Buscar

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 21 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 21 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 21 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 1/21
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SEGURANÇA DO TRABALHO E
ERGONOMIA
AULA 5
 
 
 
 
 
 
 
Prof. Carlos Costa
Prof. Emerson Seixas
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 2/21
CONVERSA INICIAL
A ideia central desta aula é conhecer sobre do que se trata a ergonomia, como é aplicada e quais
benefícios agregam valor ao trabalhador ou a qualquer pessoa que queira se beneficiar dessa técnica.
Em situações simples, como a iluminação adequada, a posição da cadeira para assistir à
televisão, ler um jornal, realizar uma refeição dentro de um veículo, seja dirigindo, seja como
passageiro, ou no ambiente de trabalho, os estudos ergonômicos são necessários para trazer o bem-
estar a qualquer indivíduo e proporcionar o mínimo de incômodo, caso a pessoa tenha que passar
horas naquela posição.
Nesta aula, será estudada a NR 17 e sua importância na segurança do trabalho. Esta é aplicada a
qualquer situação, sejam simples, como sentar-se para ler um jornal ou tomar uma xícara de café,
sejam para situações mais complexas como levantar pesos ou trabalhos com movimentos repetitivos.
Para tal, deve-se conhecer o corpo, seus movimentos, sua estrutura e seus limites, sendo masculino
ou feminino.
Dessa forma, convidamos você a estudar esse tema e nos acompanhar nesta quinta aula de
Segurança no Trabalho e Ergonomia.
TEMA 1 – ERGONOMIA NORMATIVA E O SISTEMA HOMEM-
MÁQUINA
Conforme já tratado, todas as 37 NRs por si só justificam sua criação e aplicação devido à
importância à área laboral. De modo especial, tratamos aqui da NR 17, visto a amplitude de áreas
para aplicação. A ergonomia está diretamente presente em nosso dia a dia, seja em casa, na
faculdade, no veículo e na academia, uma vez que em qualquer lugar é importante estarmos o mais
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 3/21
confortável possível. Por meio do conforto físico, psicológico e térmico, alcançamos melhor
rendimento de acordo com o ambiente.
A Tabela 1 apresenta algumas orientações de acordo com o espaço envolvido em referência a
ergonomia.
Tabela 1 – Recomendação em função do espaço ocupado
Espaço Recomendação
Estudo
Dimensões da mesa e cadeira adequadas; a iluminação do monitor deve ser baixa, porém regulada para
não exigir muito esforço das vistas.
Em casa
Ao agachar para pegar peso e ao se levantar, o abdômen deve ser enrijecido, de modo que a musculatura
abdominal proteja a coluna contra esforço excessivo.
No
automóvel
Manter a coluna ereta durante a direção, e a cabeça sempre alinhada ao quadril.
No trabalho Adequação da iluminação; desobstrução do espaço para circulação; pausas periódicas.
Home office
Dimensões da mesa e cadeira adequadas; a iluminação do monitor deve ser baixa, porém regulada para
não exigir muito esforço das vistas.
1.1 O QUE É ERGONOMIA E COMO SE APLICA
Resultado do alto grau de importância há tempos dado à ergonomia, muitas são as definições
dadas ao termo, conforme tratado na sequência.
A NR 17 é a norma regulamentadora que trata assuntos relacionados à ergonomia. Segundo
Teiger (1993), a ergonomia teve sua raiz fundamentada ao período pós-Segunda Guerra Mundial, na
Inglaterra.
A ergonomia também é considerada como uma ciência composta de um conjunto de disciplinas
que estuda a organização do trabalho, observando sempre e tendo em busca a melhor relação entre
o trabalhador e as máquinas e sistemas de trabalho.
Definição de ergonomia do originário grego:
ergon = trabalho; e
nomos = leis ou normas.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 4/21
O termo ergonomia foi criado e utilizado pelo inglês Murrel e em 1949 passou a ser adotado
oficialmente pela Ergonomics Research Society, primeira instituição de pesquisa sobre ergonomia,
que possuía como associados engenheiros, psicólogos, fisiologistas e demais membros ingleses
engajados em solucionar problemas de adaptação do trabalho ao homem. (Laville, 1977)
No item 17.1, a NR 17 visa a estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições
de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um
máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.  
