A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
38 pág.
Aula 2 - Introdução à Análise das Demonstrações Contábeis

Pré-visualização | Página 2 de 2

As empresas sofrem forte processo de normatização por meio das legislações, principalmente nas áreas comercial, tributária e societária, entre outras. 
É necessário ao analista, portanto, o entendimento das normas legais, para a melhor consecução de seu trabalho. 
Estatística
A estatística tem prestado sua contribuição à administração financeira, nos modelos de avaliação de risco e na estimativa de retornos, como por exemplo os modelos de previsão de insolvência, de classificação de risco e de credit scoring. 
A estatística permite ao analista fazer inferências mais consistentes e precisas sobre a empresa analisada, bem como testar hipóteses acerca das mesmas.
O analista e sua atividade
O analista é qualquer profissional que desenvolve a análise de uma empresa. 
A atividade do analista é bastante abrangente. O art. 2º do Estatuto da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC) conceitua os chamados Profissionais de Investimentos, os que exerçam:
análise de crédito, 
análise de demonstrações financeiras,
análise de risco,
análise de investimentos,
administração de fundos ou carteiras de investimento,
elaboração de estratégia de atuação nos mercados,
relacionamentos com investidores,
consultoria financeira,
consultoria de investimento,
análise de valores mobiliários,
consultoria jurídica relativa a essas atividades.
O analista e sua atividade
Na prática, a atividade do analista pode ser desdobrada de acordo com as características da estrutura da organização em que trabalha.
Além dos analistas externos, como analistas de crédito e investimentos, há os analistas internos:
Estes cuidam da análise da própria instituição em que trabalham, quer como propósito de subsídio ao processo de tomada de decisão, quer com a finalidade de comparar a performance da empresa com outras do mesmo setor.
Há também a figura do analista setorial, que está voltado para a análise de aspectos de natureza macroeconômica em relação a determinado segmento da economia. 
Instrumento de trabalho do analista
O instrumento de trabalho do analista é a informação. Dessa forma, esta deve ser de qualidade.
Para os analistas, de maneira geral, o ponto de partida da análise são as demonstrações financeiras, que fornecem um conjunto de números e informações sobre a performance e a situação patrimonial, econômica e financeira da empresa.
Todavia, a análise das demonstrações contábeis apenas não é suficiente.
É necessária a busca por outras informações sobre a administração da empresa, a concorrência, o mercado, a capacidade instalada, o grau de tecnologia, etc. 
O MAIS IMPORTANTE DA DISCIPLINA
*
*