Manual de Cuidados Paliativos ANCP
340 pág.

Manual de Cuidados Paliativos ANCP


DisciplinaLivros24.149 materiais99.876 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Manual de 
Cuidados 
Paliativos
Manual de 
Cuidados 
Paliativos
M251
 
Manual de cuidados paliativos / Academia Nacional de Cuidados Paliativos. - Rio de Janeiro : 
Diagraphic, 2009. 
 320p.
 
 Inclui bibliografia
 ISBN 978-85-89718-27-1
 
 1. Tratamento paliativo. I. Academia Nacional de Cuidados Paliativos. 
09-4985. CDD: 616.029
 CDU: 616-085
 
18.09.09 23.09.09 015273
CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE
SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ.
Diagraphic
Rio de Janeiro
2009
Diretor: Newton Marins, Gerente Editorial: Verônica Cobas, Coordenadora editorial: Jane Castelo, Revisora-
chefe: Claudia Gouvêa, Revisão: Danielle Ribeiro e Marcela Lima, Programação visual: Katia Bonfadini. Toda 
correspondência deve ser dirigida a: Av. Paulo de Frontin 707, CEP 20261-241 \u2013 Rio de Janeiro-RJ, telefax: 
(21) 2502-7405, e-mail: editora@diagraphic.com.br, site: www.diagraphic.com.br. AS MATÉRIAS ASSINADAS, 
BEM COMO SUAS RESPECTIVAS FOTOS DE CONTEÚDO CIENTÍFICO, SÃO DE RESPONSABILIDADE 
DOS AUTORES, NÃO REFLETINDO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DA EDITORA. DISTRIBUIÇÃO 
EXCLUSIVA À CLASSE MÉDICA. Reprodução e distribuição proibidas.
Título
Manual de Cuidados Paliativos
1ª edição
DIA
GRA
PHIC
E D I T O R A
®
Edição e produção
Agradecimentos
A Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP), representada por sua diretoria, orgulha-se e agradece a todos os colegas paliativistas do Brasil, que, sem medir esforços, contribuíram direta ou indiretamente para a rea-lização de mais este trabalho.
O esforço coletivo é e sempre será a nossa mais profunda marca.
Entretanto, alguém dedicou muitas horas a mais a este trabalho: nosso editor Ricardo 
Tavares de Carvalho, secretário-geral da ANCP. Ele realizou a leitura criteriosa de todos 
os textos, cobrou pontualidade, estimulou colegas, sugeriu formas de tornar os trabalhos 
mais bem compreendidos e tentou dar ao Manual a seriedade e o rigor científico que me-
rece um texto assinado pela nossa entidade. Nosso agradecimento e respeito ao colega.
Carla D. Bartz, assessora de comunicação da ANCP, também foi fundamental para a 
realização deste trabalho, fazendo-o com os mesmos zelo e presteza com que cuida dos 
assuntos da Academia.
O Sr. Jackson Morishita, da Farmacêutica Wyeth, e a Diagraphic Editora mostraram-se 
bons e fiéis parceiros em todos os momentos.
A todos, os nossos mais profundos respeito e gratidão.
\ufffd
Manual de Cuidados Paliativos da ANCP
O Manual de Cuidados Paliativos ANCP é uma publicação da Academia Nacional de Cuidados Paliativos
Editor e secretário nacional da ANCP
Dr. Ricardo Tavares de Carvalho
Editora assistente e coordenadora de comunicação da ANCP
Carla Dórea Bartz
Diretoria da ANCP \u2013 Gestão 2009-2010
Presidente
Dra. Sílvia Maria de Macedo Barbosa (SP)
Vice-presidente
Dr. Roberto Bettega (PR)
Secretário nacional
Dr. Ricardo Tavares de Carvalho (SP)
Tesoureira
Dr. Dalva Yukie Matsumoto (SP)
Coordenação científica
Dra. Maria Goretti Sales Maciel (SP)
Conselho Consultivo
Dra. Claudia Burlá (RJ)
Dra. Maria Goretti Sales Maciel (SP)
Capítulo Gaúcho da ANCP
Dra. Julieta Fripp (RS)
Capítulo Paranaense da ANCP
Dr. Luís Fernando Rodrigues (PR)
Comissão de Psicologia
Debora Genezini (SP)
Comissão de Terapia Ocupacional
Marília Othero (SP)
Mais informações:
Site: www.paliativo.org.br
Blog: www.cuidadospaliativos.wordpress.com
Twitter: www.twitter.com/ancpaliativos
Orkut: ANCP \u2013 Cuidados Paliativos
TV ANCP: www.youtube.com/tvancp
e-mail: contato@paliativo.org.br
Endereço: Alameda dos Jurupis, 410 \u2013 Conj. 184 \u2013 Moema
CEP: 04088-001 \u2013 São Paulo-SP
\ufffd
Prefácio
O Cuidado Paliativo, sem dúvida, é o exercício da arte do cuidar aliado ao conhecimento científico, em que a associação da ciência à arte propor-ciona o alívio do sofrimento relacionado com a doença. Por ser parte fun-damental da prática clínica, pode ocorrer de forma paralela às terapias 