É de responsabilidade do empregador verificar as necessidades e incompatibilidades por meio
de análises ergonômicas, observando as condições mínimas necessárias ao trabalhador aplicando os
devidos ajustes.
Grandes áreas de aplicações decorrentes da NR 17:
trabalhos realizados em pé durante longo período sem pausas adequadas;
esforços repetitivos;
levantamento e carregamento de cargas;
monotonia;
organização do trabalho; e
mobiliário dos postos de trabalho.
Além das citadas, também fazem parte do estudo da ergonomia o estudo e a consequente
determinação do horário de trabalho, a necessidade da nacionalização e mesmo regionalização de
máquinas, equipamentos e mobiliários, considerando as diferenças físicas e culturais dos usuários,
considerando esforços desnecessários e posturas incorretas.
A globalização e o consequente acirramento da competitividade estão diretamente associados à
produtividade. Produzir mais, com qualidade e em menor tempo conduz a custo inferior,
possibilitando maior mercado. Esse é o objetivo das organizações, e o fato está ligado à satisfação e
à segurança do trabalhador em seu posto de trabalho.
Os resultados favoráveis em consequência da aplicação do sistema adequado de ergonomia são:
diminuição do absenteísmo;
satisfação do trabalhador; e
redução de gastos relacionados a afastamentos e consequentes substituição de funcionários.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 5/21
Especialmente quando tratamos sobre o absenteísmo, de acordo com o Ministério do Trabalho e
Emprego, a cada ano, cerca de 5% de todos os afastamentos superiores a 15 dias estão relacionados
à dorsalgia – também conhecida como dor nas costas. O fato ressalta a importância do conhecimento
e devida aplicação da NR 17, observando sempre a posição do trabalhador em relação à atividade
laboral.
Conforme tratado, também devido ao alto grau de importância da ergonomia, esta também
pode ser classificada de acordo com a Tabela 2.
Tabela 2 – Classificação de ergonomia
Classificação da ergonomia Descritivo
Física
Relacionada ao estudo das condições biomecânicas, posturais, esforços necessários a
atividade.
Cognitiva ou psicológica
Relacionada aos processos psicológicos e os impactos destes com a relação homem-
máquina.
Organizacional ou
macroergonomia
Parte do pressuposto que todo o trabalho ocorre no âmbito de organizações (dentro da
empresa ou ambiente laboral).
O laudo ergonômico, também conhecido como análise ergonômica do trabalho, é um
documento derivado da NR17 de responsabilidade do empregador. Tem por objetivo antecipar os
riscos ergonômicos inerentes a uma determinada área de trabalho. Por meio dele, estabelece-se por
meio de protocolos as ações necessárias para a mitigação dos riscos ergonômicos.
Infelizmente, muitas empresas ainda consideram a ergonomia e a segurança de um modo geral
como um gasto (investimento desnecessário), porém cada vez mais devemos reconhecer tal
necessidade. Ou seja, o conceito de ergonomia deve ser tratado desde o princípio da elaboração do
projeto de fábrica, seu layout e alteração desse, assim como na introdução de novos produtos assim
como, otimização do sistema.
Para o sucesso de qualquer empreendimento, é importante a cooperação de profissionais
dedicados e habilitados à atividade. É importante reconhecer que o custo para manter todos os
profissionais na empresa por vezes pode inviabilizar o projeto. Diante disso, é interessante buscar
referências no mercado de prestadores de serviço especializado, como uma consultoria devidamente
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 6/21
credenciada — nesses casos, especialistas em ergonomia.Com suporte técnico, a brevidade das
ações e consequentes resultados esperados são maiores.
Profissionais normalmente recomendados a tratar a ergonomia laboral:
médico do trabalho;
enfermeira do trabalho;  
fisioterapeuta;
terapeuta ocupacional;
professor de educação física;
engenheiro do trabalho; e
técnico de segurança do trabalho.
Entre as principais responsabilidades dos profissionais responsáveis pela ergonomia laboral são:
investigar a gestão de riscos ergonômicos, desde o mapeamento das tarefas até a mitigação,
controle ou eliminação dos mesmos;
elaborar análise ergonômica do trabalho das tarefas/funções de acordo com modelo
preestabelecido pela organização; e
monitorar e registrar ações de melhorias propostas e realizadas.
