A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
ANÁLISE ORGANIZACIONAL AULAS 1 A 10

Pré-visualização | Página 5 de 6

Indicada para circunstâncias estáveis e de pouca mudança que requeiram desempenho continuado de tarefas rotineiras.
 Esta estrutura é indicada para empresas que tenham poucas linhas de produtos ou serviços, os quais permaneçam inalterados por longo tempo.
DESVANTAGENS
A cooperação e comunicação interdepartamental, que é o contado e a comunicação entre diferentes departamentos, é reduzida, em decorrência do isolamento em relação aos outros departamentos, pois cada departamento funcional possui seus próprios objetivos e prioridades. 
Com isso, sob pressão, criam-se diversas barreiras e conflitos entre os outros departamentos. Também geram limitações de autoridade e tomadas de decisões dos administradores.
A estrutura funcional tende a ser muito burocratizada, o que requer uma estrutura administrativa mais elaborada, com um número maior de níveis hierárquicos.
Dificulta a adaptação e a flexibilidade com relação a mudanças externas, pois a abordagem é interna e não visualiza o que acontece no ambiente externo da organização ou de outro departamento. É inadequada quando a tecnologia e as circunstâncias externas são mutáveis ou imprevisíveis.
Devido à focalização interna de cada departamento e não nos objetivos globais da organização, existe uma carência de estruturas próprias de coordenação do andamento do trabalho, levando os problemas de coordenação para os níveis mais elevados da organização.
Aplicações da departamentalização funcional
- É indicada para ambientes estáveis e de pouca mudança, que requeiram desempenho constante e repetitivo de tarefas rotineiras.
- É recomendada para empresas que tenham poucas linhas de produtos ou serviços e permaneçam inalteradas por longo tempo.
- Ela reflete um dos mais altos níveis de auto-orientação e de introversão administrativa, demonstrando a preocupação da empresa com a própria estrutura interna e com a eficiência nas suas atividades.
Departamentalização por produtos ou serviços
Este tipo de departamentalização faz uma abordagem divisional, que envolve a diferenciação e o agrupamento das atividades e tarefas de acordo com os produtos ou serviços realizados, ou seja, os resultados esperados da empresa.
 A divisão do trabalho é feita por linhas de produtos ou de serviços, que se desempenham em todas as funções necessárias para a realização do produto ou serviço.
Todas as principais atividades e tarefas, similares ou não, relacionadas com um produto ou um serviço são reunidos e alocadas em um específico departamento no sentido de coordenar as atividades requeridas para cada tipo de resultado.
 A departamentalização por produtos ou serviços é indicada para circunstâncias ambientais instáveis e mutáveis, pois induz à cooperação e à coordenação entre especialistas, atividades e tarefas, para um melhor desempenho do produto ou serviço.
Aplicações dep. Por produtos ou serviços
- Em ambientes instáveis e mutáveis: induz a cooperação entre especialistas e coordenação de seus esforços para melhor desempenho do produto/serviço.
- Quando autonomia e autossuficiência são fundamentais: cada departamento passa a ter autonomia e autossuficiência com as próprias unidades de produção, vendas, pesquisa e de desenvolvimento etc.
- Quando a tecnologia é adaptativa ou mutável: a departamentalização por produto/serviço, juntamente com uma forte área de staff, é a mais apropriada.
Departamentalização por base territorial ou localização geográfica
Vantagens:
• A administração conhece melhor as peculiaridades da área onde atua.
• Obtém-se vantagens econômicas de determinadas operações locais.
• Há possibilidade de uma ação mais imediata em determinada região.
Desvantagens:
• Duplicação de instalações e de pessoal, se não houver um planejamento adequado.
• A preocupação estritamente territorial concentra-se mais nos aspectos mercadológicos e de produção, e quase não requer especialização.
• A descentralização encerra em si mesma um limite de ação bastante amplo, podendo colocar em risco o negócio ou serviço que está sendo ofertado.
