A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
AULA 5- AGRESSÃO

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
*
*
Elliot, A.; Robim M., A.; Timothy D., W. Psicologia Social, 2002.
*
*
*
O que é Agressão
Ação agressiva – comportamento intencional com o objetivo de causar dor física ou psicológica.
Agressão x Assertividade;
Agressão hostil x Agressão Instrumental (objetivos).
*
*
*
Será a agressão congênita ou aprendida?
Não há um consenso a respeito de se a agressão é congênita ou aprendida;
Hobbes – nós somos animais e só impondo lei e ordem poderemos controlar o que constitui um instinto natural de agressão.
Rousseau – somos criaturas benevolentes e a sociedade restritiva é que nos obriga a nos tornarmos hostis e agressivos.
*
*
*
Será a agressão congênita ou aprendida?
Freud 
Seres humanos nascem com um instinto de vida (Eros) e um instinto de morte (Tanatos) que leva a ações agressivas;
A sociedade regula esse instinto e ajuda a pessoa a sublimá-lo.
*
*
*
Será a agressão congênita ou aprendida?
Richard Lore e Lori Schultz (1993):
Universalidade da agressão entre os vertebrados sugere fortemente que a agressividade surgiu e foi mantida devido ao seu valor para a sobrevivência.
No entanto a agressão é uma estratégia opcional – seja ou não manifestada – e determinada pela experiência prévia do animal, bem como pelo contexto social específico em que vive.
*
*
*
Será a agressão congênita ou aprendida?
Temos a tendência inata de reagir a certos estímulos provocadores atacando aqueles que os apresentam.
A ação agressiva será ou não manifestada a partir da combinação entre propensões inatas, respostas inibitórias aprendidas e natureza da situação social.
No caso da humanidade, os padrões inatos de comportamento são infinitamente modificáveis e flexíveis.
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Causas neurais e químicas da agressão - Amígdala: 
Estimulação – organismos dóceis tornam-se violentos;
Bloqueio – organismos violentos tornam-se dóceis;
Impacto dos mecanismos neurais pode ser modificado por fatores sociais, mesmo em seres subumanos.
*
*
*
Amígdala
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Testosterona
Injeção de testosterona (hormônio sexual masculino) aumenta a agressão nos animais;
Níveis de testosterona em presidiários condenados por crimes violentos são mais altos do que nos que cometeram delitos não-violentos;
Isso significará que os homens são mais agressivos do que a mulheres?
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Comumente, meninos são mais agressivos do que meninas;
Entre adultos, a população carcerária é composta em sua maioria por homens;
Quando mulheres são presas, isso ocorre normalmente por crimes contra a propriedade (falsificação, fraude, furtos, tráfico);
Quando as mulheres cometem crimes de agressão tendem a sentir mais culpa ou ansiedade.
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Álcool:
Atua como desinibidor, aumentando as tendências básicas da pessoa, incluindo as tendências agressivas.
Dor e desconforto como causas de agressão:
Especula-se que, além da dor, outras formas de desconforto corporal (calor, umidade, poluição do ar, cheiros desagradáveis) podem contribuir para baixar o limiar do comportamento agressivo.
*
*
*
Causas situacionais da agressão
A teoria frustração-agressão sustenta que a percepção da pessoa de que está sendo impedida de alcançar seu objetivo aumenta a probabilidade de uma resposta agressiva;
Alguns fatores que afetam o elo frustração-agressão: proximidade da meta, tamanho e força da pessoa responsável pela frustração, frustração inesperada.
Objetos agressivos como causa de comportamento agressivo;
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Imitação e Agressão: 
A Teoria da Aprendizagem Social sustenta que aprendemos o comportamento social observando e imitando outras pessoas.
Efeitos de ver violência na mídia:
Estudos de longo prazo indicam relações entre assistir violência na tevê na infância e ser mais violento quando adulto (Eron, 1982).
Não se pode, contudo, adotar uma relação de causa e efeito.
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Estudos demonstram que olhar cenas de violência aumenta realmente a freqüência de comportamento agressivo em crianças com tendências agressivas;
A violência na mídia pode produzir um impacto profundo no comportamento de adultos.
Efeito embotador da violência na tevê (dessensibilização).
*
*
*
Causas situacionais da agressão
Por que a violência da mídia afeta a agressividade dos espectadores:
“se eles podem fazer isso, eu também posso”.
“Oh, então é assim que se faz”.
 “Acho que devem ser sentimentos agressivos o que estou sentindo”.
“Hummm, outro espancamento brutal. O que será que há em outro canal?”.
*
*
*
Como reduzir a agressão
A punição da agressão reduz de fato o comportamento agressivo?
Condições ideais: castigo deve ser imediato, certo e moderado (não ser severo demais, a ponto de ser desnecessário justificar sua ação);
Dados mostram que quando se leva a sério o crime e se prende o agressor, a violência doméstica é reduzida.
Conclui-se que a certeza da punição tem mais efeito do que a severidade do castigo.
*
*
*
Como reduzir a agressão
Catarse e agressão:
Uma das maneiras de o indivíduo reduzir seus sentimentos de agressão consistiria em fazer algo agressivo – “colocar para fora”;
Um ato de agressão reduz a necessidade de mais agressão? (Ex. jogos esportivos).
Ao agredir outra pessoa, a dissonância cognitiva nos força a reduzir as qualidades da vítima, justificando nossa ação.
*
*
*
O que devemos fazer com nossa raiva
Descarregar a raiva de modo não violento desenvolve nossa autoconsciência;
Desativar a raiva com um pedido de desculpa;
Modelar o comportamento não-agressivo.
Treinamentos em comunicação e habilidades na solução de problemas.
Construir a empatia.