A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Av1 e Av2 - Análise Textual

Pré-visualização | Página 3 de 11

Pontos da Questão: 0,5 
		coesão livre 
		coesão sequencial 
		coesão gramatical 
		coesão lexical 
		coesão linear 
		
Questão: 6 (157277) 
Leia e responda. 
"Nenhuma língua permanece a mesma em todo o seu domínio e, ainda num só local, apresenta um sem-número de diferenciações.(...) Mas essas variedades de ordem geográfica, de ordem social e até individual, pois cada um procura utilizar o sistema idiomático da forma que melhor lhe exprime o gosto e o pensamento, não prejudicam a unidade superior da língua, nem a consciência que têm os que a falam diversamente de se servirem de um mesmo instrumento de comunicação, de manifestação e de emoção." 
(Celso Cunha, em Uma política do idioma) 
De acordo com os estudos sobre tipologia textual, o fragmento acima classifica-se como:
  Pontos da Questão: 1 
		descrição 
		narração 
		dissertação 
		combinação de descrição e narração 
		injunção 
		
Questão: 7 (157318) 
Observe a tira a seguir.
 
 
 
2008. United Media/intercontinental Press. MEDDICK, Jim. Robô. 
É possível identificar na fala de Monty (o motorista do carro) traços marcantes de uma 
variedade linguística. Que variedade é essa? 
  Pontos da Questão: 1 
		O chamado falar caipira. 
		O chamado falar culto. 
		O chamado falar acadêmico. 
		O chamado falar literário. 
		O chamado falar rebuscado. 
		
Questão: 8 (157662) 
ANVERSO E REVERSO 
Cada individuo tem sua configuração espiritual, e ela não muda com os anos. É tão constante quanto nossos cromossomos ou as nossas impressões digitais. As circunstâncias é que variam, permitindo por vezes que certos tipos ofereçam de si uma imagem nova e até surpreendente, num desmentido a julgamentos anteriores. Só em determinadas circunstâncias é que se pode medir bem a tempera de um indivíduo, sua inteligência, sua loucura, sua poesia, sua capacidade de amar. Mas o indivíduo não muda. Mudam os ângulos e as luzes com que o vemos. 
(Adaptado de A Psicologia do Brasileiro, CARNEIRO, J. Fernando. São Paulo: Ed. Agir, 1971) 
Veja a frase: "É tão constante quanto nossos cromossomos ou as nossas impressões digitais". Essa frase, relacionada com a frase "Cada indivíduo tem sua configuração espiritual, e ela não muda com os anos" expressa: 
   Pontos da Questão: 1 
		justificativa. 
		adversidade. 
		explicação 
		contradição 
		causa. 
		
Questão: 9 (157323) 
Observe, atentamente, a tirinha de Maurício de Sousa. 
 
 
Disponível em http://www.monica.com.br/comics/tirinhas/tira98.htm 
Para entendermos a graça da tirinha e torná-la um texto coerente, é preciso: 
I- usar o nosso conhecimento de mundo e entender que o personagem Cascão não toma banho. 
II- relacionar o barulho do telefone (linguagem verbal) à fala das personagens da Turma da Mônica (linguagem não-verbal). 
III- considerar as informações que não foram ditas no texto, mas que devem fazer parte do nosso conhecimento de mundo. 
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): 
  Pontos da Questão: 1 
		III, apenas. 
		II e III. 
		I, II e III. 
		I e III. 
		I e II. 
		
Questão: 10 (157624) 
Leia o relato a seguir: 
Jose e Maria formam um casal de surdos. Fruto de seu casamento, nasceu Aline. Como os pais não falavam, mas somente gesticulavam, Aline também não falava, já que ela não tinha acesso a língua portuguesa, apesar de não apresentar qualquer deficiência auditiva. 
Aos 6 anos de idade, Aline foi ao colégio, completamente “atrasada” em relação a seus colegas de turma, pois todos falavam e ela não. Em 6 meses de aula, Aline havia aprendido a falar a língua da comunidade, demonstrando competência na comunicação oral e bom desempenho da articulação dos sons da fala. 
O fenômeno ocorrido com o comportamento linguístico de Aline se explica porque:  Pontos da Questão: 1 
		Aline representa uma exceção, já que filhos de pais surdos, mesmo que não o sejam, perdem a capacidade de linguagem. Nesse caso, Aline conseguia emitir sons, mas não sabia seus significados. 
		Apesar de Aline não ter contato com a língua oral quando vivia com seus pais, sua capacidade de linguagem permaneceu; assim, quando teve acesso a língua falada, desenvolveu tal capacidade 
		Aline acabou sofrendo uma mutação genética, que fez desenvolver a capacidade da linguagem, quando entrou na escola. Logo, a faculdade da linguagem só foi ativada no contato com a língua falada 
		Como todos os filhos de pais surdos, Aline não aprendeu a se comunicar oralmente, independentemente de ter contato com falantes ou não. 
		Na verdade, Aline não aprendeu a falar, mas somente a repetir sons, já que sua capacidade de linguagem foi extinta por não ter contato com a língua falada durante sua infância (antes de entrar na escola)
Av1/An?lise Textual - (3) - AV1 - 2012.2.docx
				
