A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Tecnologia da Informação e Comunicação - Resumo

Pré-visualização | Página 2 de 3

considerados de interesse estratégico para o país.
EM 1969 - Foi inaugurada a primeira versão da rede pela ARPA (Advanced Research Projects Agency) do Departamento de Defesa dos EUA, que conectava apenas quatro pontos.
EM 1980 - Essa rede foi dividida em ARPANET (utilização civil) e MILNET (fins militares). A interligação dessas redes deu origem à Defense Advanced Research Projects Agency Internetwork, nome que foi abreviado posteriormente para Internet.
EM 1983 - Foi estabelecido o TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol), até hoje o protocolo (conjunto de regras) de comunicação usado pelos computadores que fazem parte da rede.
EM 1989 - O inglês Tim Berners-Lee inventa a "teia do tamanho do mundo", conhecida pela sigla www (World Wide Web).
INTERNET - É um conglomerado de redes em escala mundial de milhões de computadores interligados que permite o acesso a informações e todo tipo de transferência de dado.
NEGÓCIOS ELETRÔNICOS - “qualquer forma de transação na qual as partes interagem eletronicamente, ao invés de compras físicas ou contato físico direto”.
NEGÓCIO-A-CLIENTE - Conhecido também como B2C, está a maior parte das vezes relacionado com esquema de vendas ou estabelecimento de lojas virtuais.
NEGÓCIO-A-NEGÓCIO - Conhecido Também como B2B, tem o foco corporativo e está relacionado com a interação comercial entre duas organizações na concretização de alguma transação de compra ou venda.
GOVERNO-A-NEGÓCIOS - conhecido também como G2B, compreende ações como a transferência para a Internet de grande parte dos processos eletrônicos de compra dos governos.
GOVERNO-A-CIDADÃO - Conhecido também como G2C, atende a vida do cidadão com serviços de licenciamento de veículos e pagamento de IPVA dentre outros como pagamento de impostos pelo ReceitaNet, o cidadão está cada vez mais interagindo com o governo de forma eletrônica.
E-BANCO - 	O modelo e-banking é a evolução do home banking, que exigia programas locais nos computadores que o acessavam.
REVOLUÇÃO DIGITAL - Teve seu início marcado pelo surgimento da Internet e uso das novas tecnologias da informação e comunicação para apoiar as atividades econômicas, financeiras, governamentais, o comércio e a comunicação entre as pessoas.
CONVERGÊNCIA TECNOLÓGICA – Utilização de uma única infra-estrutura de tecnologia para prover serviços que, anteriormente, requeriam equipamentos, canais de comunicação, protocolos e padrões independentes.
A convergência tecnológica nos possibilita acessar às informações de qualquer lugar e através de qualquer meio de comunicação por uma interface única.
A revolução digital está apoiada nas novas TIC e na forma como possibilitam a interação social, os negócios e o comércio eletrônico, o governo eletrônico, as formas de produção, entre outros aspectos da Sociedade da Informação e do Conhecimento.
BI - Business intelligence (inteligência de negócios).
KM - Knowledge Management (gerenciamento de conhecimento).
SCM - Supply Chain Management (gerenciamento de cadeia de suprimentos).
CRM - Customer Relationship Management (gerenciamento de relacionamento com consumidores).
ECR - Efficient Consumer Response (resposta eficiente aos consumidores).
SGC - Sistemas de Gestão do Conhecimento.
GC - Gestão do Conhecimento.
A base da Revolução Digital são as ferramentas que permitem a digitalização do conhecimento e a convergência tecnológica.
Aula 05
TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) - constituem-se em tecnologias e métodos para captação, transmissão e distribuição das informações em diferentes formatos e para suportar a comunicação. Surgidas no contexto da revolução digital, desde a metade da década de 1970, desenvolvendo-se rapidamente até os dias atuais, são a base para o desenvolvimento da Sociedade da Informação e do Conhecimento.