Independentemente da atividade realizada e da postura do trabalhador, tendo em vista a
diminuição de dores lombares, recomenda-se de forma preventiva a execução periódica de pelo
menos um dos exercícios a seguir:
alongamento;
relaxamento;
ginástica laboral;
exercícios físicos; e
sessões de massagem.
Além dos benefícios ergonômicos propriamente ditos, também é possível observar alterações
benéficas quanto ao relacionamento dos envolvidos no projeto e aos trabalhadores de um modo
geral por meio da aproximação natural durante a realização dos exercícios.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 7/21
TEMA 2 – LEVANTAMENTO, TRANSPORTE E DESCARGA INDIVIDUAL
DE MATERIAIS
De acordo com o carregamento proposto, sempre que possível, o levantamento, transporte e
descarga individual de materiais devem ser realizados com auxílio de elementos mecânicos e/ou
automatizados.
Normalmente, as embalagens trazem a identificação do peso, meio de transporte e
empilhamento. Tais considerações devem ser observadas quanto ao seu deslocamento.
Todo trabalhador designado para o transporte manual regular de cargas, que não as leves,
deverá receber treinamento satisfatório quanto aos métodos de trabalho que deverá utilizar (NR
17.2.3).
As atividades de levantamento, transporte e descarga individual de materiais, de acordo com a
série ISO 11228, traduzido pela ABNT está dividida em três partes de acordo com seus objetivos:
1. avaliar a carga (tipo do carregamento – caixa, lata, pacote);
2. qualitativamente (peso do carregamento); e
3. quantitativamente (número de volumes a serem deslocados).
Saiba mais
De acordo com a ABNT já proposta, é importante considerar que os limites (peso) valores
não são pré-fixados, mas dependem de uma série de fatores que são avaliados isoladamente e
depois avaliados em conjunto com o objetivo de determinar o grau de risco presente no
trabalho.
Quando analisado o carregamento em atividade, também deve-se observar se a atividade se
trata de contínua ou intermitente (descontínua).
Seguem algumas indicações de atividades consideradas como de levantamento, transporte e
descarga individual de materiais:
levantamento de caixas;
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 8/21
empurrar ou puxar carga com paleteira manual;
pegar sacos de cimentos (ou outro material) para alimentar um processo; e
recolhimento de lixo (coletores de lixo municipal).
De acordo com a NR 17.2, é considerado transporte manual de cargas aquele no qual o
carregamento é suportado inteiramente por um só trabalhador, compreendendo o levantamento,
carregamento e deposição da carga.
Saiba mais
Não são recomendadas a trabalhadores menores de 16 anos atividades que os sujeitem a
levantamento e carregamento de cargas. De acordo com a CLT, o carregamento máximo não
pode ultrapassar 60kg e o deslocamento máximo não pode ser superior a 60 metros.
A Tabela 3 indica o carregamento proposto de acordo com o sexo e idade do trabalhador.
Tabela 3 – Indicação de carregamento proposto ao sexo e idade do trabalhador
Idade (anos) Homem Mulher
De 16 a 18 16 (kg) 8 (kg)
Acima de 18 40 (kg) 20 (kg)
Fatores a serem considerados quando da realização de atividades relacionadas ao levantamento
e carregamento de cargas:
posicionamento das articulações no início e durante o levantamento;
velocidade de execução do movimento;
altura que a carga se encontra no início do levantamento
tamanho e forma da carga;
uso de acessórios como cinto de suporte lombar; e
pressão intra-abdominal.
Recomendações de etapas tendo em vista o levantamento e carregamento de cargas:
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 9/21
posicionar-se junto ao objeto, mantendo os pés afastados, com um pé mais à frente que o
outro, para aumentar sua base de sustentação;
abaixar-se, dobrando os joelhos e mantendo a cabeça e as costas em linha reta;
segurar firmemente o objeto, usando a palma das mãos e todos os dedos;
levantar-se, usando somente o esforço das pernas e mantendo os braços estendidos;
aproximar bem o objeto do corpo; e
manter o objeto centralizado em relação às pernas durante o percurso.
Como não proceder durante o levantamento e carregamento de cargas individuais:
não dobrar as costas;
não ficar muito longe do objeto a ser carregado;
não virar o corpo com a carga sem manter as pernas fixas no chão;
não escorar a carga na perna ou no joelho;
não levantar objetos pesados acima de sua cabeça; e
prevenir a fadiga ao executar atividades pesadas e por períodos prolongados.
