A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
105 pág.
Banco de Questões Av1, AV2, AV3 e simulados   105 páginas

Pré-visualização | Página 1 de 20

Asfalto, cal, gesso e cimento 
 
1ª) a). Quais quesitos devem ser considerados pelo profissional engenheiro para escolha de materiais para seus 
projetos e obras? 
Resp.: 
Devem ser avaliados a qualidade dos produtos a serem usados na obra, viabilidade, preço também se leva em 
conta, uma vez que o produto pode estar fora dos padrões ou extrapolar o orçamento. E talvez o mais barato 
também não traga garantias para a obra. Deve-se também levar em consideração a estética, disponibilidade do 
produto na região. Quanto aos fatores de qualidade, pode-se citar alguns como: durabilidade, estética, 
facilidade para manuseio, resistência, entre outros. Tambem devemos levar em consideração o interesse e a 
necessidade da obra do projeto ou do cliente. 
 
b) No seu ponto de vista, qual a importância de se fazer um controle de qualidade de materiais? 
Resp.: Fazendo este controle, o engenheiro, ou profissional da área, está sendo ético e fazendo o seu papel, 
pois este controle é essencial para uma obra bem executada, durável, bem esteticamente, e satisfatória para 
os clientes ou contratantes. 
 
c) Quais controles de qualidade de material podem ser feitos: 
 
 
c1) No canteiro de obras? 
Resp.: Controle matéria prima, controle de materiais, controle de execução e através de ensaios de 
laboratórios. 
 
c2) Material ainda nas fábricas? 
Resp.: Pode-se fazer inspeções em lotes, nas amostragens, ensaios de qualificação e decisão de produtos a 
serem usados. 
 
c3) Material em laboratório? 
Resp. Os controles em laboratório podem ser físicos, mecânicos estáticos ou mecânicos dinâmicos. 
Sendo: Físicos: massa específica, porosidade, permeabilidade, aderência, dilatação térmica, condutibilidade 
térmica e acústica. 
Mecânicos estáticos: Tração, compreensão, flexão, torção, cisalhamento e desgaste. 
Mecânicos Dinâmicos: Flexão, tração, compressão, Fadiga. 
 
2ª) Explique o que é: 
 
a) Pega 
Resp. Pega é o período inicial de solidificação da pasta. 
 
b) Início de Pega 
Resp. Início em que a pasta começa a se endurecer. Ele pode começar desde o inicio do preparo da pasta. 
 
c) Fim de Pega 
Resp. Momento em que a pasta esta completamente solida. Quando o material suporta maiores tenções sem se 
modificar. 
 
3ª) Materiais diferentes submetidos aos mesmos esforços vão reagir de forma igual? Explique. 
Resp. Não, cada material tem a sua resistência a tração, torção, compreensão, plasticidade, entre outros. 
Pode-se ainda acontecer estas mesmas diferenças em um mesmo produto de marca diferentes. Isso deve-se a 
origem de produto, origem da industrialização, ente outros fatores. 
 
4ª) Diferencie: nata, pasta, argamassa e concreto. 
Resp. 
• Natas: São pastas preparadas com excesso de água. Ex. Cimento queimado. Aglomerantes 
• Pastas: É a mistura de um aglomerante com água. São utilizados em rejuntes de azulejo por exemplo. 
• Argamassas: São as pastas acrescidas de agregado miúdos.. 
• Concreto: São as argamassas acrescidas de agregados maiores como brita. 
 
5ª) Com suas palavras explique como se obtém o asfalto industrial (ou pirogênico) nas refinarias. 
Resp.: Tudo começa na estação do petróleo, matéria prima para o asfalto industrial. Ele passa por uma 
caldeira onde é aquecido a uma temperatura medida de 600 °C. Feito este processo a próxima etapa fazer a 
separação dos subprodutos na coluna de destilaria. Nesta destilaria separa-se através de diferentes 
temperaturas subprodutos como a gasolina, querosene, betume, óleos. Materiais betuminosos são o asfalto 
industrial. Exemplo: misturas de agregados com o betume gera o asfalto insdustrial. 
 
