relatorio 1- reatividade de metais
9 pág.

relatorio 1- reatividade de metais


DisciplinaQuímica Inorgânica I3.024 materiais28.093 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
DEPARTAMENDO DE CIÊNCIA EXATAS E TECNOLÓGICAS
ENGENHARIA QUÍMICA
EXPERIMENTO 2 \u2013 PROPRIEDADES PERIÓDICAS: REATIVIDADE DOS METAIS
CAROLINE DA COSTA PAGANI
(201310339)
ISABELLA PORTO OLIVEIRA
(201311197)
ILHÉUS - BA
2015
CAROLINE DA COSTA PAGANI (201310339)
ISABELLA PORTO OLVEIRA (201311197)
REATIVIDADE DOS METAIS
Relatório apresentado como parte dos critérios de avaliação da disciplina CET982 \u2013 no curso de Engenharia Química - Turma P05. Dia de execução do experimento: 26/03/2015.
Professor: Rodrigo Luis Santos
ILHÉUS - BA
2015
INTRODUÇÃO
A reatividade química dos metais varia com a eletropositividade, logo quanto mais eletropositivo for o elemento, mais reativo será o metal. Os metais mais reativos são aqueles que possuem grande tendência de perder elétrons, logo, formam íons positivos com mais facilidade. 
Por exemplo: colocando-se uma lâmina de ferro em uma solução de sulfato de cobre (II) (coloração azul), verifica-se que a lâmina de ferro fica recoberta por uma camada de metal vermelho (o cobre). Por outro lado, a solução fica amarela [solução de sulfato de ferro(II)].
 Ocorre, pois, uma reação química que pode ser representada pela seguinte equação:
Fe(s) + CuSO4(aq) \u2192 FeSO4(aq) + Cu(s)
Conclui-se que o ferro é mais reativo do que o cobre, pois o desloca de seu composto. 
Li, K, Rb, 
Cs
, 
Ba
, Sr, Ca, Na, 
Mg
, Al, Mn, Zn, Fe, Co, 
Ni
, 
Pb
, H, Cu, 
Ag
, 
Pd
, 
Pt
, 
AuPor meio de reações deste tipo, colocam-se os metais em ordem crescente de reatividade química.
 
Maior reatividade
OBJETIVOS
Comprovar experimentalmente a ocorrência de reações de deslocamento entre metais através da fila de reatividade química.
MATERIAIS E MÉTODOS
A seguir serão apresentados os materiais e os métodos usados neste experimento.
Materiais
Tubos de ensaio;
Estante para tubo de ensaio;
Pipeta graduada de 10mL;
Béquer de 50mL;
Pêra de sucção;
Reagentes
Solução de ácido clorídrico (1 mol/L);
Solução de sulfato de alumínio (0,1 mol/L);
Solução de sulfato de zinco (0,1 mol/L);
Solução de sulfato de ferro (0,1 mol/L);
Solução de sulfato de cobre (0,1 mol/L);
Solução de sulfato de magnésio (0,1 mol/L);
Al(s), Zn(s), Cu(s), Mg(s).
Métodos
Procedimento
1ª Parte: Reação de deslocamento dos metais com seus sais aquosos.
Colocou-se em cada tubo de ensaio um pouco dos metais sólidos listados acima.
Adicionou-se em cada tubo cerca de 3 mL de sulfato de cobre e observou-se o que ocorreu.
Repetiu-se o procedimento para sulfato de ferro e anotou-se o ocorrido.
2º Parte: Reações dos metais com ácido:
Adicionou-se a cada tubo de ensaio aparas de metais.
Adicionou-se 2 mL de HCl.
Anotou o tempo aproximadamente em que ocorreu cada reação.
Ordenou os metais em ordem crescente de reatividade de acordo co o tempo gasto na reação. Comparar com a série de reatividades dos metais encontrada na literatura.
RESULTADOS E DISCUSSÕES
Primeira Parte
Sulfato de Cobre + Metais
Podemos perceber que o alumínio é mais reativo do que o cobre, ele retira o cobre da estrutura do sulfato e toma o seu lugar. Assim, forma-se sulfato de alumínio e cobre metálico.
Após um tempo, perceberemos um escurecimento do pedaço de zinco metálico. A reação é lenta. Ao se sacudir o recipiente, pedaços marrons se soltam do zinco metálico, que é prateado. O líquido do recipiente também fica azulado.
			