Quanto às conclusões técnicas e recomendações ao empregador ou supervisor direto sobre a
NR 17, o item 17.2. cita que não deverá ser exigido nem admitido o transporte manual de cargas por
um trabalhador cujo peso seja suscetível de comprometer sua saúde ou sua segurança.
TEMA 3 – MOBILIÁRIO E EQUIPAMENTOS
Um dos pontos também tratados pela NR 17 se refere a posicionamento do trabalhador em
relação à máquina, ao equipamento e à atividade a ser realizada. Sempre que possível, a posição de
trabalho sentado deve ser adotada. Tal situação reforça a necessidade de tratar a ergonomia já no
projeto da fábrica ou posto de trabalho. Essa posição é a mais indicada, visto que nesta o trabalhador
necessitará de menor esforço físico e consequentemente menor gasto energético.
Diante disso, o item 17.3.3 trata dos assentos utilizados nos postos de trabalho, sendo que estes
devem atender aos seguintes requisitos mínimos de conforto:
possuir possibilidade de altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função
exercida;
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 10/21
o material do assento não dever possuir nenhuma característica que permita conformação na
base do assento;
possuir borda frontal arredondada; e
o encosto deve ser de forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar.  
Se realizado sentado ou semissentado, é interessante observar a necessidade ou não de suporte
para os pés, de modo a se adaptar ao comprimento da perna do trabalhador.
É considerado como equipamento dos postos de trabalho todos os equipamentos que
compõem o posto de trabalho. Todos esses equipamentos devem estar adequados às características
psicofisiológicas dos trabalhadores e à natureza do trabalho a ser executado.
Quadro 1 – Fundamentos de economia de movimentos
Pertinentes ao uso do corpo humano
1. Ambas as mãos devem iniciar e finalizar os movimentos ao mesmo instante.
2. Ambas as mãos não devem se manter inoperantes ao mesmo tempo, exceto em período de descanso.
3. Os braços devem ser movimentados simultaneamente em direções opostas e simétricas.
4. Devem ser aplicados os movimentos manuais mais simples.
5. Deve-se usar quantidade de movimento (massa x velocidade) a favor do esforço muscular.
6. Deve-se usar movimentos suaves, curvos e contínuos das mãos (evitar mudanças bruscas de direção).
7. Os movimentos soltos são mais fáceis e mais precisos do que os movimentos “controlados”.
8. O trabalho deve ser ter ritmo suave e natural sempre que possível.
9. As necessidades de acompanhamento visual devem ser reduzidas.
Pertinentes ao posto de trabalho
10. Deve haverlocal predefinido e fixo para todas as ferramentas e materiais.
11. As ferramentas, materiais e controles devem estar localizados perto do local de uso.
12. Os materiais devem ser alimentados por gravidade até o local de uso.
13. As peças acabadas devem fluir por gravidade.
14. Materiais e ferramentas devem ser localizados na mesma sequência de uso.
15. A iluminação deve permitir uma percepção visual satisfatória.
16. A altura do posto de trabalho deve permitir o trabalho de pé, alternado com o trabalho sentado.
17. Cada trabalhador deve dispor de uma cadeira que possibilite boa postura.
Pertinentes ao projeto de ferramentas e equipamentos
18. O trabalho estático das mãos deve ser substituído por dispositivos de fixação, gabaritos ou mecanismos acionados por
pedal.
19. Quando possível, deve-se combinar a ação de duas ou mais ferramentas.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 11/21
20. As ferramentas e os materiais devem ser preposicionados.
21. As cargas de trabalho com os dedos devem ser distribuídas de acordo com as capacidades de cada dedo.
22. Os controles, alavancas e volantes devem ser manipulados com alteração mínima de postura do corpo e com a maior
vantagem mecânica.
Fonte: Elaborado com base em Iida, 2000.
Além dos equipamentos físicos, também devem ser observadas situações que completam o
conforto do trabalhador, como:
nível de ruído de acordo com NBR 10152 registrada no INMETRO;
índice de temperatura confortável e com fluxo contínuo da troca de ar; e
iluminação adequada (uniforme e não difusa) à atividade e de acordo com as dimensões das
peças trabalhadas, bem como tolerâncias dos instrumentos utilizados no controle.
