Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
sindrome da morte subita

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS 
DEPARTAMENTO DE SAÚDE 
GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 
 
 
CICLOS VITAIS I 
SÍNDROME DA MORTE SÚBITA 
ORIENTADOR: PROF° JORGAS MARQUES RODRIGUES 
 
 
 
20.03.2013 
 
COMPONENTES 
CLÁUDIA MICHELINE SOUZA CORREA 
DANIELLE RAINCHE MIRANDA 
JOSIQUELE COSTA NEPONUCENO 
KARINE CAMPOS DALTRO 
TALITA DAS NEVES PACIÊNCIA 
 
 
 
20.03.2013 
 
 
 
 
 
 
 
O QUE É SMS INFANTIL? 
 Também chamada de síndrome da morte 
súbita do lactente, ela é definida como o óbito 
inesperado de um bebê no qual a autópsia não 
consegue apontar a causa. 
 
Segundo a SPP, é a primeira causa de mortes 
em recém-nascidos 
 
 
AFETA PRINCIPALMENTE CRIANÇAS: 
 
  Do sexo masculino; 
Prematuras ou de baixo peso; 
Filhos de pais que usaram os usam algum 
tipo de droga; 
Filhos de mães que não realizaram pré-natal 
e outros. 
 
QUANDO ACONTECE: 
 Maior incidência entre dois e quatro meses 
de idade 
 
 Crianças que dormem em decúbito ventral; 
 
 Após os 6 meses de idade a incidência é 
rara. 
 
Outro fator que colabora com a 
síndrome da morte súbita é o hábito 
que os pais têm de levar a criança 
para a cama do casal. Ao invés de 
trazer segurança, é possível que 
dos pais acabe sufocando o bebê 
ao se movimentar durante a noite. 
 
 
PREDISPOSIÇÃO 
INDIVIDUAL 
CAUSAS 
DESENCADEANTES 
CAUSAS 
FAVORECEDORAS 
 
CONSIDERA-SE TRÊS ASPECTOS PARA 
CONCEITUAR ACIDENTE MULTIFATORIAL: 
 
GRÁFICO DE ÓBITOS INFANTIS - BRASIL 
 
Fonte: MS/SVS/DASIS - Sistema de Informações sobre Mortalidade – SIM 
 
 
104 
90 
36 
28 
17 16 
7 5 5 
0
20
40
60
80
100
120
SMS : BRASIL 2000-2010 
N° DE SMS
ÓBITOS POR SMS- BAHIA 
 
Fonte: MS/SVS/DASIS - Sistema de Informações sobre Mortalidade – SIM 
 
 
10 
9 9 
2 
6 
11 
9 
8 
10 
11 
20 
0
5
10
15
20
25
2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010
SMS : BAHIA 2000-2010 
SMS
 
AÇÕES DE PREVENÇÃO DA SMS: 
 
Não levar o bebê para dormir na cama 
dos pais; 
 
Sempre colocar a criança para dormir com a 
barriga para cima ou de lado, nunca com a 
barriga para baixo; 
 
 
Não utilizar cobertas, travesseiros ou 
colchões que possam fazer com que o bebê 
afunde ou se sufoque; 
 
 
Evitar bichos de pelúcia no berço enquanto o bebê 
está dormindo 
Não agasalhar demais a criança; colocando-
lhe toucas, por exemplo. 
Evitar a variação na temperatura, que aumenta o 
risco da SMS. 
 
Utilização de aquecedores no quarto do bebê é 
um fator que pode causar essa variação 
 
 
Não fumar em ambientes freqüentados pelo 
bebê. 
 Coloque o bebê acordado em outras 
posições, assim o mesmo fortalece os 
músculos posteriores e a coluna vertebral. 
DIAGNÓSTICO 
 Deve ser realizado pela história clínica e por 
exclusão de outras prováveis causas através de 
cuidadoso exame pós - óbito. 
 
 A necropsia deve ser realizada por patologista 
pediátrico, e deve seguir o protocolo recomendado 
pela SIDS International. 
Cada bebê precisa de um colo. 
Um bebê representa a decisão de deus 
de que o mundo deve seguir. 
Ter um bebê é assumir a maior 
responsabilidade,e a alegria mais 
absoluta que a natureza nos dá. 
 
(Autor desconhecido) 
REFERÊNCIAS 
• http://veja.abril.com.br/noticia/saude/dormir-de-
barriga-para-baixo-ainda-e-o-maior-fator-de-
risco-para-morte-subita-de-beb 
• http://www.spp.pt/conteudos/default.asp?ID=33 
• http://www.sbp.com.br/img/documentos/doc_sin
drome_msl.pdf 
• http://www.pastoraldacrianca.org.br/site/hotsite/b
oletim.Rebidia31-WEB.pdf 
• http://www.youtube.com/watch?v=IQzdbsEq7mk 
 
 
SMS 
SINDROME DA MORTE SUBITA