A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
138 pág.
Agenda 21 - acoes2edicao

Pré-visualização | Página 1 de 39

Ações Prioritárias
2ª Edição
�
COMISSÃO DE POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E DA AGENDA 21 NACIONAL
Criada por decreto presidencial em 26/02/1997 e revogada pelo decreto presidencial de 03/02/2004
	MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE
	
	SOCIEDADE CIVIL
	
	José Carlos Carvalho – Ministro do Meio Ambiente (Presidente da CPDS)
Regina Elena Crespo Gualda – Suplente
	
	
	Rubens Harry Born – Vitae Civilis Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente e Paz - Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento
Muriel Saragoussi – Suplente
João Luiz da Silva Ferreira – Coordenador-Executivo da Fundação Movimento Onda Azul
Guilherme Fiúza – Suplente
Fernando Almeida – Presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável
Beatriz de Bulhões Mossri – Suplente
Gustavo Alberto Bouchardet da Fonseca – Departamento de Zoologia da UFMG
Roberto Brandão Cavalcanti – Suplente
Aspásia Camargo – Fundação Getúlio Vargas
	MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO
	
	
	
	
	José Paulo Silveira – Secretário de Planejamento e Investimentos Estratégicos
Ariel Garces Pares – Suplente
	
	
	
	MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES
	
	
	
	
	Everton Vieira Vargas – Diretor-Geral do Departamento de Meio Ambiente e Temas Especiais
Luiz Alberto Figueiredo Machado – Suplente
	
	
	
	MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA
	
	
	
	
	Carlos Américo Pacheco – Secretário-Executivo
Luiz Carlos Joels – Suplente
	
	
	
	PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
	
	
	
	
	Eduardo Piragibe Graeff – Assessor-Chefe da Assessoria Especial do Gabinete do Presidente da República 
Cláudia de Borba Maciel – Suplente
	
	
	
	
EX-MEMBROS DA CPDS (1997-2001)
	
Alexandrina Sobreira
Antônio José Guerreiro
Archimedes de Castro Faria Filho
Edmundo Sussumu Fujita
Félix de Bulhões
Ione Egler
Kátia Drager Maia
Laudo Bernardes - Presidente
	
Lindolpho de Carvalho Dias
Luis Felipe de Seixas Corrêa
Paulo Rogério Gonçalves
Roberto Cavalcanti de Albuquerque
Sebastião do Rego Barros Neto
Sérgio Moreira - Presidente
Vilmar Evangelista Faria (in memoriam)
	
SECRETARIA-EXECUTIVA/2002
	
Maria do Carmo de Lima Bezerra
Marcia Maria Facchina
Luiz Dario Gutierrez
	
ISBN: 85-87166-42-5
Impresso no Brasil
	
Agenda 21 brasileira : ações prioritárias / Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e da
 Agenda 21 Nacional. 2. ed. Brasília : Ministério do Meio Ambiente, 2004.
 158 p. ; 21 cm.
 1. Agenda 21. 2. Agenda 21 Brasileira. 3. Desenvolvimento Sustentável. 4.
Planejamento Participativo. 5. Meio Ambiente. 6. Política de Meio Ambiente. I. Brasil.
Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 21 Nacional.
CDU 502.3(81)
�
COMISSÃO DE POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E DA AGENDA 21 BRASILEIRA
Criada por decreto presidencial em 03/02/2004
	MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - Presidência
	
	SOCIEDADE CIVIL
	
	
	Entidade representativa da juventude
	MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO
	
	
	União Nacional dos Estudantes
	E GESTÃO - Vice-presidência
	
	
	
	
	Organização de direitos humanos
	CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
	
	
	Organização não-governamental Terra de
	
	
	
	Direitos
	MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA
	
	
	
	
	Comunidades indígenas
	MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES
	
	
	COIAB
	
	
	
	MINISTÉRIO DAS CIDADES
	
	Comunidades tradicionais
	
	
	
	Associação Comunitária São Jorge Miguel
	MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
	
	
	Restinga Seca
	
	
	
	MINISTÉRIO DA FAZENDA
	
	Organização de direitos do consumidor
	
	
	
	Associação Cidade Verde/RO
	MINISTÉRIO DA CULTURA
	
	
	
