A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
36 pág.
Fundamentos_de_Economia_2012_-_

Pré-visualização | Página 10 de 10

realizadas entre os residentes do país com os residentes dos demais países.
Desse modo, estão registrados no balanço de pagamentos, por exemplo, todas as exportações e importações do período considerado: os fretes, os seguros, os empréstimos obtidos no exterior etc. Ou seja, todas as transações com mercadorias, serviços e capitais físicos e financeiros entre o país e o resto do mundo.
O balanço de pagamentos apresenta as seguintes subdivisões:
Balança Comercial: Essa conta compreende basicamente o comércio de mercadorias. Se as exportações FOB excedem as importações FOB, temos um superávit no balanço de comércio; caso contrário temos um déficit.
Balança de Serviços: Registram-se todos os serviços pagos/ recebidos pelo Brasil, tais como fretes, seguros, lucros, juros, royalties e assistência técnica, viagens internacionais.
Transferências Unilaterais: Também conhecidas como conta donativos, registram as doações inter-países. Estes donativos podem ser em divisas como em mercadorias.
Balança de Transações Correntes: O somatório das balanças comercial, de serviços e de transferências unilaterais resulta no saldo em conta corrente ou balanço de transações correntes. Se o saldo do balanço de transações correntes for negativo, temos uma poupança externa positiva, pois indica que o país aumentou seu endividamento externo, em termos financeiros, mas absorveu bens e serviços em termos reais no exterior.
Movimento de Capitais ou Balanço de Capitais: Na conta de capital aparecem as transações que produzem variações no ativo e no passivo externos do país e que, portanto, modificam sua posição devedora ou credora perante o resto do mundo.
Produto Interno Bruto (PIB)
É o valor monetário de todos os bens e serviços finais produzidos com os serviços de fatores de produção situados dentro dos limites geográficos de um País durante certo período de tempo, mesmo que parte pertence a estrangeiros.
PIB = PNB + RLEE
Produto Interno Líquido (PIL)
PIL = PIB - Depreciação
A DIFERENÇA ENTRE "INTERNO" E "NACIONAL"
O conceito de interno está associado ao de território econômico. Este é constituído pelo território terrestre, o espaço aéreo e as águas territoriais do país, os enclaves extraterritoriais mantidos no exterior por força de acordos internacionais e os equipamentos móveis (aeronaves, embarcações, plataformas flutuantes e satélites) que fazem parte dos estoques de capital mobilizados pelos agentes econômicos sediados no país. Assim, quando se emprega o adjetivo interno, a referência é à localização territorial dos agentes econômicos e não à sua nacionalidade. Já para o conceito de nacional, a referência é à nacionalidade dos agentes econômicos. Então, nacionais são os produtos gerados pelos recursos de propriedade de uma nação, os fluxos de renda por ela apropriados e os dispêndios que ela realiza, independentemente das bases territoriais onde ocorram (ROSSETTI, 1997, p. 562).
 PIB versus PNB
PIB > PNB - ocorre quando o país usa dentro do seu território econômico, mais recursos pertencentes a outras nações, comparativamente aos recursos nacionais usados por outros povos em outros países. Por isso, remetem mais pagamentos do que recebem, a título de remuneração de fatores. Assim, REE > RRE. Tem-se uma RLEE > 0.
PIB < PNB - ocorre quando o país fornece recursos para outras nações, em escala superior ao emprego que fazem de recursos pertencentes a outros povos. Neste caso,
REE < RRE. Tem-se uma RLEE < 0.
Obs.: Só faz parte do PIB os bens e serviços finais avaliados a preços de mercado. Então, os serviços realizados pelas "donas de casa"; as hortas domésticas, a produção não declarada das atividades ilegais não entra na composição do PIB.
Preço do bem y
Q1
Q0
P1
P0
B
D
De
O2
O1
A
Quantidade do bem y
�PAGE �
�PAGE �2