A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
109 pág.
terapia manual

Pré-visualização|Página 1 de 109

[Digite o título do documento]
www.josegoes.com.br
www.institutode tratamentodador.com.br

Curso de Terapia Man ual
www.josegoes.com.br
www.institutodetratamentodador.com.br
Histórico da Osteopatia
A origem das manipulações vêem de muitos séculos. As primeiras
provas a serem reveladas chegam de documentos do Egito faraônico e dos
papiros descobertos por Edwin Smith ( 5000, 4700 A.C.) e o papiro número 5 do
Ramesseum (4150 3560 A.C.) são as provas. Lo go depois são
caracterizadas a través de pinturas na tumba de Ram sés II (1298 123 5 A.C.)
uma manipulação da cabeça do rádio. Algumas manipulações são descritas na
Grécia por Hipócrates de Cós (460 370 A.C.). e, Roma, C. Gallien (13 1 201
A.C.), que era médico do imperador curou uma nevralgia rvico -braquial de
um historiador através de manipulações cervicais. Na Espanha Luis de
Mercado, que era titular de uma cátedra na Faculdade de Medicina de
Valladolid em 1527 fo i o primeiro universitário a u tilizar e ensinar manipulações.
Em toda a Europa na era do Renascimento surgiram nu merosos curan deiros.
No século XV o d outor Miguel Leon Portilha fez o relato das man ipulações
realizadas pe los a stecas. no século XIX na Suécia criou -se uma corrente
importante graças a Per Enrik e a seus alunos Stapfer e Brandt, onde f oi feita
uma síntese das manipulações orgânicas e tentaram introduzir o m étodo na
prática médica. Em 1850, Lucas C. Kampionnière escreveu a famosa frase:
“movimento é vida” e nos EUA, mais ou me nos na mesma época surge a
Osteopatia cujo pai é Andrew Taylor Still (RICHARD, 2000).
Andrew T. Still em 1899 e 1901 quando escreveu seus dois principais
livros: “Philosophy of Osteopathy Reseach e Practice” resumiu e m encionou os
quatro princípios da osteopatia. São eles:
- A estrutura determina a função;
- A unidade do corpo;
- A autocura;
- A lei da artéria é absoluta.
No primeiro princípio Still defende que o ser humano é considerado
como um todo e indivisível; e as estruturas a que ele refere são as vísceras,
fáscias, osso s, músculos etc. A fu nção é a atividade que esta estrutura realiza.
Dessa forma, se a estrutura está funcionando em perfeita harmonia, não
haverá motivos para que uma patologia venha a se instalar comprometendo a
função.

Curso de Terapia Man ual
www.josegoes.com.br
www.institutodetratamentodador.com.br
De acordo com o se gundo princípio de Still onde e la fa la da unidade
do corpo, ele conceitua que o corpo humano tem a faculdade de reencontrar o
equilíbrio. Po demos chamar isso de homeostasia e esta unidade fica ao nível
do sistema miofascioesquelético, podendo o corpo guardar trau matismos
ocorridos no passado.
Relativo aos princípios da autocura, Still afirma que o corpo é capaz
de autocurar-se, tendo ele em si me smo maiôs necessários p ara elimina r ou
evitar as doenças.
n o quarto p rincípio de Still onde ele defende que a lei da artéria é
absoluta, ele afirma que o sangue é o meio de tran sporte de to dos os
elementos, assegurando uma imunidade natural. Dessa fo rma, se houver uma
perturbação na circulação arterial, teremos também um retardo no retorno
venoso, onde trará o acúmulo de toxinas.
CAUSAS DAS LESÕES OSTEOPÁTICAS
Uma lesão osteopática poderá ocorrer por vários motivos e caba ao
terapeuta investigar a causa da lesão e nunca sua conseqüência. Se o
terapeuta se detiver em somente tratar a lesão e não f or investigar o que a
causou, sua recidiva se quase certa. Devido isso o processo chave de um
tratamento de osteopatia ou qualquer outro de terapia manual será o
diagnóstico; a pa rtir daí deverá ser elaborado um plano de tratamento
direcionado em corrigir a causa da lesão.
Inúmeras técnicas e stão à disposição da osteopatia e o terapeuta
terá que e scolher a técnica adequada para cada tipo de lesão. As técnicas irão
variar de acordo com o tecido que foi afetado.
Ação sobre os LIGAMENTOS
A me lhor indicação pa ra este tipo de lesão são as técnicas de
stretching, pompagens e algumas técnicas articulares.