CLOUD COMPUTING
SAAS - é a capacidade de acessar softwares pela Internet como um serviço, ou seja, a utilização do software pela Internet que executa remotamente.
 PAAS - pode ser descrita como uma plataforma virtualizada que inclui um ou mais servidores (virtualizados pelo conjunto de servidores físicos), sistemas operacionais e aplicativos específicos (como Apache e MySQL para aplicativos baseados na Web).
 IAAS - é um serviço de entrega da infra-estrutura de um computador. Diferentemente da PaaS, o hardware virtual é fornecido sem o software.
DAAS - (Development as a Service): as ferramentas de desenvolvimento tomam forma na nuvem como ferramentas compartilhadas, chamadas ferramentas de desenvolvimento web-based.
 CAAS - (Communication as a Service): uso de uma solução de Comunicação Unificada hospedada em Data Center do provedor, localizado na nuvem.
Aula 06
A ÉTICA PROFISSIONAL tem por objeto o conjunto de valores que uma determinada classe profissional deve se orientar e seguir para alcançar um “agir profissional” correto e adequado para com a sociedade em que se insere.
Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) - RJ
Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT) – DF
Aula 07
Além de competências técnicas, o profissional da área de TI necessita desenvolver habilidades pessoais e sociais, como empreendedorismo, inovação, criatividade, proatividade, concentração, fluência na língua inglesa, boa relação interpessoal e interprofissional.
Pelas estatísticas do Observatório Softex Sociedade Brasileira para Promoção da Exportação de Software o déficit de mão de obra no setor aumenta ano a ano. Em 2010, havia uma carência de 75 mil profissionais e a previsão de entidades do segmento é de que esse número subirá para 92 mil pessoas em 2011. Elas estimam que até 2013 faltem aproximadamente 200 mil talentos no País.
A indústria brasileira de TI é a oitava do mercado mundial. O setor cresce entre 11% e 14% ano, o dobro do Produto Interno Bruto (PIB).
Aula 08
A REGULAMENTAÇÃO DE UMA PROFISSÃO,
1) Constitui-se numa forma de proteção da sociedade em relação ao exercício profissional quando esse possa trazer danos relevantes à sociedade, como no caso da Medicina. 
2) Seguindo os preceitos constitucionais do livre exercício da profissão no Brasil, deve ter um caráter de excepcionalidade para não ferir a liberdade de trabalho.
3) Acarreta na criação imediata de um conselho ou órgão profissional que se torna responsável pelo registro e fiscalização de indivíduos que exerçam a atividade relacionada.
A área de TI possui características particulares que devem ser consideradas quando se reflete e discute sobre a regulamentação da profissão:
 A atividade de TI, geralmente, é eminentemente técnico-científica
 Não possui, obrigatoriamente, alto grau de complexi dade para seu exercício 
Não se verifica que o exercício profissional na área de TI possa causar dano socialmente relevante
 Os programas e sistemas de TI são altamente utilizados para manter sistemas críticos, mas o desempenho e a responsabilidade sobre os mesmos são das empresas contratadas para desenvolvê-los, implantá-los e fazer sua manutenção e não do profissional de TI isoladamente.
As atividades de TI são muito dinâmicas e requerem de seus profissionais atualização constante, apenas o diploma de nível superior não é suficiente para garantir a qualidade e a contemporaneidade de um profissional.
O profissional da área de TI necessita de uma formação multidisciplinar que abranja uma variedade de competências e habilidades para exercer a profissão.
A discussão sobre a regulamentação da profissão existe desde o início das atividades em TI, sendo principais condutoras dos debates a Sociedade Brasileira de Computação - SBC e a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – ASSESPRO.
SOCIEDADE BRASILEIRA DE COMPUTAÇÃO - Fundada em 1978, a SBC é uma sociedade científica, civil e sem fins lucrativos, formada por professores universitários, pesquisadores, profissionais de Informática e outros membros da comunidade técnico-científica da computação brasileira.
ASSESPRO - Criada com o intuito de representar empresas privadas nacionais produtoras e desenvolvedoras de software, serviços