências, a autoridade pode retificar o lançamento.
· Exemplos incluem o recolhimento mensal de impostos como o ICMS e o ISS.
Em resumo, o lançamento de ofício não envolve a participação ativa do sujeito passivo, enquanto o lançamento por declaração e o lançamento por homologação contam com a colaboração do contribuinte no processo de constituição do crédito tributário.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
NIARADI, George. Direito Empresarial. São Paulo. Pearson, 2020 (Pag. 57 à 66)
Lançamento tributário e suas modalidades - Jus.com.br | Jus Navigandi
CTN, na constituição do crédito tributário e os três tipos de lançamento – Jusbrasil.com.br | Jusbrasil
Lançamento tributário: o que é, tipos e modalidades | Cobre Fácil (cobrefacil.com.br)
image1.jpeg

Continue navegando

Outros materiais