Conforme tratado, a segurança e o conforto no ambiente de trabalho devem ser tratados como
prioridade. Diante disso, é de fundamental importância a observação de algumas dimensões.
Normalmente, as pernas são os membros que exigem mais espaço, e por permanecerem estáticas,
exigem espaço para movimentação, mesmo estando o trabalhador na posição sentada. O fato deve-
se a constante necessidade da circulação sanguínea. Mesmo assim, são recomendados exercícios
simples, como levantar e caminhar periodicamente.
A Tabela 4 apresenta as principais dimensões recomendadas para o mobiliário de escritório.
Tabela 4 – Dimensões recomendadas para o mobiliário de escritório
Espaço para as pernas
Altura 20cm Deve permitir acomodação e movimentação das coxas.
Profundidade 60 a 80cm Profundidade de 60cm na altura dos joelhos e 80cm no nível do piso.
Largura 80cm Deve permitir movimentação lateral das pernas.
Conforme obrigatoriedade de todas as NRs, também no caso da ergonomia, o empregador
possui o encargo de fornecer, treinar no devido uso e substituir de acordo com a necessidade. Já o
empregado, obediência ao uso, conservação, indicações e, se necessário, a substituição ou
adequações.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 12/21
TEMA 4 – ANTROPOMETRIA
Cada vez mais fica claro que a produtividade é resultado de aplicações adequadas de métodos,
máquinas equipamentos e, principalmente, de pessoas satisfeitas com o sistema implementado
(Panero; Zelnik, 1991).
Projetado ergonomicamente é o termo que define tecnicamente, em termos de ergonomia, o
direcionamento de condições que favorecem o trabalhador, considerando suas dimensões em
relação ao ambiente de trabalho.
Desde a antiguidade, os egípcios e gregos já se importavam e viram os benefícios de se
conhecer e aplicar as dimensões do corpo humano para fins comerciais. Dimensões como polegada e
pé são exemplos disso e ainda hoje são utilizados em diversas áreas da tecnologia.
Antropometria é uma palavra de origem grega em que antropo significa homem e metria
significa medida. Portanto, antropometria consiste no estudo das medidas físicas do corpo humano
(Iida, 2005).
Especialmente nos anos 40, a antropometria foi reconhecida como de grande importância
principalmente no meio industrial, visto a necessidade da produção em massa.
São aplicações da antropometria:
dimensionamento do espaço;
ambiente laboral (indústrias, escritórios, supermercados);
moradia (móveis, instalações – pias, sanitários, escadas);
meios de transporte (automóveis, caminhões, aeronaves, ônibus); e
vestimentas (roupas, calçados, acessórios).
Diante da produção em massa, é importante o reconhecimento do dimensionamento correto do
produto, assim como das máquinas e equipamentos utilizados na produção, visto que um produto
mal dimensionado pode elevar os custos de fabricação, bem como desgastar o trabalhador.
São vantagens da antropometria:
acessibilidade com conforto e segurança;
agilidade nas tarefas;
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 13/21
otimização de custos de fabricação; e
facilidade de manutenção e reposição de peças.
Como o alvo deste estudo é o ambiente laboral, é importante enfatizarmos a grande
aplicabilidade da antropometria nesse setor.
Uma das formas de definirmos o espaço de trabalho é por meio do reconhecimento do espaço
imaginário necessário para a realização de todos os movimentos envolvidos na atividade.
No meio industrial, é notório que a maioria das atividades são realizadas em espaços
relativamente pequenos. Normalmente, o trabalhador executa suas atividades de pé ou sentado, por
meio de movimentos, principalmente com ombros, braços e mãos.
Também é importante salientar a existência de outras atividades que requerem, por exemplo,
posturas diversas e conjugadas, como agachado e mesmo deitados. Para esses casos, especialmente,
devem ser projetados dispositivos que permitam a execução dessas atividades, assim como intervalos
periodicamente curtos, permitindo a elasticidade do corpo, de modo a não provocar o desgaste
prematuro do trabalhador, assim como minimizar a possibilidade de doenças ocupacionais e o
absenteísmo.
Quanto ao dimensionamento especialmente do posto de trabalho, considerando as máquinas a
serem utilizadas no processamento, é de fundamental importância o conhecimento do biotipo dos
futuros usuários.
