AULA 2 FORMULAÇÕES COSMÉTICAS
33 pág.

AULA 2 FORMULAÇÕES COSMÉTICAS


DisciplinaCosmetologia2.878 materiais54.755 seguidores
Pré-visualização2 páginas
INTRODUÇÃO A 
COSMETOLOGIA
UNIVERSIDADE UNISUAM
ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAUDE
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E 
COSMETICA
PROF ª : MARTHA RIBEIRO
1-Formulações Cosméticas:
\u2022 A formulação de um cosmético envolve três 
componentes gerais , a saber:
\u2022 a) Veículo:
\u2022 b) Aditivos:
\u2022 c) Princípio ativo:
a ) Veículos Cosméticos:
\u2022 Conjunto de substâncias que constitui a maior parte dos 
cosmético, dão forma aos cosméticos e devem ser 
adequados ao tipo cutâneo.
\u2022 Estão disponíveis nas formas de:
\u2022 \u2013 Emulsão \u2013 cremes, leites e loções cremosas;
\u2022 \u2013 Gel \u2013 gel aquoso e gel-creme;
\u2022 \u2013 Líquido \u2013 soluções, loções, sérum...
\u2022 \u2013 Pó \u2013 cosméticos em pó (talco, maquilagem etc);
\u2022 \u2013 Vetorial \u2013 lipossomas, nanopartículas, 
ciclodextrinas
b ) Aditivos Cosméticos:
Os aditivos usados nas formulações 
cosméticas e podem ser classificados em 
três tipos fundamentais. São eles: 
perfumes, corantes, conservantes e 
antioxidante.
b1)Perfumes :
\u2022 A finalidade do uso do perfume nas formulações 
cosméticas não é apenas para cobrir odores 
desagradáveis das bases cosméticas, pois não raro 
os perfumes atuam como anti-sépticos e 
conservantes garantindo as características e 
estabilidades do produto. Para odores muito 
fortes, recomendam-se Óleos Essênciais de rosas, 
florais, lavanda e etc... 
b2)Corantes :
As colorações dos cremes devem ser discretas, 
pálida, com cores compatíveis com a tonalidade 
da pele. Para tanto se faz necessário colorir os 
cremes com substancias corantes que vão 
proporcionar tons agradáveis e sugestivos ao 
consumo, alem de cobrir as cores indefinidas com 
que saem dos laboratórios de preparação. O 
corante deve, na medida do possível ser 
hidrossolúvel e inalterável tanto em meio acido 
como no meio alcalino. 
\u2022 - De origem natural/vegetal: 
\u2022 Carvão vegetal \u2013 preto;
\u2022 Urucum \u2013 amarelo;
\u2022 Henna \u2013 castanho avermelhado;
\u2022 Orcinol \u2013 vermelho violeta;
\u2022 Caroteno \u2013 alaranjado;
\u2022 Cúrcuma \u2013 amarelo
Os Corantes podem ser de várias 
origens:
- Corantes de origem 
natural/animal:
\u2022 - De origem natural/animal:
\u2022 Nácar \u2013 peixes
\u2022 Acido carmínico \u2013 extraído do pulgão \u2013 vermelho
\u2022 De origem mineral:
\u2022 Oxido de ferro \u2013 amarelo, marrom \u2013avermelhado, 
marrom;
\u2022 Argilas \u2013 fornecem diversas tonalidades 
dependendo da sua origem.
b3)Corantes Sintéticos:
\u2022 Verde malaquita \u2013 verde.
\u2022 - Corantes com efeito de 
brilho/cintilancia:
\u2022 Cristais de mica \u2013 efeito perolado
\u2022 Oxido de bismuto \u2013 brilho 
B4)Conservantes:
Os cremes emulsionados do tipo O/A sofrem 
mais ataques por fungos e bactérias devido 
a presença de água na fase externa que esta 
em contato com o ar atmosférico devido a 
presença de água na fase externa que esta 
em contato com o ar atmosférico na 
superfície da emulsão. 
As bactérias podem proliferar em 
condições anaeróbicas. Os 
conservantes podem ser classificados 
em diferentes grupos, assim temos: 
antioxidantes, fungicidas e anti-
sépticos 
\u2022 Parabenos:
\u2022 P-hidroxibenzoato de metila/Nipagin;
\u2022 P-hidroxibenzioato de propila/Nipazol;
\u2022 P-hidroxibenzoato de butila;
\u2022 * Outros grupos:
\u2022 Imidazolinidil
\u2022 Uréia;
\u2022 Compostos quartenários de amônio;
\u2022 Vitamina E;
\u2022 Acido salicílico;
\u2022 Álcool etílico;
\u2022 Óleo essencial de lavanda;
\u2022 Óleo essencial de tomilho;
\u2022 Acido benzóico;
\u2022 Acido gálico;
\u2022 Fenoxietanol;
\u2022 Álcool benzilico;
\u2022 Izotiazolona.
B5)Antioxidantes:
Os sistemas aquosos sofrem constantes 
processos de deteriorização por ação de 
bactérias ou fungos. Alem disso, podem 
sofrer oxidação por ação do oxigênio do 
ar, que é catalizado por ação da luz, de 
metais ou do calor. 