6ª) Quais são as principais propriedades dos materiais betuminosos? E quais seus principais usos na construção 
civil? 
Resp. Tem origem natural ou pirogenico, pode se encontrar na forma solida liquida e gasosa. Tem propriedades 
de aderência aos agregados de origem rochosas são aglomerantes e não necessitam de água para iniciar a pega. 
É um aglomerante aéreo, hidrófugo, tem grande sensibilidade à variação de temperatura, funde e solidifica 
facilmente, é inerte quimicamente e de fácil obtenção e preço baixo. É usado na construção civil para 
impermeabilização e tintas. 
 
7ª) Sobre o asfalto natural e o asfalto industrial ou pirogênico. 
 
a) Qual diferença entre eles? 
Resp. Quanto ao asfalto natural, ele é extraído da natureza. O asfalto natural é aquele que possui impurezas 
como água, tem alto teor de minerais ou matéria orgânica em forma de siltes. O betume é mais denso que o 
asfalto industrial. 
Já o asfalto Industrial é obtido do petróleo através de destilação. E sendo uma de suas frações mais pesadas 
com ponto de ebulição de 600° é um bom ligante, impermeabilizante, vedante, adere rapidamente, longa 
durabilidade, consistência plástica, gerando boas misturas para cimento altamente resistente aos ataques 
químicos alcalinos, ácidos e sais, bom isolante térmico. 
 
b) Quais são as principais vantagens do aslfalto industrial e do asfalto natural? 
Resp. CAN é de fácil obtenção e preço baixo, é usado na construção civil para impermeabilização e tintas, 
aglomerante aéreo é inerte quimicamente e é mais denso que o asfalto industrial. 
CAP : são mais voláteis pois o processo tem uma quantidade bem menor de resíduo, é um bom ligante, 
impermeabilizante, vedante,adere rapidamente, longa durabilidade, consistência plástica e gera boas misturas 
para cimentos. 
 
c) Quais são as classes de asfaltos propostas pela ABNT, tanto a para o Asfalto Natural como para o Industrial? 
Resp.: Cimento asfáltico, Asfalto líquido e emulsão asfáltica. 
 
d) Podemos ter asfalto diluído em água? Explique. 
Resp.: Sim são as emulsões asfálticas: misturas homogêneas de cimento asfáltico e água ( 30 a 45%) com 
pequena quantidade de um agente emulsificador para auxiliar na mistura que irá proporcionar misturas de 
pega lenta, média ou rápida. 
 
8ª) Diferencie o asfalto industrial dos asfaltos ecológicos, de forma geral, tendo em vista que existem várias 
pesquisas atuais que tem gerado novos produtos industriais e ecológicos. 
Resp. Os asfaltos industriais são obtidos de fontes não renováveis e contribuem para uma agressão do 
ambiente. Já os asfaltos ecológicos são asfaltos modificados usando energias renováveis e produtos que seriam 
descartados e estariam agredindo o meio ambiente. De acordo com pesquisas atuais o asfalto ecológico 
acrescenta borracha moída de pneus. Traz resistência ao envelhecimento, alta elasticidade, resistência a 
trincas. 
 
9ª ) O que são aglomerantes? Qual a diferença entre os aglomerantes aéreos dos hidráulicos? 
Resp.: São materiais que dão liga a uma mistura influenciando na resistência do material resultante desta 
mistura. Aglutinar outros materiais, agregados. Na fase inicial da mistura o material é maleável e após 
secagem e cura ele enrijece. 
Aglomerantes aéreos: São aqueles que endurecem pro reação do CO2 em contato com o ar. 
Aglomerantes hidráulicos: não necessitam estar expostos ao ar para enrijecerem, mas por ação exclusiva da 
água iniciam a reação de secagem. 
 
 
10ª) Quais propriedades você acredita que os materiais devem ter para suportar forças? Responda a esta 
pergunta analisando as propriedades gerais dos materiais e as propriedades dos materiais sólidos, imagine se os 
materiais estiverem submetidos aos esforços externos. Lembre que alguns dos principais esforços externos são 
de: Tração, Compressão, Flexão, Torção e Cisalhamento. 
Resp.: As propriedades necessárias para que os materiais suportem forças nem sempre estão presentes em 
todos os matérias em sua totalidade, alguns apresentam um tipo de propriedade e outros outras. Fazendo a 
junção dos produtos( das porpriedades de cada material) se obtém o máximo de resistência quanto a tração, 
compreensão, flexão, torção, cisalhamento, dureza, durabilidade, elasticidade, impenetrabilidade, inércia, 
entre outros. 
 
11ª) Em sua opinião, qual o papel