Segundo Panero e Zelnik (1991), atualmente a antropometria (antropologia física) associada aos
valores culturais (antropologia cultural) são de fundamental importância, visto que são responsáveis
pela transferência de tecnologia, sendo desse modo conhecidas como antropotecnologia.  
É interessante saber que a antropometria faz relação com a antropologia biológica ou física,
fundamentada em princípios genéticos e biológicos do homem.
Conjugados os estudos da antropologia e a antropometria, encontramos estudos que indicam as
dimensões de cada parte do corpo humano. Por meio dessas práticas, é possível reconhecer e prever
rendimentos de atletas de alto rendimento, assim como avaliar doenças resultantes do sedentarismo.
Outra aplicação interessante da antropometria refere-se às questões judiciais. Nesse caso, uma
análise detalhada pode fornecer dados como altura, peso, retrato falado, impressões digitais,
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 14/21
tornando possível a identificação de uma pessoa.
Na sequência, apresentam-se três classificações aplicadas em antropometria, considerando
principalmente o campo de aplicação para cada caso. São elas:
antropometria nutricional;
antropometria estática; e
antropometria dinâmica.
4.1 ANTROPOMETRIA NUTRICIONAL
Há tempos, a antropometria também tem sido utilizada para verificar o Índice de Massa
Corpórea (IMC). Essa área da antropometria é conhecida como antropometria nutricional. O estudo é
realizado por meio de análise corpórea da pessoa, verificando e comparando suas dimensões com o
hábito alimentar. Nesse caso, são verificadas as dobras cutâneas, o índice de gordura e o quadril.
Estudos semelhantes foram realizados também para crianças, conhecidos como antropometria
infantil, em que são coletados dados como peso, idade, estatura e por meio de cálculos e/ou tabelas,é possível identificar ou prever o estágio de desenvolvimento infantil. Tais dados são analisados e em
muitos casos aplicados pela indústria de artigos infantis (móveis, roupas, brinquedos). Mesmo que
embasados nesse fundamento, todos esses itens devem possuir o selo do Instituto Nacional de
Metrologia (INMETRO), que, além do dimensional, indica a idade adequada para a utilizado do item.
4.2 ANTROPOMETRIA ESTÁTICA
Conforme sugerido pela denominação “estática”, neste caso o estudo do ambiente ou objeto se
dá por meio do trabalhador parado ou por meio de realizações de pequenos e poucos movimentos.
Como exemplos para a aplicação desse conceito, consideremos projetos de mobiliário e vestimentas.
4.3 ANTROPOMETRIA DINÂMICA
Também relacionada ao nome, esta categoria de estudo da antropometria é direcionada ao
dimensionamento de partes móveis de produtos ou postos de trabalho que requerem considerável
grau de movimentação a utilização.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 15/21
Neste caso, observa-se a amplitude das articulações do corpo humano, determinando desse
modo o grau de alcance de seus movimentos.
4.4 ANTROPOMETRIA FUNCIONAL
Nesse caso, são consideradas as medições das amplitudes de movimento em uma determinada
atividade, envolvendo o movimento de várias partes do corpo ao mesmo tempo (como
deslocamento do quadril, braços e mãos para pegar e manusear determinado elemento durante a
montagem de um conjunto).
Saiba mais
Nem sempre é possível o levantamento ergonométrico confiável. Desse modo, é
aconselhável a utilização de tabelas antroponométricas, observando sempre seu índice de
confiabilidade.
São considerados ergonomicamente viáveis projetos (produtos, espaços, ambientes) que
supram pelo menos 90% dos usuários. Também é interessante observar que esse fato está
diretamente relacionado ao custo, ou seja, o valor pode inviabilizar economicamente o projeto.
 
Quanto aos projetos relacionados à antropometria, estes podem ser classificados em três
grupos:
projetos para a média da população (trabalhador na média – mas qual é a média?);
projetos para indivíduos extremos (trabalhador muito alto e trabalhador muito baixo); e
projetos com dimensões reguláveis (é o mais interessante pela possibilidade de atender maior
grupo de pessoas).