destinadas à cura e ao prolongamento da vida. 
A evolução do conhecimento na área do Cuidado Paliativo é exponencial. Não há 
dúvida de que ocorreu um grande progresso na ciência médica como um todo e, como 
consequência, tem-se uma sobrevida de pacientes com doenças crônicas e limitantes de 
vida cada vez maior. Devemos ter em mente que nem sempre a sobrevivência implica 
qualidade de vida. Por outro lado, 50% dos pacientes diagnosticados com câncer no mun-
do desenvolvido morrerão da progressão da doença, sendo essa trajetória normalmente 
acompanhada de grandes sofrimentos físico, psíquico, espiritual e social. 
Devido à natureza complexa, multidimensional e dinâmica da doença, o Cuidado Pa-
liativo avança como um modelo terapêutico que endereça olhar e proposta terapêutica 
aos diversos sintomas responsáveis pelos sofrimentos físico, psíquico, espiritual e social, 
responsáveis por diminuir a qualidade de vida do paciente. Trata-se de uma área em 
crescimento e cujo progresso compreende estratégias diversas que englobam bioética, 
comunicação e natureza do sofrimento. 
A necessidade desse cuidado independe da faixa etária, pois é um tipo de cuidado 
universal, que se amplia para o paciente e sua família.
Os Cuidados Paliativos devem focar a adequada avaliação e o manuseio dos sintomas 
físicos, psíquicos, sociais e espirituais do paciente e da sua família e estar presentes em 
todas as fases da trajetória da doença. Neles, há maior entendimento dos mecanismos das 
doenças e dos sintomas, além das diversas opções terapêuticas para os sintomas físicos 
e psíquicos.
Neste manual tentamos fornecer atualização em alguns temas importantes no Cuida-
do Paliativo. Vários assuntos são abordados, como sintomas físicos, psíquicos, questões de 
comunicação, o luto, o papel da equipe, a construção de um serviço, entre tantos outros.
Somos afortunados, pois os autores deste manual são pessoas que atuam na área e 
têm grande comprometimento com o tema e sua disseminação.
Esperamos que este manual alcance a meta de melhorar a qualidade de vida dos pa-
cientes e de suas famílias e ajude a encontrar o nível essencial do controle da doença: a 
prevenção e o tratamento do sofrimento.
Boa leitura!
Sílvia Maria de Macedo Barbosa
Presidente da Academia Nacional de Cuidados Paliativos
8
Índice
Parte I
Cuidados Paliativos: conceito, fundamentos e princípios .........................................................14
Indicações de Cuidados Paliativos ...................................................................................................20
Avaliação do paciente em Cuidados Paliativos ............................................................................3\ufffd
Comunicação em Cuidados Paliativos ............................................................................................49
Modalidades de atuação e modelos de assistência em Cuidados Paliativos .......................58
Cuidado Paliativo em pediatria .........................................................................................................\ufffd3
Organização de serviços de Cuidados Paliativos ..........................................................................\ufffd2
Parte II
Controle da dor ......................................................................................................................................8\ufffd
Dispneia, tosse e hipersecreção de vias aéreas ......................................................................... 104
Náusea e vômito................................................................................................................................. 11\ufffd
Obstipação e diarreia ........................................................................................................................ 124
Fadiga, sudorese e prurido ...............................................................................................................