A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Processos Fonológicos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Papel das Cavidades 
Oral e Nasal 
Modo de 
Articulação 
Zona de 
Articulação 
Papel das Cordas 
Vocais Fonemas 
Oral Oclusivas Bilabial Surda /p/ 
Oral Oclusivas Bilabial Sonora /b/ 
Oral Oclusivas Dental ou alveolar Surda /t/ 
Oral Oclusivas Dental ou alveolar Sonora /d/ 
Oral Oclusivas Velar Surda /k/ 
Oral Oclusivas Velar Sonora /g/ 
Oral Construtivas 
Oral Fricativas Labiodental Surda /f/ 
Oral Fricativas Labiodental Sonora /v/ 
Oral Fricativas Dental ou alveolar Surda /s/ 
Oral Fricativas Dental ou alveolar Sonora /z/ 
Oral Fricativas Dental ou alveolar Arqui /S/ 
Oral Fricativas Palatal Surda /Ś/ 
Oral Fricativas Palatal Sonora /દ/ 
Oral Laterais Dental Sonora /l/ 
Oral Laterais Palatal Sonora /λ/ 
Oral Vibrantes Simples Sonora /�/ 
Oral Vibrantes Múltipla Sonora /r/ 
Oral Vibrantes Múltipla Arqui /R/ 
Nasal Bilabial Sonora /m/ 
Nasal Dental/alveolar Sonora /n/ 
Nasal Palatal Surda /ɳ/ 
 
A) Processos de estrutura de sílaba: 
● redução de sílaba: 
Ex: /pato/ → /pa/ 
● epêntese: ​é a inserção de uma vogal entre duas consoantes. 
Ex: /placa/ → /palaca/ 
● reduplicações ou harmonia consonantal: um fonema sofre interferência de um 
vizinho que o antecede ou segue. 
Ex: /chupeta/ → /pepeta/ 
● simplificação do encontro consonantal: ​quando o falante elimina um dos 
membros do encontro consonantal, em geral, a líquida. Aplicado às estruturas /tl/ e 
/tr/. 
Ex: /prato/ → /pato/ 
/blusa/ → /busa/ 
● simplificação da consoante final: elimina ou substitui a consoante final do 
vocábulo ou da sílaba, considerando CVC. 
Ex: /tambor/ → /tabo/ 
/pasta/ → /pata/ 
 
B) Processos de estrutura de sílaba - metátese: é a troca de posição de fonema na 
palavra. 
● metátese segmental intersilábica: 
Ex: /pato/ → /tapo/ 
/telefone/ → /tefelone/ 
● metátese segmental intrasilábica: 
Ex: /carta/ → /crata/ 
● metátese silábica: 
Ex: /capacete/ → /cacepate/ 
 
C) Processos de assimilação: ​substituição de um som por influência de outro que 
encontra-se na mesma palavra, tornando-o igual ou parecido. 
● assimilação:​ fonema de trás para frente. 
Ex: /gaiola/ → /galola/ 
/lagartixa/ → /largartixa/ 
● dissimilação:​ fonema de frente para trás. 
Ex: /mendigo/ → /mendingo/ 
/chupeta/ → /chucheta/ 
 
D) Processos substitutivos: 
● desnasalização: é o processo que torna a vogal nasal oral por causa da 
assimilação da vogal oral. 
● plosivação de fricativas:​ modo de articulação dos fonemas fricativos para plosivos. 
Ex: /sapo/ → /tapo/ 
● posteriorização para velar: fonema plosivo linguodental para plosivo velar (t/d para 
k/g) 
Ex: /tatu/ → /kaku/ 
/doce/ → /goce/ 
● posteriorização para palatal:​ fricativo alveolar em fricativo palatal. 
Ex: /sapo/ → /xapo/ 
● frontalização de velares:​ plosivo velar em plosivo linguo-alveolar (k/g para t/d). 
Ex: /caro/ → /taro/ 
/gato/ → /dato/ 
● frontalização de palatal:​ fricativo palatal para fricativo alveolar. 
Ex: /chave/ → /save/ 
/gelo/ → /zelo/ 
● simplificação de líquidas:​ substituição, semivocalização e omissão de vibrantes. 
Ex: /bolo/ → /boio/ 
/sara/ → /saia/ 
 
 
E) Processos múltiplos:​ ​em uma palavra, mais de um processo. 
Ex: /flecha/ → /pecha/ 
 
F) Processos substitutivos não muito frequentes: 
● sonorização de plosivas:​ plosiva surda por sua sonora. 
Ex: /pato/ → /bato/ 
/caro/ → /garo/ 
● sonorização de fricativas: ​fricativa surda por sua sonora. 
Ex: /faca/ → /vaca/ 
● ensurdecimento de plosivas: ​plosiva sonora por sua surda. 
Ex: /bolo/ → /polo/ 
● ensurdecimento de fricativas: ​fricativa sonora por sua surda. 
Ex: /vaso/ → /faso/ 
● idiossincráticos:​ processo peculiar. 
Ex: /música/ → /mucla/

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.