Departamentalização por clientes
São agrupadas as atividades de acordo com as necessidades do cliente, consumidores ou usuários da empresa. Segundo Chiavenato, as características do cliente como idade, nível socioeconômico, hábitos de campo , constituem a base para essa estratégia, que é totalmente centrada no cliente.
Aula 6 –Desenho Departamental 2
A departamentalização por processo é a departamentalização focada no processo. É também denominada agrupamento por processo ou departamentalização por fases do processo, por processamento ou ainda por equipamento.
É quase sempre restrita a aplicações no nível operacional de empresas industriais e de serviços, principalmente nas áreas produtivas ou de operações.
As atividade são agrupadas de acordo com as etapas de um processo. É a departamentalização focado no processo. A organização faz uma abordagem divisional, envolve a diferenciação e o agrupamento das atividades de acordo com as etapas de execução de um processo.
Mas, afinal, o que é processo?
Não existe uma definição padrão para processo, porém podemos encontrar alguns pontos em comum.
“Processo de negócios 	é o conjunto de atividades que tem por objetivo transformar insumos (entradas) , adicionando-lhes valor por meio de procedimentos, em bens e serviços (saídas) que serão entregues e devem atender aos clientes”.
Analogia a um liquidificador:
Fornecedor: atendente do estabelecimento 
Entradas: leite, frutas e açúcar
Processo: o liquidificador bate os ingredientes
Saída: vitamina de frutas
Cliente: consumidor
Feedback ou retro alimentação: colocar menos açúcar, por exemplo
Características da Departamentalização por Processos
- Foco na sequência
- Depende do Arranjo físico dos equipamentos 
- Foco na tecnologia utilizada
- O processo é o mais importante
- Ênfase na ação integrada
Para que serve o processo?
• Documentar(ISO );
• Padronizar comportamento (principalmente em serviços);
• Controlar para melhorar (busca evitar o erro e permite o  
   aperfeiçoamento contínuo); 
• Informar a todos como funciona (serve para treinar os 
   novatos).
Foco no processo e não nas unidades
Dificilmente os processos são conhecidos e ressaltados dentro das empresas, pois as pessoas respondem por departamentos ou unidades de trabalho, mas ninguém é responsável pelo processo em toda a sua extensão.
VANTAGENS
• Extrai vantagens econômicas oferecidas pela própria natureza do equipamento ou da tecnologia. A tecnologia passa a ser o foco e ponto de referência para o agrupamento de unidades e posições.
 • Cada unidade organizacional é uma etapa no desenvolvimento do produto. A focalização e a sequência de processos facilita o trabalho de início até o fim.
DESVANTAGENS
• Este tipo de departamentalização não é aconselhado quando a tecnologia utilizada sofre mudanças a ponto de alterar o processo, pois possui absoluta falta de flexibilidade e de adaptação. 
 • Por existir isolamento dos outros departamentos, podem ocorrer dificuldades de desenvolver novas formas integradas de administrar.
 •  Cada administrador no departamento de processos é especialista em apenas uma parte do processo, não sendo capaz de concluir um processo por inteiro. Com isso, torna-se difícil uma substituição de um administrador, mesmo sendo de igual função, por um outro administrador de um processo diferente.
APLICAÇÕES DO DEPTO POR PROCESSOS
1-Tecnologia intensiva: é amplamente utilizada em empresas nas quais as instalações e tecnologias utilizadas são demasiado onerosas e complexas. É o caso de empresas de tecnologias intensivas, como siderúrgica, indústrias químicas e petroquímicas, etc.
2- Arranjo físico permanente: quando o arranjo físico das máquinas e dos equipamentos define o agrupamento de pessoas e de materiais para processar as operações.
Reengenharia de processos
A reengenharia representa o reprojeto dos processos empresariais e a sua redefinição radical. A reengenharia significa a reestruturação radical dos processos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.