Saiba mais
Diante do exposto neste tópico, é possível indicar que o “percents” é um método bastante
coerente para a determinação dimensional de postos de trabalho. Por esse método matemático,
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 16/21
é possível a obtenção de até 95% de acerto quanto à satisfação (física e postural) do trabalhador
em determinado posto de trabalho.
O dimensionamento errôneo de uma bancada ou posto de trabalho provoca danos temporários
ou permanentes ao trabalhador, tais como:
posturas inadequadas;
erros no processo; e
insatisfação do trabalhador.
Diante desses fatos, são recomendações técnicas ao se projetar especialmente bancadas de
trabalho as indicações na Tabela 5, de acordo com a operação a ser realizada:
Tabela 5 – Tipo de atividade de acordo com a posição do cotovelo do trabalhador
Tipo de atividade Posição de trabalho
Leve de precição Atividade realizada acima do nível do cotovelo
Leve Posicionados ao nível do cotovelo
Pesado Posicionados abaixo do nível do cotovelo
TEMA 5 – PROJETO EM ERGONOMIA
A relação custo-benefício de um projeto ergonômico será melhor quanto melhor for o relação
homem-máquina, considerando o bem-estar do trabalhador e a produtividade. É sempre importante
considerar que a ergonomia está intrinsicamente relacionada à adaptação da máquina, dos
equipamentos e das ferramentas ao usuário-trabalhador, e jamais de modo contrário.
Também é importante ressaltar que nem sempre a maior padronização de linha de produção
conduz a melhores resultados, considerando as diferenças antroponométricas.
Seguem algumas considerações preponderantes quanto ao dimensionamento de um posto de
trabalho:
conhecer as características da tarefa, máquina, equipamento, ferramentas e ambiente;
conhecer as antroponométricos sobre os futuros usuários do espaço; e
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 17/21
determinar áreas máxima e ótimas de trabalho.
Saiba mais
É de fundamental importância ter a mente aberta quanto às necessidades de adequação,
considerando sempre a realidade do trabalhador e suas atividades quando posto em obra no
ambiente de trabalho. Otimizações e melhorias caminham junto com segurança, bem-estar e
produtividade.
5.1 CRITÉRIOS PARA O ARRANJO FÍSICO
É imprescindível considerar o homem como base ao se determinar o tipo de arranjo físico. Em
tais situações, devem ser observados:
a garantia ao trabalhador altura e espaço adequado;
alcances normais das ferramentas e peças necessárias; e
iluminação adequada e ângulo de visão adequados.
Dentre os muitos critérios a serem considerados na elaboração do projeto e efetivação de um
arranjo físico, três pontos de acordo com o produto a ser manufaturado se destacam, sendo eles
citados junto com aplicações clássicas.
Tabela 6 – Critérios
Critério Aplicação
Critério de importância Ferramentas mais utilizadas devem estar em lugar de destaque.
Critério de frequência
Considerar em primeiro lugar a bancada de trabalho para depois armários de
acondicionamento de estoques.
Critério de fluxo e
intensidade
As ferramentas mais utilizadas devem estar à frente das demais, critério estabelecido de
acordo o fluxo.
O ambiente laboral sempre deve ser dimensionado de modo a proporcionar ao trabalhador
condições seguras e otimizadas, aumentando a produtividade. Por isso, há situações consideradas de
grande importância como:
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 18/21
altura da superfície de trabalho;
zona de alcances normais;
espaçamento suficiente para disposição e movimentação das pernas; e
ângulo de visão de tudo o necessário para a realização da atividade.
Outra situação de extrema importância refere-se ao “iluminamento”. Deve ser previsto durante o
projeto, evitando a incidência de luz direta sobre as telas de computadores ou máquinas, pois isso
poderá ofuscar o campo de visão do trabalhador.
Os comandos de máquinas e equipamentos também devem ser projetados, de modo a facilitar a
pega e movimentação segura pela mão do operador. Superfícies estrilhadas são indicadas sempre
que possível, pois essas dificultam o escorregamento durante a utilização.
Também é interessante observar que muitas vezes realizamos movimentos quase considerados
automáticos, por meio de padrões predeterminados, conhecidos como memória cinestésica ou
memória de movimento.
