Caso Concreto 3   Processo Civil I
2 pág.

Caso Concreto 3 Processo Civil I


DisciplinaDireito Processual Civil I45.507 materiais801.056 seguidores
Pré-visualização1 página
Caso Concreto 3
Disciplina: PROCESSO CIVIL I
Aluno: Hélio Gleison Nunes Pinheiro
1ª Questão. O Ministério Público ajuizou ação de anulação de casamento em face de
Anita e Adolfo. A demanda foi distribuída para uma das Varas Cíveis da Comarca da
Capital do Estado do Rio de Janeiro. Os réus, em contestação, alegaram a incompetência
absoluta do juízo. Indaga-se.
A) Está correto o critério de competência adotado pelo MP? Fundamente e explique a sua resposta.
R: Não; como há juízo especializado no caso vara de família, distribuir tal processo para um juízo cível caracteriza incompetência absoluta em razão da matéria. 
B) Como deverá agir o magistrado diante da incompetência absoluta suscitada pelos réus?
R: O juiz deverá decidir imediatamente a alegação de incompetência e deverá remeter os autos ao juízo competente (no caso supramencionado para a vara de família). Conforme o art. 64 §§1º e 2º, do CPC.
2ª Questão. Sobre a competência relativa é correto afirmar:
a) Todos os critérios de competência de natureza territorial consagrados no NCPC são
considerados de competência relativa.
b) A competência relativa poderá modificar-se pela conexão ou pela continência.
c) A competência relativa somente se modificará pela conexão.
d) A competência relativa somente se modificará pela continência.
R: Alternativa B
3ª Questão. De acordo com o NCPC, não há que se falar em conflito de competência
quando:
a) 2 (dois) ou mais juízes se declaram competentes.
b) 2 (dois) ou mais juízes se consideram incompetentes, atribuindo um ao outro a
competência.
c) entre 2 (dois) ou mais juízes surge controvérsia acerca da reunião ou separação de
processos.
d) Verificada a incompetência absoluta do juízo.
R: Alternativa D