É bastante comum ocorrer a oxidação dos 
componentes oleosos dos cremes, 
principalmente porque as substancias 
gordurosas são as mais fáceis de oxidar 
devido a presença da cadeia insaturada dos 
ácidos graxos. 
É muito comum nas formulações cosméticas 
a adição de agentes antioxidantes, alem dos 
conservantes.
Antioxidantes: 
\u2022 Natural: 
\u2022 - Vitamina E 
\u2022 * Fenólicos:
\u2022 - NDGA ( resina guaiaca)
\u2022 - Trocofenois;
\u2022 - Galatos; 
\u2022 - BHA \u2013Butil hidroxi anisol
\u2022 - BHT \u2013 Butil hidroxi tolueno
\u2022 Não Fenólicos:
\u2022 - Acido ascórbico;
\u2022 - Palmitato de ascorbila;
\u2022 - Ésteres de ascorbila.
Alguns componentes podem causar 
alergia, irritação e até câncer
\u2022 Segundo o professor de Cosmetologia e diretor da 
Consulfarma, Maurício Pupo, há ingredientes em 
cosméticos que, quando em contato com a pele, podem 
trazer prejuízos ao consumidor. Irritações, alergias 
cutâneas e até mesmo doenças mais graves, como o 
câncer, podem ser provocados por ingredientes nocivos 
contidos nas fórmulas. \u201cRecomendo procurar produtos 
com ingredientes próprios para o seu tipo de pele, isto é, 
eudérmicos\u201d, diz o professor .
Uréia: Atravessa a Placenta
\u2022 A uréia é, com certeza, um dos 
hidratantes mais utilizados em 
cosméticos, tanto pela sua eficácia, 
quanto pelo seu baixo preço. O que 
muita gente não sabe, no entanto, é que 
a uréia é proibida para mulheres 
grávidas. 
\u2022 O componente penetra 
profundamente na pele e tem até
mesmo a capacidade de atravessar a 
placenta, podendo chegar até o feto 
em formação, trazendo ao bebê 
consequências ainda desconhecidas.
\u2022 A fim de controlar o uso de uréia 
nos cosméticos, a ANVISA (Agência 
Nacional de Vigilância Sanitária) 
determina que todas as vezes que 
um produto tiver na sua composição 
a uréia em dosagens \u201cmaiores que 
3%\u201d, o mesmo deve conter no 
rótulo o seguinte alerta: \u201cNão 
Utilizar Durante a Gravidez\u201d.
\u2022 A ANVISA ainda resolveu proibir a 
fabricação de cosméticos que 
contenham em sua composição mais 
de 10% de uréia.
Parabenos: Comportam-se como se 
fossem os hormônios femininos
-Há no mundo dos cosméticos uma enorme 
utilização de produtos contendo Parabenos
por gestantes, lactantes, crianças e pacientes
sob tratamentos diversos como câncer, 
reposições hormonais e terapias crônicas. 
\u2022 Hoje, o mercado possui preservantes
naturais ou mais modernos que, até o 
momento, demonstraram segurança, 
permitindo aos formuladores o 
desenvolvimento de formulações mais 
seguras.
\u2022 O uso de parabenos em produtos 
cosméticos destinados à aplicação na 
área axilar (como desodorantes, por 
exemplo) deve ser reavaliado, pois 
estudos recentes levantaram a hipótese 
de que o uso dele nessa região pode 
estar associado ao aumento da 
incidência de câncer de mama, o que foi 
confirmado em teste realizado 
recentemente. 
Conservantes liberadores de 
formol:
\u2022 Podem aumentar a incidência de câncer 
de pele.
\u2022 \u201cExperimental Dermatology\u201d, em maio 
de 2004, revelou que o formol pode 
contribuir para o aparecimento de 
câncer induzido pela radiação 
ultravioleta do sol. 
\u2022 O consumidor pode se proteger 
destas substâncias observando 
cuidadosamente os rótulos 
traseiros das embalagens, 
procurando pelas seguintes 
substâncias: quatérnium-15, 
diazolidinil hora, imidazolidinil
uréia e DMDM hidantoína.
Propilenoglicol: risco de alergias
\u2022 O propilenoglicol é um produto utilizado 
como diluente de outras substâncias, 
sendo muito usado em uma ampla 
variedade de cosméticos. O perigo de 
seu uso está nos problemas de pele que 
ele pode desencadear nas pessoas, 
como alergias e irritações. 
\u2022 Um estudo realizado com 45.138 
pacientes na Universidade de Göttingen, 
Alemanha e publicado no periódico 
\u201cContact Dermatitis\u201d, em novembro de 
2005, confirmou o potencial sensibilizante 
(potencial para causar alergias) do 
propilenoglicol, confirmado por um outro 
estudo realizado no Departamento de 
Dermatologia do Hospital Osaka Red
Cross, Japão e publicado no periódico 
\u201cInternational Journal of
Añdra
Añdra fez um comentário
Gostei do material
0 aprovações
Carregar mais