A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
60 pág.
2.01___Luminotecnica_e_Lampadas_Eletricas_(Apostila)

Pré-visualização | Página 15 de 16

de tipos (mecânica ou manual), 
classificação ....... 200 - 300 - 500 
- oficinas tipográficas: 
. inspeção de cores .................. 750 - 1000 - 1500 
. montagem de tipos na máquina, sala para a 
montagem manual de tipos ............ 200 - 500 - 750 
. impressão .............................. 200 - 300 - 500 
. mesas de fôrmas .................... 300 - 500 - 750 
. revisão ................................... 300 - 500 - 750 
- seção eletroquímica: 
. gravação, retocagem e acabamento de 
matrizes..................................... 300 - 500 - 750 
. estereotipagem ...................... 200 - 300 - 500 
- litografia: 
. gravação, tiragem de provas .. 200 - 300 - 500 
. retocagem e inspeção ............ 300 - 500 - 750 
. preparação de cores .............. 300 - 500 - 750 
. cobrimento (máscaras) ........... 300 - 500 - 750 
 
73 - Trabalhos com couros 
 
- prensagem, enrolamento e 
polimento.............................. 750 - 1000 - 1500 
- inspeção, classificação, corte e 
costura...................... 750 - 1000 - 1500 
 
74 - Tratamento de carvão 
 
- trituração, peneiramento, 
lavagem.................................. 150 - 200 - 300 
- classificação (correia 
transportadora)............................... 200 - 300 - 500 
 
75 - Usinas de aço 
 
- forjas ....................................... 150 - 200 - 300 
- laminação: 
. uma fase de laminação, laminação a quente de 
tiras, laminação a frio de tiras e 
chapas.................................. 150 - 200 - 300 
. trefilação de tubos, vergalhões e 
fios............................ 150 - 200 - 300 
- fabricação de chapas: 
. estanhagens, galvanização, laminação a 
frio..................... 150 - 200 - 300 
- salas de máquinas ................... 150 - 200 - 300 
- inspeção: 
. chapas pretas, chapas 
laminadas........................................ 300 - 500 - 750 
. chapas estanhadas e outras superfícies 
claras................... 300 - 500 - 750 
 
76 - Usinas de açúcar 
 
- moagem, mistura, fervura, 
transporte................................ 150 - 200 - 300 
- usinagem centrífuga, purificação, 
peneiramento................... 300 - 500 - 750 
- Inspeção de cor ....................... 750 - 500 - 750 
- armazenamento ........................ 100 - 150 - 200 
 
77 - Usinas de leite 
 
- sala de esterilização, armazenamento de 
garrafas, instalações de lavagem de latas para 
leite, instalações de resfriamento, salão de 
resfriamento, pasteurização e separação de 
cremes .................................... 150 - 200 - 300 
- classificação de garrafas .......... 150 - 200 - 300 
- inspeção na máquina de lavar .. 300 - 500 - 750 
- inspeção durante o 
enchimento...................................... 300 - 500 - 750 
- sala de pesagens ..................... 100 - 150 - 200 
- balanças .................................. 150 - 200 - 300 
- laboratórios .............................. 300 - 500 - 750
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
49 
 
Anexo II –Tipos de Luminárias e curvas CDL (LUMINE) 
 
Tipo Esquema CDL Descrição Tipo de 
iluminação 
A1 
 
 
Luminária de embutir para 
lâmpada refletora elíptica 
– teto 
Direta 
A1.1 
 
 
Luminária de embutir para 
lâmpada refletora 
– teto 
Direta 
A1.2 
 
 
Luminária refletora de embutir 
para lâmpada de descarga de 
alta pressão 
– teto 
Direta 
A2 
 
 
Luminária refletora suspensa 
para lâmpada fluorescente 
– teto 
Direta 
A2.1 
 
 
Refletor suspenso 
 - teto 
Direta 
A3 
 
 
Luminária de embutir para 
lâmpadas fluorescente 
compacta e incandescente 
 – teto 
Direta 
B2 
 
 
Luminária de sobrepor para 
lâmpadas fluorescentes e 
incandescente 
 – teto 
Direta 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
50 
 
Tipo Esquema CDL Descrição Tipo de 
iluminação 
B4 
 
 
Luminária de sobrepor para 
lâmpada fluorescente tubular 
– teto 
Direta 
C2 
 
 
Luminária de sobrepor com 
plafonier para lâmpada 
fluorescente tubular 
– teto 
Direta 
C4 
 
 
Luminária de sobrepor e de tipo 
Spots para lâmpadas 
fluorescentes e incandescente 
nuas 
– teto 
Direta 
D2 
 
 
Luminária de sobrepor para 
iluminação semi-indireta 
 – teto 
Semi-indireta 
E2 
 
 
Luminária de sobrepor para 
iluminação indireta 
– parede 
Indireta 
E3 
 
 
Refletor de sobrepor para 
iluminação indireta 
- baixa 
Indireta 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
51 
 
 
Anexo III – Eficiência Aproximada de Luminárias 
 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
52 
 
Anexo IV – Tabela de Eficiência do Recinto 
 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
53 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
54 
 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
55 
 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
56 
 
 
Anexo V – Tipo de luminária x Fator de depreciação 
 
 
 
Tipo de Aparelho Fd 
Aparelhos para embutir lâmpadas incandescentes 
Aparelhos para embutir lâmpadas refletoras 0,85 
Calha aberta e chanfrada 
Refletor industrial para lâmpadas incandescentes 0,8 
Luminária comercial 
Luminária ampla utilizada em linhas contínuas 0,75 
Refletor parabólico para duas lâmpadas incandescentes 
Refletor industrial para lâmpada VM 
Aparelho para lâmpada incandescente para iluminação indireta 
Luminária industrial tipo Miller 
Luminária com difusor de acrílico 
Globo de vidro fechado para lâmpada incandescente 
0,7 
Refletor com difusor plástico 
Luminária comercial para lâmpada high output colméia 
Luminária para lâmpada fluorescente para iluminação indireta 
0,6 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
57 
Anexo VI – Luminária Philips TCS 029 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
58 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
59 
 
 
 
 
 
 
 Luminotécnica e Lâmpadas Elétricas 
 
Universidade Federal de Uberlândia 
Faculdade de Engenharia Elétrica 
60 
 
Referências Bibliográficas 
 
1. PHILIPS. Iluminação – Noções Básicas de Iluminação. Informação de produto 
– Informação de Aplicação. 
2. OSRAM. Manual Luminotécnico Prático. 2000. 
3. LUMICENTER - Engenharia de Iluminação. Informações Técnicas. Disponível 
em: <http://www.lumicenter.com/catalogo.php>. Acesso em: 10 mar. 2009. 
4. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-5413 - Iluminância 
de Interiores. Rio de Janeiro, 1992. 
5. FONSECA, Rômulo Soares. Iluminação Elétrica. McGraw-Hill do Brasil. 
6. MOREIRA, Vinicius de Araújo. Iluminação e Fotometria – Teoria e Aplicação. 
3. ed. rev. e amp. Edgard Blucher. 
7. SILVA, Mauri Luiz da. Luz Lâmpadas & Iluminação. 3. ed. Ciência Moderna. 
8. RODRIGUES, Pierre. Manual de Iluminação Suficiente. PROCEL – Programa 
Nacional de Conservação de Energia Elétrica, 2002. 
9. COTRIM, Ademaro A. M. B.