A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Introdução à Administração - Aula 01

Pré-visualização | Página 1 de 2

Introdução a Administração
Aula 01:
Teoria Administrativa
-Teoria é uma representação abstrata do que se percebe como 
realidade;
-Conjunto de a�rmações ou regras feitas para enquadrar 
alguma parte do mundo real.
Conhecimentos descritivos:
-Procuram explicar o que são as organizações;
-Há muitas teorias que explicam de forma diferente as mesmas 
coisas;
-Diferentes autores têm diferentes explicações.
Conhecimentos prescritivos:
-Procuram explicar como as organizações devem ser 
administradas;
-Compreendem doutrinas ou �loso�as e técnicas, ou 
ferramentas, para administrar as organizações.
“Nenhuma nova idéia surge do vácuo. Novas idéias emergem 
de um conjunto de condições em que as velhas idéias parecem 
não mais funcionarem”
Formação do Conhecimento Administrativo
O que é TGA?
-Campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo 
das Organizações;
-Entender e explicar as organizações;
-Entender e explicar o papel da administração e dos 
administradores;
-identi�car e propor diretrizes e técnicas para administrar as 
organizações.
Teoria Administrativa - Escola
É uma linha de pensamento ou conjunto de autores que 
usaram o mesmo enfoque, escolheram o mesmo aspecto 
especí�co para analisar, ou adotaram o mesmo raciocínio.
Teoria Geral da Administração
Desenvolver a capacidade de pensar, de�nir soluções 
organizacionais complexas, diagnosticar e propor soluções.
Principais Componentes
-Nas tarefas
-Na Estrutura
-Nas Pessoas
-No Ambiente
-Na tecnologia
Administração – perspectiva histórica e in�uências
-A Administração é o resultado histórico e integrado da 
contribuição cumulativa de numerosos precursores, �lósofos, 
economistas, empresários que, no decorrer dos tempos, foram 
divulgando suas obras e teorias.
-No Séc. XII a.c grande impérios, como o de Micenas (Grécia), de 
Esparta (Grécia) e o Egípcio, utilizam-se de funcionários, os 
escribas, responsáveis por decifrar as diversas comunicações 
entre os reinos, redigir acordos, controlar a contabilidade e 
transações comerciais.
-Administração como habilidade pessoal separada do 
conhecimento técnico e experiência (Sócrates)
-Aristóteles (384 a.c – 322 a.c) – no livro Política distingue as 
três formas de administração pública: 1) Monarquia ou governo 
de um só, 2) Aristocracia ou governo de uma elite e 3) 
democracia ou governo do povo.
-René Descartes – O Discurso do Método
-Karl Marx e Engels (1848) – Crítica à alienação e divisão do 
trabalho
-Igreja Católica – hierarquia de autoridade e objetivos comuns 
(valores).
-Organização militar – unidade de comando, escala hierárquica, 
princípio da direção (liderança).
-Economistas liberais – Adam Smith (A Riqueza das Nações, 
1776): divisão do trabalho e na especialização das tarefas, livre 
concorrência (mão invisível governa o mercado).
Princípios do Cartesianismo
1.Princípio da dúvida Sistemática – consiste em não aceitar 
como verdadeira coisa alguma enquanto não se souber com 
evidência aquilo que é verdadeiro.
2. Princípio da Análise (Decomposição) – consiste em dividir e 
decompor cada di�culdade ou problema.
3. Princípio da Síntese (Composição): objetivos e assuntos mais 
fáceis e simples de se conhecer, para os gradualmente mais 
difíceis. 
4. Princípio da Enumeração ou da Veri�cação – consiste em 
fazer recontagens, veri�cações e revisões tão gerais que se 
�que seguro de nada haver omitido ou deixado à parte.
Empresários Pioneiros
-Surgimento de grandes corporações americanas (1820): as 
estradas de ferro. Fonte de �nanciamento: ações 
-General Eletric (1880);
-Conseqüência do crescimento dessas corporações: custos 
operacionais altos
Organizações antes da Revolução Industrial
-Organizações: pequenas o�cinas, artesãos independentes, 
pequenas escolas, pro�ssionais liberais.