	
	Conselho Empresarial Brasileiro para o
	MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
	
	
	Desenvolvimento Sustentável – CEBDS
	
	
	
	MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO
	
	Fórum de Reforma Urbana
	
	
	
	COHRE Américas
	MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E
	
	
	ABASTECIMENTO
	
	Entidades empresariais
	
	
	
	Confederação da Agricultura e Pecuária do
	MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL
	
	
	Brasil - CNA
	
	
	
	Confederação Nacional da Indústria - CNI
	MINISTÉRIO DA SAÚDE
	
	
	
	
	Organizações da comunidade científica
	MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA
	
	
	Academia Brasileira de Ciências
	E COMÉRCIO EXTERIOR
	
	
	Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC
	
	
	
	ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MUNICÍPIOS E MEIO
	
	Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos
	AMBIENTE - ANAMMA
	
	
	Sociais para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento
	
	
	
	Vitae Civilis
	ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS ENTIDADES DE
	
	
	Projeto Saúde e Alegria
	MEIO AMBIENTE - ABEMA
	
	
	Instituto Terra Azul
	
	
	
	
	
	Centrais sindicais
	
	
	
	Confederação Geral dos Trabalhadores-CGT
	
	
	
	Central Única dos Trabalhadores - CUT
	
	
	
	Central Força Sindical
	
	
	
	
SECRETARIA-EXECUTIVA	
	
	
Equipe da Agenda 21
Pedro Ivo de Souza Batista - Coordenador
Antonio Carlo Brandão, Ary da Silva Martini, Karla Matos, Kelly Anne Campos Aranha, Leonardo Cabral, Luciana Chuéke Pureza, Luis Dario Gutierrez, Marcia Facchina, Michelle Silva Milhomem, Patricia Kranz, Raquel Monti Henkin.
�
Apresentação
�
Nesta segunda edição do documento Agenda 21 Brasileira - Ações Prioritárias reafirmamos o compromisso assumido pelo país na Rio 92 e referendado na Conferência de Joanesburgo em2002.
Acreditamos que a Agenda 21 é um forte instrumento que permite definir e implementar políticas públicas com base em um planejamento participativo voltado para as prioridades do desenvolvimento sustentável.
Integração e participação são palavras-chave na Agenda 21 sem as quais nos perdemos na retórica, nas intenções. No caso da Agenda 21 Brasileira sabemos que implementá-la é um desafio que implica uma série de mudanças nos padrões vigentes e nos hábitos culturais arraigados nos diferentes setores de nossa sociedade.
Entendemos que a implementação da Agenda 21 Brasileira pressupõe vontade e determinação política e uma nova concepção do poder, que passa a ser entendido como um patrimônio da sociedade. Nesse sentido, estamos colocando em prática, diferentes ações que visam contribuir para avançarmos no caminho da sustentabilidade.
Inicialmente a Agenda 21 passou de ação a programa no Plano Plurianual de Governo, PPA 2004-2007, uma vez que seu escopo envolve problemas estruturais amplos, que demandam maior consenso, e soluções integradas, de médio e longo prazos. Questões estratégicas como a economia da poupança na sociedade do conhecimento; inclusão social para uma sociedade solidária; estratégia para a sustentabilidade urbana e rural; recursos naturais estratégicos e governança e ética para a promoção da sustentabilidade só poderão ser tratadas a partir de responsabilidades efetivas e compartilhadas entre governo e sociedade. O Programa Agenda 21 no PPA 2004-2007 está estruturado em três ações: implementar a Agenda 21 Brasileira, promover a elaboração e implementação de Agendas 21 Locais e formação continuada em Agenda 21.
A viabilização dessas ações continuará a contar, como na fase de elaboração da Agenda 21 Brasileira, com a Comissão de Políticas para o Desenvolvimento Sustentável e Agenda 21 Nacional - CPDS. Para garantir a transversalidade e integração das ações foi necessário reestruturar e subsidiar a atuação técnica e administrativa da CPDS, de forma a assegurar a construção de consensos e acordos sobre as estratégias que a Agenda propõe. É essencial ainda privilegiar os programas prioritários do atual governo, definir a periodicidade e os procedimentos necessários à atualização e revalidação da consulta feita à sociedade brasileira e adequar as propostas