ASSISTÊNCIA A CRIANÇA E ADOLESCENTE EM SOFRIMENTO PSÍQUICO

Disciplina:Psicologia Juridica com Foco em Criança e Adoles4 materiais141 seguidores
Pré-visualização1 página
ASSISTÊNCIA A CRIANÇA E ADOLESCENTE EM SOFRIMENTO PSÍQUICO
ASSISTÊNCIA A CRIANÇA E ADOLESCENTE COM PROBLEMAS MENTAIS NOS PRIMEIROS TEMPOS DA REPÚBLICA

= Até o final do século XX, não havia no Brasil ações organizadas de cuidados em saúde mental para a infância;
= O que havia era intervenções de cunho assistencial e filantropico
= As políticas de assistência a infância, desde a Republica eram voltadas para o “menor” – filho da pobreza; para questões judiciais; situações irregular; tutela e controle; intervenção e institucionalização;
Asilos, manicômios, reformatórios, educandários...

= Nos primeiros tempos da República o discurso médico e jurídico fundamentou as políticas assistências – Liga da Higiene Mental;

= Saúde / Educação – Ambiente escolar propício para encontrar os “anormais” -

= Eram internados “menores” e os “loucos” sem nenhuma distinção entre abandonados (órfãos), delinquentes, deficientes e outros
=Escolas Especiais / Pavilhões anexos a Hospitais Psiquiátricos / Hospitais de Neuropsiquiatria foram marcos da história da Psiquiatria voltada para criança e adolescente;

= Somente nos anos 80 do século XX é que esse quadro começa a mudar;

= ECA / III Conferência Mundial de Saúde Mental/ Lei 10.216 – Desistitucionalização - desospitalização

= Criação do CAPS infantl – Porta de entrada para Saúde Mental / Encaminhamentos
Ambulatórios
Leitos em Hospital Geral

Bibliografia
COUTO, Cristina Ventura; DELGADO, Pedro Gabriel Godinho. Crianças e Adolescentes na agenda da Saúde Mental Brasileira: inclusão tardia, desafios atuais. Psic. Clin; Rio de Janeiro, vol. 27, N I, p. 17-40, 2015.
CHNAIDERMAN, Miriam. Procura-se Janaina- Documentário. Rio de Janeiro. 2007