-Força de trabalho quali�cada 
-Volume de produção baixo 
Revolução Industrial
-Transferência da habilidade do artesão para a máquina
-Substituição da força animal ou do músculo humano pela 
potência da máquina – permitindo maior produção e economia.
-1ª fase (1780 a 1860) revolução do carvão e do ferro
-2ª fase (1860 a 1914) revolução do aço e da eletricidade
Administração no Brasil
-Família Real (1808) – estruturação organizacional para o 
desenvolvimento do Brasil.
-Era Vargas (1930) – criação do DASP (departamento de 
aministração do serviço público).
Administração
-Como pro�ssão, nasceu na área pública para expressar uma 
função subordinada aos conselhos e às assembléias ou ao 
poder político
-Expressão mais “nobre” da administração tem origem no sec. 
Formação do conhecimento 
(Relatos da experiência; métodos 
de observação e análise) 
Conhecimento prescritivo; 
conhecimento descritivo
Disseminação do conhecimento 
(Educação formal; livros, artigos, 
treinamento)
Experiência prática de 
administradores e todos os 
tipos de organizações.
Teoria
Prática
XVII – institucionalização do cargo de Ministro. O administrador 
era o executor das decisões emanadas dos órgãos políticos 
superiores.
Administração – estudo sistemático
-Medicina, engenharia, direito – há séculos eram objeto de 
investigações cientí�cas e estudos sistematizados
-Primórdios da Administração – século XIX
-Frederick Taylor – início do século XX – “pai da administração 
cientí�ca”
Administração - ciência ou arte?
-Conjunto sistematizado de conhecimento, baseado em certos 
princípios de aplicação generalizada. A obtenção acontece por 
meio da observação de um determinado fenômeno.
-Arte “é conseguir um resultado desejado por meio da 
aplicação de habilidade.
-Arte é apoiada no conhecimento de princípios desenvolvidos 
pela ciência.
-A arte diz respeito ao alcance de resultados por meio da 
aplicação do conhecimento.
Bibliogra�a
-MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Introdução à 
administração. 5 ed. São Paulo. Ed. Atlas. 2000
-MOTTA, Paulo Roberto. Gestão contemporânea: a ciência e a 
arte de ser dirigente. Rio de Janeiro. Ed. Record. 1991
-CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Administração. Ed. 
Campus. Rio de Janeiro:1997.
Introdução a Administração
Aula 01:
Teoria Administrativa
-Teoria é uma representação abstrata do que se percebe como 
realidade;
-Conjunto de a�rmações ou regras feitas para enquadrar 
alguma parte do mundo real.
Conhecimentos descritivos:
-Procuram explicar o que são as organizações;
-Há muitas teorias que explicam de forma diferente as mesmas 
coisas;
-Diferentes autores têm diferentes explicações.
Conhecimentos prescritivos:
-Procuram explicar como as organizações devem ser 
administradas;
-Compreendem doutrinas ou �loso�as e técnicas, ou 
ferramentas, para administrar as organizações.
“Nenhuma nova idéia surge do vácuo. Novas idéias emergem 
de um conjunto de condições em que as velhas idéias parecem 
não mais funcionarem”
Formação do Conhecimento Administrativo
O que é TGA?
-Campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo 
das Organizações;
-Entender e explicar as organizações;
-Entender e explicar o papel da administração e dos 
administradores;
-identi�car e propor diretrizes e técnicas para administrar as 
organizações.
Teoria Administrativa - Escola
É uma linha de pensamento ou conjunto de autores que 
usaram o mesmo enfoque, escolheram o mesmo aspecto 
especí�co para analisar, ou adotaram o mesmo raciocínio.
Teoria Geral da Administração
Desenvolver a capacidade de pensar, de�nir soluções 
organizacionais complexas, diagnosticar e propor soluções.
Principais Componentes
-Nas tarefas
-Na Estrutura
-Nas Pessoas
-No Ambiente
-Na tecnologia
Administração – perspectiva histórica e in�uências
-A Administração é o resultado histórico e integrado da 
contribuição cumulativa de numerosos precursores, �lósofos, 
economistas, empresários que, no decorrer dos tempos, foram 
divulgando suas obras e teorias.
-No Séc. XII a.c grande impérios, como o de Micenas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.