Como exemplo, cita-se a necessidade de se reaprender a caminhar ou outro movimento
qualquer após a interrupção de tal atividade por um longo período devido a uma fratura e
engessamento. Devido ao período de inatividade, os órgãos podem “esquecer” tais movimentos e
mesmo ser diminuídos ou “atrofiados”, necessitando de treinamento para reposição muscular ou
mesmo reaprender tais movimentos anteriormente considerados simples devido ao grau de
repetitividade.
É notório que alguns movimentos são aprendidos quando crianças e repetidos milhões de vezes
mesmo em nossa vida adulta, de modo a termos o cérebro treinado.
Como exemplos de padrões conhecidos, pode-se citar:
abertura e fechamento de torneira; e
aumentar ou diminuir o som por meio de um botão, girando o mesmo para a direita e
esquerda respectivamente.
São movimentos corriqueiros ao motorista de automóvel o pisar nos pedais para colocar em
movimento, a parada do veículo e a troca de marchas.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 19/21
O sucesso de um projeto de máquina está relacionado à capacidade de interação deste com o
usuário (trabalhador), de modo a evitar ao máximo possível a possibilidade de erro (por meio de
confusão quanto aos movimentos),exigindo o mínimo possível de desgaste mental.
Exemplos de sucesso para evitar desgaste mental do trabalhador:
substituição de acionamentos rotativos por alavancas;
substituição de elementos roscados por engates rápidos; e
substituição de painéis escritos por painéis luminosos, indicando por exemplo a necessidade de
maior atenção.
5.2 CRITÉRIOS DE TAREFAS DOS USUÁRIOS
Como anteriormente tratado, é função do projeto reduzir ao máximo o custo físico e mental do
operador da máquina ou equipamento.
Para que sejam alcançados os objetivos citados, é de fundamental importância a obediência a
alguns fatores:
que tarefa será realizada no ambiente laboral;
identificação das pessoas (gênero, faixa etária, grau de instrução);  
identificação das máquinas e equipamentos;
condições ambientais; e
condições organizacionais (turnos, trabalho noturno, grupos).
Saiba mais
Sempre que possível estabelecer e fornecer ao trabalhador (desenhos, esquemas da
operação a realizar peças isoladas e conjunto com os tempos propostos). Tal situação é
reconhecida pelo estudo e definição dos tempos e métodos aplicados ao trabalho. É interessante
sempre revisar tal situação de modo a obter tempos e operações otimizadas.
Sempre que necessário, para as pessoas com necessidades especiais e aquelas cujas
medidas antropométricas não sejam atendidas pelas especificações do projeto, o mobiliário do
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 20/21
posto de trabalho deve ser adaptado para atender às suas necessidades, sendo também
disponibilizada cooperação técnica necessária à sua integração ao trabalho.
FINALIZANDO
Nesta aula, procurou-se demonstrar a NR 17 e sua importância na segurança do trabalho com os
estudos da ergonomia, suas aplicações e seus benefícios ao trabalhador ou a qualquer pessoa que
queira se beneficiar dessa técnica.
Pode-se notar que realmente em situações simples, a iluminação adequada faz toda a diferença,
bem como a postura correta em todas as situações, como em momentos que exigem atenção ou em
momentos de total descontração.
Os conhecimentos dos limites do corpo, através dos estudos da antropometria, demonstram que
mesmo para situações simples do dia a dia, a postura física do trabalhador para a realização de um
determinado movimento o auxiliará muito a ter menos dor ao final de um período ou jornada e,
consequentemente, num futuro mais distante.
Até a próxima e bons estudos!
REFERÊNCIAS
AIIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. 6. reimp. São Paulo: Edgar Blüncher Ltda, 2000.
LAVILLE, A. Ergonomia. Tradução de Márcia Maria Neves Teixeira. São Paulo: EPU: Ed. Da
Universidade de São Paulo, 1977.
PANERO, J.; ZELNIK, M. Las dimensiones humanas en los espacios interiores. 5. ed. México:
Estándares Antropométricos.
TEIGER, C. Représentation du travail, travail de la représentation. Em A. Weill-Fassina, P.
Rabardel & D. Dubois (Orgs.), Représentation pour l'action (pp. 71-96). Toulouse: Octarés Éditions,
1993.SSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5410 - Instalações elétricas de baixa
tensão. Rio de Janeiro, 2005.
20/03/2023, 22:08 UNINTER
https://univirtus.uninter.com/ava/web/roa/ 21/21

Mais conteúdos dessa disciplina