	Não notamos nenhuma alteração, pois os dois cátions são do mesmo elemento, sendo assim, tendo a mesma reatividade.
	Ocorreu a efervescência e formação de pequenas quantidades de uma substância vermelha (Cu), sendo o metal (Mg) decomposto. A reação é exotérmica pois houve liberação de calor.
Tabela 1. Comportamento dos metais com sulfato de cobre.
	Tubo
	Metal
	Observações
	Conclusão
	1
	Al
	Aparecimento de bolhas, reação lenta.
	Reagiu
	2
	Zn
	Mudança na coloração, reação lenta.
	Reagiu
	3
	Cu
	Nenhuma alteração.
	Não reagiu
	4
	Mg
	Liberação de calor, espontânea.
	Reagiu
Sulfato de Ferro + Metais
	A reação foi lenta, porém o alumínio conseguiu deslocar o ferro do sulfato.
	A reação ocorreu e o zinco conseguiu deslocar o ferro do sulfato.
			
	Não notamos nenhuma alteração, pois o cobre é um metal nobre, assim menos reativo que o Ferro, não há deslocamento na reação.
			
	Houve uma liberação de gases e calor. O magnésio deslocou o ferro do sulfato e assumiu seu lugar. A reação é exotérmica, pois houve liberação de calor.
Tabela 2. Comportamento dos metais com sulfato de ferro II.
	Tubo
	Metal
	Observações
	Conclusão
	1
	Al
	Reação lenta
	Reagiu
	2
	Zn
	Reação completa
	Reagiu
	3
	Cu
	Nenhuma alteração
	Não reagiu
	4
	Mg
	Liberação de calor e gás
	Reagiu
Segunda Parte
Ácido Clorídrico + Metais
			
O alumínio ao ser colocado em contato com o ácido se dissolveu de modo moderado, com liberação de gás (H2), com uma coloração meio escura.
			
O zinco ao ser colocado em contato com ácido se dissolveu e não foi observado uma mudança na coloração. Houve formação de Cloreto de Zinco e a reação foi endotérmica, pois não houve liberação de calor.
			
O cobre ao ser colocado em contato com o ácido não se dissolveu completamente, mas ocorreu uma liberação de gás de modo lento, perdendo um pouco da sua coloração surgindo uma cor amarelada devido a formação do íon complexo CuCl42- resultante da reação.
			
O magnésio ao ser colocado em contato com ácido se dissolveu de modo instantâneo com liberação de gás (H2) de coloração amarelada, formando o aparecimento da solução de cloreto de magnésio. Não houve acumulo de sólido no fundo do tubo de ensaio, pois o metal foi consumido completamente na reação. A reação é exotérmica, pois houve liberação de calor.
Tabela 3. Comportamento dos metais com ácido clorídrico.
	Tubo
	Metal
	Observações
	Conclusão
	1
	Al
	Coloração escura, reação lenta.
	Reagiu
	2
	Zn
	Não mudou de cor, reação lenta.
	Reagiu
	3
	Cu
	Houve liberação de gás mesmo não reagindo completamente
	Não reage
	4
	Mg
	Coloração amarelada, liberação de gás e muito calor.
	Reagiu
Ordem crescente de reatividade: 
	Cu < Zn < Al < Mg
CONCLUSÃO
 
Através dessa aula prática, pode se observar quais dos metais (Al, Cu, Fe, Mg e Zn) têm facilidade de reagir ou não com determinado reagente, seja de modo rápido e lento, também foi observado que depende da substância e da quantidade utilizada em cada experiência, e os fatos que levaram a ocorrer mudanças de coloração de algumas reações. Assim como saber se uma reação será endotérmica ou exotérmica (liberação ou absorção de calor).
Na primeira parte do experimento, por ser o mais reativo dos metais empregados, o Magnésio contido na solução de reagiu com o Sulfeto de Cobre assim como com o Alumínio de Zinco e com o Ferro, só não reagiu consigo mesmo (cobre), mostrando seu poder de reatividade com metais diferentes. Já utilizando Sulfato de Ferro II a reação do Magnésio ocorreu mais rapidamente do que com os outros elementos, assim como a reação do Cobre com o Sulfeto de Ferro II não ocorreu, pois na ordem de reatividade dos elementos o Cobre é menos reativo que o Ferro.
 Na segunda parte do experimento em meio ácido, com uma concentração de 1mol/L de Ácido Clorídrico percebeu-se a diferença entre a reatividade dos metais, quanto mais reativo o metal mais rapidamente ocorria às reações. Mostrando assim o alto poder de reação dos metais em meio ácido.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ATKINS, P. Princípios de química: questionando a vida moderna, o meio ambiente. Reimpressão. Porto Alegre: Bookman, 2002. 914 p.