				Avaliação On-Line
		Avaliação:
		AV1.2012.2EAD-ANÁLISE TEXTUAL-CEL0465
		Disciplina:
		CEL0465 - ANÁLISE TEXTUAL
		Tipo de Avaliação:
		AV1
		Aluno:
		
		Nota da Prova:
		5
		Nota do Trabalho:     
		Nota da Participação:      2
		Total: 
		7
		Prova On-Line
		
Questão: 1 (157323) 
Observe, atentamente, a tirinha de Maurício de Sousa.
 
 
Disponível em http://www.monica.com.br/comics/tirinhas/tira98.htm 
Para entendermos a graça da tirinha e torná-la um texto coerente, é preciso:
I- usar o nosso conhecimento de mundo e entender que o personagem Cascão não toma banho. 
II- relacionar o barulho do telefone (linguagem verbal) à fala das personagens da Turma da Mônica (linguagem não-verbal). 
III- considerar as informações que não foram ditas no texto, mas que devem fazer parte do nosso conhecimento de mundo.
Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s): 
  Pontos da Questão: 1
		 II e III.
		 I e III. 
		 I, II e III.
		 III, apenas.
		 I e II.
		
Questão: 2 (157654) 
Leia a letra da música “O céu”, de Nando Reis e Marisa Monte. 
O céu 
O céu vai tão longe e esta perto 
O céu fica em cima do teto 
O céu tem as quatro estações 
Escurece de noite, amanhece com o sol 
O céu serve a todos 
O céu ninguém pode pegar 
O céu cobre a terra e a lua 
Entra dentro do quarto, rua do avião 
Dentro do universo mora o céu 
O céu para-quedas e saltos 
O céu vai do chão para o alto 
O céu sem começo e sem fim 
Para sempre serei seu fã 
Olhai pro céu, olhai pro chão 
(Disponível em http://marisa-monte.musicas.mus.br/letras/47289/) 
Tendo em mente os conceitos de textualidade, coesão e coerência, assinale a opção CORRETA. 
  Pontos da Questão: 1
		 A repetição de O CÉU empobrece o texto, pois não contribui para a construção de sentido do texto.
		 O texto não apresenta coerência porque fala sobre o céu.
		 O texto apresenta problemas na coesão e na coerência por ser uma letra de música.
		 Há coesão referencial porque os autores fazem uso da repetição como elemento coesivo 
		 Falta textualidade a letra da música porque não conseguimos entendê-la.
		
Questão: 3 (157290) 
Leia abaixo o texto com atenção: 
Diferencie o resfriado da gripe para sarar depressa 
Os sintomas mudam, assim como o melhor tratamento para cada doença 
Basta o friozinho chegar, para que comecem as complicações respiratórias. Há pouca chuva, a temperatura muda bruscamente, o calor que aparece na hora do almoço se esconde durante a noite e a poluição aumenta nos centros urbanos. As condições não poderiam ser melhores para o surgimento da gripe e do resfriado. 
Muitas vezes confundidas, as duas doenças são bastante diferentes nos sintomas, diz a especialista Simone Aguiar. O resfriado é mais comum, causando vermelhidão nos olhos e coriza, seguidos de uma febre não muito elevada (que dura entre 48 e 72 horas). O ciclo viral costuma durar de três a cinco dias. "A gripe, por sua vez, causa febres mais altas acompanhadas de dores no corpo. É mais grave do que o resfriado por poder levar à pneumonia ou a um quadro bacteriano mais grave", afirma a pneumopediatra do Hospital San Paolo, Simone Aguiar. (Folha Online, 25/08/2010) 
Na frase grifada