Historia-da-Educacao-fisica

#Historia#Educação Física
Pré-visualização165 páginaszoom_out_map
31
cultura indígena foi d esaparecendo, dando lugar aos costum es europeus, organizados
conforme o desejo dos jesuítas. Os jesu ítas que receberam essa tarefa da coroa
portuguesa (com o apoio do Papa) formavam um grupo conhecido como Companhia de
Jesus, que man teve o conser vadorismo do ensino europeu anterior ao Renascimento,
privilegiando o estudo dos clássicos, do latim e da religião (ARANHA, 20 06). Os
ensinamentos jesuíticos se e stenderam pelo país, alcançando todas as capitanias
hereditárias, com as chamadas missões, que objetivavam a conversão religiosa, a
educação e o trabalho; com elas era possível a instauração de outro desejo dos padres:
os colégios de jesuítas. O ensino jesuítico esta va organizado em duas diferentes
escolas, uma para instrução primária, com objetivo s d e leitura para filhos nascidos da
mistura entre portugueses e indígenas; e o utra, para a educação média, oferecida aos
“brancos”, com ideais literários e dogmáticos. Os colégios dirigidos pela Companhia de
Jesus d esenvolviam u ma prática educativa que of erecia um ensino inicial, conhecido
por prim eiras letras (do utrinação cristã, contar, ler, escrever e falar português e
espanhol) e, em seguida, o Ratio Studiorum, que correspo ndia ao que conhecemos
hoje como ensino fundamental, ensino médio e ensino superior (VILLALTA, 2002).
de se n otar um fato interessante, em quaisquer dessas escolas, a criança
negra não era ace ita, m esmo que fosse livre; tal f ato se modificou na metade do
século.
No ano de 1759 os jesuítas são expulsos pelo Marquês de Pombal, pr imeiro-
ministro português que se posiciona contra as transformações ocorridas na Europa e
apoia o despotismo esclarecido de Dom José I (ARANHA, 20 06). No Brasil, a classe
dominante era formada pelos senhores de engenho, proprietários de terra e que
utilizavam trabalho escravo na prática agrícola (ARANHA, 2006).
Inicialmente, a d esorganização educacional promovida por Pombal fo i prejudicial
à colônia, pois não fo i ofe recida ou tra estrutura para substituir a da Companhia de
Jesus; inclu sive, no período, vário s livros e manuscritos importantes foram destruídos, e
os índios, objeto d o ensino jesuítico, abandonaram a s missões (ARANHA, 2006). No
ano de 1772, foi instituído o e nsino público o ficial, com a nomeação de p rofessores,
elaboração de p lanos d e estudo, rea lização de inspeções e m udanças no currículo,
aproximando-o daquele pratica do na metrópole, um currículo recheado de
  • arrow_back
  • arrow_forward

Ainda não temos comentários aqui
Seja o primeiro!