A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
38 pág.
Slides_5 [Modo de Compatibilidade]

Pré-visualização | Página 1 de 3

A nova contabilidade social
Leda Maria Paulani e 
Márcio Bobik Braga
3ª edição – Revisada e 
atualizada |2007|
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de 
Pagamentos
5.1 Introdução
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
A análise das relações econômicas internacionais
constitui condição necessária para um adequado
entendimento da estrutura econômica de uma determinada
nação.nação.
� por isso até países mais ‘fechados’ acabam por
manter uma série de relações econômicas com outros países
envolvendo trocas de mercadorias, fatores de produção e
ativos financeiros.
5.1 Introdução
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
No balanço de pagamentos, são registradas todas
as transações econômicas que o país realiza com o
resto do mundo, num determinado período de tempo,
permitindo avaliar sua situação econômica em relação àpermitindo avaliar sua situação econômica em relação à
economia mundial.
A partir desse balanço, podemos avaliar quantitativa e
qualitativamente as diversas transações que o país mantém
com outros países. É uma conta que ocupa um papel cada vez
mais importante na macroeconomia, tendo em vista a
intensidade do fluxo real e financeiro entre os países
(globalização).
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Em termos formais, o balanço de pagamentos registra
todas as transações entre residentes e não residentes de um
país num determinado período de tempo.
Assim, temos a seguinte versão completa do Balanço
de Pagamentos:
Residentes
Todas as pessoas, físicas ou jurídicas, que tenham
esse país como seu principal centro de interesse, ou
seja, pessoas que moram permanentemente no país
(mesmo que nascidas em outros países), aquelas que
moram no país mas estão temporariamente em outros
países, empresas sediadas no país, etc...
Capa
da Obra
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
O balanço de pagamentos oferece uma estrutura bastante
detalhada das operações que um país realiza com o resto do
mundo.
Vale lembrar que, no balanço de pagamentos, também
vale o princípio das partidas dobradas.
Vejamos o significado de cada grupo de contas que
compõe o balanço de pagamentos:
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Balança Comercial
Registra a movimentação de mercadorias, ou seja,de bens
tangíveis.
Seu saldo é dado pela diferença entre exportações eSeu saldo é dado pela diferença entre exportações e
importações.
Há duas maneiras de contabilizar exportações e
importações: FOB (free on board), que representa o
valor de embarque da mercadoria, e CIF (cost,
insurance and freight), que inclui, além do custo da
mercadoria, os fretes e seguros relacionados ao
transporte.
Na balança comercial, tanto as exportações quanto as
importações são registradas pelo valor FOB.
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Balança de Serviços
Agrega transações com intangíveis de modo geral, incluem
as receitas e despesas com transportes, decorrentes de
viagens internacionais, as rendas de capital, ou seja, as
remessas ou recebimentos de juros e lucros, os gastos
com representações diplomáticas e outros tipos de
receitas e gastos, como patentes e royalties.
Os registros da balança de serviços podem ser
classificados como serviços de fatores (pagamento ou
recebimento em função da utilização de fatores de
produção) ou como serviços de não fatores (que não
envolvem qualquer transação relacionada com fatores de
produção).
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Transferências Unilaterais
Representam pagamentos ou recebimentos, tanto
em moeda quanto em bens, sem contrapartida, tais
como remessas de recursos realizadas porcomo remessas de recursos realizadas por
pessoas que trabalham em outro país aos seus
familiares no país de origem, ou doações de um
país para outro a título de ajuda humanitária ou
reparação de guerra.
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Somando-se os saldos da balança comercial, balança de
serviços e transferências unilaterais, obtemos o chamado saldo do
balanço de pagamentos em transações correntes, ou saldo em
conta corrente.
Este saldo contém um significado muito importante ao país:
Se o país envia mais recursos do que recebe nessas contas,
temos um déficit em transações correntes.
Em termos concretos, a ocorrência de um déficit em
transações correntes no balanço de pagamentos mostra que,
num determinado período, o país “produziu”, por meio da
venda de bens e serviços e recebimento de transferências,
uma quantidade de divisas insuficiente para pagar as
despesas em divisas contraídas no mesmo período.
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Movimento de Capitais
O movimento de capitais (ou balança de capitais)
registra as transações envolvendo investimentos, empréstimos
e financiamentos entre países. É formado por:
Investimentos diretos
Reinvestimentos
Empréstimos e Financiamentos
Amortizações de Empréstimos
Capitais de Curto Prazo
Empréstimos de regularização
Outros Capitais
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Erros e Omissões
Se a contabilidade de uma empresa tem um grau de
complexidade nada desprezível, imagine-se a contabilidade de
um país. Assim, em função de imperfeições na forma de registroum país. Assim, em função de imperfeições na forma de registro
das informações, nem sempre se consegue a necessária
equivalência entre o total de créditos e o total de débitos. Surge
daí o lançamento denominado erros e omissões, que é um
valor de chegada, ou seja, ele é calculado justamente para tornar
nula, no balanço de pagamentos, a somatória de débitos e
créditos.
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
O saldo total do balanço de pagamentos deve ser
idêntico ao saldo das variações de reservas.
� um saldo negativo no balanço de pagamentos
significa que, no período em questão, o país teve de utilizar parte
de suas reservas para saldá-lo.
� um saldo positivo no balanço de pagamentos indica
um aumento no acúmulo de reservas do país.
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
Sendo BP o saldo do balanço de pagamentos e R o
valor resultante da variação de reservas, temos que:
BP = - R 
Ou 
BP + R = 0
Ou seja, um BP positivo implica em um R negativo.
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
O resultado do balanço de pagamentos em transações
correntes (TC) é igual ao sinal inverso da soma do resultado
do movimento de capitais (MC) com o saldo das variações dedo movimento de capitais (MC) com o saldo das variações de
reservas (R), ou seja,
TC = - (MC + R)
5.2 A Estrutura do Balanço de Pagamentos
Capa
da Obra
Capítulo V
O Balanço de Pagamentos
O movimento de capitais registra os investimentos,
empréstimos, financiamentos e demais capitais financeiros
entre países. Somando o seu saldo ao saldo do balanço de
pagamentos em transações correntes e considerandopagamentos em transações correntes e considerando
eventuais erros e omissões, chega-se ao saldo total do
balanço de pagamentos. A conta “variação das reservas”
demonstra esse resultado, ou seja, mostra seu impacto
sobre o nível de reservas e, no caso do déficit, também os
eventuais empréstimos de regularização ou lançamento de
atrasados.